API – Capítulo 248

A criança abandonada

A última da fila era uma mulher vestindo um manto. O capuz não cobria a cabeça, permitindo que Kieran visse seu rosto claramente. Ela tinha um cabelo vermelho, feições bem definidas e pele clara parecida com trigo. Ela não dava a sensação de ser uma mercenária, mas parecia saudável e animada.

O que chamou a atenção de Kieran foi a caixa que ela estava carregando. Para ser mais preciso, era uma mala de metal tão alta quanto um homem adulto, com um metro de largura e dois dedos de espessura. Parecia extremamente pesada. As tiras de couro, tão largas quanto a palma de um homem, estavam bem esticadas.

A caixa parecia estar cheia.

Armas? Ou talvez armadura? — Kieran adivinhou.

De qualquer maneira, qualquer um que pudesse carregar esse tipo de peso teria que ser um lutador forte. Kieran instantaneamente a marcou, não apenas por causa de sua força, mas também por causa da descrição da Missão Secundária.

Na verdade, além da ruiva, havia mais alguns candidatos notáveis, que também foram marcados por Kieran.

Sem dúvida alguma, mesmo que os candidatos marcados passassem pelo processo de seleção e entrassem no time de guarda-costas com sucesso, ainda seriam alvos de observação.

Segundos se transformaram em minutos. Logo, 20 minutos se passaram. Depois que Kieran confirmou que ninguém mais estava chegando, ele falou.

— Vou me apresentar novamente. Eu sou 2567. Podem me chamar como quiser, mas direi isso mais uma vez: Todos seguirão minhas regras. Esta é a última vez que falo isso. Não haverá mais lembretes para aqueles que quebrarem minhas regras. Certificarei-me de que qualquer um que desobedecer sinta uma dor agonizante!

Kieran fingiu ser impiedoso e rigoroso, afirmando cada palavra em voz alta e clara.

A julgar pelos rostos assustados e desanimados dos candidatos à sua volta, seu ato parecia ter sido bem-sucedido. Os mercenários e caçadores de recompensas que chegaram depois não fizeram objeções.

Claro, Kieran também notou que alguns estavam fazendo contato visual. Alguns foram os que ele havia marcado.

Como eu esperava, tem algo suspeito! — Kieran sorriu friamente, mas permaneceu em silêncio.

Ele tentou lembrar se os candidatos marcados chegaram sozinhos, separadamente ou com outros grupos. Agora eles estavam se olhando e se comunicando uns com os outros. Tal acordo tácito incomum não poderia existir entre estranhos. Kieran decidiu manter isso para si mesmo por enquanto.

Ele nem olhou para eles de novo, pois já os havia marcado em sua mente, então não tinha necessidade de memorizá-los ainda mais.

— Bill, Cass! — Ele chamou quando se virou.

Eles eram os guarda-costas de Harold e Joanna, então rapidamente responderam ao seu chamado.

— Senhor 2567! — Ambos os cumprimentaram educadamente.

Harold e Joanna já haviam ordenado que seus guarda-costas seguissem as ordens de Kieran para a seleção dos novos guarda-costas.

Era um processo importante antes da expedição à cidade de Isogu e envolvia a segurança de seu empregador, portanto nenhum se opôs. Especialmente quando Kieran mostrou uma força excepcional como agora a pouco.

Na noite anterior, quando Kieran voltou com aquele cara grande por cima do ombro enquanto ainda carregava sua enorme mochila, Bill e Cass ficaram surpresos com sua força extraordinária.

Deixando sua mochila enorme de lado, os dois conseguiriam carregar o cara grande e gordinho. No entanto, Kieran voltou muito rápido, como se tivesse asas em seus pés.

Os dois imediatamente começaram a acreditar nos rumores sobre ele.

Surpresos, Bill e Cass nem tentaram se opor às ordens de seu empregador de seguir Kieran.

Grande força concedia muitas vantagens. Kieran tinha experimentado isso depois de algumas masmorras. Ele não se importaria de aproveitar algumas vantagens sem violar seus próprios princípios.

— Por favor, cataloguem as armas deles e façam alguns testes simples. — Kieran ordenou.

— Pode deixar, senhor! — Bill e Cass foram assim que as ordens foram dadas.

Os mercenários e caçadores de recompensas que apareceram eram quase 30 a 40 pessoas.

Se Kieran fizesse os registros e o teste sozinho, o tempo e o consumo de energia teriam excedido suas expectativas.

As coisas eram diferentes quando Bill e Cass estavam lá para ajudar. Não só pouparam tempo para Kieran, como também permitiram que ele concentrasse sua atenção nos candidatos suspeitos e observasse seus movimentos.

Bill e Cass dividiram os candidatos em dois grupos. Bill levou o grupo que era bom em usar armas brancas, e Cass levou o grupo que era bom com armas de fogo. Claro, os candidatos não eram apenas bons com um tipo de arma.

Muitos trouxeram todos os tipos de armas. Quase todo mundo tinha uma espada longa e uma pistola de pederneira, e alguns tinham até trazido artilharia pesada, como porretes pontiagudos.

— O alvorecer da era das armas de fogo, quando as espadas ainda reinavam… — Kieran murmurou para si mesmo enquanto observava.

Ele lembrou em silêncio o último Cavaleiro Guardião, que carregava o fardo da história nas costas, Guntherson.

Acho que Guntherson também nasceu em uma era similar. Pode-se lutar com espadas e lâminas ou selar o destino do inimigo com o tiro de uma pistola. Com o passar do tempo, a conveniência e a velocidade das armas de fogo surgiram e transformou-as na arma principal. Armas brancas lutaram para acompanhar e o que se seguiu foi a tristeza de uma geração! — Lembrando-se do que Guntherson passou, o coração de Kieran se encheu de um sentimento indescritível.

Ele não podia dizer que entendia completamente como Guntherson se sentira, mas entendia mais agora.

Olhando para os mercenários, os caçadores de recompensas e suas armas de escolha fizeram com que ele entendesse porque Guntherson decidiu morar na área mais isolada de São Paolo, enquanto as lembranças das pessoas sobre ele se desvaneciam com o tempo. Ele era uma criança abandonada.

A criança abandonada pelo tempo… Abandonada pelo mundo inteiro e vivendo como os mortos-vivos… Quão desesperador. Deve ter sido horrível. — Kieran lembrou como Guntherson viveu e sentiu um calafrio em sua alma.

Ele tinha certeza de que não era a vida que queria para si mesmo, mas, ao mesmo tempo, desistir da esperança de viver e escolher a morte também não era uma escolha.

Morrer com uma morte gloriosa ou viver uma vida enfadonha… A minha escolha é… — Foi difícil para Kieran escolher sua resposta para essa pergunta. Dez minutos depois, ele ainda não conseguia se decidir. Desapontado, ele saiu quando ouviu os gritos de Joanna. Kieran se virou inconscientemente.

O homem alto e gordinho acordou e estava tentando se levantar. A corrente de metal que o amarrava estava se movendo sem parar, aparentemente incapaz de suportar sua força. O corpo delicado de Joanna estava a menos de três metros do homem. Ela parecia estar de pé ao lado de um urso furioso.

Cass, que estava registrando os candidatos, queria pular para proteger seu empregador. Antes que ele pudesse dar um passo, Kieran o deteve.

— Continue fazendo seu trabalho. Deixe comigo! — Assim que as palavras de Kieran pararam, ele apareceu como um flash na frente de Jonna, colocando-a atrás dele.

— Obrigado. — Kieran agradeceu a Joanna, que estava olhando para ele confusa. Então ele caminhou até o cara lentamente.

Uma pequena faísca acendeu na mão direita de Kieran, seguida por outra e depois outra.

Quando ele deu um terceiro passo, a corrente elétrica já havia coberto sua mão direita, emitindo um ruído eletrizante.De repente, os queixos de todos caíram. Eles quase se esqueceram de como respirar.

Erudhir
"Se olhar ao redor e não souber quem é o alvo, então o alvo é você."

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!