DNG – Capítulo 204

Raposa Prateada

Han curiosamente pegou a adaga prateada das mãos do esqueleto. Estranhamente, as pegadas do roedor estelar desapareceram exatamente onde aquela adaga prateada estava.

O material usado naquela adaga era muito leve, extraordinariamente flexível, completamente diferente de um que deveria ser usado para batalha, e a borda também não parecia afiada o suficiente.

Nos dois lados da lâmina, foram gravadas duas imagens diferentes. De um lado, havia um pequeno esquilo comendo pinhões com um ar muito rebelde. Do outro, havia também um esquilo, mas todos os pelos dele estavam eriçados, com as garras fazendo pressão contra o chão enquanto ele mostrava suas presas com um olhar feroz.

Han achou que a versão fofa do esquilo tinha uma aparência comparativamente melhor, e parecia muito com o carinha que ele estava perseguindo.

De repente, quando Han começou a brincar com a adaga na mão, o cabo de repente vibrou uma vez e uma agulha prateada perfurou um dos dedos de Han. Do nada, ele viu uma cena holográfica.

Nela, havia um ferreiro imerso no processo de desenvolvimento de uma nova arma. Ele era caprichoso e queria criar uma arma biológica, integrando uma arma com uma besta estelar. Então, ele tentou uma fusão com um precioso Esquilo Estelar Espiritual e fez aquela adaga.

Havia duas maneiras de usar essa adaga prateada. A primeira maneira era usá-la como uma arma normal, mas a segunda era muito mais cruel. O usuário arremessaria a adaga e, quando a borda adentrasse no corpo do inimigo, a lâmina se tornaria imediatamente aquele esquilo, e a criaturinha perfuraria o corpo do inimigo e destruiria completamente todos os órgãos internos em segundos.

Aquilo era como o manual do usuário e a história da lâmina.

*Shua*

Quando a cena holográfica desapareceu, Han de repente sentiu um arrepio, não por causa de quão cruel era essa adaga, mas porque aquele ferreiro fazia parte da raça divina!

Han se abaixou e observou com cuidado. De fato, havia uma sutura na área da testa, que era uma característica muito óbvia da raça divina. Havia algumas costelas fraturadas na região do peito e também danos significativos no fêmur e no crânio.

Claramente, o ferreiro desta raça divina sofreu ferimentos sérios, e, quando estava à beira da morte, ele fugiu para cá, morreu, e o cadáver lentamente apodreceu.

Han procurou por um tempo, mas não encontrou outras coisas valiosas. Ele se levantou e pesou a adaga em sua mão.

*Chink*

A adaga foi atirada por Han no chão. Então, aquele esquilo realmente apareceu. Desta vez, ele não saiu correndo. Isso pois, quando o dedo de Han foi perfurado, era uma função da arma de reconhecer o dono, permitindo que aquele Esquilo Estelar Espiritual e as informações do DNA de Han se integrassem e se tornassem uma só entidade.

Vagamente, Han parecia ser capaz de sentir os pensamentos daquela criaturinha. Ela deitou tristemente ao lado do esqueleto, usando a cabeça para se esfregar nos ossos do braço daquele ser.

Parece que essa criatura tem sentimentos também, e talvez até saiba que esse ferreiro deu vida a ela. Então, mesmo que o ferreiro já tenha se tornado um esqueleto, o rapazinho ainda está um pouco ligado a ele. — Han pensou.

Esse sentimento era muito estranho. Embora a Garra do Demônio e a Garra Fantasma tivessem sido criadas por Han, elas na verdade não tinham muita conexão espiritual com ele, e eram mais como duas das ferramentas de Han.

Porém, com este Esquilo Estelar Espiritual, Han podia ver os sentimentos da criatura, e ele acreditava que, com o passar do tempo, essa conexão telepática ficaria mais intensa.

Mas, por que um ferreiro da raça divina iria aparecer aqui? Han não entendia.

Ele decidiu deixar para lá. Havia muitas coisas estranhas acontecendo no encontro da Dark Net de qualquer maneira, então não importaria que houvesse mais uma. Talvez, muito tempo atrás, este também tivesse sido território da raça divina ou algo assim, como até mesmo a Terra tinha pertencido a eles antes.

Han pensou por um segundo e decidiu cavar um buraco para enterrar o sujeito da raça divina.

Os chineses tinham um ditado dizendo que a pessoa precisava retornar ao solo para alcançar a paz. Embora Han não tivesse conhecido o sujeito, sua arma fantástica meticulosamente desenvolvida foi agora herdada por Han. Parecia o destino entrelaçado ali.

Além disso, Han nunca sentira essa segregação racial. Ele acreditava que nem todos os membros da raça divina seriam inimigos, assim como nem todos os humanos eram aliados.

Depois de enterrar o esqueleto, Han se despediu com uma reverência final, com as mãos formando a tradicional saudação chinesa.

O mais engraçado foi que aquele Esquilo Estelar Espiritual copiou os movimentos de Han, agitando suas pequenas garras em direção ao túmulo, formando uma visão realmente cômica.

— Tudo bem, vamos!

Com o comando dado, o Esquilo Estelar Espiritual imediatamente subiu na mão de Han e se transformou novamente naquela adaga prateada.

Han balançou a adaga e murmurou para si mesmo:

— De agora em diante, vamos chamá-lo de Raposa Prateada. Claro, mesmo que você não seja uma raposa. Quem se importa, né? Não posso culpá-lo por ser ainda mais esperto do que uma raposa. Copiar os meus gestos foi na verdade muito engraçado.

Forja? Arma biológica? Parece que a forja também é uma área muito interessante.

Han ponderou enquanto guardava a Garra do Demônio e a Garra Fantasma. As duas não eram engraçadas. A Garra Fantasma tinha um temperamento frio, enquanto a Garra do Demônio era como um soldado meio retardado.

Claro, Han ainda gostava muito das duas, porque ambas eram leais a ele. Han era grato a todos os parceiros leais, fossem pessoas ou bestas.

Garra do Demônio, Garra Fantasma, Raposa Prateada, Giro-Giro… Minha equipe está ficando maior e mais forte haha. — Han sorriu e pensou.

Ele voltou pelo mesmo caminho, e coincidentemente Torre Negra e Parco Luar Turquesa também o rastrearam até a beira do lago. Após o encontro, eles perguntaram ansiosamente a Han o que aconteceu.

Han apenas disse a eles que a criatura já havia sido pega pela Garra do Demônio, mas não contou a eles sobre o encontro com o ferreiro da raça divina na caverna subaquática. Os dois elogiaram o poder da Garra do Demônio e sequer mencionaram o esquilo. Os dois pensaram que Han, como um especialista em biologia genética, iria com certeza matá-lo para então fazer bestas de fusão com o corpo.

— Em nosso caminho para cá, descobrimos um vale muito perfumado, mas estávamos com pressa para encontrar você, então não tivemos tempo de dar uma olhada nele ainda, — Parco Luar Turquesa apontou para trás deles e disse.

— Ah, é? Então vamos dar uma olhada agora, — Han disse.

Os três chegaram ao lugar que Parco Luar Turquesa estava falando e, de fato, era extremamente perfumado. Essa forte fragrância era como um vinho adocicado, fazendo com que as pessoas se apaixonassem pelo clima do local.

Infelizmente, este vale não estava acessível, sendo protegido por uma barreira de energia em forma de rede, de modo que eles não conseguiam saber qual planta dentro do vale estava emitindo aquele maravilhoso aroma.

Torre Negra suspirou e disse:

— Eu sei que há muitas coisas boas no Vale do Universo, mas infelizmente a organização da Dark Net só abriu uma pequena parte para que possamos acessar, e deixou a maioria isolada.

Han assentiu. Ele já havia experimentado a magia do Vale do Universo, mas se o assunto fosse bens realmente extraordinários, na verdade não havia muito. Han conseguiu a pequena Raposa Prateada, então a viagem valeu a pena, mas ela era uma relíquia daquele ferreiro, por isso não podia ser considerada parte do Vale do Universo.

— Bem, vamos encerrar por hoje e voltar, — disse Han depois de pensar por um segundo.

O encontro prosseguiu por alguns dias e, como Han tinha pontos suficientes, ele também teve mais tempo livre para si mesmo. Além de fazer cinco bestas de fusão todos os dias para trocar por coisas que ele estava interessado, ele também iria a todos os tipos de arenas para assistir duelos.

Agora, Han finalmente achava que a Dark Net estava ficando interessante. Depois de um processo de seleção brutal, os que ainda restavam eram todos aberrações.

Han costumava ver as competições finais entre os soldados e notou que, entre todos os soldados, a maioria das técnicas que eles estavam usando eram proibidas, deixando Han deslumbrado. Ele achava que ele ter aprendido sua arte marcial proibida já era insano o suficiente, mas depois de observar aquilo ele finalmente percebeu que não havia algo que reinasse como a coisa mais louca do mundo, só tipos diferentes de insanidade.

Neste dia, quando Han, Parco Luar Turquesa e Torre Negra saíram de um confronto entre guerreiros, todos estavam suando frio. Han ficou realmente chocado com a última partida. Eles sentiram um arrepio na espinha enquanto andavam sob o sol escaldante.

Torre Negra teve alguns calafrios e então disse:

— Puta merda, o Traiçomatadorníaco é realmente brutal. O avatar dele é seu próprio pai e foi refinado com técnicas secretas? Se eu não visse com meus próprios olhos, eu me recusaria a acreditar que uma técnica tão macabra realmente existisse.

Han assentiu.

— Técnicas de avatares desse tipo são uma questão de sincronização. Traiçomatadorníaco usou seu próprio pai para fazer seu avatar. Talvez seja para alcançar uma integração de pensamentos e um alto grau de sincronização.

— Esses malditos malucos. Eu nunca conheci meu pai, mas, mesmo se tivesse, não mataria meu pai e o transformaria em uma múmia nem a pau. Imagina carregar ele nas minhas costas todos os dias. Se isso acontecesse, eu provavelmente morreria de todos os pesadelos que teria à noite.

O Parco Luar Turquesa parecia muito calmo. Um ato tão cruel como usar membros da família para fazer avatares não o chocava. Ele disse muito calmamente:

— Pode-se dizer que o Traiçomatadorníaco vem de um dos clãs de assassinos de primeira linha, e eu tenho algum conhecimento sobre eles. Seus parentes não foram mortos, mas sim se ofereceram para serem sacrificados. Em seu clã, os mais velhos consideram uma honra se sacrificar por seus filhos. Depois de alguns anos, Traiçomatadorníaco também irá escolher se suicidar, deixando para trás seu próprio corpo para proteger seus filhos. Seu clã seguiu esse tipo de sacrifício para conseguir suas vitórias.

Han olhou para Parco Luar Turquesa.

— Você parece entender sobre todos os tipos de clãs de assassinos, heim?

Parco Luar Turquesa assentiu.

— Na verdade, eu sei mesmo alguma coisa sobre eles, e consigo até reconhecer quem eles são na realidade. Para ser sincero, estou começando a ficar um pouco preocupado. Depois de todas essas eliminações, os que restaram são definitivamente a nata, mas ao mesmo tempo são uns monstros bizarros.

Torre Negra riu e disse:

— Nós três ficamos, então isso significa que somos todos monstros também?

Parco Luar Turquesa sorriu amargamente.

— Nós somos os normais entre os monstros.

Torre Negra tinha um caráter simples. Ele não se importou depois de ouvir isso e começou a rir em voz alta. Porém, Han e Parco Luar Turquesa não conseguiram esconder a preocupação e a ansiedade em seus corações.

Han sussurrou:

— Ontem, fui ver as partidas da arena de criações eletrônicas, e o foco do jogo era uma competição de radares. Um cara, para ganhar, pegou seu próprio cérebro, colocou-o em seu sistema e o conectou a 460 milhões de neurônios sem fio. Juntando isso com a partida que vimos hoje, acho que Parco Luar está certo. As pessoas que sobraram são ou malucos ou monstros, e todos os que não são insanos o suficiente foram eliminados.

Parco Luar Turquesa franziu o cenho.

— Na sua opinião, já que o pioneiro da Dark Net reuniu todos os loucos que moram na Dark Net, o que eles realmente pretendem fazer?

Han balançou a cabeça, com um olhar misterioso em seus olhos. Ele disse:

— Não está claro, mas o pioneiro Trindade disse que ele organizou este encontro na Dark Net para selecionar algumas pessoas para ajudá-lo a realizar algo. Agora, porém, vendo como ele escolheu um grupo de pessoas fora da casinha, eu acho que o que ele quer realizar pode ser um pouco difícil e complicado, algo que vai precisar de um grupo de lunáticos e monstros para fazer.

Torre Negra disse francamente:

— De que adianta se preocupar com isso? A julgar pela velocidade das partidas agora, a seleção terminará em três dias, e nós imediatamente saberemos a resposta.

Vermillion
Primeiro de seu nome, Nascido do Caos, o Que a Tudo Lê, Spymaster nas horas vagas, Father of Fakes, Professor de Inglês, Um dos Três, Editor do Qidian, Tradutor de TA, Soberania e DNG, Marido Raiz.

4 Comentários

  1. O jeito como o Han chega a conclusões óbvias é diferente. Antes tinham dito que não tinha a categoria mecânica ai do nada agr aparece.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!