API – Capítulo 238

Um palpite muito selvagem

No momento em que Kieran abriu a porta, ele atraiu a atenção de todos no escritório. Havia três homens mal vestidos e de aparência zoada no meio do escritório. Em frente deles estava um homem de cabelos brancos.

O velho estava sentado atrás de uma mesa, com um par de óculos pendurados na frente do peito. Quando ele viu Kieran entrar, instintivamente tentou se levantar e dizer alguma coisa, mas alguém o interrompeu.

— Quem é você? Talvez seja melhor você não interferir em nossos assuntos! — O homem forte dos três disse em tom ameaçador enquanto olhava para Kieran.

Aos olhos de Kieran, o homem estava apenas intimidando. Ele poderia ser grande em tamanho, mas não havia um único calo em suas mãos, palmas ou dedos.

Quando Kieran entrou no escritório, os três homens não tinham se mexido, e mesmo agora eles ainda estavam de frente para ele. Todos os sinais apontavam para aqueles três amadores que só confiavam em seu tamanho para intimidar as pessoas normais.

Quando se lembrou do que Herbert havia dito sobre os homens, Kieran conseguiu ter uma ideia geral. Ele não parou. Ele ignorou a ameaça vazia do sujeito e caminhou até Herbert.

— Seu filho da puta! Vou te mostrar o quão poderoso é o grande Oli!

O cara grande abriu a boca novamente antes de os três se atirarem em Kieran.

— Tenha cuidado. — Herbert avisou Kieran.

Antes que o velho estudioso pudesse terminar sua sentença, os três homens que haviam investido contra Kieran se chocaram contra a parede.

*Bang!*

O forte impacto fez a parede tremer levemente, e alguns livros da estante caíram sobre eles. Os três homens foram eliminados instantaneamente após serem atingidos.

A luta toda acabou em um segundo.

Herbert não conseguia nem compreender o que havia acontecido, embora tivesse grande experiência e vasto conhecimento. Ele estava olhando para Kieran em reverência. Sob o olhar atento de Herbert, Kieran se aproximou e pegou os livros, colocando-os de volta nas prateleiras.

Embora tivesse tentado ao máximo controlar a força e o ângulo de seus chutes e evitado atingir a estante de livros diretamente, Kieran não conseguiu impedir que a parede tremesse. Depois que ele devolveu os livros ao seu lugar, ele se virou e sorriu para Herbert.

— Eu sei que a expedição ainda não começou, mas você não se importa de eu cumprir meus deveres de guarda-costas, certo? — Kieran disse lentamente, ajustando seu tom às lembranças simples que o sistema fornecia.

— Claro! Pierre não está aqui, então você estando aqui realmente me ajudou! Se você não tivesse interferido, acho que poderia ter alguns ossos quebrados. — Herbert disse brincando.

Ele não era tão rigoroso quanto um estudioso comum, mas os livros e anotações grossos ao redor da sala mostravam que ele era digno do título.

Kieran estava mais preocupado com o tal Pierre que ele mencionou.

De acordo com suas memórias, Pierre era o mordomo, guarda-costas e chef de Herbert. Ele era uma pessoa muito confiável que cuidava das necessidades diárias de Herbert de maneira ordenada. Em outras palavras, ele definitivamente estaria com Herbert, a menos que algo mais importante tivesse acontecido.

— Se me permite perguntar, onde Pierre está? — Kieran perguntou casualmente.

— Bem, eu tive que levantar mais fundos para a expedição da cidade de Isogu, e o governo local da cidade de Herl estava disposto a fazer uma doação, então enviei Pierre em meu nome. Se eu tivesse um segundo livre, definitivamente teria ido eu mesmo. Os fundos da expedição são importantes demais para mim! — Herbert disse e suspirou. — Eles não são apenas necessários para adquirir todos os tipos de ferramentas e equipamentos, mas também preciso deles para os salários dos guarda-costas. Na verdade, eu enviei convites para muitos famosos caçadores de recompensas e mercenários, mas além de você, ninguém mais aceitou minha oferta. Minha única escolha foi publicar um anúncio no jornal. — Herbert disse a Kieran.

As ações de Kieran obviamente conquistaram sua confiança.

— Entendi… — Kieran assentiu com a cabeça cheia de perguntas.

— É uma coincidência. Pierre acabou de sair e esses caras apareceram. O anúncio do jornal só foi publicado esta manhã, então deveria ter demorado um dia ou dois para a notícia se espalhar. Não deveria ter se espalhado tão rápido.

Kieran olhou para o trio e deu outra olhada em suas roupas. Ele duvidava que esses homens fossem analfabetos. Se fossem, não seriam capazes de ler o jornal. Se uma coincidência oportuna foi descartada, apenas uma possibilidade foi deixada.

Esses caras sabiam a agenda de Pierre e todos os seus planos futuros também… — Kieran cerrou os olhos quando mais perguntas surgiram em sua mente.

— Herbert, antes de os policiais chegarem, quero fazer algumas perguntas para eles. Eu também gostaria de ir ao seu escritório para ler antes de partirmos. Está tudo bem? — Kieran perguntou.

— Claro, mas, precisamos chamar a polícia. Alguns dos meus alunos estarão de volta depois de escurecer para nos ajudar a entrar em contato com a delegacia, então você tem muito tempo para si. — Herbert não rejeitou a sugestão de Kieran. Ele apenas deu a ele um lembrete.

Ele também não era bobo. Ele era um estudioso, afinal de contas. Então ele tinha suas próprias dúvidas sobre a aparição oportuna daqueles homens.

Kieran assentiu e caminhou até o trio.

O porão era um depósito para suprimentos de inverno, rações, legumes e comida seca. Kieran teve que mudá-lo para uma sala de interrogatório. Ele amarrou as mãos e tornozelos dos três homens com uma corda grossa de dois dedos, como se fossem gado.

Um balde de água fria foi jogado neles.

— Merda! Quem é você?

— Quem é o filha da puta?

— Vou arrancar todos os seus dentes!

O balde de água fria acordou os três.

Confusos, eles começaram a xingar imediatamente. Quando viram Kieran na frente deles, de repente ficaram quietos. Eles ainda tinham uma lembrança do que havia acontecido. Eles foram nocauteados sem sequer reagirem. Mesmo se fossem idiotas, ainda saberiam que Kieran não era alguém com quem mexer. Felizmente, eles não eram idiotas.

— Desembucha! Quem mandou vocês? — Kieran disse friamente.

Os três trocaram olhares e ficaram em silêncio.

Então, há realmente algo suspeito aqui! — Kieran pensou consigo mesmo.

Os três não falaram, mas suas maneiras e expressões os traíram. Isso era o suficiente para Kieran. Não seria difícil para ele fazê-los falar. Eles não pareciam caras durões, afinal.

Assim que Kieran estava pronto para começar seu questionamento, uma explosão alta veio de cima e um tremor feroz abalou todo o porão.

Herbert!

O coração de Kieran acelerou.

Erudhir
"Se olhar ao redor e não souber quem é o alvo, então o alvo é você."

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!