API – Capítulo 286

Terceiro convés

O corpo de Schmidt estava cheio de marcas de mordida de diferentes tamanhos e profundidades. O maior deles estava no abdômen, revelando os intestinos dilacerados por dentro. Até a menor ferida era do tamanho de uma moeda, jorrando sangue fresco.

Quando Schmidt viu Kieran se aproximando, seu rosto ensanguentado mostrou prazer. Ele parecia o sobrevivente de um desastre. No entanto, no momento seguinte, sua expressão ficou aterrorizada.

[Discurso Arrogante] foi golpeada diretamente em sua direção.

Kieran não se conteve contra o impostor. O falso Schmidt não teve chance de desviar da espada. Ele foi cortado ao meio no peito. Seu rosto ainda tinha uma expressão incrédula, mas rapidamente se transformou em outra coisa.

Juntamente com suas roupas e feridas, ele se transformou em um paciente do Centro de Recuperação Gordon. Seu rosto não lembrava Kieran de ninguém que tinha visto na praia.

Eles trouxeram outros para o Sol de Maria? — Kieran estava examinando o corpo, franzindo a testa com força.

Tentaram me prender no labirinto de miasma, e agora tentam me atacar dentro do Sol de Maria.

Kieran se virou e olhou por cima da carcaça da aranha. Um sentimento horrível surgiu em seu coração.

As aranhas tinham o mesmo tamanho, mas seu número era enorme. Ainda assim, não seriam necessárias tantas pessoas para lidar com elas. Bastava uma pequena equipe equipada com lança-chamas. Se eles conseguiram pôr as mãos em explosivos, então adquirir um lança chamas seria fácil. O alvo deles definitivamente não eram as aranhas. Era algo ainda mais assustador.

Este lugar realmente se tornou um covil de monstros. — Kieran pensou.

A própria ideia o fez acelerar os passos. Ele seguiu os rastros, desaparecendo rapidamente nas cabines.

Ele sabia que se Schmidt encontrasse aquele monstro, seria carne morta. Na verdade, Schmidt nem precisaria encontrar o próprio monstro. Se encontrasse uma embarcação demoníaca, também estaria com um grande problema.

A razão pela qual Kieran matou o impostor sem hesitar foi porque sabia que Schmidt só tinha um físico um pouco melhor que um oficial comum. Ele não seria capaz de pedir ajuda depois de ter sido mordido por aranhas venenosas, muito menos se estivesse ferido por toda parte.

Se esse fosse o verdadeiro Schmidt, Kieran teria visto seu corpo morto. Em outras palavras, a embarcação demoníaca agiu como ele. Kieran não tinha certeza se Schmidt poderia diferenciar entre os impostores e as pessoas reais.

Schmidt estava se sentindo péssimo.

Depois de correr a toda velocidade por cinco minutos, ele descobriu que a escada que ligava do segundo ao terceiro convés havia sido bloqueada por uma enorme porta.

Schmidt tentou empurrá-la, mas ele sentiu que tinha algo pesado atrás da porta.

Centenas de aranhas se aproximavam dele rapidamente. Ele podia até ouvir o barulho aterrorizante das pernas de aranha batendo no chão de madeira. Era leve, mas concentrado, o suficiente para entorpecer o cérebro de Schmidt. Ele podia imaginar o que aconteceria com ele se as aranhas o alcançassem.

— Acho que vou ser comido até que não haja mais nada do meu corpo… — Schmidt estava sorrindo amargamente. Ele não sentou lá e esperou sua morte.

Ele correu em direção à pista de dança, derrubando a cadeira no canto e derramando um pouco de líquido sobre ela. Então acendeu com o isqueiro.

O fogo estava ardendo em torno da cadeira de madeira. Quando Schmidt jogou mais pedaços de madeira no fogo, se transformou em uma fogueira gigante.

Schmidt não parou por aí. Todos os itens inflamáveis ao redor da pista de dança foram jogados no fogo, aumentando seu poder. Ele manejou cuidadosamente a fogueira, formando uma área circular em chamas ao redor dele e deixando apenas um espaço no meio do círculo. Schmidt agradeceu internamente a Boller por lhe dar o catalisador de combustão mágica.

Segurando um pedaço de um dos sofás, ele o acendeu também. Ele estava de frente à brecha, em posição defensiva, esperando as aranhas que avançavam.

— VAMOS LÁ, VAMOS LÁ SEUS LIXOS! — Ele gritou.

As aranhas tinham medo de fogo, então não ousaram se aproximar. Schmidt havia comprado um tempo com o fogo. No entanto, se ele não acrescentasse mais madeira, ela não queimaria por muito mais tempo.

Ele precisava elaborar outro plano, mas…

Quando viu o fraco brilho verde e a luz faminta nos olhos das aranhas, ficou sem ideias. Tudo o que podia fazer era esperar por ajuda.

— Schmidt! Aqui!

A voz de Kieran veio de repente do corredor da pista de dança.

Duas tochas acesas foram jogadas nas aranhas.

Quando as tochas caíram sobre as aranhas, elas se dispersaram rapidamente, criando um pequeno caminho para Schmidt atravessar.

Schmidt correu o mais rápido que pôde. Quando saiu correndo da pista de dança, Kieran fechou a porta na entrada do corredor com força.

— Eu não acho que isso irá detê-las por muito tempo. Isso nos dará tempo suficiente para fugirmos. Vamos, Schmidt, vamos sair daqui. — Kieran disse.

Schmidt assentiu, concordando com a sugestão de Kieran.

— Onde estão sua mochila e caixa? — Sem pesticidas suficientes, Schmidt não ousava se aproximar do local.

Quando viu que Kieran havia chegado de mãos vazias, ele naturalmente teve dúvidas. Tanto quanto Schmidt lembrava, Kieran às vezes deixava sua mochila para trás, mas a caixa com a grande espada de duas mãos estava sempre com ele.

Segundo Kieran, era sua arma mais poderosa.

— Eu encontrei alguns monstros assustadores. Qualquer peso extra teria afetado minha velocidade, então… — Kieran deu de ombros com retidão.

Schmidt sentiu-se ainda mais duvidoso com sua resposta. Que tipo de monstro faria Kieran deixar sua arma para trás e, se isso de fato aconteceu, por que Kieran parecia tão saudável e ileso?

Schmidt conhecia Kieran muito bem. Kieran valorizava sua vida, mas ele não era alguém que desistiria facilmente. Mesmo se encontrasse um monstro formidável, ele tentaria derrubá-lo antes de realmente desistir.

Ao enfrentar tais perigos, ele deveria ao menos ter alguma ferida no corpo.

Alguma coisa estava muito errada.

Schmidt pegou sua arma com força. Quando percebeu que o Kieran ao seu lado diminuiu a velocidade, ele se jogou para frente e atirou sem hesitar.

*Bang!*

O tiro acertou no meio da testa de Kieran.

Metade do seu cérebro foi explodido enquanto a faca afiada em sua mão caía no chão, fazendo um barulho claro. Schmidt ficou ainda mais surpreso ao ver o falso Kieran se transformar. Até suas roupas mudaram.

— Droga! Porra! — Schmidt xingou com raiva.

Embora ele não tivesse ideia de como o paciente à sua frente se transformou em Kieran, ele sabia que havia uma intenção maliciosa por trás disso.

A pessoa que controlava os pacientes e os demônios nutria intenções maliciosas, afinal. O barulho atrás de Schmidt e a porta que não parava de tremer obrigaram-no a correr por sua vida novamente. Ele não tinha mais tempo para pensar.

— Considerem-se sortudos! — Um murmúrio misterioso veio da cabine do capitão no terceiro convés do Sol de Maria.

Um homem com um rosto comprido e magro e uma expressão cheia de ódio apareceu usando uma túnica longa.

A morte de seu contato, Prato Alto, foi suficiente para enfurecê-lo.

Além disso, o acidente no Centro de Recuperação Gordon havia estragado completamente seus planos e o forçado a correr mais riscos com suas jogadas, ameaçando seu objetivo.

Ele logo teria sucesso. Mas até lá…

— O Pássaro da Morte? Eu farei você sofrer até que não possa viver nem morrer! — O homem disse em um tom sombrio antes de acenar com a mão.

Instantaneamente, um grande e forte tentáculo surgiu do convés inferior e rasgou a cabine do capitão ao meio.

Um som de rosnado estranho foi ouvido.

Quando o homem ouviu, seu longo rosto esquelético se iluminou com prazer incontrolável. Ele rapidamente se agachou e desenhou um círculo mágico especial no convés.

O rosnado estava se aproximando rapidamente.

Kieran e Schmidt, que ainda corriam em locais separados no segundo convés, ouviram o barulho ao mesmo tempo.

[Medo: Você está dentro do alcance de Medo. Seu espírito passou na autenticação. Nenhuma anormalidade ocorrerá…]

Uma notificação apareceu na visão de Kieran. Já Schmidt, começou a sentir-se trêmulo e tonto. Em seguida, ele caiu no chão, desacordado.

As centenas de aranhas que perseguiam Schmidt pararam de avançar, como se tivessem recebido ordens de recuar. Todas se viraram e foram em direção ao terceiro andar superior.

No terceiro convés, quatro tentáculos apareceram e começaram a esmagar as aranhas reunidas. Mais aranhas começaram a sair da balsa, mas os tentáculos não as deixaram chegar ao terceiro convés.

O homem de rosto magrelo sorriu. Tudo estava progredindo como esperava. No entanto, no momento seguinte…

*Bang!*

O terceiro convés, cheio de tentáculos e corpos de demônios criados, começou a tremer de repente.

Uma espada vermelha escura atravessou o chão e entrou na visão do homem magricelo. A expressão do homem ficou instantaneamente séria.

— PAREM ELE! — Ele gritou.

Erudhir
"Se olhar ao redor e não souber quem é o alvo, então o alvo é você."

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!