API – Capítulo 130

Grande explosão

O desprezo de Trumbo ficou ainda mais forte quando viu Kieran e Manda-Chuva fugindo dele. Mas, não era surpresa para ele. Do seu ponto de vista, era a escolha certa a fazer.

— Rock, meu amigo, somos apenas nós dois agora! Hora de acertar as velhas dívidas!

Trumbo levantou as duas mãos enquanto falava. Todo o fogo em um raio de 10 metros se reuniu e fermentou acima de suas mãos como um animal de estimação convocado.

Em um piscar de olhos, uma bola de fogo de dois metros de largura apareceu acima da cabeça de Trumbo. Sua temperatura de combustão esfriou um pouco, mas a bola de fogo girando tremeluzia como se algo assustador estivesse fermentando dentro dela, esperando para sair de sua casca.

— Rock, meu velho amigo! Eu tenho preparado este banquete para você por um longo tempo! Ele pode te esmagar em pedaços, mas tente não me decepcionar!

O rosto de Trumbo se contorceu de um jeito maligno enquanto falava. A aura gentil que o rodeava havia desaparecido completamente. Seu verdadeiro rosto era maligno e vicioso, que lhe convinha muito bem.

De repente, uma voz ligeiramente áspera veio das sombras. Rock, o Ferrão das Sombras estava acostumado a ficar em silêncio e não pretendia responder com palavras, mas com ações.

A energia da sombra que rodeava Rock começou a se mover e se acumular como seda negra, desdobrando-se ao vento em torno do cabo de sua adaga. A adaga era um meio de canalizar a energia das sombras e usá-la como um método de ataque para infligir dano a Trumbo.

— Ah, essa sensação de ardor familiar! A Adaga Grimório! Sabe, Rock, você está confiando demais nessa arma. Claro, é muito poderosa, mas você não deve esquecer de si mesmo. Contemple meu poder, o purgatório que eu criei! Em breve você fará parte da minha coleção!

Trumbo exalou com levemente a sensação de ardor da adaga antes de rir alto. Ele nem parecia preocupado com a dor.

Ele estava se preparando há muito tempo para isso. Por que ele se importaria com um pouco de dor?

A enorme bola de fogo acima dele havia ficado escura, como se o fogo tivesse se apagado enquanto ele falava. No entanto, um grito aterrorizante e um som agudo de assobio alertaram a todos para o verdadeiro medo e perigo que se aproximava.

— Contemple, Rock! Este é o seu fim! Você vai afundar para sempre no meu eterno purgatório, e eu subirei aos céus como um imortal! Eu estive espe…

Antes que ele pudesse terminar, sua expressão mudou. Não era por causa de qualquer coisa que o Rock tivesse feito. Era porque Kieran voltou. Para ser mais preciso, ele voltou com um lançador de foguetes em seu ombro.

As ações de Kieran haviam excedido as expectativas de Trumbo. De acordo com seu plano original, todas as armas que poderiam potencialmente ser uma ameaça para ele, seja de Manda-Chuva ou de Sphendix, deveriam ter sido destruídas durante a explosão anterior.

Mas como? O que deu errado?

Confuso, Trumbo tentou parar Kieran antes que ele pudesse atirar.

— Inesperado…

Kieran puxou o gatilho, não dando a mínima para o que Trumbo tinha a dizer.

O foguete foi lançado em direção a Trumbo, com uma cauda brilhante flamejante atrás dele.

— VOCÊ SE ATREVE! — Trumbo gritou extremamente alto.

Kieran respondeu mostrando o dedo do meio com a mão direita. Mais uma vez, desaparecendo entre as ruínas da área.

O foguete que voava em direção a Trumbo ainda estava lá, apesar de Kieran ter desaparecido.

Trumbo sabia que sua Barreira de Campo de Força não seria capaz de resistir à explosão do foguete. Ele não tinha escolha a não ser usar outras contramedidas que não achava que precisaria.

Uma bola de fogo do tamanho de um punho apareceu no ar sem aviso e voou em direção ao foguete.

*Boom!*

A bola de fogo detonou o foguete. Graças à sua Barreira de Campo de Força, Trumbo não se feriu, embora seu lustroso cabelo e pele foram ligeiramente afetados pela súbita emboscada.

— Tolo! Eu vou lidar com você mais tarde! Vou te mostrar o que é o medo real!

Trumbo sentiu seu coração doer com a menor perda de energia vital. Foram necessários muitos anos de planejamento para preencher sua energia vital, mas aquele pequeno incidente custou-lhe 1/10 do total.

Ele não podia tolerar tal desafio de Kieran. Ele o odiava ainda mais agora e não podia esperar para separá-lo membro por membro. No entanto, quando Kieran emergiu novamente das ruínas, o rosto de Trumbo se tornou verde de choque.

Kieran estava carregando um segundo lançador de foguetes em seu ombro, outro nas costas e mais um em suas mãos.

Trumbo não conseguia descobrir como Kieran conseguiu colocar as mãos em tantos lançadores de foguetes. Poderia Manda-Chuva ter um arsenal escondido que ele não conhecia?

Os palpites de Trumbo não podiam alterar os fatos diante de si.

Kieran rapidamente puxou os gatilhos um após o outro, e três foguetes foram disparados.

Quando os foguetes foram lançados contra ele, Trumbo ainda estava se emaranhando com Rock. Ele não teve outra opção se não usar sua técnica anterior novamente.

*Boom!* *Boom!* *Boom!*

As explosões contínuas consumiram ainda mais energia vital. Contudo, deixando sua súbita velhice de lado, era a raiva de Trumbo que atingiu seu ponto de inflexão.

Ele cerrou os dentes, jurando que iria rasgar Kieran com as próprias mãos.

Mas, a raiva foi repentinamente substituída pelo pânico. A Adaga Grimório, que ainda estava alojado em seu peito, estava prestes a explodir e liberar seu poder destrutivo muito mais cedo do que esperava.

— Como isso é possível? — Trumbo gritou confuso.

— A maior diferença entre homens e animais é que os homens podem usar ferramentas e fazer pleno uso de cada uma em suas mãos! — Uma voz rouca disse a Trumbo.

Ferrão das Sombras disse, quebrando seu silêncio.

Quando terminou de falar, a adaga no peito de Trumbo emitiu uma luz púrpura sombria e profunda.

A Poderosa Barreira de Campo de Força ao redor de Trumbo se quebrou junto com seu corpo.

Kieran assistiu a cena de longe antes de rapidamente puxar o revólver de prata e atirar em Trumbo, gastando todas as suas balas sobre ele.

Enquanto isso, Kieran correu em direção a Trumbo como uma flecha atirada por um arco.

Ele havia sacrificado as armas que considerou sua maior recompensa pela recompensa ainda maior que esperava obter de Trumbo.

Só que, a maior recompensa de Kieran escaparia de seu alcance se Trumbo morresse pela mão de outra pessoa.

Ele preferiria morrer do que deixar essa chance escapar.

[Tiro: Ataque Letal, Infligiu 200 de dano, (100 de Arma de Fogo (Arma de Fogo Leve) (Grão-Mestre) x2)…]

[Tiro: Ataque Letal, Infligiu 200 de dano, (100 de Arma de Fogo (Arma de Fogo Leve) (Grão-Mestre) x2)…]

[Tiro: Ataque Letal, Infligiu 200 de dano, (100 de Arma de Fogo (Arma de Fogo Leve) (Grão-Mestre) x2)…]

Enquanto Kieran continuava disparando contra Trumbo, as notificações de batalha continuavam spamando em sua visão.

Ele finalmente soltou um suspiro aliviado quando o último tiro sinalizou a morte de Trumbo.

Kieran olhou para o corpo de Trumbo por instinto. Ele queria inspecionar suas recompensas e não ficou desapontado. Entre um monte de verde, havia algo dourado cintilante.

Kieran queria se aproximar, mas a bola de fogo se apagando estava escorrendo em uma sombra escura, criando um exército de almas errantes incorpóreas enquanto se quebrava.

O [Talismã de malha] emitiu uma sensação de queimação, fazendo com que Kieran ativasse seu [Rastreamento].

Tudo o que ele viu foi um mar aparentemente infinito de almas incorpóreas.

As almas incorpóreas ficaram entre ele e suas recompensas. Elas eram o último obstáculo que Kieran tinha que superar.

— Saiam da porra do meu caminho, suas almas desgraçadas! — Kieran gritou alto enquanto saia correndo.

Uma aura indomável se reuniu em torno de Kieran. Mesmo que ele estivesse sozinho, parecia que tinha um exército à sua disposição.

Ferrão das Sombras sentiu a súbita mudança em Kieran e não pôde deixar de olhá-lo com desconfiança. Ele ficou surpreso com a aura de Kieran e o poder oculto que parecia possuir.

Ferrão das Sombras não entendia a raiva de Kieran com as coisas irrelevantes entre ele e seu tesouro. Não seria um exagero dizer que ele iria esmagar os ossos das almas incorpóreas e espalhar suas cinzas depois de terminar com elas. [1]

Kieran correu como um forte vento com socos relâmpagos e chutes flamejantes. Ele era como um tigre contra um bando de cordeiros. Nada poderia detê-lo.


[1] Esmagar Ossos, Espalhar Cinzas: Quando os ossos de alguém são esmagados e suas cinzas se espalham após a morte, é um sinal de ódio extremo em relação a eles.

Erudhir
"Se olhar ao redor e não souber quem é o alvo, então o alvo é você."

2 Comentários

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!