CdC – Capítulo 82

Um Monge Ocidental e a cena de Acidente

Chegando na Estação Praça Jingli, o pai de camisa branca acenou para Shuhang e, em seguida, com a esposa, ele se mudou para um bom lugar perto da saída, preparando-se para descer na próxima parada.

Ele estava pensando em deixar um cartão de visitas para Shuhang, mas dessa vez ele estava levando sua família para um passeio e não tinha levado consigo nenhum cartão de visita, por isso abandonou essa ideia. Além disso, eles eram estranhos que se conheceram por acaso e nunca mais se encontrariam… provavelmente.

Não havia muita gente na Estação da Praça Jingli. Assim que a porta se abriu, as pessoas no trem desceram e as pessoas na plataforma se alinharam e seguiram em frente.

A última pessoa a entrar era um ocidental branco, alto e careca que era incrivelmente atraente.

Homens brancos e calvos não eram uma visão rara, mas uma careca com cicatrizes de disciplina de seis pontos era realmente uma visão rara.

Este era um autêntico monge ocidental que tinha mais de dois metros de altura, com uma careca brilhante. Neste tempo escaldante, ele ainda estava usando um hábito grosso que o cobria completamente. Ele também beliscava um anel de contas de oração e murmurava encantamentos, parecendo muito profissional.

Hoje em dia, ser monge era realmente uma profissão lucrativa? Até os estrangeiros estavam lutando por um emprego como esse agora?

Dizia-se que os monges estrangeiros tinham facilidade, chegando de uma grande distância do exterior; sua popularidade tinha que estar florescendo, certo?

Quando as pessoas no metrô viram o monge ocidental, todos mantiveram alguma distância dele. Era um dia tão quente que eles se sentiam terrivelmente quentes só de olhar para ele. Se eles ficassem perto, eles sentiriam o calor do monge ocidental soprando contra seus rostos!

Song Shuhang subconscientemente olhou para o monge ocidental; o monge não só tinha um físico grande, mas também tinha muito mais qi e sangue do que as pessoas comuns. Sua energia mental era terrivelmente forte. No estado de ‘vigilância’, Song Shuhang podia sentir a disparidade de energia mental entre ele e o monge. Se a energia mental de Song Shuhang era uma lâmpada, então a energia mental do monge ocidental era um grande holofote!

No entanto, o grande monge parecia incapaz de controlar sua forte energia mental, ao permitir que ela se dispersasse arbitrariamente nos arredores.

— Esse cara não é uma pessoa normal, mais um cultivador? — Song Shuhang conjecturou.

Ele fechou os olhos novamente e entrou no estado de vigilância, usando esse estado para cobrir sua própria presença. Antes de atingir poder suficiente, ele não queria que seu status de “cultivador” fosse revelado; ele conhecia profundamente os problemas associados à revelação de seu status agora.

Depois de embarcar no trem, o monge ocidental olhou em volta, procurando algo no vagão, e então franziu a testa com força.

Depois disso, ele não fez nenhum movimento e ficou parado no vagão enquanto recitava as escrituras em chinês com enunciação precisa; o chinês desse estrangeiro provavelmente era pelo menos um nível oito.

O trem começou devagar, e os passageiros não conseguiram deixar de balançar levemente quando o trem acelerou.

Da Estação da Praça Jingli para a próxima estação era a localização nos subúrbios, e a distância total era de cerca de quatro mil e quatrocentos metros, que pertencia a uma das estações mais distantes. Além disso, todas as faixas estavam no subsolo. Devido a muitos desvios e curvas, o trem não podia acelerar nesta rota, então gastava treze minutos para chegar à próxima estação.

O pai de camisa branca abraçou cuidadosamente a filha, mas a menininha que dormia profundamente se contorceu inquieta, tendo perdido Song Shuhang, que era um homem ar-condicionado.

A jovem mãe acenou com a pequena mão delicada perto de sua filha em uma tentativa de dispersar o calor ao redor. Mesmo estando dentro do metrô, já que havia muitas pessoas, o vagão também parecia quente e seco.

O trem rodou por cerca de seis minutos.

Song Shuhang franziu as sobrancelhas e assumiu a postura do cavalo com firmeza.

Logo depois, o trem tremeu violentamente e as correias penduradas balançaram para cima e para baixo, colidindo umas com as outras.

Os passageiros fizeram o melhor que podiam para agarrar nos corrimões, pegas e correias penduradas nas proximidades, mas continuavam a cambalear para a esquerda e para a direita. Alguns não ficaram firmes o suficiente e caíram no chão:

— Waaah, o que está acontecendo!?

— Caramba! As curvas na pista não foram tão repentinas antes!

… a jovem mãe caiu de bunda perto de Song Shuhang, e ela chorou quando o bumbum dela doía muito.

O pai de camisa branca deu dois passos para trás e também não conseguiu estabilizar o corpo, caindo para trás.

Song Shuhang se moveu dois passos à frente e empurrou o homem de camisa branca nas costas de leve. Ele usou força suave, que era uma aplicação da Técnica Budista Básica de Punho.

O pai de camisa branca se estabilizou e expressou sua gratidão quando se virou para ver um gentil Song Shuhang:

— Obrigado.

— De nada… o balanço não acabou, segure firme. — Song Shuhang disse.

No estado de “vigilância”, seus cinco sentidos estavam mais afiados do que nunca. O trem freou subitamente, resultando em cada seção do vagão tremendo violentamente. Este tremor violento não foi apenas uma única onda, mas continuou até o trem parar.

— Um acidente aconteceu à frente? — enquanto ele pensou, “bang bang bang” o trem tremeu mais violentamente, até que o vagão inteiro estava tremendo.

Ao mesmo tempo, o alarme de emergência no trem soou.

Todas as luzes do trem desapareceram e os passageiros caíram como dominós; muitos gritaram de dor quando foram enviados voando e atingiram as paredes do trem.

Sob essas circunstâncias, Song Shuhang mal conseguia estabilizar seu próprio corpo.

A jovem mãe no chão gritou de medo quando foi arrastada pela inércia. O pai de camisa branca segurava o corrimão com uma das mãos por causa do conselho de Shuhang, mas a inércia ainda era grande demais e ele não conseguiu segurar enquanto caía de lado.

A garota foi enviada voando dos braços de seu pai. Seus olhos se arregalaram, cheios de medo.

Vendo isso, Song Shuhang estendeu a mão apressadamente com as mãos formadas como garras de dragão usando força suave para agarrar o vestido da menina. Ao mesmo tempo, seu pulso tremeu levemente, e ele usou força ágil para cortar a influência da inércia no corpo da menininha, trazendo a garota em pânico para seu abraço.

O lado de dentro do trem estava sombrio; O alcance de visão de Song Shuhang foi limitado pela escuridão. A menininha se aconchegou em seus braços, sem se atrever a se mover. Embora ela estivesse com medo, ela estava bem comportada o suficiente para não chorar.

— O que houve?

— O trem descarrilou? Ou virou? Dói muito. Alguém gritou de susto.

— Ajude-me, meu corpo está preso… ai, eu não posso me mexer.

— Não… cof, cof. Devo estar sonhando… As pessoas feridas gemeram de dor.

— Não empurre para cima de mim… saia de cima de mim! Minhas costelas estão quebradas…

Nos arredores, chorões e gritos de medo e dor fizeram com que o vagão se tornasse ainda mais caótico.

Alguém estremeceu quando pegaram um telefone e usaram a função de lanterna do telefone para iluminar o vagão. Uma vez que a luz brilhou, ainda mais pessoas gritaram em choque.

A cena sangrenta fez uma “maravilha”: eles estavam filmando um filme de terror?

Havia sangue por toda parte; por causa do embate anterior, manchas de sangue tingiram as paredes do vagão de vermelho; o vagão tinha se tornado como o inferno. Algumas janelas foram quebradas, e vários cacos de vidro picaram os passageiros pelas janelas enquanto eles se inclinavam fracamente contra as paredes, incapazes de se mover. Havia até alguém que foi penetrado por um grande pedaço de vidro no chão, e não se sabia se essa pessoa estava viva ou morta.

Muitos estavam sangrando e muito machucados, pressionando suas feridas em vão. Devido à falta de conhecimento em primeiros socorros para situações de emergência, os passageiros não sabiam o que fazer.

— Ough… — o passageiro que ligou o telefone imediatamente desligou e soltou um som de vômito.

O homem de camisa branca que caiu no chão, além de torcer o braço, estava bem; a jovem mãe bateu de volta no banco e chorou de dor, mas felizmente não teve outros ferimentos. Os dois olharam para a filha que estava nos braços de Song Shuhang, soltando um suspiro de alívio.

Song Shuhang assistiu a esta imagem infernal, mas simplesmente franziu a testa.

Estranho. Ele estava confuso por dentro. O tremor no trem não fora  tão forte, certo?

Até as janelas estavam quebradas? Além disso, houve até pessoas que foram penetradas pelo vidro? Mais ridículo era que metade das paredes do vagão estavam tingidas de sangue! Quanto sangue seria necessário para fazer isso?

Desmoronar e capotar nem sequer tem muito poder destrutivo.

Se um vagão balançando levemente por algumas vezes poderia ter um poder tão destrutivo, então como isso poderia ser chamado de trem? Deveria simplesmente ser chamado de trem expresso para o inferno!

— Merda! — como um urso preto alto, o monge ocidental desceu do chão e empurrou para o lado detritos aleatórios em seu corpo.

Ele olhou para o seu entorno que era uma cena sangrenta, e zombou.

Em seguida, ele separou suas contas de oração e formou um selo de mão budista, recitando uma escritura em uma voz sonora.

A sonora voz sonora ecoou pelo vagão do trem, reprimindo todos os gritos dos feridos.

— Que diabos esse estrangeiro está recitando?

— Parece um fantasma guardando as escrituras budistas?

— Retardado! As coisas já estão assim, e ele ainda está aqui afugentando fantasmas?

O alto monge do Ocidente se fez de surdo aos insultos e folheou a escritura, continuando a recitar em voz alta.

Nega Fulor
Leitora compulsiva. Escritora obsessiva. Artista nas horas vagas.

1 Comentário

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!