API – Capítulo 214

Inquéritos

Aquele brilho alaranjado significava Equipamento Raro. Outro Equipamento Raro seria adicionado ao arsenal de Kieran. Embora fossem atacados pelo perigo desde o começo da masmorra, o loot valia a pena. Kieran sabia porque a masmorra estava cheia de perigo desde o início. Uma das razões era porque o nível de masmorra dele e de Hanses eram bem diferentes.

Apesar de a Missão Principal de Kieran ser de nível 3, quando Kieran assinou o contrato antes de entrar na masmorra especial, foi decidido que sua missão se entrelaçaria com Sem-lei, a Missão Principal de Hanses e alguns outros incidentes relacionados que se ramificaria disso.

Como veteranos, Sem-lei e Hanses também sabiam a razão por trás disso, mas isso não os impediu de deixar clara sua atitude.

Sem-lei se afastou, significando que ele não tinha intenção de pedir uma parte do loot. Hanses parecia um pouco ciumento, mas depois de uma pequena hesitação, fez o mesmo. Se Sem-lei, que participou da batalha com o rinoceronte, decidiu se afastar, Hanses, que apenas foi um espectador, não podia fazer mais nada.

— Obrigado! — Kieran expressou sua gratidão a Sem-lei.

De acordo com uma regra não dita entre os jogadores, Kieran havia matado o rinoceronte blindado sozinho, então o loot seria só dele. No entanto, a fortuna sempre desperta algo no coração das pessoas, mesmo quando estavam vinculadas por contrato, por isso ainda pode ter causado pensamentos desprezíveis em suas mentes.

Sem-lei tinha escolhido ser honesto e de mente aberta, poupando-os assim de tais problemas. Hanses também não podia fazer nada, e Kieran agradeceu a Sem-lei por isso.

— Você merece, 2567! Vamos lá, devemos ir agora. Quando a batalha acabar lá, não conseguiremos fugir deles. — Sem-lei os lembrou, apontando para a batalha no castelo.

Kieran assentiu imediatamente e pegou seu equipamento. Era um cinto grosso marrom escuro com cerca de quatro dedos de largura. Parecia sem graça, mas dava um sentimento bom.

[Nome: Alma Selvagem]

[Tipo: Armadura Corporal]

[Classificação: Rara]

[Defesa: Forte]

[Atributos: Investida Imprudente. Fúria Selvagem]

[Efeito: Nenhum]

[Pré-requisitos: Nenhum]

[Pode ser levado para fora da masmorra: Sim]

[Observação: Este é um cinto que contém uma alma selvagem e indomável!]

[Investida Imprudente: Quando ativada, o usuário irá correr por 5 segundos, até que o tempo acabe ou colida com um obstáculo. (Caso a defesa do obstáculo seja Forte ou superior, o usuário irá colidir. A investida é imparável depois de ativada. Ao colidir com obstáculos com uma defesa Forte ou superior, o usuário sofrerá dano semelhante a um Ataque Forte). Uma vez por dia]

[Fúria Selvagem: Quando o PV estiver abaixo de 30%, Status Gravemente Ferido, +1 de Poder de Investida da Investida Imprudente(A defesa do obstáculo deve ser Forte ou maior para parar o usuário. Quando estiver acima de Forte, o usuário sofrerá dano semelhante a um Ataque Poderoso)]

Kieran franziu um pouco a testa ao ler a descrição de [Alma Selvagem]. Deve ser poderoso, já que tem duas habilidades anexadas, mas aindaera uma espada de dois gumes. Se usado corretamente, causaria grandes danos a seus inimigos, mas um pequeno passo em falso poderia acabar machucando Kieran.

Ele não tinha o direito de ser exigente, considerando que precisava desesperadamente de equipamento, mas mesmo se estivesse totalmente equipado, ainda assim não teria deixado para trás um cinto Raro como esse. Ele não tinha nenhuma armadura protetora para sua cintura, final de contas.

Depois que ele colocou o cinto em volta da cintura, subiu no cavalo. Sem-lei e Hanses estavam esperando por ele há algum tempo.

Uma chicotada forte depois, os cavalos começaram a correr.

Os três cavalos de guerra eram como flechas soltas, correndo rápido para o destino que haviam decidido antes de entrar na masmorra.

A Floresta da Peregrinação! Uma enorme floresta localizada a cem metros do castelo do Grão-Duque. A maioria dos lenhadores e fabricantes de peles do castelo vinham daquela floresta.

O Grão-Duque ia sempre caçar na floresta durante o verão, de modo que as duas cidades perto da Floresta da Peregrinação eram muito prósperas. Outro ponto importante era que, se passassem pela Floresta da Peregrinação, deixariam o Grão-Ducado Morko.

Os três cavalgaram da meia noite até o nascer do sol. Eles faziam paradas com seus cavalos, mas só pararam completamente quando Sem-lei viu que os cavalos estavam cansados e precisavam descansar.

O orvalho da manhã encharcava as camisas de Sem-lei e Hanses. Era excepcionalmente desconfortável, já que eles estavam usando armadura de couro, mas nenhum deles queria acender uma fogueira.

Embora Kieran tivesse a [Pena Negra de Corvo], também era ruim para ele. Ele ainda concordou em não acender uma fogueira.

Uma fogueira na natureza certamente atrairia atenção.

Embora as tropas do castelo e os rebeldes estivessem longe, isso não significava que o trio estivesse seguro. Os cidadãos da cidade tinham um grande número de guardas patrulhando cada uma das aldeias.

Mesmo que os guardas da cidade não fossem tão habilidosos em combate, se eles começassem uma briga com os guardas, deixariam uma trilha interminável de problemas. Era melhor evitar lutas a todo custo e ficar longe do radar dos guardas da cidade.

Para fazer isso, eles precisavam ficar fora da vista de qualquer caminho potencial que os guardas de patrulha pudessem tomar. Se fossem vistos por eles, as armas em seus cavalos certamente levantariam problemas.

Com Hanses liderando o caminho, o trio evitou o caminho principal e pegou os menores. Eles ainda estavam extremamente cuidadosos.

Quando chegaram a uma pequena colina coberta por árvores, finalmente puderam descansar um pouco.

— Eu sinto falta da comida e do vinho de Rachel! — Sem-lei suspirou depois que eles trocaram as bandagens e reaplicaram o bálsamo.

Ele estava mastigando a ração dura como um tijolo que Kieran tinha tirado da cozinha do castelo.

— Véi, cale a boca! As rações já estão difíceis de engolir. Se você mencionar a comida de Rachel, eu me sentirei pior do que agora. — Hanses disse em tom perturbado enquanto revirava os olhos.

De repente, os dois perceberam que Kieran estava mastigando sua ração a uma velocidade ridícula. Se eles não soubessem que compartilhavam a mesma ração, teriam pensado que Kieran estava comendo algum tipo de comida deliciosa.

— Talvez nós estamos comendo errado?

Depois de testemunhar Kieran engolir a ração como um tufão, Sem-lei e Hanses começaram a ter dúvidas. Ambos seguiram o exemplo de Kieran e começaram a mastigar suas rações mais rapidamente e com mais força.

Ainda era tão duro quanto um tijolo e machucava seus dentes. Toda mordia sentia como se estivessem engolindo escombros, e sua garganta parecia estar sendo rasgada.

— Você está brincando com a gente, não é, 2567? — Hanses gritou com Kieran.

Sem-lei também estava olhando para ele impotente.

— Não, está de boa. — Kieran disse, segurando outro pedaço em sua mão.

[Nome: Ração]

[Tipo: Comida]

[Classificação: Comum]

[Atributos: Nenhum]

[Efeito: Nenhum]

[Pode ser levado para fora da masmorra: Sim]

[Observação: Esta é uma ração feita de grãos, elogiada por sua capacidade de ser preservada por um longo tempo. Claro, não espere nenhum sabor disso!]

Kieran viu os comentários do sistema sobre a ração que estava comendo e sentiu que não era exata. Além do fato de que era um pouco difícil de engolir, ele achou que o sabor não era tão ruim assim. Sua língua passou por um treinamento duro graças a suas refeições diárias de miojo, por isso seu paladar foi modificado para acomodar até mesmo o pior tipo de comida. Qualquer coisa que pudesse engolir ele considerava bom.

Claro, Sem-lei e Hanses não sabiam nada sobre o que Kieran passava. Os dois se entreolharam desajeitadamente enquanto Kieran pegava outro pedaço de ração e mastigava com uma cara de pôquer.

No final, Sem-lei e Hanses não tiveram escolha senão comer o máximo que pudessem. Mesmo que a [Ração] não tivesse atributos, ambos sabiam que [Fome] faria com que suas estatísticas caíssem ainda mais. Nenhum deles podia lidar com esse tipo de penalidade, então não importava o quanto fosse difícil para engolir, eles forçavam. Sempre que não podiam, bebiam água. Havia um suprimento de água suficiente nas selas dos cavalos.

Quando Kieran parou de comer, o mesmo aconteceu com Sem-lei e Hanses.

— Então você está familiarizado com o homem mascarado na ponte? Você está escondendo alguma coisa? — Kieran perguntou a Hanses a pergunta que o incomodava desde que saíram da ponte.

Ele olhou para Hanses com olhos brilhantes, tentando captar cada pequena mudança em sua expressão. Sem-lei olhou para Hanses com uma cara fechada.

Erudhir
"Se olhar ao redor e não souber quem é o alvo, então o alvo é você."

1 Comentário

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!