CdC – Capítulo 36

A donzela em perigo

 

Para os cultivadores que faziam parte de uma seita, se Shuhang entrasse em alguma com aquela idade, ele seria igual a um completo analfabeto. Um octogenário com um pé na cova querendo entrar no primário. Mesmo que essa pessoa pudesse superar tudo e entrar na escola, o quanto ela poderia aprender? Que tipos de conquistas ela teria? Ainda por cima, ele nem sequer tinha futuro. Quem sabe se um octogenário não iria simplesmente morrer amanhã?

E mesmo que Shuhang conseguisse estabelecer sua fundação, o tempo e os recursos que ele gastaria no futuro para conseguir avançar seriam muito maiores comparados aos dos jovens que estabeleceram a fundação quando tinham cinco anos de idade.

De um lado, havia um discípulo que certamente faria rápidos avanços enquanto consumia poucos recursos e com possibilidades ilimitadas.

De outro, tinha o Shuhang que teria problemas em fazer quaisquer avanços enquanto consumiria incontáveis recursos e teria poucas possibilidades.

Desde que os líderes das seitas não tivessem um parafuso solto, eles não iriam devotar muito tempo, esforço, atenção ou recursos para Shuhang.

Se um companheiro do dao no Grupo Número 1 das Nove Províncias tivesse recomendado Shuhang para uma seita, mesmo que eles fossem capazes de acolher o rapaz por um tempo, eles não seriam capazes de fazer isso para sempre.

Adivinho Imortal Trigrama de Cobre não tinha como argumentar contra isso. Ele não tinha pensado sobre o assunto como Rio do Norte tinha, e limitou-se a pensar nas dificuldades de ser um cultivador asceta. Ele não tinha pensado que no caso de Shuhang, as seitas não seriam uma opção melhor.

@Cultivador Asceta Rio do Norte: Dessa forma, a diferença entre cultivar em seitas e por si mesmo não é tão grande para Song Shuhang. Permitir que ele faça as próprias escolhas é o melhor. Mesmo que a escolha dele tiver sido errada, ele escolheu por si mesmo. Ele não poderá culpar ninguém por isso.

Rio do Norte disse de forma indiferente. Para eles, que eram cultivadores ascetas experientes, o que eles poderiam fazer era fornecer ajuda a Shuhang no que ele estivesse precisando.

Campus da Universidade Jiangnan. Dormitório:


Shuhang se recostou na cadeira e olhou para o pote fechado ao lado da escrivaninha. Lá tinha o que havia sobrado do líquido de aperfeiçoamento corporal. Ele precisaria ser combinado com a técnica de meditação e a técnica de punho que o Mestre dos Medicamentos traria para melhorar os efeitos medicinais.

Nesse momento, uma melodia ressoou. Era o toque do celular. Shuhang atendeu a ligação e a voz de Tubo foi transmitida pelo fone:

— Shuhang, você terminou de arrumar as encomendas? Se já tiver terminado, venha até aqui! A casa nova do Yangde já foi escolhida! Você tem que vir até aqui também ajudar o resto de nós a extorquir um jantar.

— Certo, estou indo agora mesmo. Me passe o endereço. — Shuhang respondeu.

— Vou te mandar a localização por mensagem. — Tubo desligou a ligação.

Ao desligar, Shuhang deixou o celular de lado e olhou para fora da varanda pelas janelas.

Parece que ele também deveria alugar um quarto fora do campus como Yangde.

Ele não precisava ficar fora, mas no futuro, quando ele quisesse refinar pílulas ou cultivar, ele precisaria de um lugar onde não fosse perturbado.

— Se eu quiser alugar um quarto fora, será que deveria arrumar um emprego de meio período? — Shuhang era apenas um estudante comum, e não tinha habilidades com computadores como Yangde. Só o que podia fazer era arrumar um emprego de meio período para ganhar dinheiro.

— Falando nisso… como os sêniores do grupo se sustentam? Eles não estão isolados do mundo, e devem precisar de dinheiro para as questões cotidianas, certo? No mínimo eles devem ter que pagar a conta de luz e internet, ou coisa assim.

Durante o momento em que a imaginação dele corria livre, leve e solta, Tubo enviou a mensagem com a localização.

Rua Auspiciosa, Bloco 221D, quarto 602.

Essa era uma rua perto do campus da universidade.

— A localização não é ruim e ainda é perto da universidade. Esse Yangde conseguiu um ótimo lugar. — Song Shuhang olhou para o celular onde a localização que Tubo enviou estava apontada no mapa.

A Rua Auspiciosa era uma área residencial antiga. Devido a diversas reformas e construções, os prédios tiveram incontáveis mudanças, sendo de tamanhos diferentes e vários becos entrelaçados horizontal e verticalmente. Parecia uma bagunça mesmo olhando de longe.

— Se o endereço está correto, eu posso pegar um atalho, e chegar mais rápido. — Pensando até aí, Shuhang foi até um dos becos se locomovendo agilmente como um peixe, enquanto atravessava diferentes passagens.

Esses becos isolados eram locais onde normalmente os delinquentes da escola se encontravam. Enquanto pensava em delinquentes, ele não poderia deixar de lembrar do grupo que foi eliminado dois dias atrás.

O grupo de delinquentes que foi completamente nocauteado em um piscar de olhos. Cada um deles socado até que mesmo as mães deles não seriam capazes de reconhecê-los tinha finalmente acordado depois de dois dias inconscientes.

Depois do acontecimento, o departamento de notícias da universidade tinha enviado especialmente representantes para questionar o grupo sobre como eles foram parar inconscientes daquela forma.

A parte estranha era que, nenhum deles conseguia lembrar do ocorrido mesmo que tentassem até o cérebro começar a soltar fumaça. Uma parte dos acontecimentos daquele dia tinha sumido de suas memórias e eles sequer sabiam por que tinham sido hospitalizados. De acordo com o que lembravam,  eles ainda estavam fumando e agindo como se fossem legais em um beco pequeno e no instante seguinte, eles estavam simplesmente acordando no hospital. A confusão era evidente nos rostos deles.

O hospital também tinha sido completamente incapaz em detectar a causa e só poderia diagnosticar que eles tiveram uma perda de memória coletiva enquanto esse assunto poderia apenas ser levado até esse ponto.

Esse tinha se tornado um dos eventos inexplicáveis do Campus da Universidade Jiangnan.

Evidentemente a memória deles foi adulterada… — Shuhang pensou.

Se apenas um ou outro tivesse sofrido um lapso de memória, isso poderia ser explicado por conta do nocaute que eles sofreram ao serem espancados na cabeça. Entretanto, foram dúzias de pessoas, e cada uma delas estava com uma parte da memória faltando, justamente na parte em que eles foram espancados. Não tinha como ser coincidência.

Graças ao incidente com aquele grupo de delinquentes, recentemente os marginais que se reuniam ao redor do campus estavam sendo mais discretos. Normalmente, esses becos eram os locais de encontro e estariam completamente cheios deles, mas a quantidade tinha despencado drasticamente depois desses poucos dias.

O que viria depois, seria a melhoria da segurança pública ao redor da vizinhança.

Havia um ditado que dizia: “se pensar em merda, a merda virá”. Não, espere… está errado. O ditado certo era: Não diga “não dá pra piorar!”

Justo quando a palavra “delinquentes” tinha surgido na mente de Shuhang, rapidamente um grupo deles que estava fumando por perto apareceu na frente deles.

Tinha um total de sete pessoas, e todos tinham o cabelo comprido e colorido com cada uma das cores debaixo do sol. Orelhas e narizes com piercings eram comuns, enquanto todos tinham cigarros na boca. “Eu estou na fase rebelde, e sou um delinquente” estava praticamente escrito na testa deles.

O alvo deles naturalmente não era o Shuhang com seu corpo belamente bem definido. Mesmo que eles fossem delinquentes, eles raramente iriam provocar um estudante como Shuhang que tinha a aparência de quem poderia devolver o soco.

Na verdade, aqueles delinquentes estavam sorrindo sinistramente enquanto cercavam uma jovem dama. Um deles, que tinha a altura de 1,72 m, estava até mesmo em postura de ataque, enquanto forçava ela a recuar contra a parede.

—Gatinha, está se sentindo solitária sozinha por aqui? Não seria melhor brincar com a gente?

— É de gratis, e vem acompanhado de todo tipo de prazer.

— Você vai ficar bem confortável.

— Venha brincar junto com esses colegas.

— Tem uma lojinha muito boa por perto daqui. Te garanto que vai continuar querendo brincar depois de provar uma vez.

Os delinquentes falavam todos os tipos de provocações e tentações. Shuhang então olhou para a jovem que estava cercada por eles.

Ela deveria ter mais ou menos 1,50 m de altura, cabelo curto e um rosto bonito mesmo sem maquiagem, que parecia que ela era apenas uma estudante do ensino médio dada a sua estatura pequena, mas de fato a idade real dela deveria ser bem mais velha.

Uma moça bonita e fofa sozinha em um beco pequeno, seria estranho se ela não tivesse atraído esses delinquentes. Mulheres nunca deveriam andar sozinhas nessas áreas desertas.

Naquele momento, as sobrancelhas da moça estavam franzidas e ela tinha uma óbvia expressão de desdém no rosto. E mesmo com tal expressão no rosto pequeno dela, ela ainda parecia fofa.

— Own, mesmo bravinha, você ainda é fofa. Deixe esse gostosão aqui cobrir você de carinho, ok? — O delinquente que bloqueava ela mostrou um sorriso tipo cavalheiresco, só que sinistro, enquanto colocava uma das mãos na parede e a outra encostava no rosto dela.

Shuhang suspirou incapaz de continuar olhando para aquilo. Ele apertou os punhos enquanto dava passos largos adiante.

Como ele tinha acabado de ser fortalecido pelo líquido de aperfeiçoamento corporal, ele ainda estava incapaz de controlar a própria velocidade, então com apenas um pouquinho de força, ele já tinha atravessado aquela distância com um zumbido.

O delinquente que estava provocando a jovem apenas sentiu os olhos borrarem, e pouco depois, Shuhang que estava sete ou oito metros de distância atrás dele tinha subitamente aparecido ao seu lado.

Tudo o que pode ser visto foi a mão de Shuhang sendo esticada com a palma aberta antes que estapeasse a cabeça oxigenada daquele delinquente.

O delinquente com os cabelos descoloridas tinha por volta de 1,72 m de altura e Shuhang era apenas um pouquinho mais alto.

— Ei, quero dizer, vocês ainda não perceberam que a moça não quer brincar com vocês? — Shuhang calmamente aumentou a força no braço e ergueu o delinquente no ar.

Mas o quê!? — Até Shuhang estava chocado consigo mesmo. Ele sabia que sua força tinha aumentado tremendamente depois de provar o medicamento. Entretanto, ele não tinha pensado que um cara de quase 100 Kg pudesse ser tão leve como um galho seco em suas mãos.

Nega Fulor
Leitora compulsiva. Escritora obsessiva. Artista nas horas vagas.

4 Comentários

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!