DNG – Capítulo 216

Reencontrando Frank

— Frank? Por que é que você está aqui também? — Han disse com surpresa.

Este era o velho conhecido de Han do campo estelar túrbido, o líder do Clã dos Decapitadores, Frank. Ele tinha lutado uma batalha de vida ou morte com Han e Ye Guhong no passado, então o relacionamento deles poderia ser considerado como uma amizade que ia além de questões banais.

*Pa*

Frank a princípio não disse nada e apenas deu um grande abraço de urso em Han, então ele gritou com sua voz grave:

— Irmão! Meu velho irmão! Senti sua falta! Pessoal, venham aqui, esse é Han, meu irmão! — Frank gritou para outros soldados de elite atrás dele. Os membros de raças alienígenas eram geralmente muito abertos, não recatados como humanos ou divinos. Embora essas pessoas e Han não fossem da mesma raça, eles eram muito sociáveis ​​e se deram bem rapidamente.

Então, Han rapidamente fez muitos amigos de outras raças, a maioria dos quais vivia em sistemas e galáxias próximas da Via Láctea. Eles não eram tão bonitos, e seu temperamento era parecido com o simplório Frank.

Han realmente se encaixava muito bem nesse tipo de grupo. Era bem simples socializar com seres de outras raças, já que ele só precisava ser sincero. Xingar se quisesse xingar, e arrumar uma briga se não estivesse satisfeito com algo, mas depois da luta todos ainda seriam amigos.

Agora, os compatriotas humanos foram colocados em uma situação estranha. Como resposta à aquela situação interessante, eles apenas inclinaram as cabeças e observaram Han interagindo com um grupo de seres de outras raças.

— Ei, venham aqui, esses caras são todos gente boa, — Han gritou para seus compatriotas humanos.

Aqueles soldados humanos estavam meio receosos quando se aproximaram. Han sorriu e disse:

— Na verdade, nenhum de nós está em uma situação muito boa agora. A raça divina agora quer voltar para a Via Láctea, e não somos só nós que teremos que lutar contra eles. Todos os lugares por onde a raça divina passa ficam assolados pela destruição da guerra. Frank e os outros também veem a raça divina como inimiga. Já que todos nós consideramos a raça divina como inimiga, isso nos torna amigos, ha ha! Devemos ficar juntos e ajudar uns aos outros.

Aquela tentativa de “o inimigo do meu inimigo é meu amigo” de Han na verdade não teria muita força na questão lógica, mas os seres de outras raças eram mais simplórios e não se importaram. Eles só acharam que este ditado fazia sentido, então acreditavam nele. Embora não fossem próximos dos outros humanos quanto eram de Han, pelo menos não seriam hostis aos humanos agora.

Então, Frank começou a explicar por que ele veio parar ali:

— Eu conheci um velho muito estranho. Chamam ele de Joel, o Profeta.

— Profeta Joel… — Han parou por um segundo e então disse: — Eu conheço esse cara. Um tempo atrás, alguém até me pediu pessoalmente para encontrá-lo… Quem teria pensado que ele na verdade foi para o distante campo estelar túrbido… Como o Profeta te convenceu a vir aqui?

Frank explicou:

— O Profeta me falou muito sobre a Dark Net, e estava claro que ele respeitava muito a rede. Quanto ao motivo, ele disse a mesma coisa que você. Se a raça divina voltasse, nós também estaríamos ferrados, então ao invés de esperar pela morte, nós poderíamos lutar com eles até a morte. Ele me disse que, em uma guerra, mesmo o Clã dos Decapitadores e os humanos da Via Láctea juntos ainda não seriam páreos para a raça divina. Eu não gostei dessas palavras, mas essa é a verdade, então ele sugeriu que se eu quisesse lutar, deveria vir para cá e mandar bala, porque eu posso encontrar mais inimigos da raça divina aqui. Eu só achei que isso fazia sentido. Não gosto de esperar pela morte, então eu decidi vir aqui matar alguns divinos. Cada um que eu eliminasse já seria uma vantagem. Os meus homens queriam vir também, mas infelizmente o Profeta não recebeu muitos convites para o nível mais profundo da Dark Net, e por isso, da nossa raça, ele acabou só convidando a mim. O Profeta disse que sua missão agora é entrar em contato com os mais fortes no deserto galático ao redor da Via Láctea. Olha, esses caras também vieram aqui de lugares no deserto, embora as pessoas que os convidaram talvez não tenham sido o Profeta. Provavelmente são pessoas parecidas com ele.

Han assentiu com a cabeça. O Protetor não mentiu. O Profeta Joel de fato tinha uma conexão muito profunda com Trindade. Através de provas, Trindade convidou um grande grupo de elites da Dark Net e, ao mesmo tempo, Profeta visitou diversos sistemas e galáxias próximas e convidou os soldados de nível superior dentre as raças alienígenas.

O próximo passo provavelmente seria convidar as duas maiores potências da Via Láctea, a Aliança e o Domínio Oblívio. Só que não seria fácil tentar convencer a Aliança, porque as velhas forças tradicionais eram geralmente as mais teimosas.

— Esta Senda de Todos os Deuses é retardada! Eu cheguei aqui há dezenas de dias, matei inúmeras pessoas, passei por inúmeros testes, mas esse maldito sistema não me deixa ir para a segunda estação de comunicação. Diz aí, esse sistema não está tirando uma com a minha cara? Muitas pessoas que são mais fracas que eu estão agora na minha frente. Como é que eu vou manter minha reputação? — Frank reclamou.

Han riu e disse:

— Nenhuma regra é a única regra da Senda de Todos os Deuses. Ninguém sabe quais são os requisitos para subir de nível, mas você deve confiar em sua força. Se o sistema não permitir que você suba de nível, você deve continuar matando! Se matar 100 não for o suficiente, então mate 1000! Se 1000 ainda não for o suficiente, mate 10.000! Se isso ainda não bastar, mataremos todos! Vamos ver se o sistema vai nos deixar subir de nível ou não!

Frank ficou atordoado pela primeira vez, mas então ele começou a rir quando deu um soquinho no ombro de Han.

— Agora eu lembrei porque nós somos irmãos! Puta merda, nosso temperamento é exatamente o mesmo! Pois bem. Esse maldito sistema não me deixa subir de nível, então vou matar todos os inimigos que encontrar!

Os alienígenas ao redor deles também sentiram que tinham um temperamento semelhante ao de Han. Se momentos antes eles diriam que se tornaram amigos de Han por causa de Frank, agora eles gostavam de Han puramente por causa de seu caráter.

— Você viu Ye Weiwei ou Ye Guhong recentemente? — Han perguntou a Frank sobre a Família Ye. Ele realmente sentia falta de Ye Weiwei, porque a garota sempre ficava muito feliz quando saía com ele.

Como homem, era sempre bacana se uma garota linda ficasse animada e feliz em lhe ver. Porém, quanto a quaisquer sentimentos adicionais, até agora não havia nenhum.

— Não tenho visto eles não, mas outros membros da Família Ye fizeram visitas frequentes. Ye Weiwei e Ye Guhong provavelmente já foram para uma galáxia ainda maior. Eu realmente sinto falta deles também. Se o Profeta os encontrar, ele provavelmente vai convidá-los para a Senda de Todos os Deuses, e assim todos nós podemos nos encontrar novamente, — Frank disse.

— Seria legal. Aliás, a parte dos guerreiros na Senda envolve apenas matar? — Como não havia mais notícias sobre Ye Weiwei, Han começou a perguntar sobre outras coisas por curiosidade.

— Existem outras opções, mas eu escolhi o de guerreiro primário, então mais da metade das missões precisam ser completadas através de batalhas. Você não recebeu nenhuma missão? — Frank ficou um pouco intrigado.

Han balançou a cabeça e disse:

— Não, mas mesmo se eu tivesse feito, não deveria ser uma missão de combate, porque sou registrado como um domador de bestas, então o sistema provavelmente me designaria algumas missões mais técnicas.

— Domador de bestas? — Frank ficou muito surpreso. — Seu poder de luta não fica abaixo do meu, pirralho, e você mesmo assim se registrou como um domador de bestas? Eita, garoto, quantas coisas você aprendeu?

Durante aquela conversa calorosa, Han não notou nada, mas no grupo da raça divina um cara já estava de olho em Han de muito longe. Era um indivíduo com uma cicatriz na testa. Os membros da raça divina, que passaram por uma intensa mutação genética, tinham como objetivo maior ativar o terceiro olho em sua testa. Para essa raça, ter o terceiro olho era a característica que os tornava indefinidamente próximos de deus. E a cicatriz na testa desse cara parecia ter sido deixada devido a uma tentativa fracassada de ativar o terceiro olho. Ele se virou, tirou um papel que nem sequer era do tamanho de uma caixa de fósforos, escrito com palavras e imagens que ninguém conseguia entender.

Com um leve movimento do dedo, este estranho papel desapareceu. Ao mesmo tempo, Han ao longe sentiu um calafrio, como se algo tivesse levemente cutucado suas costas. Ele se virou, mas não viu nada de suspeito.

Aquilo era algo chamado runa. Os mais longos eram chamados de pergaminhos rúnicos, enquanto que os mais curtos eram chamados de esquemas rúnicos, e esse era um tipo de ferramenta poderosa que só podia ser usada na Senda de Todos os Deuses.

Cada pergaminho requeria uma grande quantidade de pontos para se comprar, e eles estavam escondidos, assim como a sala preciosa que 9527 guardava. Seria preciso completar missões específicas para poder ver essa opção de negociação.

Agora, Han inconscientemente recebeu o efeito daquele pergaminho.

— Então, nos veremos mais tarde. Haverá um dia em que nos encontraremos novamente no destino final, a Estação de Comunicação nº 9, — Han disse para Frank.

— Tudo bem, se cuida! — Frank deu um grande abraço em Han novamente.

Então, Han se dirigiu a uma das grandes rochas negras com uma marca de palmeira nela, e moveu sua mão lentamente em direção a ela.

*Shua*

Naquele instante em que a ponta do dedo de Han tocou a rocha negra gigante, ele desapareceu magicamente.

Vermillion
Primeiro de seu nome, Nascido do Caos, o Que a Tudo Lê, Spymaster nas horas vagas, Father of Fakes, Professor de Inglês, Um dos Três, Editor do Qidian, Tradutor de TA, Soberania e DNG, Marido Raiz.

2 Comentários

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!