API – Capítulo 270

O pássaro da morte

Os passageiros que desceram do trem olharam ansiosos para a saída. Havia uma dúzia de homens que pareciam cruéis bloqueando-a. Eles estavam com fotos nas mãos e estavam comparando os passageiros um por um.

Havia um casal de passageiros que manifestaram sua insatisfação, mas foram espancados e jogados no chão. Logo o sangue começou a fluir deles. Os policiais estavam ignorando o acontecido, então ninguém mais se atreveu a falar.

Os passageiros estavam olhando para os homens com olhos assustados.

Kieran franziu a testa com força, não porque os policiais não estavam fazendo seu trabalho, mas porque as fotos nas mãos dos homens pareciam familiares. Mesmo que tivesse uma grande distância entre eles, os olhos penetrantes de Kieran vislumbraram a pessoa nas fotos. Era ele!

Parece que a situação de Elli era muito pior do que eu pensava! — Kieran pensou em silêncio. A situação diante dele explicava tudo.

Antes que ele pudesse voltar para a Costa Oeste, havia homens vigiando a estação de trem, procurando por ele. Obviamente, a pessoa por trás disso foi notificada de antemão. Suas informações pareciam ser bem detalhadas também.

As fotos nas mãos dos homens provavam isso. Kieran tinha certeza de que até mesmo o histórico de Elli era conhecido pela pessoa por trás disso. Eles pareciam saber para quem Elli pediu ajuda.

O responsável provavelmente tinha muito mais poder do que Kieran imaginava.

Os bandidos foram capazes de revistar os passageiros na estação de trem enquanto a polícia ignorava a cena. Isto não era algo que um zé ruela poderia fazer.

Seus homens entraram nos departamentos do governo da Costa Oeste? — Kieran adivinhou.

Ele inconscientemente pensou em Schmidt. Considerando sua personalidade, ele deve estar tendo tempos difíceis.

Espero que tudo esteja bem! — Kieran pensou.

Enquanto isso, Kieran estava indo em direção à saída. Ele não tinha intenção de evitar os bandidos. Tinha uma dúzia desses caras, então eles não estavam intimidando o suficiente para Kieran tentar evitá-los.

Além disso, Kieran já tinha sido visto, então não tinha onde ele se esconder.

Seu olhar estava silenciosamente examinando a sombra no teto perto da plataforma. Uma intenção assassina estava sendo irradiada ferozmente daquele ponto.

Os passos apressados de Kieran eram mais rápidos que os dos outros passageiros. Ele captou a atenção dos bandidos no mesmo segundo.

Os bandidos parecendo ferozes ficaram atordoados no início. Eles deram uma olhada mais de perto na foto em suas mãos, e todos sorriram de prazer.

— É ele! Mate-o!

Ao som do grito, dezenas de bandidos brutamontes correram em direção de Kieran. Adagas e tonfas apareceram em suas mãos, prontos para matá-lo. O líder dos bandidos até tirou uma arma de fogo.

Os passageiros, já assustados, ficaram ainda mais quando viram os homens armados. Eles se espalharam e começaram a gritar, como pássaros sendo espantados por tiros.

Instantaneamente, um espaço amplo aberto entre Kieran e os bandidos.

Seu líder levantou a arma sem hesitação, mas antes que pudesse puxar o gatilho, sua visão foi comprometida pela escuridão.

Um som de ar foi ouvido, e a caixa que continha a [Discurso Arrogante] foi esmagada com força contra a cabeça do bandido. Seus ossos racharam com um ruído audível, e sua cabeça foi esmagada. A mão dele foi torcida e a arma caiu no chão.

Os outros bandidos ficaram atordoados depois de ver seu líder sendo espancado. Os inimigos de Kieran estavam todos olhando fixamente ao redor, mas eles não conseguiam vê-lo.

Kieran era como um tigre atacando um rebanho de ovelhas, lançando uma barragem de chutes. Os bandidos só conseguiam ver sombras de seus chutes, afogando todos de uma só vez.

*Bang!* *Bang!* *Bang!*

O barulho das botas de Kieran batendo nos bandidos se espalhou por toda a plataforma.

Assim como seu líder, os bandidos voaram para longe, como se tivessem sido atingidos por um carro. Todos os ossos deles foram quebrados. Enquanto os capangas voavam para longe com gritos agonizantes, uma sombra escura saltou sobre Kieran com uma adaga escura e fétida, apontando para seu pescoço.

Kieran moveu-se ligeiramente, evitando a facada facilmente. Mas a sombra não caiu no chão. Em vez disso, bateu os braços como um pássaro, estendeu as asas e voou para longe.

Isso mesmo, voou para longe! Chocado, Kieran estava olhando para a silhueta com admiração.

Um manto negro cobria o corpo e metade do rosto. Apenas o queixo estava exposto. Da aparência de sua barba e da pele ao redor, a silhueta parecia ser um homem de meia-idade.

— Então é por isso que você era o assistente da xamã mais forte da Costa Oeste! Você ainda não é nada comparado ao Mestre Syken… — O homem voador falou de maneira arrogante, numa tentativa de colocar alguma distância entre eles.

Kieran não perdeu a chance. Ele imediatamente levantou a arma de fogo e deu um tiro.

*Bang!*

O tiro da [Python-W2] atingiu o homem diretamente na cabeça.

O projétil fez sua cabeça explodir. Seu cérebro estava espalhado por toda parte, e seu corpo caiu com força contra o chão. A adaga, que estava envenenada, caiu no chão também e pulou um pouco antes de parar completamente.

Kieran nem sequer olhou para o corpo. Ele chutou a caixa que segurava a [Discurso Arrogante] para cima. A caixa bateu contra outra silhueta acima de Kieran, fazendo um barulho leve.

*Bang!*

Um homem de meia-idade chamado Syken caiu duro diante de Kieran, o sangue jorrando de sua boca. Seu rosto parecia confuso enquanto olhava para Kieran.

Até o último suspiro, ele não entendia como Kieran havia descoberto sua ilusão realista.

Kieran, é claro, manteria esse segredo para si mesmo. A notificação de batalha não exibiu uma notificação de morte quando Kieran atirou na cabeça dele. O leve ruído do movimento de Syken foi tão alto quanto um trovão para os ouvidos de Kieran.

Kieran estendeu a mão e pegou a caixa caindo do ar. Depois de pegar o equipamento Mágico ao lado do corpo, ele se dirigiu para a saída.

Os passageiros ao redor deles ficaram com os olhos arregalados. Eles estavam todos petrificados. Somente depois de 20 segundos, quando Kieran já havia desaparecido, alguém reagiu ao que tinha acabado de acontecer.

— Aaah! Alguém morreu!

Os passageiros se dispersaram ainda mais depressa que antes. Alguns dos mais ousados pegaram seus telefones e ligaram para a polícia.

Quando o operador atendeu a chamada, porém, eles não conseguiram dizer o que realmente havia acontecido.

Quando os policiais chegaram ao local, viram os corpos estirados no chão. Um policial discou rapidamente outro número, como se já tivesse visto um incidente como aquele.

Schmidt chegou ao local com um olhar cansado.

Ele estava trabalhando em alguns outros casos misteriosos e estava exausto. Ele queria dar um tapa nos seus colegas, agarrá-los pelos colarinhos e gritar com eles. Nem todos os assassinatos estão relacionados com os casos místicos! No entanto, seu trabalho o forçou a colocar tudo em questão.

Especialmente quando um dos corpos era de Syken, um homem que ganhou alguma notoriedade no último ano na Costa Oeste. Schmidt ficou ainda mais sério.

Ele não podia ignorar alguém que tivesse a capacidade de eliminar Syken.

— Você poderia me explicar o que aconteceu? — Schmidt perguntou a alguns dos passageiros que estavam presentes.

No entanto, tudo aconteceu muito rápido, então ninguém realmente foi capaz de ver muito. Até a testemunha que descreveu tudo com mais detalhes tinha uma lembrança embaçada do incidente. Schmidt franziu a testa.

— Eles estavam procurando pela pessoa na foto, eles o encontraram e, de repente, todos foram mortos!

Quando Schmidt ouviu isso, ele pediu ao policial ao lado dele que lhe trouxesse a foto que os bandidos estavam segurando.

— A pessoa que fez isso, como se parece? Como estava vestindo e o que tinha consigo? — Schmid perguntou aos passageiros com paciência.

— Como se parecia? Eu não consegui ver direito, mas ele estava com uma mochila grande com e segurava uma enorme caixa na mão com algo pesado dentro. Ele estava usando um manto de penas pretas que parecia ser feito de penas de corvo, parecia bem sinistro!

— Sim, um mau presságio!

Os passageiros finalmente disseram algo útil, graças à orientação de Schmidt.

Schmidt não estava preocupado com o mau presságio que os passageiros haviam mencionado. Ele apenas desenhou uma imagem grosseira da pessoa com base em sua descrição.

De repente, uma figura familiar apareceu em sua mente.

— Passe-me a foto! Rápido! — Schmidt gritou para o colega. Ele estava ansioso para confirmar se sua ideia estava certa ou não.

Quando o oficial trouxe a bolsa de provas que continha a foto, Schmidt viu a pessoa claramente. Seu rosto cansado instantaneamente parecia revigorado.

— Ele está de volta! Finalmente! — Ele murmurou.

Schmidt de repente pensou em alguma coisa e correu para fora da estação. Ele ignorou completamente os gritos do colega.

Enquanto isso, as forças secretas que estavam vagamente prestando atenção aos procedimentos na estação de trem haviam recebido a notícia através de seus próprios canais secretos.

Todos ouviram as mesmas notícias. O assistente da xamã mais forte da Costa Oeste finalmente retornou!

Erudhir
"Se olhar ao redor e não souber quem é o alvo, então o alvo é você."

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!