CdMD – Capítulo 43

Plano de Extermínio – parte 2

Primeiro, Zin tirou os materiais da bolsa amarrada na vaca. O gato parecia ter morrido há um bom tempo e o corpo estava apodrecendo. Pode ter sido um gato que foi enterrado não tem muito tempo.

Todo mundo mais ou menos sabia que Zin estava fazendo um tipo de feitiçaria. Esse tipo de coisa era esquisita e pessoas estavam assustadas de ver um ato de feitiçaria. Leona não estava com medo, ela tinha era pena da vaca.

Zin desmembrou o corpo do gato e arrancou um pedaço de costela. Ele afiou o osso na pedra de amolar rapidamente e a transformou em uma agulha.

Uma agulha feita de osso de gato.

Zin também pegou a galinha doente que perdeu a maioria de suas penas. Elegirou e puxou o pescoço da galinha.

*Agitar!*

A galinha sem cabeça se agitou e tremeu e Zin tirou o rolo de linha perto do corpo jorrando sangue da galinha.

*Agitar!* *Flutuar!*

— Ugh…

Todo mundo virou suas cabeças, enojados. Zin continuou a molhar o sangue no rolo de linha.

Linha molhada com sangue do pescoço de uma galinha viva.

Depois de ensopar o rolo de linha com sangue, Zin jogou a galinha para o lado. A galinha sem cabeça pulava por todo lado.

— Ugh, merda! Mas que porra! — Leona estava atônita com a cena grotesca, mas Zin nem se importou.

Ele enfiou a agulha e atou um nó. Zin estava seguindo os passos de uma cerimônia e estava exclusivamente focado nisso.

A vaca doença parecia ser cega e não se moveu, apesar do caçador realizar uma cerimônia doida na frente dela.

Mooooo!

A vaca soltava um mugido baixo e grave.

Zin pegou Cavaalma e um amuleto branco de sua bolsa. Era chamado de “cabochão” e era um amuleto mágico que era feito triturando os ossos de uma bruxa em um formato circular, criando um buraco no meio, e atando o cabelo contorcido da bruxa nele. O amuleto tinha  caracteres que continham o poder da feitiçaria.

O amuleto era o item perfeito que continha o poder da feitiçaria.

Eu vou usar Cavaalma para proceder com o sacrifício.

Ele escolheu alguns caracteres a fim de realizar a feitiçaria usando o cabochão. Zin era capaz de realizar um milhão de tipos de feitiçaria baseado na combinação dos caracteres.

Ele utilizava frequentemente as combinações de caracteres que eram efetivos. O cabochão era um ótimo item que era superior a qualquer livro de feitiços. Entretanto, Zin não era um feiticeiro profissional ou uma bruxa, e não era capaz de ativar um feitiço usando apenas Cavaalma.

Ele segurou-a em sentido contrário e levantou com sua alma. Então, mirando das costas da vaca, ele cortou com a espada.

*Vwooook!*

— Aaaagh!

Moooooooooo!

Cavaalma perfurou a vaca e se prendeu fundo no chão. Zin pôs o cabochão no cabo da espada presa.

Mooooo!!

Como uma barra de aço, a Cavaalma estava presa no chão sem movimento algum. A vaca se movia e lutava com dor, mas a espada não se movia um centímetro sequer, presa firmemente no chão.

Zin empurrou a vaca lutando e começou a costurar as costas da vaca com a agulha de osso.

O grupo ficou atônito e desviaram totalmente seus rostos da cena. Só Leona assistia a cena com nojo.

Zin estava costurando as costas da vaca viva. Ele costurava rapidamente e, embora sua espada estava no centro, ele a costurou um formato nas costas da vaca.

E, lentamente, surgia uma energia negra visível saindo do cabochão. A vaca começou a enfraquecer e Zin se afastou dela já tendo terminado seu trabalho.

Um punhado de sementes.

Ele tinha sementes de cevada em sua palma e começou a murmurar enquanto olhava para o livro de feitiços. A vaca mal estava viva.

— Eu vou usar o Inseto, Planta, Infiltração e caracteres de Feitiço a fim de invocar o poder da feitiçaria de exterminação.

*Vwwoooom!*

Dos muitos caracteres gravados no amuleto branco, os quatro caracteres mencionados foram ativados pela energia negra.

*Whoosh!*

Zin jogou as sementes na vaca e como coisas vivas, as sementes começaram a se infiltrar na pele da vaca.

Kwiiiiiiiiiiiiiiiiii!

Em dor agonizante, a vaca gritava e tremia enquanto o punhado de sementes cavavam sua carne. A vaca estava sangrando profusamente enquanto centenas de sementes entravam em seu corpo. Naquele momento, até Leona desviou o olhar da visão horrível.

A vaca morreu em segundos e conforme a energia negra fluía para dentro do corpo da vaca, através das centenas de buracos, a cerimônia foi completada.

A feitiçaria foi completada já que a cerimônia foi realizada com o sacrifício correto. Mais sacrifícios eram necessários para feitiçarias que precisavam de mais caracteres, mas Zin ativou a feitiçaria de forma eficiente com a quantidade certa de sacrifício.

Feitiçaria não se ativaria se as exigências não fossem atendidas. E para realizar a cerimônia era necessário muita experiência.

Eu usei quatro caracteres, então deve ser suficiente.

*Shlunk!*

Zin tirou Cavaalma do cadáver da vaca, sangue começou a escorrer da ferida. Não parecia que uma feitiçaria foi feita, mas uma cena onde uma vaca foi morta de um jeito horrível.

Ninguém olhava em direção à vaca morta, e Zin andou em direção aos espectadores enquanto guardava seus amuletos em sua bolsa.

— Terminei com meu trabalho.

— É mesmo…

— O sangue infiltrando no chão irá atrair as formigas da caverna e quando elas tomarem a vaca, tempo vai cuidar delas.

A Lorde parecia extremamente nervosa e era incapaz de olhar para a vaca morta agora.

— Bom… eu posso ver que você não é uma fraude com certeza.

A Lorde estava certa de que Zin não podia estar mentindo depois de ver a cena horrível. Depois de ver como ele realizou a feitiçaria sem qualquer hesitação, ela pensou que não teria problema em ser enganada pelo caçador mesmo se ele fosse uma farsa.

— Eu vou observar a vaca morta de longe até as formigas a levarem. Gostaria de se juntar a mim?

— Ugh. Não, obrigada. Eu vou voltar para o castelo. Faz um tempo, mas eu acho que tenho que vomitar.

A Lorde começou a voltar para o castelo com os guardas. Todos estavam se sentindo enjoados depois de ver a feitiçaria traumática e gritante.

E no caminho de volta, um dos guardas começou a vomitar depois de olhar de volta para  vaca morta.

*Bwerrrghhhhhhh!*

Leona estalou sua língua quando viu o guarda vomitando no chão.

— Eu entendo. Acontece. Também me sinto enojada.

Leona não voltou para o castelo, permanecendo ao lado de Zin. Ela viu muitos corpos humanos mortos, mas a cerimônia que ela testemunhou era horrível além de tudo que tinha visto antes.

Zin e Leona se afastaram da vaca e esperaram até que as formigas da caverna aparecessem.

Leona se virou de volta e perguntou para Zin.

— Eu pensei que feiticeiros jogassem arroz no chão, mas feitiçaria de verdade é horrível assim? Acho que vou lembrar desse dia para sempre.

— Hmm… bom. — Zin estava bem calmo para uma pessoa que acabou de fazer feitiçaria e Leona estava assustada sobre isso. Mas Zin deu uma resposta estranha.

— Feitiçaria de verdade precisa desse tipo de cerimônias, mas você não vai lembrar delas para sempre.

— Ué, por quê?

— Porque o resultado da feitiçaria é muito mais horrível do que a própria cerimônia. O resultado é algo que pessoas vão lembrar por um bom tempo.

O resultado de feitiçaria era bem mais desagradável do que a cerimônia em si. Através da cerimônia que Zin realizou, milhares de formigas da caverna seriam mortas. Leona assentiu enquanto pensava sobre o destino das formigas.

A morte de uma única vaca e uma galinha não pareciam importar muito para a morte de uma colônia inteira de formigas da caverna. Leona olhou para Zin e balançou sua cabeça.

— Bom, obrigada por me deixar esquecer uma memória horrível usando outra memória horrível. — Leona reclamou, mas Zin sorriu para ela.

*Plop!*

Logo depois, as formigas da caverna foram atraídas pelo cheiro de sangue e arrastaram a vaca morta para dentro da terra.

Um grande buraco e mancha de sangue foram deixados no local onde a vaca morta esteva. Leona olhou naquela direção e suspirou.

A semente de uma epidemia foi espalhada nas formigas da caverna.

— Elas não podem esperar ficar seguras depois de roubar meu urso vermelho.  — Zin tinha um sorriso maligno em seu rosto já que estava certo de que sua vingança estaria completa. Olhando para Zin, Leona riu alto.

— Moço, eu não se eu devia falar que você é uma pessoa de mente fechada ou uma pessoa meticulosa.

— Nesse caso, você deveria dizer que eu sou uma pessoa sábia.

Teria sido difícil para Zin conseguir todos os materiais necessários, galinha, gato, linha e vaca, para a feitiçaria em si. Entretanto, Zin era capaz de consegui-los com a ajuda de outros. E acima disso, ele estava sendo pago com lascas enquanto cumpria sua vingança, eleconseguiu lascas e poupou tempo também. Assim que Zin conseguiu fazer tudo isso, Leona pensou em quão astuto ele era.

— Mas, você acha que aquele pedaço grandão de carne vai cumprir o que você quer?

— Eu vou ter que acreditar que sim.

— … umm… sua resposta não é tranquilizante.

— Feitiçaria é assim mesmo. — Zin começou a falar sobre o problema da feitiçaria como se não fosse uma coisa grande. — Mesmo feiticeiros não sabem o que vai acontecer da próxima vez.

— Você é maluco? O que você vai fazer?

Leona começou a repreender Zin, que parecia irresponsável. Havia uma razão para feitiçaria ser referida dessa forma. Apesar de um feiticeiro ser capaz de ativá-la, os resultados variavam. Mesmo depois de realizar a mesma feitiçaria com os mesmos sacrifícios, algumas feitiçarias tinham consequências catastróficas, enquanto outras não tiveram efeito algum.

E, dessa forma, pessoas confiavam em feiticeiros sem qualquer dúvida, ou não confiavam neles.

— Eu sou diferente dos outros feiticeiros falsos, então, não se preocupe demais com isso.

— Como você é diferente?

— Eu não sou o melhor feiticeiro do mundo.

Feiticeiros falsos ativavam epidemias por engano enquanto tentava atrair a chuva. E alguns feiticeiros experientes ativavam feitiçarias realmente catastróficas. Zin não era capaz de ativar feitiçarias daquele nível, e nem queria fazer isso, de qualquer jeito.

Entretanto, ele possuía um amuleto único chamado cabochão. Zin começou a falar de novo.

— Mas eu sou um feiticeiro bem preciso. — Ele era capaz de ativar a feitiçaria correta quando queria.

Leona não estava certa se ele era confiante ou humilde demais.

— Moo, eu acho que você está parecendo cada vez menos um caçador. — Quando Leona falou, Zin riu.

— Há métodos de caça diferentes e é por isso que eu entendo de feitiçaria.

Zin aprendeu feitiçaria como outro método de caça.

Caçadores normais não precisariam aprender isso, mas Zin era um caçador de malignos. Como tal, ele precisava ser familiar com feitiçaria a fim de utilizá-la quando fosse necessário.

Era natural que ele se tornasse acostumado a fazer feitiçaria.  E, mas é claro, Zin não falou isso para Leona.

O efeito da maldição iria aparecer com o tempo e Zin só precisava pegar a recompensa da Lorde e ir embora.

Zin não tinha que se preocupar muito sobre não ser pago, já que a Lorde não suspeitava mais de Zin depois de testemunhar o terror da feitiçaria..

Enquanto a Lorde preparava as lascas, Zin e Leona gastaram seu tempo no castelo depois de empacotar as coisas deles.

Então, um incidente aconteceu naquela noite.

— Uma vaca é um recurso precioso! Não é certo desperdiçar tais recursos mesmo que a Lorde tenha ordenado!

— Foi necessário para proteger o castelo!

— Você pode provar que foi necessário? Você não está simplesmente desistindo das lascas e gado para o viajante?

— Desistindo? Cuidado com sua língua!

— Eu estou certo de que ele é um trapaceiro! Você sabe que tipo de pessoa eu encontrei antes de vir para o castelo? Uma vez…

— Pare! Eu ouvi as histórias muitas vezes!

— Moço. Eu acho que estamos ferrados.

Zin e Leona eram capazes de ouvir a conversa enquanto a Lorde e o homem elevavam suas vozes.

Worst
Worst, filho da Música, casado com os Livros, tradutor de DS, CdMD e ASdCZ, ?% Engenheiro, 1 dos 3

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!