API – Capítulo 118

Compreensão

Ossos!

Embora o corpo diante de Kieran estar seriamente mutilado, ainda havia restos de carne, gordura e órgãos. No entanto, o componente mais duro do corpo era o mais difícil de se encontrar. Além do crânio meio comido, não havia sequer um único osso completo.

Os ossos foram triturados? Ou a besta preferia comer os ossos do que a carne? Nenhuma das especulações eram válidas e a última era mais fácil de rejeitar. Mesmo que a besta tivesse mastigado todos os ossos, deveria haver algum resíduo ósseo deixado para trás, mas Kieran não conseguiu encontrar nenhum.

A primeira hipótese era bastante óbvia. Considerando-se que o crânio estava meio comido, era seguro dizer que a besta não gostava de ossos, o que significava que os ossos das vítimas foram levados por outra pessoa antes que a besta os comesse.

O que Sphendix quer com os ossos? O círculo mágico requer ossos como um catalisador?

Kieran rapidamente refletiu sobre suas novas descobertas, mas essa informação mínima e seu [Conhecimento Místico] de baixo nível não o levaram a lugar nenhum. Para ser preciso, Kieran não fez mais descobertas sobre o aspecto místico dos ataques, mas encontrou algo em outro assunto. Era algo sobre a terceira vítima, Paul.

Ao contrário do resto das vítimas, o que sobrou de Paul foi apenas um braço, o que levou Kieran a acreditar que a besta não era exigente quanto à sua comida. Olhando para a vítima atual e o que restou dela, a besta devia estar bastante faminta, e também não sabia como cobrir seus rastros.

Usando seu [Rastreamento], ele viu claramente os rastros da besta. As pegadas deixadas para trás estavam cobertas de sangue fresco. As patas pareciam grossas e fortes, certamente não era algo pertencente a um homem. Era um urso? Kieran não tinha certeza, porque ele não havia encontrado um animal assim antes.

Embora Kieran tivesse certeza para onde a besta foi, ele continuou seguindo as pegadas, caminhando ao longo da trilha.

— Você quer rastrear a besta? Já tentamos antes, mas falhamos todas as vezes.

Kent não era particularmente a favor da ideia de Kieran.

— Vocês nunca conseguiram porque estavam fazendo errado. — Kieran disse isso enquanto entrava em outro beco.

As pegadas sangrentas das patas quase desapareceram quando chegaram ao beco, mas Kieran ainda era capaz de ver as pegadas brancas. Elas ainda estavam claras para ele.

Ele até descobriu outro conjunto de pegadas, que pareciam pertencer ao alimentador ou domador da besta. Essa pessoa deveria ser muito vigilante. Enquanto colocavam a “comida” e removiam os ossos, deviam ter esperado que a besta terminasse a refeição para que pudessem sair juntos.

Kieran estava virando para a esquerda e para a direita pelos becos, seguindo os dois conjuntos de pegadas. Depois de caminhar por cerca de cinco minutos, ele chegou a uma rua movimentada cheia de carros.

As pegadas das patas desapareceram ali, se transformando em duas marcas de pneus. Adicionando as pegadas do domador à equação, Kieran criou um cenário em sua cabeça.

A besta completamente alimentada deve ter sido levada para lá sob o comando do seu domador e embarcado em um veículo que estava esperando por ela.

Quando Kieran olhou para as marcas de pneus que se misturavam na estrada movimentada , ele se virou e disse a Kent:

— Eu preciso de um carro e de um motorista!

As marcas de pneus se misturaram com a estrada, mas não desapareceram. Kieran não ia desistir assim tão fácil. As pistas poderiam levar o carro de Kieran ao QG da Spehndix, ou a algum outro lugar que lhe desse mais pistas.

Kent franziu as sobrancelhas, mas ele tinha que seguir as ordens. Seguindo as ordens de Manda-Chuva, Kent acenou para seus homens. Depois de um tempo, o SUV preto parou na frente de Kieran.

Kieran balançou a cabeça, olhando para Kent enquanto o homem abria a porta de trás para ele.

— Eu quero sentar no banco do passageiro.

— Não abuse, filho. Lembre-se de quem você é. — Kent avisou-o severamente, falando muito perto do rosto de Kieran.

Os homens de Manda-Chuva começaram a olhar para Kieran com uma expressão hostil. Eles se cansaram de segui-lo enquanto ele parecia não estar fazendo nada. Se Kent não estivesse por perto, eles teriam ensinado a esse jovem uma lição.

Kieran olhou para Kent e depois para os homens ao seu redor. Ele não pôde deixar de soltar uma risada.

— Claro que sim, estou colaborando com o Manda-Chuva. — Ele disse em um tom compreensivo, enfatizando cada palavra.

Se Kieran revelasse suas descobertas ao homem em sua frente, ele sabia que Kent iria cumprir com facilidade, mas, obviamente, Kent não tinha o direito de saber. Kieran queria ter uma conversa cara a cara com Manda-Chuva, não falar com ele por meio de seus homens.

Por que Kieran queria isso?

Desde que ele descobriu a existência do enorme Pentagrama Invertido, ele estava pensando sobre por que uma masmorra de nível 3 pareceria mais difícil que uma de nível 4.

Ele não tinha entendido a princípio, mas enquanto investigava o corpo e seguia os rastros, ele notou os homens de Manda-Chuva seguindo atrás dele. Agora ele entendia porque se sentiu assim. Kieran tinha muitos ajudantes do seu lado, embora ele tivesse subconscientemente pensado que estava sozinho.

Ao contrário dos guardas mortos em Alcatraz, a masmorra que Kieran estava agora lhe deu um monte de pessoas para ajudá-lo a enfrentar um gigante como Sphendix.

No final das contas, ele não estava sozinho.

Se Kieran pensasse um pouco sobre a Missão Principal, ele perceberia que, se não tivesse ajudado Larry e tivesse ido direto para o esconderijo de Leonard, teria descoberto o corpo de Leonard e o item chave roubado. Após o quarto e o quinto ataque da besta, o jogador definitivamente estaria no caso enquanto seguia a Missão Principal.

Eventualmente, o jogador entraria no radar de Manda-Chuva por causa da Missão Principal, e quando eles exibissem uma força formidável, Manda-Chuva adicionaria de bom grado outro lutador capaz debaixo de suas asas. No final, o jogador terminaria a Missão Principal sem impedimentos com a ajuda de Manda-Chuva.

Além da parte em que o jogador precisava mostrar uma força formidável na frente de Manda-Chuva e a potencial guerra com Sphendix, o que poderia ser um pouco difícil, o resto da Missão Principal seria bastante fácil na opinião de Kieran. Era bastante adequado para uma masmorra de nível 3, mas isso não significava que Kieran seguiria esse caminho.

Seu objetivo era terminar a Missão Principal, a Missão de Título e todas as Missões Secundárias possíveis com bons resultados. Só assim ele conseguiria mais vantagens em futuras masmorras. Kieran não esqueceria de seu objetivo toda vez que entrasse em uma nova masmorra. Como tudo era possível, ele não queria apenas terminar as masmorras.

Vamos combinar, ficar atrás de Manda-Chuva e terminar a Missão Principal seria fácil, mas e a próxima masmorra? E a masmorra depois dessa?

À medida que os níveis das masmorras aumentam, o mesmo acontece com a dificuldade, e uma atitude tão despreocupada ao completar uma masmorra acabaria por levá-lo à morte.

Não era isso que Kieran queria.

Ele não tinha intenção de terminar a Missão Principal através de Manda-Chuva. Ele queria estar em uma posição de igual para igual com ele. Só então ele colheria os maiores benefícios. No entanto, tornar esse objetivo uma realidade não seria uma tarefa fácil.

Embora Kieran tivesse acabado de conhecer Manda-Chuva, a atitude invasiva e arrogante dele e seu olhar frio ainda estavam frescos em sua mente. Ainda assim, Manda-Chuva não era alguém que ignorasse todos diante dele. Quão sério ele levava Sphendix era prova suficiente.

Isso fez com que Kieran entendesse que, para tornar seu objetivo uma realidade e realizar seu plano, ele precisaria se apresentar como uma força a ser levada em conta.

Ele queria que Manda-Chuva o levasse a sério como colaborador, e não o tratasse como uma pessoa de status mais baixo que não poupasse olhar para alguém tão distante dele.

Naturalmente, seria necessária uma força formidável para alcançar tal resultado. Felizmente, Kieran tinha esse tipo de força, caso contrário, suas ações já o tinham levado à sua morte.

Essa situação tinha lhe dado uma oportunidade de mostrar essa força.

— Colaborador? Quem você pensa que é? Já que não parece capaz de distinguir o bom do ruim, deixarei que você saiba qual atitude você deve ter diante de Manda-Chuva.

Depois de rir friamente, Kent socou Kieran no rosto.

Kieran ficou imóvel como uma vara, como se tivesse ficado atordoado pelo soco inesperado. Os homens de Manda-Chuva em volta deles pareciam esperar um bom espetáculo dos dois. Eles sabiam o que Kent poderia fazer. Ele certamente não era alguém com quem mexer, considerando que ele foi capaz de se tornar o braço direito de Manda-Chuva. A força formidável de Kent fez com que ele se classificasse entre os três primeiros lutadores entre os homens de Manda-Chuva.

Kent era muito mais implacável que os outros dois primeiros, e sua lealdade ao Manda-Chuva o ajudou a ser promovido para onde ele estava.

Se Kieran o irritasse, ele encontraria um final ruim.

Vários homens de Manda-Chuva com personalidades ferozes e agressivas começaram a sorrir para a desgraça de Kieran.

Eles até começaram a adivinhar em que estado Kieran estaria após a luta. Costelas quebradas? Braço quebrado? Talvez duas pernas quebradas? Os palpites eram tantos que eles realmente queriam socar Kieran eles mesmos.

Eles concentraram seus olhares malignos em Kieran como lobos caçando suas presas em um círculo.

Apesar de tudo o que estava acontecendo ao seu redor, Kieran simplesmente moveu seu dedo indicador direito um pouco, e o anel em seu dedo com o belo rubi incrustado imediatamente emitiu um brilho terrível.

Era como se estivesse dizendo ao mundo seu nome.

[Olhar do Meio-Morto]!

Erudhir
"Se olhar ao redor e não souber quem é o alvo, então o alvo é você."

3 Comentários

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!