LAB – Capítulo 192

No cair da noite

Havia cerca de cinquenta cavaleiros, todos vestidos com armaduras que brilhavam à luz do sol. Três bandeiras balançavam com o vento entre as tropas, duas delas com imagens de uma torre alta e dois piques, simbolizando a Família Real do Reino de Castelo Cinza, enquanto a terceira bandeira tinha um desenho de uma torre alta e a cabeça de um cavalo. Petrov pensou por um tempo e depois se lembrou que era o símbolo da Família Hawes.

Um homem avançou para a frente da tropa e gritou:

— Eu sou Lehmann Hawes, o emissário do Rei Timothy. Trago comigo uma resolução da Cidade Real de Castelo Cinza. Por favor, baixem a ponte levadiça.

— Onde está seu certificado? — Petrov esticou o pescoço e gritou de volta.

O cavaleiro tirou um arco e flecha de suas costas, amarrou um rolo de pergaminho na flecha e, em seguida, atirou-a para o topo da muralha da cidade.

O guarda de Petrov pegou a flecha e a trouxe para ele. Ele desenrolou o pergaminho e viu que fios de ouro estavam entrelaçados na parte inferior do documento. No canto inferior direito estava o selo real dos Wimbledon. Com isto, Petrov tinha certeza que este cavaleiro era de fato o emissário do Rei.

— Abaixe a ponte levadiça. Abram os portões. — Petrov suspirou profundamente.

Ele poderia mais ou menos adivinhar o conteúdo desta resolução, provavelmente algo da Cidade Real de Castelo Cinza a respeito de Roland Wimbledon. Como o cavaleiro não era um impostor, ele não tinha nenhuma razão para proibir ou até mesmo matar este emissário do novo Rei, ou ele seria considerado como um inimigo da capital do Reino de Castelo Cinza. Por exemplo, se Petrov fizesse realmente isso, assim que a notícia de que o cavaleiro do novo Rei foi assassinado, os outros nobres das grandes Famílias se voltariam contra a Família Madressilva sem qualquer hesitação, e a revolta que havia sido suprimida por ele voltaria com toda força.

Mas o fato de que Timothy despachou somente uma delegação com cinquenta cavaleiros e um emissário para saber sobre a situação na Região Oeste apenas prova o que o Príncipe Roland disse, que o novo Rei não tem tempo para administrar a Região Oeste. — Petrov pensou — Já que Sua Alteza derrotou facilmente a Coalização de Duque Ryan com mais de mil soldados, estes cinquenta cavaleiros provavelmente irão voltar de mãos vazias.

Claro, Petrov sabia que era necessário transmitir esta informação a Sua Alteza Roland rapidamente.

Pensando nisso, ele chamou o cavaleiro que trouxe a mensagem e disse:

— Westeros[1], pegue três cavalos de crina curta, de modo que você possa revezar e cavalgar com eles rapidamente. Leve esta informação para o Lorde de Vila Fronteiriça o mais rápido possível. Diga que as tropas de Timothy estão aqui.

— Sim, meu senhor! — Westeros disse, balançando a cabeça.

Observando o cavaleiro sair, Petrov suspirou.

— Vamos acolher o emissário do novo Rei.

De pé nos portões da cidade, Petrov percebeu que os cavaleiros estavam de bom humor, andando em fileiras de dez, mas que ainda assim aparentavam estar um pouco cansados. Parecia que se um vento forte soprasse, a maioria deles poderia cair de seus cavalos a qualquer momento.

— Bom dia, Cavaleiro Lehmann. — Petrov cumprimentou-o, enquanto assentia — Eu sou o administrador de Forte Cancioneiro, Petrov Hull da Família Madressilva.

O termo “administrador de Forte Cancioneiro” fez com que Petrov se sentisse um tanto estranho. Se ele fosse o Lorde da Região Oeste ou o Duque de Forte Cancioneiro, ele não precisaria saudar o cavaleiro. Na verdade, ele nem sequer precisaria acolher o emissário nos portões da cidade. Tudo o que ele precisava fazer era esperar que o emissário fosse encontrá-lo em seu castelo, o castelo do Lorde.

— Eu ouvi sobre você na Serra do Vento Congelante, “Lorde do Duque Substituto”. — Lehmann desceu do cavalo, caminhou até Petrov e disse com um sorriso — A Região Oeste é realmente um lugar estranho. O grande exército que Duque Ryan convocou não conseguiu conquistar uma pequena vila, e ele ainda perdeu a vida. Isso é bastante raro no Reino de Castelo Cinza. Claro, provavelmente isso é uma boa notícia para os Madressilva.

Petrov ignorou automaticamente o sarcasmo do emissário e disse:

— Como estão seus subordinados? Eles parecem um pouco… cansados.

— Não se preocupe com eles. — Lehmann olhou para seus homens atrás dele — Provavelmente porque eles já percorreram um longo caminho e não estão acostumados com o clima deste lugar. Um descanso vai fazer-lhes bem. Para ser honesto, este lugar é um pouco quente demais.

— É um pouco demasiado frio no norte. — Já que o cavaleiro parecia indiferente, Petrov também queria dar uma cutucada — Estou muito curioso sobre o porquê Sua Majestade enviou uma tropa e um emissário da Serra do Vento Congelante e não da Cidade Real de Castelo Cinza.

— É porque Sua Majestade Timothy está na Região Norte agora. — Lehmann respondeu francamente — Duque Ise criou um motim na Região Norte aproveitando que o exército na fronteira está fraco neste momento. Ele era o principal suspeito de ser o responsável por essa rebelião, então o Rei precisou liderar seu exército para subjugá-lo.

Uma rebelião? — Petrov fez uma careta — Isso não faz sentido. Embora o exército da fronteira seja composto de cavaleiros e mercenários de vários lugares do Reino de Castelo Cinza, boa parte de seus membros são soldados do próprio Duque. Como ele poderia começar uma rebelião quando seus soldados acabaram de sofrer uma grande perda? — Então ele se lembrou de que na carta de Duque Ryan, estava escrito que o Duque pretendia anexar a Região Norte ao seu território… e isso deixou Petrov com calafrios[2]Será que Timothy Wimbledon tem o mesmo plano?

— Então, qual é resolução da Cidade Real de Castelo Cinza?

— Uma ordem para voltar. — Lehmann respondeu — Sua Majestade me enviou aqui porque ele não deseja ver a Região Oeste entrar em guerra como a Região Norte. Se minha memória não me falha, assim que os Meses dos Demônios terminaram, Sua Majestade enviou a Roland Wimbledon uma ordem para retornar também, mas ele ainda não retornou para a Cidade Real de Castelo Cinza.

— Suponho que o documento tenha chegado em Forte Cancioneiro há cinco meses, mas Sua Alteza Roland não retornou para buscar abrigo no Forte durante os Meses dos Demônios como os outros Lordes fizeram. —  Petrov fez uma pausa — Naquela época, ele estava liderando seu povo para defender os ataques das bestas demoníacas, acredito que seja por isso que ele não tenha retornado imediatamente a Cidade Real de Castelo Cinza após receber a ordem.

— Os Meses dos Demônios acabaram há três meses. —Lehmann disse sem comentar as palavras Petrov — O Rei me enviou para acompanhar Príncipe Roland até a capital do Reino.

— E quando você pretende ir até Vila Fronteiriça?

— Vamos partir amanhã de manhã.

Geralmente com uma velocidade normal, para chegar até a vila são necessários três dias de viagem. Se eu enviar um cavaleiro agora e ele viajar de dia e de noite, ele chegará até a vila em no máximo 24 horas, o que dará a Sua Alteza Roland tempo suficiente para se preparar. — Petrov pensou — Isso é tudo que eu posso fazer.

Liderando a delegação e o emissário para o acampamento do Forte, Petrov parou e disse:

— Isso costumava ser o local de parada dos cavaleiros do Duque. Desejo a todos um bom descanso esta noite. O jantar será servido mais tarde. Quando a você, senhor emissário… — Petrov olhou para Lehmann Hawes e disse — Vamos preparar um banquete especial no castelo em sua honra. Por favor, venha se juntar a nós.

— Eu aprecio sua generosidade, Sir Petrov. — O emissário disse sorrindo.

Depois da festa, Lehmann voltou para o acampamento. Enquanto entrava em uma grande tenda, vários de seus subordinados começaram a rodeá-lo às pressas.

— Como está a situação? — Lehmann perguntou.

— Existem pessoas de olho em todos os lugares. Uma tropa de cem soldados está estacionada na saída, a maioria dos quais não estão totalmente blindado. Eu acho que é a patrulha da cidade. — Um de seus subordinados relatou — Parece que o Lorde está preocupado com nossa presença.

— Pelo menos a informação é precisa, porque isso é também o que eu ouvi durante a festa. — Lehmann disse em voz baixa — Depois da derrota do Duque, a maioria de seus cavaleiros foram enviados para Vila Fronteiriça. Forte Cancioneiro não possui muitos cavaleiros de elite agora.

Antes de chegar a este lugar, Lehmann perguntou cuidadosamente sobre a situação em Forte Cancioneiro. A missão que Sua Majestade Timothy lhe deu era muito simples, que era investigar a razão que levou a derrota do Duque e tomar as medidas correspondentes para tomar o controle sobre a Região Oeste.

— Aqueles que estão sob medicação… como eles estão?

— Estão quase chegando no limite. — Um guarda respondeu — Agora, eles irão fazer qualquer coisa para conseguir mais uma pílula.

A delegação e o emissário eram apenas um embuste. Entre os cinquenta soldados da tropa, apenas treze deles eram cavaleiros genuínos, e todos os outros eram mercenários que, sobre a influência das pílulas, eram mais obedientes do que cães de caça e mais cruéis do que bestas demoníacas. Eles eram a chave para abrir as portas da cidade. De acordo com seu plano, outra tropa com mil e quinhentos milicianos se aproximava de Forte Cancioneiro. Se ele tomasse o portão da cidade, Forte Cancioneiro cairia sob seu comando.

— Distribua as pílulas e deixe dez soldados para cuidar da patrulha. O resto, marche em direção ao portão leste. — Lehmann ordenou.


[1] Sim, este é realmente o nome que o autor deu para este cavaleiro.

[2] Caso não se lembre, Roland entrou esta carta a Petrov lá no capítulo 120.

JZanin
Professor de Química, mestre em Ensino de Ciências, jogador de RPG sem tempo e Deodoro Aliguieri nos tempos vagos que não existem mais. ~Strong alone, stronger together!~

16 Comentários

  1. Será que essa pedra que inibe as bruxas são formadas a partir do poder de outra bruxa… bruxa do tipo contato… fica o questionamento.

  2. “percebeu que os cavaleiros estavam de bom humor” mal imaginam eles que estão indo encontrar a morte. Obrigado pelo capítulo

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!