CdC – Capítulo 10

Breve interlúdio enquanto passeia pelas ruas

 

Depois de pensar por um bom tempo, ele sentia que tinha ouvido falar de uma tal área da rua Luo Xin antes, mas não conseguia lembrar mesmo assim. Para pensar que era aqui, bem onde o Paraíso Gourmet ficava!

— Mas espere aí! A área que Pena Macia mencionou não ficava na Cidade J? Aqui é o Distrito Jiangnan! Ou talvez tivesse um lugar com o mesmo nome nas duas cidades?

Era uma coisa bem normal. Apesar de haver algumas repetições de nomes de cidades e países, quando se tratava de regiões, ruas, bairros e coisas do tipo, haviam muitas instâncias com o mesmo nome sendo usado. O lugar que Pena Macia queria ir era com certeza na Cidade J, e ela não viria até o Distrito Jiangnan.

Depois de suspirar aliviado, Song Shuhang nem pensou mais nesse assunto.

Ele comeu enquanto andava e comeu enquanto comprava.

Depois de perder a conta de quanto tempo ele gastou comprando, ele se sentiu cansado e resolveu comprar mais um ou dois enroladinhos de frango. Depois disso, sentou em um banco para descansar em algum lugar da praça e relaxou.

Do outro lado da rua, ficava o espaço público da área da rua Luo Xin. Ele podia ver pessoas subindo e descendo enquanto se movimentavam com uma algazarra animada.

Já haviam mulheres que eram incapazes de resistir à sua natureza, desejando ficarem bonitas de acordo com o tempo que ia ficando quente.

Com camisetas regatas, croppeds, mini-saias, shorts curtíssimos, saltos altos, sandálias de bico fino, roupas coladas que mostravam mais do que cobriam. Isso adicionado à milhares de outros tipos de estilo desfilando em praça pública, mostrando uma delicada e charmosa cena.

Apenas sentado na área dos bancos, qualquer um poderia ver numerosas pernas longas e magras, deslumbrantes e brilhantes.

Coincidentemente, a área dos bancos onde Song Shuhang tinha escolhido aleatoriamente para se sentar era uma ótima localização para ficar de olho nas gatinhas. Tinha pelo menos mais três caras ali, classificando seriamente cada par de pernas.

— Você viu aquela? A de saia vermelha descendo ali pelo lado esquerdo, na frente da loja de eletrônicos. Com aquela silhueta e pernas, ela deve ser no mínimo uma 8/10!

Um gordinho usando óculos largos apontou para a moça vestindo a saia vermelha e falou com um tom rápido.

— Ah Xu (saúde), você deveria treinar mais os seus olhos. Apesar das pernas serem longas, a silhueta como um todo é magra demais com aquela bundinha chulada. Afeta toda a aparência. No máximo, ela seria 6/10. — Um belo rapaz bronzeado do lado contestou com uma pose de experte.

—Você acha? — O gordinho de óculos coçou a cabeça sem graça. Olhando atentamente para ela, era como o cara bronzeado tinha dito, entretando era praticamente indetectável para qualquer um perceber sem olhar cuidadosamente.

— Eu daria pelo menos um 7/10 para ela. Afinal, umas pernas tão bonitas podem ser consideradas raras. E nós não podemos usar aquelas modelos e celebridades que vemos online como patamar. — Um cara de cabelos curtos encostados preguiçosamente em uma cadeira comentou.

Shuhang inconscientemente olhou para onde ele especulava que o gordinho tinha apontado, enquanto ouvia àquelas palavras. Tinha uma moça vestindo uma saia vermelha apertada andando bruscamente por lá, que estava usando sandálias de cristais naquelas pernas longas e magras.

Basicamente, mulheres que se atreviam a usar esse tipo de roupa colada, tinham absoluta confiança em suas silhuetas. Shuhang não tinha fetiche por pernas, mas ele tinha que admitir que aquela mulher realmente parecia muito bonita com aquele par. Evidentemente, a dona das pernas estava focando em mantê-las.

Falando sobre os homens espiando as mulheres, normalmente os jovens iriam olhar primeiro o rosto. Quando fossem mais adultos olhariam para os peitos, e só quando fossem mais velhos olhariam para as pernas.

Shuhang definitivamente não sentia que fosse um cara maduro. Ele não tinha nenhum sentimento específico sobre pernas. Mesmo que toda a sua visão estivesse preenchida com suaves e delicadas amostras, ele nem sentiu nenhum impulso nem teve pensamentos de classificá-las como os caras do lado.

Já os colegas de quarto que sabidamente gostariam de se atirar aos pés das celebridades e lamber suas pernas, Shuhang era mais incapaz ainda de entendê-los.

Afinal, eram apenas pernas! Até mesmo os homens tinham pernas! Era só que as das mulheres eram mais finas e macias. Não tinha nada de espetacular nisso, não é?

Felizmente, esses eram apenas pensamentos vazios. Se os três caras ao lado dele soubessem disso, provavelmente iriam enfiar Shuhang na privada.

— Rápido, olha praquela! 10/10! É um par de pernas 10/10! — De repente, o gordinho falou excitadamente e sem perceber levantou a voz.

— Onde? — O cara bronzeado perguntou. Mesmo que o ponto de partida do cara de óculos não pudesse ser considerado alto, ainda era da média. A nota 10 não era dada facilmente.

Mesmo o cara de cabelos curtos recostado preguiçosamente levantou o corpo e olhou na direção para onde o gordinho tinha apontado.

Naquele momento, abaixo do enorme telão de led, uma magra e bonita silhueta vinha caminhando da esquina da rua. Apesar de ela estar carregando uma enorme mala, ela não parecia nem um pouco tensa.

Seus cabelos longos abaixo dos seios eram como cachoeiras, caindo por suas costas, e balançando com o vento. Ela era alta, e apesar de estar usando um par de tênis esportivos, era evidente que suas pernas eram bem mais longas que as pessoas ao redor. Cada passo dela iria cobrir a distância de dois ou três passos das pessoas comuns.

Ela tinha naturalmente nascido para estrelar filmes. Mesmo se ela ficasse parada sem fazer nada no meio da multidão, ela ainda exalava uma sensação de ser superior aos olhares dos outros, e se tornava o foco de tudo.

A bonitona dos cabelos pretos era bem rápida. Com apenas alguns passos, ela já tinha ultrapassado a moça da saia vermelha de quem os três caras estavam falando ainda agora. Quando coisas perfeitas eram postas lado a lado, elas não iriam se ofuscar. Entretanto, uma vez que se tivesse um ponto de referência para comparar, elas seriam centenas de vezes mais ofuscantes.

Nesse momento, a moça da saia vermelha tinha servido para realçar. Com uma distinta comparação entre os dois pares de pernas, o resultado era óbvio. Com o sentido ampliado de beleza, as pernas da moça de cabelos pretos pareciam ainda mais deslumbrantes.

— Ah Xu, você não precisa dizer mais nada! Aquela é absolutamente uma 10/10! — O cara bronzeado imediatamente ficou de pé, desamarrotou as roupas e ajeitou o penteado.

— O que você está fazendo? — O cara de cabelo curto perguntou.

— Eu vou chamá-la para sair. Uma mulher tão perfeita! É impossível encontrá-la de novo durante toda a vida. Além do mais, independentemente de conseguir um sucesso ou falhar, eu devo ir lá, se não vou me arrepender para sempre! — O cara bronzeado sorriu. As duas linhas de dentes brancos brilhando debaixo do sol. Ele realmente tinha talento para flertar, tendo o presente dos vencedores na vida: aquela boa aparência.

Ele não perderia nada se falhasse, mas se tivesse sucesso em chamá-la para sair, ele iria ganhar na loteria! Tendo tanto a ganhar, mas nada a perder, por que não tentar tirar vantagem disso?

Logo depois ele se espremeu na multidão e caminhou atrás da mulher.

Entretanto, menos de dois minutos depois, ele voltou derrotado.

— Isso foi rápido. Você não conseguiu? — O gordinho de óculos perguntou em dúvida. Apesar de ele saber que a taxa de foras do amigo era de 90% ou mais, ele ainda era considerado bonito, e combinado ao fato de ter uma lábia muito boa, ele falharia tão rápido? E mesmo que tivesse falhado, com as habilidades dele, não deveria ser um problema para ele conversar um pouco mais com a gatinha?

— Eu nem tive a chance de convidar. As pernas dela são muito longas e ela caminha muito rápido. Cada passo dela eram o mesmo que vários meus. Basicamente eu nem fui capaz de alcançar ela, mesmo considerando que eu corri o tempo todo.

O cara de cabelo curto ficou sem palavras.

— Tsc… — Song Shuhang que estava sentado do lado estava quase tendo ferimentos internos por sorrir. O trio era hilário.

E pensando naquela moça, as pernas delas era de fato, exuberantes. Nos dias de hoje, onde a internet se espalhava livremente, haviam mais e mais belas mulheres surgindo. As pessoas já tinham ficado cansadas de ver essas bonitonas.

Mesmo assim, um guindaste ainda se destacaria no meio da maior multidão de galinhas. Uma beleza de formas tão distintas e qualidade mundial iria sempre ser capaz de firmemente atrair a atenção dos outros.

Por exemplo: a moça dos cabelos pretos era do tipo que poderia ser lembrada com apenas um olhar e não seria esquecida tão cedo.

Encontrar uma lindeza dessas era apenas um breve interlúdio enquanto passeava pelas ruas. Depois de descansar um pouco, Shuhang continuou a fazer compras.

— Eu deveria comprar alguns lanches para mais tarde — Ele pensou. Seus colegas de quarto tinham tomado conta dele quando estava de cama, então já que ele estava passeando pelo Paraíso Gourmet, ele deveria levar alguma coisa como agradecimento.

Como ele não sabia o que eles gostavam de comer, ele decidiu levar uma porção de tudo que fosse gostoso (rikaaaaa).

Nega Fulor
Leitora compulsiva. Escritora obsessiva. Artista nas horas vagas.

11 Comentários

  1. “Falando sobre os homens espiando as mulheres, normalmente os jovens iriam olhar primeiro o rosto. Quando fossem mais adultos olhariam para os peitos, e só quando fossem mais velhos olhariam para as pernas.”

    Fui iluminado, quando se está entre a fase jovem e adulto… as taras são por clavículas de jade!!

  2. …. Tô gostando da abordagem dessa história. Tá tudo bem natural, não tão forçando nenhum tipo de relação. Bsbsbsbsbbsbbsbebe

    Obrigado pelo capítulo!

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!