ALdCS – Capítulo 31

Terceiro Dever Diário do Cavaleiro Sol: Gerencie os Mortos-Vivos da Cidade (Parte 3)

Neste momento, os silenciosos risinhos do transeunte se transformaram em altos rugidos de riso. Os cavaleiros sagrados que estavam originalmente apontando os dedos para mim agora estavam rindo enquanto seguravam suas barrigas.

Vendo a situação atual, de repente me senti incrivelmente sortudo. — Ainda bem que eles não percebem que sou o Cavaleiro Sol.

Vários cavaleiros vieram andando rindo.

— Desculpe perturbar o seu duelo no caminho do cavaleiro. — Eles disseram, ainda rindo — Mas fazer um tumulto e lutar nas ruas não é permitido.

— Isso não é uma luta, mas um duelo. — Roland respondeu com sinceridade. Os cavaleiros soltaram outra gargalhada, que se transformou em uma rodada completa de risadas desenfreadas, levando os espectadores próximos a rir ainda mais.

— Nunca me senti tão humilhado nos vinte e três anos da minha vida. — Eu disse em voz baixa, quase chorando.

Rosa também abaixou a cabeça, dizendo:

— Sim, nunca me senti tão humilhado nos dois mil e três… coff, nos “muitos” anos da minha vida.

Neste momento, um grunhido baixo interrompeu os rugidos de riso de todos.

— Qual é a comoção aqui?

Virei a cabeça para ver todo um esquadrão de cavaleiros sagrados. Além disso, brasões no peito de seus cavaleiros sagrados eram os emblemas do Cavaleiro Sol… É o meu próprio Pelotão do Cavaleiro Sol! Além disso, todos os vinte e cinco membros estavam presentes, incluindo meu vice-capitão Adair.

Vendo-os todos completamente equipados e alinhados de uma forma tão ordenada, não parece que eles estão aqui para vagar pelas ruas ou para se juntar a alguém… — Será que este mês é a vez do Pelotão do Cavaleiro Sol patrulhar as ruas?

Isso é muito ruim! — Meu Pelotão do Cavaleiro Sol é especialista em eliminar mortos-vivos. Eles já são especialistas em perceber auras das trevas. Além disso, eles já tinham conhecido Roland no palácio real. Embora Roland pareça um ser humano vivo agora, completamente diferente de sua aparência como um Cavaleiro da Morte, não há garantia de que eles não o reconheceriam.

Eu não pude deixar de checar a Luz Sagrada em torno de Roland, confirmando que ainda estava envolvendo-o com força e que nem um grama de aura das trevas havia vazado.

Neste momento, o cavaleiro sagrado que estava anteriormente em um canto segurando sua barriga em gargalhadas, rapidamente correu para cá, respeitosamente e cortesmente relatando a situação para o Pelotão do Cavaleiro Sol. Ao ouvir o relatório, os integrantes do Pelotão do Cavaleiro Sol relaxaram suas expressões. Eu também dei um suspiro de alívio quando parecíamos ter despistado eles. Mas então meu vice-capitão Adair saiu do centro do esquadrão, e olhou diretamente no rosto de Roland.

Ele dimensionou Roland antes de perguntar de uma maneira aparentemente casual:

— Você é um cavaleiro sagrado?

— Não, eu sou um cavaleiro. — Roland respondeu com muita franqueza.

Ei, ei! Roland, não acabamos de inventar nossos álibis? Você deveria ser um guerreiro!

— É mesmo? — Adair riu com frieza e depois falou bruscamente — Então, por que seu corpo está emitindo Luz Sagrada? — Assim que as palavras de Adair deixaram sua boca, os vinte e quatro membros restantes do Pelotão do Cavaleiro Sol imediatamente formaram um círculo, encerrando firmemente nós três.

Ah, mas que droga! Se eu soubesse que isso aconteceria, eu nunca teria pedido a Adair para liderar o esquadrão para patrulhar e atacar as pessoas. — Olhando para a sua eficiência surpreendente em torno de nós, até eu mesmo não conseguia reagir antes de ser completamente cercado pelo esquadrão.

É hoje o dia em que ceifo os males que semeei, para que eu seja agredido pelo meu próprio Pelotão do Cavaleiro Sol?

Adair lentamente desembainhou sua arma, explicando aos outros:

— Se você não está emitindo a Luz Sagrada, isso só poderia significar uma coisa. A Luz Sagrada em torno de seu corpo é com o propósito de encobrir outra coisa, por exemplo, uma aura das trevas.

Só agora eu percebi que ter um vice-capitão que é muito esperto não era necessariamente uma coisa boa. É improvável que isso acabe bem.

— Então, e se for para encobrir uma aura das trevas? — Rosa de repente deixou escapar — Encobrir uma aura das trevas contra a lei?

Adair, sendo o cara legal que ele era, realmente respondeu de volta:

— Cobrir uma aura das trevas não é ilegal… — Ele disse — Mas aqueles que possuem uma aura das trevas são, na maioria das vezes, indivíduos maliciosos, como criaturas mortas-vivas.

— Então, e os crentes da Deus das Sombras? — Rosa levantou o queixo, respondendo provocativamente — Você quer dizer que os Cavaleiros das Trevas do Deus das Sombras também são pessoas mal-intencionadas?

Cavaleiros das Trevas?

Hah! Que jogada inteligente! — Eu realmente esqueci que os únicos tipos de cavaleiros que carregam uma aura das trevas em seus corpos são os Cavaleiros das Trevas que servem ao Deus das Sombras.

Ao ouvir isso, até Adair congelou. Você também não pode culpá-lo, já que a Catedral do Deus das Sombras estava bem longe daqui. Embora eu soubesse da existência dos Cavaleiros das Trevas, eu nunca tinha visto um antes.

Adair franziu a testa antes de perguntar em dúvida:

— Você é um Cavaleiro das Trevas? Então por que você está cobrindo a aura das trevas em seu corpo?

Roland franziu as sobrancelhas, incapaz de responder. Eu acho que ele, que só sabe praticar esgrima, não tem nem ideia do que é um Cavaleiro das Trevas.

Neste momento, Rosa respondeu zombeteiramente:

— Porque há muitos idiotas que estão sob a impressão de que uma aura das trevas só poderia pertencer a criaturas mortas-vivas.

Assim que as palavras saíram de sua boca, todos os cavaleiros sagrados à nossa volta tinham expressões de raiva em seus rostos. Apenas Adair, apesar de ser aquele a quem o insulto foi direcionado, não se importava em nada. Ele franziu as sobrancelhas, pensativo e depois pediu a Roland:

— Por favor, remova a Luz Sagrada em torno de seu corpo.

Tendo ouvido isso, pensei por um segundo — Como não podemos nos recusar a removê-lo, só podemos arriscar e torcer para que o Anel da Vida de Rosa seja suficiente para encobri-lo e nos deixar escapar.

Depois que eu removi a Luz Sagrada sem pensar duas vezes, pareceu aos espectadores que Roland não havia mudado nada. Mas aos olhos do Pelotão do Cavaleiro Sol, ele estava emitindo uma leve aura das trevas, e seus rostos ficaram sombrios.

Adair franziu a testa e parecia que ele estava imerso em pensamentos por um bom tempo, antes de, de repente, nos dar um olhar muito penetrante. Entrei em pânico, seguindo sua linha de visão para ver o que ele estava olhando e… era o que estava pendurado na cintura de Roland… a mesma espada que ele usou para me atacar!

Adair levantou a cabeça lentamente, olhando diretamente para o rosto de Roland. Se depois disso ele ainda não conseguisse reconhecer que a pessoa à sua frente era o Senhor da Morte de antes, então eu provavelmente deveria ter dúvidas sobre a minha capacidade de escolher meu vice-capitão.

Mas estou convencido de que tenho muito bom gosto nas pessoas, então já estava pensando em como escapar. — Talvez segurar meu próprio vice-capitão como refém seria uma boa opção? No entanto, a esgrima de Adair não seria derrotada tão facilmente. Se a tentativa de sequestro falhar e sermos encaminhados por ele, eu ainda teria alguma dignidade para ficar como capitão?

— Podem ir embora.

Certo! Eu só vou pedir a Roland para prender Adair e… hã? — Eu fiquei atônito. O que Adair acabou de dizer?

Neste momento, os outros membros do Pelotão do Cavaleiro Sol perguntaram preocupados:

— Adair, está tudo bem? Não deveríamos chamar o capitão e esperar ele confirmar essa história?

Adair balançou a cabeça, dizendo:

— Não há necessidade. Vamos lá. Quanto mais cedo encerrarmos as nossas patrulhas, mais cedo poderemos completar a tarefa atribuída pelo nosso capitão.

Que tarefa? — Eu pisquei — Eu realmente fiz esse pedido?

Adair, sem dúvida, mostrou seu peso como vice-capitão, que sempre administrava meu Pelotão do Cavaleiro Sol. Depois que ele disse que não havia necessidade, nenhuma objeção veio dos membros do Pelotão do Cavaleiro Sol. Eles prontamente saíram de sua formação de volta para a formação de patrulhamento e depois partiram em ordem, seguindo Adair.

Se não o visse com os meus próprios olhos, não acreditaria que o meu Pelotão do Cavaleiro Sol fosse capaz de formar uma formação tão certa e ordeira. Adair deve ser realmente incrível. — Parece que eu tenho bom gosto para escolher pessoas! Mas exatamente que negócio eles precisavam resolver? Não me lembro de atribuir qualquer tarefa para Adair. Além disso, ele definitivamente deve ter reconhecido Roland. Como o vice-capitão do Pelotão do Cavaleiro Sol, que é especializado em lidar com criaturas mortas-vivas, como poderia deixar o Senhor da Morte andar como quisesse bem no centro da cidade? Será que eu realmente não entendo meu próprio vice-capitão?

— Sol, devemos segui-los? — Rosa perguntou em voz baixa, parecendo muito interessada. Eu pensei por um momento. Trazer Roland secretamente ao lado do Pelotão do Cavaleiro Sol parece ser uma tarefa impossível. Não importa se é uma leve aura das trevas, ou se é coberta por Luz Sagrada, de qualquer forma, não é possível esconder a nossa presença deles.

— Não. Estamos aqui hoje para acompanhar Roland em um passeio, então vamos ver onde ele gostaria de ir.

Ouvindo isso, Rosa soltou um gemido desapontado, mas não muito tempo depois ela segurava a mão de Roland, olhando em volta por todo o lugar. Pareceu-me que Roland estava sendo conduzido por Rosa por todo o lugar, e quase nunca pedia ativamente para ir a um lugar específico. Então eu perguntei:

— Roland, há algum lugar que você gostaria de ir?

— Loja de sobremesas! Loja de brinquedos de pelúcia! Campos de execução!

Eu ignorei completamente a menina barulhenta e disse muito seriamente para Roland:

— Onde quer que você gostaria de ir, eu te levo até lá… Exceto na Igreja do Deus da Luz.

Mesmo que seja o palácio real, tenho minhas maneiras de dar a Roland uma excursão de um dia inteiro pelo lugar. O único lugar para onde não posso levá-lo é a Igreja do Deus da Luz. Afinal, era a sede das forças que atacam as criaturas mortas-vivas. Mesmo que um Senhor da Morte fosse investir templo a fora, ele só seria encontrado com uma morte por afogamento em Luz Sagrada.

Ouvindo isso, Roland realmente revelou um leve desapontamento. — É possível que ele realmente esperasse fazer uma turnê na Igreja do Deus da Luz? Oh meu Deus da Luz! Desconsiderando o fato de que Cidade Broto de Folha ter uma necromante que não sabe que ela é uma necromante, há agora até um Senhor da Morte que parece não perceber que ele é um Senhor da Morte! Não me diga que todas as criaturas mortas-vivas hoje em dia esqueceram o fato de que elas já partiram deste mundo e, portanto, devem ficar longe de qualquer coisa que contenha as palavras “Sagrado” e “Luz”?

Roland ponderou um pouco e depois balançou a cabeça. Eu suspirei e disse:

— Então eu vou levá-lo para comprar roupas novas. Nós também devemos comprar outra espada para você, já que você não pode nem desembainhar a que você tem agora. — Assim que ele a desembainhasse, a aura das trevas certamente se espalharia em direção aos céus e então teríamos que jogar um jogo de gato e rato com um bando de cavaleiros sagrados.

Roland assentiu, mas Rosa começou a pular entre nós, protestando em voz alta:

— Loja de sobremesas!

— Você ainda quer ir à loja de sobremesas? — Eu a ridicularizei — Em sua casa há mais pirulitos do que cadáveres no campo de execução. Você tem certeza de que é uma necromante?

Rosa revirou os olhos e disse sombriamente:

— É risível como sua habilidade com magia é maior que sua esgrima em pelo menos dez vezes, que sua Luz Sagrada é mais forte que sua aura de batalha por várias centenas, e suas habilidades necromantes são melhores que sua equitação em pelo menos dez mil vezes. No final, é você quem não percebe que é um cavaleiro sagrado!

Eu fiquei sem palavras. Em meus treze anos como cavaleiro sagrado, duvidei pelo menos treze vezes se eu era ou não realmente adequado para ser um cavaleiro sagrado. Todo ano, depois de testar minha esgrima e ver minha pontuação, não pude deixar de ter um momento de dúvida.

Nos primeiros dias, meu professor me consolava dizendo:

— Sua pior perspectiva de emprego futuro seria como um cavaleiro. Sua segunda pior perspectiva de trabalho seria como um cavaleiro sagrado. Então pare de se sentir mal por si mesmo. Pelo menos você não escolheu a primeira opção.

Depois que ele terminou de me consolar, meu professor então, com alguma rara satisfação, consolou-se, dizendo:

— É uma coisa boa que eu seja seu professor como um cavaleiro sagrado, e não seu professor como um cavaleiro. Se eu tivesse que criá-lo em um cavaleiro, seria mais prático simplesmente matá-lo com um golpe, deixando você reencarnar e escolher uma carreira diferente.

— Mais uma coisa, como Cavaleiro Sol, o mais sagrado cavaleiro sagrado, você realmente foi repreendido por uma criatura morta-viva até ficar sem palavras. Hunf! Eu me pergunto se você está ciente de que você é o Cavaleiro Sol! — Rosa me repreendeu com um tom extremamente sarcástico.

— Se você não calar a sua boca agora, então eu não vou levá-la para a loja de sobremesa. — Eu ameacei em um tom sinistro. Rosa selou seus lábios, radiante de alegria. É hora de ir, hora de ir. Com tantos lugares para ir, é melhor nos apressarmos.

Depois de apressá-los, fui até a frente para liderar o caminho para os dois. Mas naquele momento, uma noção brilhou em minha mente.

Talvez passear pelas ruas com uma necromante e com um Senhor da Morte seja a ação mais incongruente que já tomei como Cavaleiro Sol?

Deodoro
Tradutor nas horas vagas. Só joga no hard.

1 Comentário

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!