CdC – Capítulo 22

Um presente inesperado

 

Perspectiva de Pena Macia:

Na hora em que as duas almas penadas se lançaram em direção a Shuhang, ele calmamente e sem pressa se abaixou e pegou o telefone, depois arrancou a Erva do Dragão Venenoso.

Mas que confiança era essa que o sênior tinha! Era como se os dois fantasmas malevolentes atacando ele fossem bosta de cachorro no meio da rua. Nem valiam a pena olhar.

Erva do Dragão Venenoso não era lá um ingrediente medicinal precioso, mas não era uma planta que pudesse ter crescido ali sozinha. Ao contrário, alguém devia ter plantado ali por esses dias como o centro de uma formação.

Depois de ser colhida, uma barreira protetora invisível apareceu.

Aquelas duas almas penadas que estavam tramando contra Shuhang bateram de cara contra a barreira protetora como pipas batendo na rede elétrica, produzindo dois sons fortes de pancada antes de cair no chão, sem mais forças para se levantar. Claramente, elas tinham perdido a força para resistir.

— Tão… tão poderoso! — Pena Macia exclamou admirada do fundo do coração.

Ela estava surpresa com a capacidade dele! Pena Macia estava trabalhando ali por horas e nem tinha percebido que tinha uma formação escondida ali. Quando será que o Sênior Shuhang tinha descoberto?

Aquele galho de Erva do Dragão Venenoso era o centro de uma formação que era diferente daquelas que tinham que fornecer poder. Aquele galho no centro era um interruptor que ao ser colhido faria a formação ser ativada.

Talvez tivesse sido plantada pelo pai dela, sessenta anos atrás.

Parecia que ele tinha providenciado duas camadas de formações para selar o Templo do Fantasma da Lanterna. A primeira camada era uma simples formação de aprisionamento que apenas restringia a mobilidade e estava alocada no templo. Entretanto, como o Templo do Fantasma da Lanterna tinha sido demolido, ela tinha perdido a efetividade.

A segunda camada era uma formação magnífica que estava escondida, e seria ativada depois de arrancar a Erva do Dragão Venenoso. Essa era uma enorme formação especialmente usada para prender espíritos e depois de ativada, as almas penadas dentro do templo seriam subjugadas e seladas.

Provavelmente, Shuhang tinha percebido a segunda formação depois de chegar. Tinha até parecido que ele tinha escolhido se sentar ali aleatoriamente, mas na verdade ele tinha se sentado ao lado do centro da formação para se preparar para intervir caso algum acidente acontecesse.

Ele merece ser chamado de “Sênior”, eu tenho muito o que aprender com ele!

Enquanto pensava, Pena Macia deu um grande passo para frente e pisou nas duas fracas almas penadas enquanto pensava. Depois disso, ela pegou duas miçangas infundidas com ar frio da mala.

Miçanga de gelo aprisionadora de espíritos era um tesouro usado para selar almas penadas. Depois de preparar uma formação de contrato, uma pessoa poderia se vincular ao fantasma. Na possibilidade de encontrar qualquer problema na hora de selar as almas penadas, Pena Macia tinha trazido um monte desses tesouros.

Então, ela colocou duas miçangas de gelo entre os dedos e rapidamente começou a formar diversos selos.

— Selar! — A voz gentil dela soou.

Na frente de Shuhang, as duas almas penadas seriamente feridas arregalaram os olhos, e as duas luzes verdes que antes estavam dançando com Pena Macia foram seladas dentro das miçangas de gelo.

Aquela cena… foi extremamente fantástica!

Nenhum conhecimento científico era capaz de explicar tudo que tinha acontecido na frente dele. Shuhang calmamente engoliu em seco. Naquele momento, o mundo em que ele tinha vivido por dezoito anos tinha desmoronado. Será que realmente existiam fantasmas vivendo nesse mundo?

Essas coisas que eram inexplicáveis usando a ciência talvez estivessem existindo no mundo humano de uma forma especial, como nas lendas e outros contos?

— Sênior, eu estou realmente muito agradecida por sua ajuda agora. Se não fosse por você, temo que essas duas almas penadas teriam escapado. Se tivessem conseguido, elas nunca voltariam para cá e seria uma dor de cabeça conseguir localizá-las de novo. — Pena Macia estava realmente grata.

— Haha… — Shuhang sorriu com a boca seca. Além de sorrir, nesse momento, o que mais ele poderia fazer?

— Sênior, acontece que haviam duas almas penadas e eu só preciso de uma. Eu devo conceder a outra como um presente para você! Mesmo que você possa não precisar de uma no seu nível de cultivo atual, você pode concedê-la para seus descendentes ou aprendizes. — Pena Macia era uma pessoa nobre e generosa, então ela nem sequer piscou ao pensar em dar uma alma penada preciosa para Shuhang.

Eu nem tenho uma namorada, como eu posso ter algum descendente?

— Essa coisa é muito preciosa, então eu não posso aceitá-la! — Shuhang respondeu com seriedade. — Cê ta tirando com a minha cara? Tem um fantasma dentro dessa pérola!

Mesmo que ele estivesse em uma situação de apenas acreditar parcialmente no que tinha acontecido, o que ele faria se tivesse mesmo um fantasma ali dentro??

E se o fantasma saísse? O que ele faria? Ele era apenas uma pessoa normal e não tinha nenhum método para lidar com fantasmas. Ele com certeza iria morrer depois de ter sua vitalidade sugada pelo bicho!

Essa coisa… por que diabos eu aceitaria isso?

— Sênior, você precisa aceitar! Você me ajudou tanto durante a viagem para o templo! Se você não aceitar essa alma penada, eu irei me sentir mal e isso pode até me afetar no futuro quando eu estiver cultivando! — Pena Macia insistiu seriamente e teimou empurrando aquela “Miçanga de gelo aprisionadora de espíritos” nas mãos de Shuhang, sem dar a ele a chance de rejeitar.

Shuhang apenas sentiu o frio quando a miçanga pousou em sua mão. No meio de um verão de calor crepitante, o corpo dele inexplicavelmente se sentiu frio e refrescado. Se aquele brinquedo fosse carregado durante o verão, seria o equivalente a carregar um ar-condicionado onde quer que ele fosse.

— Vamos voltar. — Pena Macia sorriu e rapidamente catou as coisas espalhadas pelo túmulo e às colocou de volta na bagagem, e depois voltou alegremente para o lado de Shuhang.

Shuhang só pôde colocar a miçanga de gelo no bolso. Já que aquele “presente” continha as boas intenções de Pena Macia, então ele deveria aceitá-lo! Além do mais, aquilo já tinha sido selado, então não iria escapar tão cedo, certo?

Foi isso o que ele pensou.

— Vamos voltar e dormir. Depois, nós temos que voltar para a estação para comprar as passagens de volta amanhã de manhã e nos preparar para voltar. — Shuhang falou.

— Certo! — Pena Macia estava de excelente humor já que tinha conseguido cumprir seu objetivo naquele lugar.

Ambos caminharam lado a lado enquanto passavam pela pequena floresta.

— Eh!? — Pena Macia lamentou de repente e olhou para o seu pé esquerdo. Sem perceber, a sola do tênis tinha saído. O calçado deveria ter estragado quando ela tinha tentado perseguir as almas penadas no final.

— Que houve? — Shuhang virou-se para ela intrigado.

— Meu tênis estragou. — Pena Macia levantou o pé esquerdo.

— A moto está logo ali na frente, eu vou lhe apoiar o resto do caminho. Além do mais, eu lembro que havia uma rua comercial perto do hotel. Nós podemos passar por lá para ver se tem algum calçado para vender. — Shuhang sorriu com gosto.

Logo depois, a moto novamente roncou enquanto carregava os dois e deixava o Templo do Fantasma da Lanterna para trás. Pena Macia segurava a enorme mala enquanto se apoiava nas costas de Shuhang, com os dois cantos de sua boca para cima e um excelente humor.

Shuhang pensou que aquela tia da loja vendendo sandálias na rua comercial não tinha coração.

— Tia, quanto custa esse par de sandálias femininas?

Ela franziu as sobrancelhas e falou friamente:

— Quarenta.

— Isso é muito caro! Por que não vende a vinte? — Shuhang pechinchou descaradamente. Numa rua comercial dessas, nem era errado cortar o preço pela metade dessa forma.

— Claro! — A velha sorriu friamente. — Você quer o pé da esquerda ou o da direita?

— … — Shuhang ficou sem fala.

— Hahahahahaha… — Pena Macia gargalhava ao lado até não conseguir mais se manter em pé.

Finalmente, Shuhang só pode comprar obedientemente o par de sandálias para Pena Macia calçar por quarenta. A dupla voltou para a moto e seguiram para o hotel. Na estrada, Shuhang ficou intrigado e perguntou:

— Oh, certo, você por acaso ofendeu aquela mulher mais cedo? Por que eu sinto que ela estava constantemente me dando um sorriso irônico? Aquela cara dela me deu calafrios.

— Eu não estou sabendo de nada. — Pena Macia riu. — Sênior, a sua experiência em interagir na sociedade ainda é bem deficiente… — Ela pensou.

Na rua comercial, a tia bufou orgulhosamente:

— Esta jovem dama aqui só tem apenas 29 anos e 144 meses de idade! E ainda me chama de tia? Você devia estar feliz por eu não ter vendido as sandálias por 250… Humpf!

Templo do Fantasma da Lanterna, Túmulo:


Depois que Shuhang e Pena Macia saíram, uma silhueta de um homem caminhou para fora da floresta. Ele suspirou e pegou um cigarro, acendeu enquanto tremia e deu uma gargalhada. O som de seu riso fez as pessoas sentirem a amargura e o desgosto mesmo à distância.

Essa silhueta era de ninguém menos que o Mestre do Altar. Ele estava escondido na escuridão enquanto esperava por uma chance para aparecer. No fim, essa chance não veio enquanto ele esperava, e se ela tivesse vindo, ele não poderia fazer nada mesmo que quisesse.

Do começo ao fim, ele estava escondido enquanto assistia sem poder fazer nada Pena Macia e Shuhang levar as duas almas penadas. Ele pensou em forçadamente tentar roubar as miçangas, mas ele não se atreveu a agir.

Nega Fulor
Leitora compulsiva. Escritora obsessiva. Artista nas horas vagas.

18 Comentários

  1. Qnd eu falei que ele dominou o Dao da sorte ninguém quis acreditar, esta crianças o caminho mais poderoso do mundo
    “She then placed two ice beads between her fingers and swiftly formed numerous seals.” posso estar enganado mais essa frase ta em inglês, mas como não manjo das putaria das linguás posso estar enganado

  2. — Claro! — A velha sorriu friamente. — Você quer o pé da esquerda ou o da direita? Ri muito nessa parte e não consegui parar de pensar que a senhorita de 29 anos e 144 meses era br, mas até o narrador chamou ela de velha, fiquei com uma duvida esses 144 meses são meses de verdade ou houve um erro ? Se calcular os meses e os 29 anos dela da um valor de 41 anos

      1. Sou novo, mas obrigado pela explicação, pelo menos as mulheres conseguem parar o tempo sbsjsjdnsn, estou gostando muito da novel obrigado pela tradução

  3. A galera morrendo de medo e admirando Shuhang e tudo que ele fez foi colher uma planta para ter certeza que a galera do grupo não morra envenenado! Kkkkkkkkk

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!