DNG – Capítulo 245

Metrônomo de Batalha

Como dizia o ditado, um homem só é nobre quando consegue sentir piedade por todas as criaturas.

Han era um soldado e, por isso, quando a Legião de Fronteira colocou suas vidas em risco para cumprir seu dever, seu coração foi tocado como se ele estivesse se vendo anos atrás, lutando lado a lado com seus irmãos. Embora ele não soubesse quem eram os soldados da Legião de Fronteira, nem de onde eles vieram, ele ainda decidiu ajudar essas pessoas. Soldados valentes não deveriam ser sacrificados em vão.

O exército sem nome formado temporariamente, sob o comando de Han, investiu no sentido contrário, como se fosse uma ponta afiada, indo para o meio, onde a batalha era mais intensa.

Na verdade, nem todos naquele grupo sem nome concordaram com a decisão de Han. Afinal, eles finalmente saíram e deixaram as áreas mais perigosas, mas agora Han estava levando todos de volta, o que não era diferente de simplesmente pular de volta em uma fogueira.

Porém, os soldados mais espertos ainda não deixariam o grupo de Han, mesmo que não concordassem. Afinal de contas, esse time poderia evitar os ataques das habilidades dos insetos, e quem se desgarrasse provavelmente morreria mais rápido.

É claro que a maioria dos soldados ainda concordou, porque sangue quente também corria em suas veias. Depois de ver como a Legião de Fronteira lutava com tanto altruísmo, como pessoas, eles pelo menos sentiram simpatia e respeito.

— Presas de Lobo, agora!

A tática de Han não tinha a fraqueza de possivelmente ser anulada, mesmo depois de repetidas utilizações. Então, e daí se os insetos perceberam o que a tática era? Mesmo assim, eles ainda não conseguiam encontrar uma maneira de anulá-la completamente.

O caminho que Han selecionou era muito perigoso, e estava bem na frente da Legião de Fronteira, onde a maioria dos inimigos estava. Ele decidiu atacar a área mais feroz, como um caranguejo entrando lateralmente na batalha.

Dessa forma, Han basicamente atraiu a maioria do poder de fogo inimigo, conseguindo valiosos momentos para que a Legião de Fronteira pudesse se recompor. E, como Han atacou pela lateral, tal ataque basicamente liberou temporariamente toda a linha defensiva, saindo daquele fervo do outro lado do ponto inicial!

Claro, o custo também foi enorme. Devido à vantagem tática, o exército sem nome até agora não tinha sofrido muitas baixas. Porém, depois dessa investida lateral, a contagem de baixas chegou a 500 pessoas! Ficou claro o quão enorme era a pressão no campo de batalha.

— Irmãos, vocês ousam voltar mais uma vez para outro massacre?! —  Han gritou.

— Como eu não ousaria! Vamos foder esses insetos!

— Matem eles!

— Quem ficar para trás é mulher do padre!

Os soldados do exército sem nome já tinham os olhos cheios de sangue devido àquela matança, e já tinham esquecido ou simplesmente ignorado o porquê de estarem naquele campo de batalha para começo de conversa.

Esse tipo de situação era muito comum em batalhas de grande escala. Depois de ver cadáveres e sangue para todo lado, os soldados ficavam com o sangue fervendo e a adrenalina a mil, esquecendo tudo e se focando apenas em matar. Matar desesperadamente, matar a todo custo!

Em um piscar de olhos, o exército sem nome investiu novamente!

A inigualável tática Presas de Lobo ainda era imbatível, um massacre unilateral impossível de ser contado.

Han e os outros não tinham como saber, mas estavam sendo observados por muitos pares de olhos naquele exato momento, através da Dark Net. Se não fosse pelo exército sem nome de Han, a Legião de Fronteira não apenas teria perecido, como a última linha de defesa também teria caído.

E quem exatamente eram Han e os outros? Eles eram um bando de pessoas que eram menosprezadas pela Corporação de Todos os Deuses, tendo sido jogados ali para serem julgados!

Quem imaginaria que, no final, o destino da linha de defesa dependia de um bando de soldados que estavam sendo julgados.

Quanto aos soldados da Legião de Fronteira, eles eram provavelmente os mais emotivos no momento. Muitas vezes, em batalhas como essa, o céu e o inferno estavam a um passo de distância. Se o exército sem nome de Han não tivesse aparecido, a Legião de Fronteira já teria ido para o saco. Mesmo que muitos deles tivessem a determinação de se sacrificar em prol da causa, a moral deles tinha baixado ao extremo, e os números inimigos eram enormes.

O exército sem nome de Han cruzou de um lado a outro daquele tsunami, como um caranguejo, e isso inflamou o espírito de luta da Legião de Fronteira, permitindo que eles enxergassem novamente uma luz no fim do túnel!

O poder da tática Presas de Lobo foi completamente revelado, e isso chamou bastante a atenção para Han. Muitos soldados experientes já haviam notado que Han era um comandante natural, um raro metrônomo de batalha. O mais especial era o último título, metrônomo de batalha. Esse era definitivamente um título muito alto, ainda mais do que o título de comandante nato.

O exército sem nome de Han atacou diretamente a formação mais poderosa do inimigo, chegando onde quer que fosse necessário!

A ponta da linha de defesa estava sob pressão e estava prestes a ruir? Han lideraria sua equipe e chegaria logo, pisando sobre os corpos mortos dos inimigos. A outra ponta da linha de defesa estava prestes a se desfazer? Han iria levar seu exército e aparecer com tudo, depois de destruir as forças inimigas da maneira mais brutal e violenta!

De um modo geral, mesmo os idiotas saberiam que era preciso evitar entrar em um cerco inimigo porque era muito perigoso. Porém, a lógica de Han foi o completo oposto. Se ele não estivesse em um cerco apertado, a tática Presas de Lobo não seria tão eficaz e perderia a glória que merecia.

Era por isso que ela também poderia ser chamada de Tática de Perfuração, quebrando o cerco inimigo quando necessário, ou talvez abrindo caminho em direção ao líder inimigo e matando-o!

Han até achou que este exército formado temporariamente, em combate, era ainda mais forte que a legião de talentos da Terra que ele formou há anos, que treinaram juntos por um longo tempo. Afinal de contas, embora o exército sem nome tivesse uma composição muito complexa, havia de fato muitos soldados de elite lá no meio. Que tipo de pessoas provavelmente desobedeceriam as regras da Senda de Todos os Deuses? Claro, seriam aquelas pessoas que se aproveitam de sua força poderosa. Embora essas pessoas que estavam sendo julgadas não fossem sujeitos bonzinhos e obedientes, elas eram de fato uma mistura de soldados de primeira linha, e muitos de seus poderes foram vistos pela primeira vez por Han.

Um exército tão poderoso, somado ao fato de Han ser um comandante genial e um metrônomo de batalha, demonstraram uma eficácia de combate surpreendente.

Porém, na segunda vez que eles voltaram lateralmente ao longo da linha de defesa, o exército sem nome finalmente não conseguiu mais se sustentar com alta eficiência e perdeu mais de 1000 pessoas.

A Presas de Lobo, que foi originalmente formada com mais de 5000 pessoas, agora estava fraquejando, sobrando apenas 3800 pessoas. Diante do poderoso tsunami de insetos e das crescentes baixas, a força de combate desse exército começou a cair exponencialmente.

Nem todo comandante poderia suportar essa pressão, mas Han era diferente. Logo depois que ele fez sua estreia como um guerreiro, ele demonstrou seus ossos duros de roer. Então, sob a liderança dos três viciados, ele seguiu um caminho bastante desordeiro.

Han era muito duro com seu próprio corpo, sabendo apenas atacar, sem recuar um passo!

— Irmãos! De novo! — Han levantou sua Vênus Perseguidora de Estrelas e gritou.

O exército sem nome só tinha 3800 pessoas restando, e quanto menor o número, mais deles seriam mortos. Se eles investissem novamente, o número de vítimas provavelmente triplicaria. Seria uma estimativa segura dizer que apenas algumas centenas de pessoas sobreviveriam.

Investir novamente?

Então, mesmo aqueles que estavam confiando plenamente em Han, agora estavam um pouco hesitantes.

Finalmente, o primeiro soldado deixou a formação de Han. E quando um primeiro o fez, um segundo e um terceiro o seguiram.

Então, quando Han decidiu atacar o tsunami de insetos pela terceira vez, havia menos de 2000 pessoas ao seu lado, e os outros soldados não queriam mais lutar junto com Han, tentando sobreviver.

Porém, a desvantagem numérica não pôde deter a determinação de Han. Ele ainda investiu de volta, como uma lâmina afiada cortando o pelotão inimigo. Ocorre que essa lâmina já tinha algumas rachaduras e não era mais tão afiada. Os soldados ao lado dele começaram a morrer rapidamente, resultado de um número desvantajoso e também da exaustão física.

Quando Han e os outros chegaram ao centro da linha de defesa, havia cerca de mil pessoas no grupo dele, e ainda estavam perdendo números rapidamente. Não se poderia dizer que esse resultado fosse uma fraqueza da estratégia, já que, assim como um lobo, por mais afiados que fossem seus dentes, ainda não conseguia derrubar um dinossauro.

Afinal, Han e os outros eram apenas um bando de soldados que nem haviam recebido o título de Lorde Estelar, e nem sequer eram membros oficiais da Corporação de Todos os Deuses. Eles já fizeram muito mais do que qualquer um esperava.

— Merda, acho que hoje minha jornada chegará ao fim! — o homem azul disse. Seu ombro foi cortado por um inseto e estava sangrando sem parar.

Han não disse nada. Ele tinha plena convicção de que este exército sem nome já estava esgotado, e não teria como continuar se sustentando.

Vermillion
Primeiro de seu nome, Nascido do Caos, o Que a Tudo Lê, Spymaster nas horas vagas, Father of Fakes, Professor de Inglês, Um dos Três, Editor do Qidian, Tradutor de TA, Soberania e DNG, Marido Raiz.

1 Comentário

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!