ALdCS – Capítulo 48

Segunda Regra Compartilhada dos Doze Cavaleiros Sagrados: Respeite a Privacidade dos Doze Cavaleiros Sagrados

— Este é o salão principal do Templo Sagrado. É usado apenas para exibição.

— Grisia!

— O salão principal tem duas passarelas. Uma delas leva à parte interna do Templo Sagrado, enquanto a outra leva ao salão principal do Santuário da Luz.

— Grisia!

— Chegamos ao local mais importante. Este é o seu quarto, que fica a duas portas do meu. O quarto entre os nossos, pertence ao Cavaleiro-Capitão Julgamento…

— Grisia!

— Além disso, a sala de reuniões e conferências dos Doze Cavaleiros Sagrados é a terceira porta descendo a passarela que fica à direita depois que você desce duas passarelas dessa maneira. Pode ser confuso se eu apenas lhe disser assim. Vamos, vou mostrar-lhe o caminho para esse quarto.

— Grisia! — Eu rosnei baixinho aborrecido.

Grisia parou de andar e gentilmente me repreendeu:

— Você deveria me chamar de Sol e reservar Grisia para uma conversa pessoal! Mas, se você insistir em me chamar de Grisia, acho que isso realmente não importa…

Eu interrompi-o severamente:

— Acho que é hora de partir.

— Do que você está falando? Pra onde você vai?

— Eu não vou a lugar nenhum, mas quero deixar o Templo Sagrado! — Respondi simplesmente, e meu coração estava um pouco preocupado. Quanto mais eu permanecia no Templo Sagrado, maior a chance de ser descoberto como o Senhor da Morte. Seria um pequeno problema se eu fosse destruído por causa disso, mas se Grisia estivesse em contato com um Senhor da Morte… Para ele, haveria consequências muito sérias.

Grisia me olhou surpreso e disse:

— Você é o Cavaleiro Inferno. Se você não ficar no Templo Sagrado, para onde vai?

Fiquei sem palavras por um momento, antes de conseguir abrir a boca para lembrá-lo:

— Eu não sou o verdadeiro Cavaleiro Inferno, ou você se esqueceu disso?

Ele ficou pensando por um momento, e então olhou para mim com preocupação e disse:

— Inferno, você está se sentindo fraco pelo calor devido ao tempo ensolarado? Como você pode esquecer o fato de que você é o Cavaleiro Inferno?

Eu fiquei sem palavras novamente. — Grisia? O que é que você está pretendendo fazer?

Naquele momento, um cavaleiro sagrado veio correndo em nossa direção enquanto gritava:

— Capitão! Os cavaleiros reais e os guerreiros do Monastério do Deus da Guerra se encontraram na rua e agora estão em uma batalha feroz!

O rosto de Grisia ficou severo e, com raiva, ele disse:

— O que os cavaleiros sagrados estão fazendo? Eles não restringiram os dois lados?

— Não, mas eles formaram um círculo de proteção para proteger os cidadãos que estão olhando de lado! E então…

— Então o quê?

— …então eles começaram a torcer pelos cavaleiros reais…

Ao ouvir isso, o rosto de Grisia ficou ainda mais irritado. Ele falou rapidamente comigo:

— Apenas olhe ao seu redor. Eu voltarei logo depois de verificar essa situação. Só tenho duas coisas para mencionar. Em primeiro lugar, você não pode deixar o Templo Sagrado, e não tente procurar Rosa, pois ela já mudou de casa. Em segundo lugar, não invada a privacidade dos outros Doze Cavaleiros Sagrados, especialmente em seus quartos individuais.

— Espere! — Fiquei atordoado quando o vi fugir rapidamente com o outro cavaleiro sagrado.

Rosa se mudou? Para onde devo ir então?

Não faço ideia de quanto tempo fiquei parado ali, feito uma estátua. Muitos dos cavaleiros sagrados passaram por mim e até me saudaram, chamando-me de Cavaleiro-Capitão Inferno, enquanto eu não tinha ideia de como responder corretamente.

Não muito tempo depois, vi alguém que conhecia andando na minha direção.

— Cavaleiro Julgamento…

Eu o observei com alguma cautela. — Pela descrição geral que Grisia fez, ele deve saber que eu sou o Cavaleiro da Morte.

Mas Cavaleiro Julgamento não parecia ter medo de mim. Ele apenas disse:

— Cavaleiro-Capitão Julgamento para você. Cavaleiro Julgamento é o título usado por pessoas de fora para se referir a nós. Por favor, não cometa esse erro novamente, Cavaleiro-Capitão Inferno.

Fiquei sem palavras mais uma vez. — Não me diga que ele não tem intenção de me expor? Ele planeja deixar um Cavaleiro da Morte correr livre dentro do Templo Sagrado?

Cavaleiro Julgamento olhou-me de novo e perguntou:

— Mais alguma pergunta?

Respondi reflexivamente:

— Não sei para onde devo ir.

Julgamento pensou em silêncio por um momento e disse:

— Você poderia ir à biblioteca, pois há muitos livros que podem refrescar sua memória sobre os deveres do Cavaleiro Inferno. Alternativamente, você pode ir e procurar por Cavaleiro-Capitão Tempestade. Ele é tão ocupado que vive na esperança de que alguém vá ajudá-lo. Ele está em seu quarto agora, corrigindo documentos.

Eu não tinha nada a dizer sobre isso, então disse a ele:

— Obrigado.

— Oh, certo, Cavaleiro-Capitão Inferno, você estará disponível esta noite para praticar sua esgrima comigo?

— Claro. — Eu respondi imediatamente. As habilidades de espada do Cavaleiro Julgamento eram muito boas, e eu sempre esperei lutar com ele novamente.

Depois de pensar um pouco, já que não consegui ficar parado na passarela sem fazer nada, resolvi seguir as sugestões do Cavaleiro-Capitão Julgamento e ir à biblioteca pegar um livro para ler enquanto esperava o treino de noite. Depois que falei com um cavaleiro sagrado e descobri a localização da biblioteca, fui direto para lá. Havia alguns cavaleiros sagrados na biblioteca, mas decidi ignorar todos que me cumprimentaram ou saudaram. Abri um armário de livros e comecei a procurar alguns livros que mencionavam o Cavaleiro Inferno…

— O que está procurando?

Em um piscar de olhos, eu pulei para trás e rugi:

— Que… quem é você?

— Eu sou o Cavaleiro Nuvem.

Uma cabeça realmente se inclinou para fora do armário de livros, e seu rosto era pálido como uma folha de papel. Por um instante, não consegui determinar se ele era um fantasma ou um humano… — E ele até está dizendo que é um dos Doze Cavaleiros Sagrados? Como isso é possível?

— Cavaleiro-Capitão Nuvem, pode me passar o livro de músicas relacionado aos Doze Cavaleiros Sagrados? Vou contar histórias para as crianças. — Um cavaleiro sagrado disse de repente para aquela cabeça, sorrindo.

— É claro. — A cabeça voltou para dentro do armário de livros e, depois de um momento, recostou-se novamente, desta vez com a adição de uma mão tão pálida quanto o rosto. A mão segurava um livro.

— Obrigado Cavaleiro-Capitão Nuvem. — Depois de pegar o livro, o cavaleiro sagrado até me disse de maneira bem-humorada. — Cavaleiro-Capitão Inferno, se você está procurando um livro, é melhor pedir ao Cavaleiro-Capitão Nuvem para pegar o livro para você. O Cavaleiro-Capitão Nuvem está familiarizado com a localização de todos os livros da biblioteca.

Ele é mesmo o Cavaleiro Nuvem? — Eu fiquei chocado.

Aquela cabeça, não, Cavaleiro-Capitão Nuvem olhou para mim por algum tempo, e depois falou de maneira etérea:

— Que pessoa estranha. Ele está de pé em frente ao armário de livros, mas não está procurando por um livro. — Então a cabeça voltou para dentro do armário e fechou a portinha.

Desisti de ficar na biblioteca, então fui atrás do Cavaleiro-Capitão Tempestade. — Embora eu não acredite que possa oferecer ajuda…

— Estou profundamente tocado! Aqui, leia todos esses documentos e, em seguida, sublinhe todas as frases problemáticas em vermelho e, por fim, resuma o documento inteiro em três linhas. Depois disso, apenas me dê uma leitura final, e então o documento estará pronto para ser carimbado…

Sem outra palavra, Cavaleiro-Capitão Tempestade jogou uma grande pilha de documentos oficiais para mim.

Segurei a pilha de documentos em meus braços e disse ansiosamente:

— Mas nunca retifiquei um documento oficial antes. Olha, eu não sei como fazer isso.

— Não fique tão preocupado, é normal para um marinheiro de primeira viagem. — Cavaleiro-Capitão Tempestade consolou-me — Eu verifico novamente, se tiver tempo…

Eu li os documentos e só terminei de retificá-los à noite, e depois trouxe todos os documentos de volta para o Cavaleiro-Capitão Tempestade.

— Você fez um ótimo trabalho! — Cavaleiro-Capitão Tempestade me disse segurando um carimbo na mão. Ele então carimbou todos os documentos sem sequer olhar para eles — Você tem assuntos para resolver amanhã de manhã? Não? Então você pode vir me ajudar de novo? Hã? Está acertado então, Cavaleiro-Capitão Inferno!

Na verdade, eu não concordei de jeito nenhum… Mas um acordo é um acordo. Parece que tenho que ficar até amanhã de manhã agora.

— Certo, por favor, me ajude a devolver isso para Cavaleiro-Capitão Gelo no seu caminho de volta. Obrigado. — Cavaleiro-Capitão Tempestade me entregou algo que, por mais que eu olhasse, parecia um pequeno prato e garfo para comer bolos.

Não tendo outra escolha, fui e bati na porta do Cavaleiro-Capitão Gelo.

— Espere. — Depois que Cavaleiro-Capitão Gelo pegou o prato da minha mão, ele apenas pronunciou aquela única palavra antes de fechar a porta novamente.

Eu fiquei lá e esperei.

A porta se abriu de novo, e ele me deu duas sacolas cheias de doces, descobri pelo cheiro, e disse simplesmente:

— Essa é para você, e essa é para o Sol.

— …obrigado. — Eu disse. — Eu acho que vou dar as duas sacolas para o Grisia.

— Coma um pedaço. — Cavaleiro-Capitão Gelo disse de repente, e depois me olhou atentamente.

Novamente não tive outra escolha, segui suas palavras e comi um pedaço. Este foi um gesto muito dispendioso, pois um Cavaleiro da Morte não precisa de comida.

— Doce? Pouco? Muito? — Cavaleiro-Capitão Gelo perguntou.

Fiquei em silêncio. Como um Cavaleiro da Morte, minha língua era usada principalmente para falar. Eu respondi:

— Não sou muito bom em provar coisas, então realmente não consigo responder para você.

Cavaleiro-Capitão Gelo pegou um bloco de anotações e escreveu alguma coisa nele enquanto resmungava:

— Inferno, muito tempero…

—…?

Depois que Cavaleiro-Capitão Gelo terminou de escrever a nota, ele olhou para cima e perguntou:

— Onde você está indo?

Sinceramente, eu não tinha a mínima ideia para onde deveria ir, então só pude responder:

— Estou apenas vagando por aí.

Gelo assentiu e perguntou:

— Me ajuda com uma coisinha?

— Claro. — Respondi.

Eu estava segurando muitas sacolas cheios de doces e olhei em volta para os Doze Cavaleiros Sagrados. Minha primeira parada foi voltar ao armário de livros de antes para procurar por Cavaleiro-Capitão Nuvem.

— Obrigado. Esses livros são para você ler. — Cavaleiro-Capitão Nuvem inclinou a cabeça para fora do armário de livros e pegou uma sacola de meus braços, passando-me alguns livros no processo.

Eu olhei para os títulos, que diziam “As Histórias dos Cavaleiros Infernos” e “O Manual de Deveres de um Cavaleiro Inferno” respectivamente.

— Obrigado. — Eu disse.

Cavaleiro-Capitão Labareda me encarou por um longo momento, e murmurou para si mesmo:

— Obviamente que Sol é o Supremo Dragão, então como é que agora existe outro Supremo Dragão? Sol é o verdadeiro, ou é o Supremo Dragão falso…

No final, ele pegou a sacola alegremente e disse para si mesmo:

— Ah, deixa pra lá, e daí se eu não entendi? Ambos começam com a letra S, então posso pensar que é como a Rutinha e Raquel.

Não entendi bulhufas do que ele disse.

Quando o Cavaleiro-Capitão Terra veio abrir a porta, ele tentou bloquear a vista com o corpo, como se houvesse algo que não deveria ser visto por mim atrás da porta.

— Meu… meu quarto está uma bagunça. — Cavaleiro-Capitão Terra sorriu timidamente.

Eu balancei a cabeça para mostrar que eu entendi, e então entreguei a sacola.

— Teeeerrraaaaa, você ainda não acabou amoooooooooooor?

Terra olhou para mim e riu de uma maneira inocente:

— Hohoho, Inferno, você deve ter escutado errado! Claro que não tem mulher alguma aqui no meu quarto.

Eu não disse nada.

Cavaleiro-Capitão Folha abriu a porta com um sorriso que se estendia de orelha a orelha, e ele não bloqueou a porta com o corpo. Pude ver claramente que seu quarto era muito limpo e organizado, de acordo com a limpeza característica de um cavaleiro.

— Muito obrigado, Cavaleiro-Capitão Inferno. — Ele disse enquanto pegava uma sacola da minha mão.

Eu só notei naquele momento que ele estava segurando um pequeno boneco de palha na mão. — De um modo geral, esse boneco aí não deveria ser tão grande quanto uma pessoa real, e depois ser posto no meio de um campo para fazer as aves acreditarem que havia pessoas ali, impedindo-as de bicar as plantações? Como é mesmo, um espantalho?

Cavaleiro-Capitão Folha viu que eu estava olhando atentamente para a boneca de palha, e ele imediatamente explicou enquanto sorria:

— Isso é realmente útil! Você só precisa prendê-lo na parede e depois usar um martelo e pregá-la na parede com pregos para melhorar o seu humor!

Eu tinha ouvido falar dessa maneira de usar essas coisas antes. Nas lendas das aldeias locais, esse era o método praticado pelas bruxas para amaldiçoar as pessoas.

Em um tom amistoso, Cavaleiro-Capitão Folha acrescentou:

— Ah, e se você adicionar um pouco de cabelo da outra pessoa ao boneco de palha, os efeitos serão duplicados! É ainda melhor se você adicionar unhas!

Despedi-me do Cavaleiro-Capitão Folha depois de me certificar de que não deixei nem sequer um pouquinho de cabelo ou unha.

Naquela noite, antes de começar o treino com o Cavaleiro Julgamento, não pude deixar de balançar a cabeça e suspirar.

— Todos os Doze Cavaleiros Sagrados são realmente tão estranhos?

Cavaleiro Julgamento olhou para mim com os olhos ilegíveis.

Eu não conseguia entender porque ele estava me olhando desse jeito.

Ele abriu a boca e falou devagar, dizendo:

— Sim, todo mundo mais ou menos tem suas próprias peculiaridades, mas nós respeitamos muito a privacidade dos outros Doze Cavaleiros Sagrados. Desde que cada um cumpra seus deveres como um dos Doze Cavaleiros Sagrados… mesmo que ele seja um cadáver que esteja correndo livremente, nós o respeitamos tanto quanto os outros.

—…

Então, o mais esquisito dos Doze Cavaleiros Sagrados sou eu?

Fim do Volume 2

Palavras da autora:


Um epílogo é realmente uma coisa maravilhosa. Especialmente quando precisa ser escrito em cada livro. O que posso escrever? Portanto, há muitas coisas envolvidas.
Na verdade, meus pensamentos estão todos escondidos dentro da história. Não sei se o epílogo exige que eu escreva isto, aquilo ou apenas coisas, certo? Então só posso colocar algumas frases aleatórias aqui. Então, me dar uns petelecos está bem, mas não precisa jogar nada em mim.

Coff, coff! — Bem, se eu realmente colocasse frases aleatórios por aqui, acho que todo mundo realmente jogaria alguma coisa em mim, certo?

— Por favor, Prue, pare com isso. Recentemente, os preços do petróleo dispararam, a inflação e os preços dos legumes inflaram de forma absurda. As coisas estão tão caras que até o brigadeiro está no preço do bolo. Assim, por favor, não jogue suas coisas em mim, uns petelecos são o suficiente!

Agora, vamos ao verdadeiro ponto principal!

Na verdade, o primeiro volume é considerado um começo. O primeiro e segundo volumes são os capítulos introdutórios fundamentais. Por um lado, a razão pela qual o Cavaleiro da Morte Roland se juntou aos Doze Cavaleiros Sagrados foi trazido e, por outro lado, o Monastério do Deus da Guerra também foi mencionado. Além disso, também tivemos um pouco da Catedral do Deus das Sombras. Depois, todos os Doze Cavaleiros Sagrados foram introduzidos uma vez brevemente (nananinanão, autora, falta o Cavaleiro Pedra). Em conclusão, finalmente consegui explicar todo o quadro.

Na sequência, são as missões mais importantes na carreira de um Cavaleiro Sol. Da mesma forma, cada missão é uma história completa. Acredito que depois de ler o prólogo do primeiro volume, vocês saberão quais são as poucas missões.

No entanto, por favor, confiem em mim que as coisas não são como parecem, assim como a imagem do Cavaleiro Sol e sua aparência real!

Espero que depois que todos terminarem de ler, tenham uma melhor compreensão dos temas de fantasia, como resgatar princesas, matar dragões e derrotar um Rei Demônio!

Além disso, além de um blog e um clube, eu, Yu Wo, também criei um fórum. O principal objetivo é permitir que meus colegas se comuniquem entre si. Você está convidado a vir para dar uma passadinha lá quando quiser. Se você acha que o URL é muito longo para ser digitado, há links no clube e no blog que podem ir para o fórum.


 

Fechamos o volume com essa imagem lindona dos Doze -1 que só vai aparecer no próximo! As duas facções bem representadas.

Deodoro
Tradutor nas horas vagas. Só joga no hard.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!