GOM – Capítulo 87

Um ataque, um porco morto

O Continente Dragão Oculto, local vasto e rico em recursos, possuía montanhas gigantescas, rios imensos, mares sem limites e até mesmo lagos envoltos em miasma.

Terras Selvagens era o nome dado a uma enorme planície situada fora dos domínios do Império Vento Suave. Nesta planície havia uma floresta enorme e um lago gigantesco. Contudo, esses não eram o ponto principal. O ‘Selvagens’ no nome se dava por causa da presença de inúmeras bestas espirituais que viviam nessa planície sem fim. Tais bestas possuíam forças de diferentes magnitudes dependendo da região.

As Terras Selvagens eram como círculos agrupados, um dentro do outro, possuindo ao final três camadas: camada externa, camada interna e centro. A força das bestas espirituais que vagavam em cada uma dessas camadas era diferente. Quanto mais próximo do centro, mais fortes as bestas espirituais seriam… Havia até rumores de que uma besta espiritual de grau nove habitava no centro das Terras Selvagens.

Assim sendo, o centro das Terras Selvagens também era conhecido como a área proibida para humanos. Até mesmo um cultivador do sétimo nível, Santo Bélico, não se atreveria a pisar nessa área. Em frente a uma besta suprema de grau nove, um Santo Bélico não era diferente de uma formiga.

Na camada externa das Terras Selvagens.

Com um barulho bem alto, ventanias poderosas de repente irromperam em meio à floresta, demolindo as árvores ao redor. No meio dessa bagunça, era possível ver duas pessoas extremamente rápidas perseguindo uma besta espiritual. Elas tentavam cercar a besta, atacando-a com todo tipo de técnica marcial que conheciam.

A velocidade da besta era tremenda, e a aura que exsudava do corpo dela era bastante poderosa. Era uma besta espiritual de grau seis. Correntes de eletricidade podiam ser vistas a todo momento vagando pela superfície do corpo da besta, produzindo sons de choque.

— Irmão sênior[1]! O Porco do Raio Flamejante está mais lento! Não podemos deixar ele escapar! — uma voz delicada soou enquanto um fluxo de energia pura avançava e atingia o Porco do Raio Flamejante à frente deles.

Com um rugido, o Porco do Raio Flamejante ficou ainda mais rápido e avançou na direção de uma árvore enorme. Ele bateu com a cabeça na árvore e a derrubou sem muito esforço, em seguida, um arco de eletricidade saiu de seu corpo e atingiu a árvore, colocando-a em chamas.

Um homem em vestes verdes, com os cabelos soltos balançando no ar, perseguia a besta espiritual enquanto “surfava” em cima de uma espada voadora. Com um leve sorriso no rosto, ele olhou para o Porco do Raio Flamejante fugindo à distância e disse:

— Irmã júnior[2], não há motivo para pressa. Apesar de ser uma besta de grau seis, o único ponto forte dela é sua defesa forte. Sua habilidade para combate, velocidade e estamina são fracas. Logo ela vai ceder.

Próximo do homem bonito, havia uma jovem garota adorável, com olhos brilhando de ânimo, olhando para a besta à distância. Ela estava sorrindo, e havia duas covinhas nas suas bochechas, o que a tornava mais adorável.

De repente, o homem ficou um pouco surpreso enquanto olhava, confuso, à distância.

O Porco do Raio Flamejante havia parado de repente. À frente do porco espiritual, o espaço vazio começou a distorcer. Logo após, um ciclone poderoso irrompeu daquele local distorcido. Feixes brilhantes de luz podiam ser vistos em meio ao ciclone.

“Boom!”

Com um barulho bem alto, o ciclone se dispersou de vez e uma pessoa magra apareceu de repente.

Rugindo furiosamente, o Porco do Raio Flamejante voltou a si e avançou na direção daquela pessoa, com sua velocidade incrível. Afinal, esta era uma besta espiritual de grau seis. Embora sua habilidade de combate fosse fraca, o impacto causado pelo seu corpo a tamanha velocidade ainda seria devastador.

— Hmm? Mas que diabos é isso? — A pessoa magra parecia um pouco atordoada de início. Ao levantar a cabeça e ver o porco vindo ferozmente em sua direção, essa pessoa imediatamente ergueu as sobrancelhas e falou “Mas que diabos é isso?”.

— Cuidado! — Apesar do homem em vestes verdes não entender como esse jovem apareceu assim de repente, ele ainda tentou alertá-lo de boa vontade.

A jovem garota com covinhas, que seguia logo atrás do homem, ficou pálida de aflição. Ela cobriu os olhos com suas mãos, não tendo a coragem de assistir a cena terrível que estava prestes a ocorrer…

O homem em vestes verdes não esperava que alguém fosse aparecer de repente na frente do Porco do Raio Flamejante. Apesar do poder de combate dessa besta espiritual não ser lá muito forte, seu poder defensivo era assustador. Com sua pele dura e resistente e músculos grossos, até mesmo um Imperador Bélico sofreria uma bela de uma lesão ao ser atingido por sua investida. Piorou para uma pessoa normal, que imediatamente viraria carne amassada.

Contudo, o que aconteceu naquele momento fez a expressão no rosto do homem congelar de repente, com seus olhos recheados de incredulidade.

Apesar de haver um Porco do Raio Flamejante avançando furiosamente na direção dele, esse jovem parecia estar de boa. Não havia nem mesmo uma mínima mudança em sua expressão, e seus olhos estavam tão calmos quanto a água de um lago. De repente, uma faca de cozinha, de aparência simples, apareceu na mão do jovem.

Isso é sério? Qual a lógica de pegar uma faca de cozinha quando tem uma besta furiosa vindo em sua direção? — Esse foi o primeiro pensamento que o homem em vestes verdes teve quando viu a faca de cozinha na mão do jovem.

Contudo, o que aconteceu depois foi completamente fora de suas expectativas. A velocidade do Porco do Raio Flamejante não diminuiu, mas a faca na mão do jovem começou a emitir um brilho dourado bem forte. O homem em vestes verdes não conseguiu suportar o brilho e teve que fechar os olhos.

Depois que o brilho dourado sumiu, tudo ficou silencioso.

Quando o homem em vestes verdes viu a cena à sua frente, sua boca se abriu lentamente e seu rosto ficou repleto de terror e seriedade. A jovem garota, que estava perto dele, exclamou em surpresa, com seus olhos arregalados.

O Porco do Raio Flamejante foi dividido em duas metades. As metades caíram em lados opostos no chão e sangue se derramou por todo o canto. Ainda havia um pouco de eletricidade percorrendo a poça de sangue no chão.

O jovem guardou sua faca de cozinha e caminhou na direção do Porco do Raio Flamejante enquanto carregava uma pequena trouxa[3]. Ele se agachou perto do cadáver do Porco do Raio Flamejante e parecia estar observando algo.

O homem em vestes verdes e a jovem garota descenderam rapidamente, não se atrevendo a fazer o menor dos barulhos. Só por essa pessoa à frente deles ser capaz de matar um Porco do Raio Flamejante, que era conhecido por seu grande poder defensivo, com um único ataque, já provava que ele era um expert extremamente poderoso.

Ele poderia até mesmo ser um cultivador do sétimo nível, Santo Bélico!

— Sua Excelên… Sênior, que ataque incrível! O senhor conseguiu matar o Porco do Raio Flamejante com um único ataque. Isso foi incrível e inspirador, — o homem em vestes verdes falou enquanto mantinha um sorriso no rosto.

O jovem levantou a cabeça inexpressivamente e olhou tanto para o homem em vestes verdes quanto para a jovem garota com covinhas nas bochechas. Ele assentiu indiferentemente com a cabeça e se levantou.

— A carne do Porco do Raio Flamejante contém os elementos do fogo e raio. É um ingrediente muito bom. Mas infelizmente, esse ingrediente ainda está longe do necessário. Preciso encontrar um bem melhor, — o jovem murmurou para si mesmo. Contudo, essas palavras soaram como trovão nos ouvidos do homem em vestes verdes.

Deus… Ele definitivamente é um grande mestre! Até mesmo uma besta de grau seis não é boa o suficiente para ele. Será que ele está à procura de uma besta espiritual de grau sete? — o homem em vestes verdes pensou.

— Hmm… Qual é o nome de vocês? O que estão fazendo aqui? — o jovem perguntou, ainda com um semblante inexpressivo.

— Sênior, eu sou Tang Yin, um discípulo da Seita Arcana Celestial. Essa é a minha irmã júnior, Lu Xiaoxiao. Poderia eu saber o seu digníssimo nome? — Tang Yin falou respeitosamente. Ao se aproximar do jovem, o homem em vestes verdes fez uma avaliação mais precisa e descobriu que o corpo desse jovem não era lá muito forte. De acordo à sua avaliação, o corpo do jovem estava por volta do quarto nível, Espírito Bélico. Mas mesmo assim, ele ainda falou de modo respeitoso.

Quarto nível, Espírito Bélico… Um cultivador do quarto nível nunca se atreveria a entrar nas Terras Selvagens. Obviamente… É impossível um cultivador do quarto nível matar um Porco do Raio Flamejante com um único ataque! Deve ter caroço nesse angu aí! — o homem em vestes verdes, Tang Yin, pensou.

— Oh, meu nome é Bu Fang. Eu sou um cozinheiro. Eu sou do… ehh… ah, Império Vento Suave, — Bu Fang se apresentou propriamente.

Eh… Anh? Um cozinheiro? Eu ouvi errado? É sério isso? — Tang Yin pensou.

Ambos Tang Yin e Lu Xiaoxiao ficaram com expressões estranhas no rosto. Eles tinham que admitir que os passatempos desses poderosos eram de fato difíceis de compreender. O(A) mestre(a) deles, que era o(a) terceiro(a) Élder[4] da Seita Arcana Celestial, também gastava um montão de tempo estudando e praticando culinária na cozinha.

— Sênior, você poderia vender esse Porco do Raio Flamejante para nós? Minha irmã júnior e eu só viemos às Terras Selvagens para caçar esse Porco do Raio Flamejante… — Tang Yin disse enquanto fazia o gesto da palma cobrindo o punho.

Bu Fang pensou por um momento enquanto olhava para o cadáver do Porco do Raio Flamejante. Os cantos de sua boca se esticaram formando um sorriso enquanto ele dizia:

— Podem ficar com ele, eu não preciso. Tirando o fato de que ele é um ótimo ingrediente para culinária, não existe nenhum outro uso para a carne do Porco do Raio Flamejante. E isso quer dizer que… Vocês dois também são cozinheiros, né?

As pupilas de Tang Yin se contraíram levemente enquanto seu coração de repente se enchia de admiração por Bu Fang. Como esperado de um grande mestre! Esse Bu Fang havia percebido na hora qual era a intenção deles ao quererem o porco. Ele estava certo! Eles estavam ali justamente para coletar ingredientes para o(a) mestre(a) deles, que era um(a) cozinheiro(a)!

— Eh… Bem… Sênior está certo, mas nós não somos cozin… — Tang Yin estava prestes a esclarecer.

— Não importa se vocês são ou não cozinheiros. Eu só tenho uma pergunta a fazer… — Bu Fang interrompeu Tang Yin e disse. — Vocês sabem se tem algum ingrediente bem superior a este porquinho que esteja por aqui pelas redondezas?

[1] – Decidi manter desse jeito, como está no inglês. Isso não quer dizer que sejam irmãos de verdade. Irmão ou irmã é como todos os discípulos de alguma seita se chamam, dependendo do gênero. E sênior ou júnior, depende se são mais velhos ou mais novos, mas eu não sei se isso se baseia na idade normal ou no tempo que cada um tem na seita.

[2] – Irmã -> Tratamento por ser da mesma seita e por ser mulher. Júnior -> Por ser mais nova ou por ter menos tempo na seita.

[3] – ‘Trouxa’ aqui tem o sentido de ser um embrulho feito de pano. Só isso. Rsrs

[4] – Decidi manter o nome ‘Élder’ mesmo. Todo mundo sabe que élderes são anciões ou líderes da seita, né?

[Kabum: Gente, eu venho tendo alguns problemas e terei que parar de postar capítulos por um ou dois meses. Talvez eu poste um ou outro durante esse meio tempo, mas não garanto.]

Kabum
Engenheiro Mecânico. Soteropolitano.

1 Comentário

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!