CdMD – Capítulo 34

Bruxa Branca – parte 5

Conforme Ramphil cortava a Bruxa caindo no chão, ele elevou o nível de poder da espada e começou a cortá-la ainda mais rapidamente.

*Whoosh!*

Ele estava cortando pelo menos cinco vezes por segundo, parecendo cortar seu inimigo até virar pó. A Bruxa estava prestes a perder sua consciência da dor agonizante e choque.

— Aaaaack!

*Babam!*

Centenas de tentáculos negros saíram do chão ao redor de Ramphil. Entretanto, ele os notou e começou a se mover para evitá-los.

*Zing!*

Telecinese!

Ramphil ficou brevemente atordoado pelo poder telecinético, e a breve pausa foi o começo de sua queda;

*Sswoop!*

Os braços e pernas de Ramphil foram amarrados pelos tentáculos e ele assistiu enquanto a Bruxa se levantava lentamente.

— Você é capaz de usar telecinese.

— Hehe… criança. Todo mundo tem uma carta na manga.

A Bruxa não utilizou seu poder telecinético a fim de Ramphil abaixar sua guarda. E quando este estava para dar o golpe final, ela pegou ele. Conforme Ramphil estava amarrado no ar, ele sentiu a derrota.

Ele era rápido demais no julgamento. A Bruxa pegou ele de guarda baixa e Ramphil abaixou suas defesas.

Hmm. Provavelmente eu não conseguiria vencer para começo de conversa.

Se a Bruxa tivesse utilizado seu poder telecinético desde o início, ele não teria atacado tão ferozmente.

Parece que fui o novato.

Ramphil tinha admitir seus erros. E a consequência era sua morte.

*Crack!* *Bam!*

— Seus malditos, vocês trocaram todos os ossos com liga de aço… vocês são ainda mais desprezíveis por pensar em fazer tais coisas.

Conforme a Bruxa apertava com seus tentáculos, os braços e pernas de Ramphil eram esmagados. Quando a Bruxa viu o aço brilhando com sangue, ela olhou para Ramphil com nojo.

— Você nem grita.

— …

Ramphil não teve mudança em suas emoções, não mostrando medo da morte nem a vontade de viver.

A Bruxa pensava que o soldado Armígero na frente dela era o soldado mais estranho e assustador que já viu.

— Eu ia brincar com você, mas  mudei de planos.

— Morra, seu monst-

*Pow!*

Antes dela conseguir terminar sua frase, a parte de cima de seu corpo explodiu.

— O quê?

Conforme os tentáculos perdiam sua forma, o corpo sem braços e pernas de Ramphil caiu no chão.

*Bang!*

Um som de tiro alto ecoou pelo ar alguns segundos depois. Ramphil olhou para o cadáver da Bruxa, só a parte inferior permanecia, tremendo com pontinhos de sangue.

Atirador de elite?

Ramphil olhou em direção da onde ouviu o tiro, mas não havia ninguém à vista.

O corpo da bruxa começou a se regenerar.

Ela tinha poder de regeneração também.

Ramphil estava se perguntando qual outro poder o maligno estava escondendo, mas ele não podia fazer nada além de ver o corpo da Bruxa se regenerar.

*Bubble!* Bubble!*

As pernas brancas estavam tremendo, mas não havia gritos. Estava mostrando que o maligno estava passando por muita dor. Quando o atirador chegou para terminar o serviço, a regeneração já tinha acabado. O atirador estava vestido com um casaco preto e segurava uma espada cinza grande em sua mão direita.

Uma espada? Um caçador?

A Bruxa lutou para ficar de pé e se afastar do atirador. Seu corpo estava ficando fraco e parecia que ela estava com muita dor.

— Você tem o poder de um Imortal também. Que aberração eles criaram…

— Krr… Você, quem é você…?

A Bruxa deu um passo para trás. Carregando a espada negra, e pela aparência, era certo de que ele era um homem da selva, não do Armígero. O homem lentamente foi até a Bruxa e respondeu:

— Eu me livro de lixo como você.

— O quê?

— Você entenderia se eu te dissesse que sou um caçador de malignos?

*Pffft*

Zin avançou para frente e cortou o maligno com a Cavaalma.

— Kyaaaack!

*Chop!*

A Bruxa tentou fugir, mas Zin começou a massacrar ela. Ele acertou sua cabeça, o ombro e o quadril. Ele parecia que ia cortar cada grama de carne, enquanto atacava com sua espada única.

*Pow!* *Chop!* *Chop! *

Ramphil assistia a cena impotente. Era mais um massacre do que uma batalha. A espada cinza estava ressoando enquanto o corpo da Bruxa jorrava sangue.

— Ack! Ack! Não! Isso dói! Dói! Kyaaaaaa! Keeeeeeyaaaaa!

A Bruxa estava gritando algo inumano. Ela estava sentindo um tipo diferente de dor da espada disruptora de prótons, era como se algo vital estivesse sendo sugado cada vez que era cortada. O caçador de malignos cortava o maligno como um pedaço de carne. A Bruxa tentava empurrá-lo para trás usando telecinese, mas seu poder estava fraco, pois ela não tinha se recuperado totalmente.

Entretanto, o poder de Imortal dentro da Bruxa continuava regenerando seu corpo. Mas, assim que se regenerava, era cortada de novo.

*Chop!* *Chop!*

Ramphil assistiu o massacre por uns trinta minutos.

E depois de trinta minutos, Zin começou a franzir o cenho.

— Que coisa imunda.

*Krrrrrr*

As partes do corpo se reuniram para se regenerar mais uma vez e o caçador de malignos suspirou como se estivesse cansado. Cavaalma tinha menos poder e parecia que não era forte o bastante para matar o maligno com o poder do maligno. Felizmente, Cavaalma estava absorvendo o sangue do maligno. Se a espada absorvesse poder o bastante, seria possível matar o maligno.

— Krrrraaaa!

— Caçador. Eu vejo monstros vindo.

Ramphil falou quando ouviu o som e Zin olhou para o céu. A Bruxa não estava sentada esperando sua morte em silêncio.

— Caralho.

Um pássaro monstro estava voando em direção a Zin em alta velocidade. A Bruxa tinha invocado um monstro voador para ela.

*Bambam!*

O monstro mergulhou em direção a Zin como um meteoro e ele rapidamente evitou o mergulho.

— Krrrraaaaah!

O pássaro monstro emanava fumaça preta de suas penas e exalava fumaça preta de seu bico. Conforme Zin desviava da fumaça, o chão acertado pela fumaça desintegrava. Zin deixou de lado sua Cavaalma e pegou sua espingarda Saiga.

Falcão negro… isso vai ser divertido.

Um falcão negro era um monstro grande que era considerado difícil de lidar. Era inteligente o bastante para evitar tiros e tinha velocidade e poder.

Como caralhos essa Bruxa invoca tão facilmente um monstro tão poderoso… — Zin estava enojado pelo poder da Bruxa!

O falcão negro estava em cima da bolha sangrenta do maligno e soprou fogo nele.

— Kyaaaaaah!

— Argh! — Zin brevemente perdeu seus sentidos quando foi acertado pelas ondas de som poderosas. Não era bom caçar monstros sem nenhuma preparação e ele não se preparou para atacar esse tipo de monstro.

*Kaboom!*

Houve o som de uma explosão quando a célula de poder acertou o rosto do falcão negro, mas depois que a fumaça clareou, não houve dano nele.

Enquanto isso o maligno ainda estava se regenerando e enquanto Zin estava preocupado lutando com o falcão negro, a Bruxa Branca reganhou sua forma. Enquanto ela reganhava totalmente a forma de seu corpo, a Bruxa emanava uma aura roxa. Ela estava em um estado instável!

— Ooooaaaaaaaaaahhhhhhh!

*Ziiing!*

— Arg!

Com a liberação da poderosa onda psíquica, Zin foi abalado. O poder psíquico da Bruxa era mais do que o bastante para vencer Zin, um mero humano.

— Aaaaaaaaaaaaaaaaaaahck!

O choro da Bruxa acertou todos na área, independente de inimigo ou amigo, e o falcão negro estava tremendo conforme este era dominado pela onda psíquica. Como se o mundo inteiro tivesse parado de repente, Zin tentou se ficar consciente com a pressão esmagando seu cérebro. Ramphil perdeu sua consciência com a onda psíquica poderosa, e mordeu seu lábio enquanto tremia.

— Maluquice… mas que porra…

*Ziiiing!*

— Morraaaaaaaa!

*Kabam!* *Kaboom!*

O chão tremeu e a energia telecinética começou a bater em Zin. A onda psíquica que estava sendo atirada em todo lugar, estava mirando especificamente em Zin. O cérebro dele iria ser esmagado desse jeito!

Ele tinha de tomar uma decisão rápida!

[Ativando obscuridade]

[Níveis de energia extremamente baixos! Cesse o uso da energia!]

*Vwooooom!*

Conforme o corpo de Zin era cercado com fumaça preta, ele foi libertado da pressão e correu em direção à Bruxa.

*Bam!*

— Aaack!

*Baaaam!*

Os dedos de Zin perfuraram os olhos da Bruxa e dilaceraram seu crânio.

— Krrrrrrrrrr!

Entretanto as ondas de energia telecinética não pararam, e o corpo inteiro de Zin foi espremido, chamas queimavam ao redor da fumaça preta o protegendo.

*Bam!* *Baam! *

Zin dilacerou o corpo da Bruxa com suas próprias mãos, mas o poder do maligno não diminuiu. Ele estava utilizando um alto nível de energia para atacar e defender ao mesmo tempo. Era como se ele estivesse atacando no meio de uma explosão nuclear.

[Nível de energia restante 31%… 29%… 24%…]

Conforme sua obscuridade era drenada a uma velocidade alarmante, Zin estava esmagando o corpo da Bruxa que se regenerava. Em um espaço onde o tempo parecia ter parado, Zin continuava a dilacerar o corpo da Bruxa. Por causa do poder sobrecarregado, o corpo da Bruxa estava sendo esmagado e curado repetidamente a uma taxa rápida.

[Cesse o uso contínuo de energia! Nível de energia remanescente criticamente baixo!]

*Babaam!*

[Nível de energia remanescente 1%… .92%…]

*Pow!*

De repente, uma energia telecinética poderosa explodiu do corpo da bruxa e acertou Zin no peito.

— Huuuck! — Zin foi arremessado para longe pelo golpe poderoso e seu modo obscuridade foi desativado. Era como se a força telecinética estivesse viva e concentrou seu ataque em seu inimigo, abrindo um buraco em seu peito.

*Krrrrrrrr!*

Conforme a onda psíquica diminuía, o corpo totalmente regenerado da Bruxa começava a tremer violentamente. Ela quase desapareceu.

— Sniff… sniff… eu não quero morrer… não quero morrer… me salve… isso dói… me salve… meu corpo está derretendo… sniff! Ah! Me desculpe! Desculpe! Ajude… me ajude…

Respondendo ao choro de lamento da Bruxa, o falcão negro que sobreviveu a onda psíquica começou a escorar.

— Kiiiiii!

O monstro pegou a Bruxa em suas garras e começou a balançar suas asas.

*Vwoom!*

Com uma única batida, o monstro começou a voar. O monstro continuou a voar para longe com sua mestra em suas garras.

— Eu quero… viver…

A Bruxa continuou a murmurar seus pensamentos.

[Sem energia disponível para auto-regenerar o corpo]

[Utilizando o sangue drenado pelo quarto amuleto, Cavaalma. Regenerando o corpo]

[Se aproximando do estado de esgotamento de energia]

[Desligando.]

[Necessário o sangue de um maligno.]

[Necessário o sangue de um maligno.]

[Necessário o sangue de um maligno.]

.

.

.

Incapaz de mover um único dedo, Zin assistiu o monitor sem a habilidade de tomar qualquer decisão. Se ele usasse sua energia remanescente para ficar consciente, ele pararia de funcionar completamente.

Ele nem tinha energia para pegar e consumir lascas azuis.

Isso significava que a morte estava próxima. Zin estava fraco demais para lutar contra um novo maligno. Zin jazia deitado aos pés da morte. Ele podia ver o céu amarelo. Assim como os outros caçadores, encarando a morte na selva.

Ele não tinha energia restante para abrir sua boca ou mover suas pálpebras. Não era capaz de se mover, e mesmo se conservasse sua energia remanescente, ele tinha menos de uma hora de vida. Zin não sentiu libertação, alegria, tristeza ou desejo para sobreviver.

Eu pensei que seria mais terrível.

Zin descobriu que seu último momento seria horrível, mas  não estava esperando que acabasse assim. Ele perdeu a batalha. Ele não estava acostumado a encarar a morte após a derrota. Não porque ele esperava a derrota.

Ele não esperava que seus momentos finais fosse assim.

Mortes na selva eram muito similares. Não eram trágicas nem alegres. Zin iria desaparecer na poeira da selva.

*Vrrrrrrrroooooooom!*

E, então, o barulho alto de um motor podia ser ouvido de algum lugar.

— …

Estava se aproximando de Zin freneticamente. Zin queria sorrir com o som do motor que odiava tanto, mas não conseguia.

*Vrrrrooom!*

— Mooooooooçoooooooooo!

O mundo não queria deixar Zin ir ainda.

Worst
Worst, filho da Música, casado com os Livros, tradutor de DS, CdMD e ASdCZ, ?% Engenheiro, 1 dos 3

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!