API – Capítulo 291

Alvo

Aquele cabelo branco como a neve, aqueles olhos levemente cerrados e aquele sorriso gentil… Se não fosse o corpo excessivamente enrugado que a fazia parecer um cadáver ambulante, Kieran pensaria que havia encontrado a desaparecida Nikorei.

A semelhança era estranha.

Seu rosto, modos e a aura ao seu redor se pareciam com os de Nikorei, de acordo às memórias de Kieran.

Espere… Memórias? — Kieran de repente estremeceu.

O monstro na escuridão podia ler sua memória!

No entanto, antes que Kieran pudesse analisar o seu campo de batalha, seu ambiente mudou completamente.

A cabine do capitão devastada começou a se reparar peça por peça, como um vídeo rebobinando, e o cheiro de mofo no ar começou a desaparecer.

Em um segundo, toda a luz do Sol de Maria havia retornado à sua antiga glória.

Quando Kieran recuperou a razão, ele estava em pé na frente da porta secreta dentro da cabine do capitão, seguindo uma pessoa descendo as escadas. Ele queria parar, mas não conseguia controlar seu corpo. Ele tinha certeza de que sua mente ainda estava sã, mas não conseguia nem levantar um dedo.

Ilusão? — Kieran adivinhou. Antes que pudesse especular mais, chegou ao fim da escada. A porta de metal à sua frente foi aberta, revelando o que estava além.

Atrás da porta de metal havia quartos luxuosos decorados como suítes.

Dentro de cada um dos quartos havia uma bela jovem vestindo nada além de uma coleira no pescoço. No entanto, nenhuma parecia insatisfeita. As jovens nuas eram mansas como animais de estimação, cuidando dos homens ao seu lado.

Jovem, velho, alto, baixo, bonito, feio. Havia um homem diferente nos braços de cada mulher. Todos compartilhavam uma característica em comum. Eram todos ricos.

Kieran tinha certeza disso depois de dar uma pequena olhada nos acessórios de dois homens.

Seu corpo ainda seguia a pessoa à sua frente, até que uma mesa de leilão apareceu diante dele. Objetos de valor estavam sendo guardados em segurança atrás das cortinas, que ficavam por trás da mesa de leilão.

Kieran teve um vislumbre do [Manuscrito Fantos] e do Ovo de Aranha Demônio do Inferno. Havia também uma tiara vermelha brilhante.

Antes que Kieran pudesse olhar mais, a pessoa que ele seguia deu uma volta brusca para o outro lado, onde havia uma cela fechada, ou em outras palavras, “mercadoria diferente”.

Uma jovem de beleza sobrenatural que poderia até abalar a vontade inquebrantável de Kieran estava sentada dentro da cela. Apesar de estar presa, sua aura delicada e elegante e sua expressão gelada podiam alcançar os visitantes a quilômetros de distância.

Quando Kieran colocou os olhos nela, ele sentiu como se estivesse olhando para a lua crescente no inverno, a luz suave brilhando sobre a terra e a nitidez da borda da lua.

O homem diante de Kieran estava agindo orgulhoso, olhando-a de cima. Mas seu ego foi completamente desprezado pelo temperamento único da bela dama.

A dama varreu sob o tapete o ego do homem, enfurecendo-o completamente.

O homem começou a respirar pesadamente. De repente, ele se virou e olhou para Kieran.

— O que devo fazer? Eu a quero! Eu a amo! Mas ela é ingrata! — O homem disse.

Kieran ficou chocado no começo, mas rapidamente voltou a si. A pergunta do homem o acordou de seu torpor.

Kieran inconscientemente percebeu que ele era capaz de mover seus membros novamente! Sua força voltou. Era uma notícia agradável, mas a situação diante dele não. Kieran franziu a testa.

— Devo matá-la agora ou violá-la? Responda-me! Dê-me uma resposta agora! — O homem disse em um tom mais rápido e mais alto. Era como se ele estivesse rugindo.

A mulher bonita ao lado dele parecia não ouvir seu rugido alto ou notar a presença de Kieran. Ela estava apenas olhando para o homem com o maior desprezo.

— Uma resposta diferente desencadeará um resultado diferente? Que pena… Nenhuma dessas opções é a minha resposta! — Kieran respondeu honestamente.

Então ele apertou o punho e deu um soco forte no rosto do homem.

O homem virou boneco e caiu no chão.

— Resposta errada! Resposta errada! — O boneco disse.

A bela dama dentro da cela ergueu o canto da boca em um sorriso fascinante. Seu lindo rosto derreteu e seu corpo se expandiu a uma velocidade exponencial.

As barras de metal da cela, tão grossas quanto o braço de um bebê, não puderam conter seu corpo em expansão.

Depois de uma série de gritos estridentes, as barras de metal se abriram.

Um monstro de cinco metros de altura e dentes afiados, com pele verde e cabelos vermelhos apareceu diante de Kieran.

O monstro abriu a boca ensanguentada e se lançou contra ele.

A força que Kieran recuperou um momento atrás desapareceu mais uma vez naquele momento crucial.

Kieran só podia olhar para a boca ensanguentada se aproximando rapidamente. Ele estava a momentos de ser devorado.

Ele não tinha certeza se as coisas acontecendo nessa realidade afetariam seu corpo real.

Suas dúvidas ardentes fizeram suas costas suar.

O medo da morte invadiu  seu coração novamente. Era o sentimento que Kieran mais odiava.

Kieran começou a lutar. Ele não estava disposto a morrer assim. Não estava disposto a se curvar quando sua vida estava apenas começando.

Ele tinha muitas coisas que queria experimentar.

— Foda-se! — O grito saiu da boca de Kieran incontrolavelmente.

De repente, a boca ensanguentada a centímetros dele desapareceu. O mesmo aconteceu com a sala de leilões e os outros quartos luxuosos. Tudo desapareceu.

Kieran havia retornado a Sol de Maria, que havia envelhecido com o tempo.

[Medo: Você está dentro do alcance de Medo. Você tem Corpo do Mal. Afetado pelo Medo do Alto Demônio. Espírito falhou na autenticação. Sugestão incompleta…]

[Sugestão (Incompleta): Você está dentro do alcance de Sugestão. Espírito falhou na autenticação. Ilusão Anormal…]

[Ilusão: Você está dentro de uma ilusão. Seu Espírito e Percepção passaram na autenticação. O Reino da Ilusão não pode causar-lhe danos efetivos…]

[Apunhalada: Método Especial. Ataque Letal…]

Kieran sentiu como se tivesse passado mais de meia hora dentro da ilusão, embora tenha sido apenas um segundo.

Uma série de notificações spamaram sua visão, informando-o sobre o que havia acontecido.

O Alto Demônio que tinha o rosto de Nikorei usou sua unha de aparência comum, só que mais afiada que a lâmina, para cortar a Defesa da [Camuflagem de Paul] e furar Kieran no peito.

Metade da unha desse demônio mergulhou no peito de Kieran, indo fundo.

O alvo do demônio era o [Coração Fundido]!

Instantaneamente, Kieran percebeu algo…

Erudhir
"Se olhar ao redor e não souber quem é o alvo, então o alvo é você."

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!