API – Capítulo 88

Outras intenções

Kieran viu um fio de metal tão fino quanto um cabelo se estendendo da fresta na porta da cela. Estava habilidosamente inserido na fechadura da cela, pronto para ser virado. Se não fosse por sua Percepção D+, seu [Rastreamento] ativado e o som que atingira seus ouvidos, ele não teria acreditado no que estava vendo.

Ele inconscientemente piscou enquanto olhava para o fio de metal, lembrando-se de que a cela em que ele estava pertencia ao prisioneiro que todos chamavam de Ladrão mestre.

Uma série de flashbacks apareceram na mente de Kieran, repetindo a cena dos dois se encontrando. O rosto do velho tinha um sorriso satisfeito, diferente dos rostos densos e irritados dos outros prisioneiros.

Na época, Kieran não tinha entendido como o velho poderia ter uma expressão tão relaxada, mas agora ele entendeu perfeitamente.

A prisão de Alcatraz não foi capaz de segurá-lo também. O velho Ladrão mestre não havia sido prejudicado enquanto as almas incorpóreas tinham se espalhado por todo o lugar. Kieran já tinha verificado cuidadosamente ao longo do caminho, e todos os guardas e prisioneiros estavam mortos.

Ele poderia ter escapado a qualquer momento, mas ele escolheu ficar nesse lugar infernal. Se ele não estivesse preocupado com as almas incorpóreas, por que ele me passaria esses papéis em primeiro lugar?

Kieran cerrou os olhos. Ele acabara de perceber que poderia ter sido usado pelo Ladrão mestre. Pelo que ele entendeu, o velho estava preparado para tudo. Mesmo que Kieran não tivesse aparecido, os papéis ainda teriam caído nas mãos de outra pessoa.

Talvez na mão de um guarda qualquer, ou de alguém ávido por ter a molhar a mão.

Kieran pensou que poderia ser a segunda opção, mas não importava o que fosse, o tumulto teria sido inevitável, e o Ladrão mestre teria usado isso como um trampolim para alcançar seu objetivo. Assim como ele tinha feito.

Outro Gilfren Hatch? — Estranhamente, Kieran pensou no líder da Heresia. Seus métodos podem ter sido diferentes, mas seus objetivos eram semelhantes.

Kieran sinalizou para Starbeck parar, enquanto o próprio Kieran se dirigiu para a cela.

*Crack!*

A fechadura abriu com um barulho alto, e a porta da cela destrancou.

O portão foi puxado do lado de fora e a porta soltou um som estridente e desconcertante. O homem na cela não possuía nenhuma das características de um ladrão comum, muito menos um ladrão mestre.

O velho não pareceu se importar com o barulho estridente da porta. Ele empurrou ainda mais, abrindo a porta mais rápido.

Kieran estava esperando por ele observando-o do corredor.

Mais uma vez, ele confirmou que o velho Ladrão mestre sabia o que estava acontecendo em Alcatraz o tempo todo. Ele era o único que tinha sido capaz de se movimentar sem qualquer preocupação ou cuidado.

No entanto, o velho Ladrão mestre não previra que Kieran sobreviveria ao tumulto e ao ataque das almas incorpóreas. Isso só confirmou que ele não dera a Kieran os papéis por boa vontade, mas com intenção maliciosa.

Esse ato foi necessário para que ele realizasse seu objetivo.

Quando o Ladrão mestre abriu a porta da cela, Kieran segurou sua [M1905] em sua mão e o empurrou contra a cabeça do velho.

— É você? Acho que pode ter havido um pequeno mal-entendido!

O velho reconheceu Kieran e rapidamente levantou as mãos.

— Um pequeno mal-entendido? Eu acho que esse mal-entendido é muito grande!

Kieran falou irritado. Ele não puxou o gatilho, mas apertou ainda mais a arma contra a cabeça do velho Ladrão mestre, empurrando a cabeça para trás junto com ela.

— Eu posso explicar! Por favor, deixe-me explicar! — O velho disse em voz alta, com medo de que Kieran pudesse puxar o gatilho de raiva.

— Claro, mas primeiro, eu quero saber o principal: como todos os outros prisioneiros estão mortos, mas você está vivo? — Kieran não reteve sua força. Ele continuou apontando a arma para a cabeça do velho enquanto insistia para que ele explicasse.

Ele queria saber sobre o objetivo do velho. A aparição do meio-morto provara que Alcatraz não era uma prisão normal. As ações do Zywane podem ter adicionado lenha nessa fogueira, mas se isso não tivesse ocorrido em segredo, não importa o quão Zywane tentasse, ele jamais seria capaz de fazer um Chefão de uma masmorra de 6º nível aparecer em uma masmorra intermediaria de 4º nível.

De fato, se não fosse por Sem-lei, toda a equipe teria sido eliminada.

Kieran entendia perfeitamente, assim como ele sabia que iria receber uma grande recompensa quando descobrisse o segredo por trás de tudo. A razão pela qual ele havia entrado na masmorra em equipe, além do pagamento alto que Starbeck lhe oferecera, é que ele também iria ganhar mais recompensas com a alta dificuldade da masmorra.

Era por isso que ele rastreou as pegadas de Zywane sem pensar duas vezes e acabou onde estava agora. Pode parecer extremamente perigoso, mas altos riscos e grandes recompensas sempre andavam lado a lado.

O Ladrão mestre diante dele parecia ser capaz de diminuir suas chances de dar de cara com o perigo.

— Antes de entrar em Alcatraz, eu mandei que alguém tatuasse um círculo mágico em mim. Um xamã que me ajudou de graça quando descobriu que eu viria para Alcatraz, o mesmo lugar onde Gilfren Hatch estava detido. Estou feliz pela ajuda. Isso me tirou do caminho do mal com aqueles espíritos malignos! — O velho explicou enquanto abaixava o colarinho.

No lado esquerdo do pescoço, havia uma tatuagem do tamanho de uma moeda. O símbolo era extremamente complicado e detalhado, então Kieran não podia realmente dizer o que era com apenas uma simples olhada. Era ainda mais complicado que o grande heptagrama demoníaco. Obviamente, tinha que ser real.

No entanto, as palavras do homem não satisfez Kieran. Um xamã? Considerando que eles estavam atualmente confinados no complexo de Alcatraz, ele dificilmente poderia verificar essa afirmação.

Em outras palavras, o pequeno círculo mágico poderia realmente ter mantido o velho a salvo das almas incorpóreas, mas a história do xamã poderia ser um blefe. Havia muitas falhas em sua explicação. O velho ainda estava tentando enganar Kieran com suas palavras. Isso fez Kieran franzir a testa com raiva.

Ele socou o velho no abdômen com força.

O golpe pesado fez o velho se abaixar como um camarão cozido. Antes que ele pudesse se recuperar, Kieran levantou o cotovelo e acertou-o nas costas.

O Ladrão mestre caiu direto no chão, a [M1905] na mão de Kieran empurrando contra sua cabeça mais uma vez.

Não estava em sua testa desta vez, mas na parte de trás de sua cabeça.

A arma apontou para a cabeça do velho, pressionando o rosto com força contra o chão, roubando-lhe a liberdade de se mover.

— Minha paciência tem limites! Diga qual é seu verdadeiro objetivo, e não venha com coisas sobre Gilfren Hatch! — Kieran enfatizou novamente, mudando seu tom para um mais ansioso, mais rápido. — Ou meus métodos são muito suaves? Devo cortar seus dedos um por um para mostrar quem está no comando aqui?

Kieran agarrou sua adaga e colocar ela ao redor da mão do velho.

A ponta afiada da adaga cortou a pele do dedo indicador do homem, fazendo-o abrir a boca mais depressa.

— Eu vou falar! Eu vou falar!

Erudhir
"Se olhar ao redor e não souber quem é o alvo, então o alvo é você."

6 Comentários

    1. Eu sempre achei que o melhor método de tortura fosse arrancar as unhas uma por uma e pregar a carne da unha na mesa e depois cortar os dedos de um por um.

  1. É sério quando eu digo que o kieran parece ser uma combinações perfeita de sherlock Holmes e mercenário de guerra.
    Obrigado pelo capítulo Erudhir

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!