LAB – Capítulo 240

Cerimônia

Roland estava em seu escritório durante a noite, projetando a medalha para a cerimônia que ocorreria amanhã. Como este tipo de projeto não era complicado, era razoável dizer que ele já deveria ter terminado há muito tempo, mas, desde o início da tarde, ele sentia-se um pouco indisposto, como se estivesse desconfortável.

E a causa deste desconforto foi o beijo de Rouxinol.

Roland já desconfiava vagamente que Rouxinol tinha uma certa afeição por ele, mas agora, não havia mais espaço para duvidar, então, qual seria o caminho certo para responder aos sentimentos dela?

O comportamento de Rouxinol deixou claro para Roland que o caso não era se ele gostava ou não, pois ele sabia que gostava dela. Uma mulher linda e tocante com uma natureza calma, e com quem ele ficava junto durante todo o dia, inclusive à noite, como ele poderia odiá-la? A razão para Roland não conseguir responder positivamente a ela, além dos vinte anos de ideologia que ele herdara, era o real problema que ele teria que enfrentar no futuro… a opinião de Anna, e especialmente sobre isso, ele não podia ignorar os sentimentos dela e seguir somente com seus próprios desejos.

Talvez somente o tempo seria capaz de trazer-lhe a resposta. De repente, ele ouviu um som batendo na porta.

— Entre, não está trancada. — Roland falou alto, um pouco surpreso.

Alguém vindo ao meu escritório a essa hora? — Ele pensou, intrigado.

Foi Anna quem abriu a porta. Ela estava segurando uma bandeja com dois pratos em uma mão e na outra uma cumbuca. Antes que ela pudesse dizer o que estava trazendo, Roland já pôde sentir o aroma delicioso.

— Hum, comida?

— Sim. — Anna sorriu, colocou a bandeja e a cumbuca sobre a mesa, tirou a tampa da cumbuca, e, por último, apontou para a bandeja com os dois pratos — Estes são cogumelos assados ​​no mel. Este prato foi eu que fiz e o outro foi Rouxinol. Na cumbuca tem sopa de cogumelo, temperado com algumas ervas naturais aqui da vila.

— Parece delicioso. — Roland lambeu os lábios — Sente-se aqui para a gente comer junto.

Anna assentiu e sentou-se no lado oposto da mesa.

— Por que Rouxinol não veio?

— Ela disse que… não sabia o tipo de expressão que ela deveria ter ao encontrar você. — Anna respondeu — Eu não entendi muito bem o porquê ela se importa com isso.

Então é por isso. — Roland suspirou suavemente dentro de seu coração — Mesmo que ela tenha dito com certa confiança e sem arrependimento “Não precisa dizer nada. Não é sua culpa, afinal, eu só fiz o que eu queria fazer”, parece que ela estava na verdade receosa, até mesmo tímida. Céus, aquilo foi um ato de coragem de uma mulher tímida, ou essa reação de agora é um ato tímido de uma mulher de coragem?

Depois de pensar um pouco sobre toda essa situação, Roland deixou para lá por enquanto e disse a Anna:

— Bem, então, vamos comer?

Quando ele pegou um pedaço de cogumelo e colocou-o em sua boca, o mel derreteu e uma doçura sem igual se espalhou por toda sua boca, logo seguido pelo suco de cogumelos. Mesmo na ausência de glutamato monossódico (ou GMS)[1], o sabor ainda era tão rico e saboroso, que Roland ficou sem palavras. Um pouquinho de sal já havia ressaltado o sabor único do cogumelo, e sua textura aveludada tornava a experiência de comê-lo algo simplesmente inesquecível.

— Estes cogumelos, não são comuns, não é? — Depois de engolir, Roland notou imediatamente a diferença entre estes cogumelos e os outros. Em geral, já era bom quando os cogumelos podiam manter seu sabor fresco quando grelhados, mas como estes poderiam ser tão suculentos, mesmo depois de assados?

— Bem, eles são uma especialidade da Floresta das Brumas, as pessoas da vila chamam de cogumelos shimeji. — Anna sorriu e contou a história do cogumelo — É por isso que queria que você os provasse.

Depois, Roland também provou a sopa de cogumelos que, diga-se de passagem, era incomparável. O sabor dos sucos era ainda mais rico, era como sopa de bolinhos[2], além disso, cada vez que ele mastigava, o sabor inundava seus sentidos. Essa sopa o fez lembrar de sua terra natal, onde praticamente todos os pratos possuíam muitos temperos, especialmente o GMS. Antes do GMS ter aparecido, os chefs só poderiam realçar o sabor dos alimentos indiretamente, por exemplo, usando ossos de frango inteiro, cogumelos e soja para criar caldos. Embora as gerações precedentes de cozinheiros preferiram, mais uma vez, o sabor autêntico para mostrar seu próprio talento culinário requintado, para Roland, que não era um expert nessa área, o GMS deixava os alimentos mais saborosos.

Supondo que os cogumelos shimeji fossem naturalmente tão ricos e suculentos, eles seriam o tipo de material perfeito para extrair GMS. Eles cresciam no topo das árvores, tornando-os difíceis de colher, mas isso não era um problema para Roland.

— Existem muitos destes cogumelos na floresta?

— Não tenho certeza, mas presumo que sim. — Anna disse, mordendo outro cogumelo — Maggie disse que ela só deu uma volta no entorno da floresta, e ainda assim foi capaz de me trazer um cesto cheio deles.

— Isso é ótimo! — Roland já havia comido todos os cogumelos que Anna tinha assado, então, ele estendeu o hashi[3] para o segundo prato, a parte de Rouxinol — Eu estava preocupado com o fato de que nós só teríamos carne temperada com mel e pimenta para comer por aqui, mas parece que, puff!

— O que foi?

— Hehe, não foi nada. — Os olhos de Roland começaram a lacrimejar.

Céus, este cogumelo está puro sal! Será que Rouxinol deixou cair sem querer no pote de sal? — Ele pensou.

Mesmo com estes pensamentos, Roland ainda engoliu o cogumelo. Depois disso, ele descobriu que havia cogumelos que não estavam totalmente assados, outros queimados de um lado, outros assados demais, alguns com pouco ou muito mel, enfim. Felizmente, o cogumelo shimeji era delicioso por si só, tornando a experiência não tão ruim assim.

— Eu… já estou cheio. — Roland disse colocando o hashi para baixo.

Com alguma dificuldade, Roland conseguiu terminar de comer o segundo prato e, sem demora, tomou a sopa até que sua barriga ficasse cheia.

— Obrigado.

— De nada, mas você também precisa agradecer a Rouxinol. — Anna disse com um sorriso extremamente adorável, tão adorável que Roland não conseguiu se segurar e deu uma leve beliscada em seu nariz.

Ela gemeu de leve e, em seguida, beijou a bochecha do príncipe, dizendo:

— Agora que você já se alimentou, eu vou lavar a louça. Não se esqueça de ir dormir cedo.

Depois que a bruxa partiu, Roland suspirou levemente.

Embora eu não queira ignorar os sentimentos de Anna, ainda assim existem alguns assuntos que não são fáceis de falar. —  Roland pensou — Provavelmente isso também tem algo a ver com a minha antiga identidade como engenheiro mecânico, que só sabia trabalhar, afinal, durante toda a faculdade, raramente tive relações com o sexo oposto. E mesmo depois de me formar e entrar com sucesso em um instituto de pesquisa e projetos em larga escala, e com um salário considerável, minha situação ainda não havia mudado muito naquela época. Ah, felizmente, ainda há um longo caminho a percorrer antes que a Igreja seja completamente destruída, então eu tenho tempo suficiente para considerar lentamente o que eu preciso fazer em seguida. Por enquanto, é melhor se concentrar em completar o trabalho que está agora aqui em minha mesa.

Na manhã seguinte, Roland subiu em uma plataforma de madeira erguida temporariamente na praça da vila, que estava cercada por um mar de pessoas.

Comparando a atual Vila Fronteiriça com a antiga vila empobrecida e desolada, parecia que o céu e a terra haviam sido virados de cabeça para baixo, e se alguém dissesse que a vila havia se tornado uma cidade completamente nova, ninguém duvidaria.

As poucas casas antigas da vila haviam sido completamente derrubadas. No lugar delas, foram construídas casas de tijolos, que já se espalhavam por todo lugar. Além disso, as casas de tijolos foram construídas conforme o plano de desenvolvimento de todo o bairro, dando-lhe uma aparência elegante e ordenada. Embora este novo bairro habitacional ocupasse apenas um terço da área da vila, ainda oferecia espaço suficiente para acomodar dois mil cidadãos locais.

Quando as casas de três e quatro andares começaram a ser construídas, com o desenvolvimento do bairro, a mesma terra poderia conter mais e mais pessoas. Neste momento, o nome Vila Fronteiriça não parecia se adequar ao seu desempenho real. Nenhuma vila em todo o Reino conseguiria acomodar vinte mil pessoas e ter um exército profissional de seiscentos soldados. Na próxima primavera, Roland planejava promover esta vila a uma verdadeira cidade.

Com o suporte da habilidade de Eco, a voz de Roland rapidamente acalmou a multidão.

— Hoje, é a primeira Cerimônia de Honra e Recompensas de Vila Fronteiriça. A cerimônia de hoje foi criada para recompensar, honrar e encorajar as pessoas que fizeram contribuições significativas para toda a vila. Já faz um pouco mais de seis meses desde que eu cheguei aqui. Neste meio tempo, nós resistimos às bestas demoníacas e vencemos a batalha contra o Duque Ryan, sendo isso fruto do sacrifício de muitas pessoas. Dentre elas, existem aquelas que se destacam em suas contribuições, peças-chaves para todas as nossas conquistas, sendo pessoas normais como vocês, antes de começarem a trabalhar para mim. — Roland parou por um instante e começou a olhar para toda a multidão, continuando em seguida — Então agora, estas pessoas que fizeram a diferença irão receber três grandes recompensas: uma medalha feita pessoalmente por mim, cem peças de ouro e dois hectares de terra!

Esse pronunciamento mexeu com toda a multidão. Gritos e salvas ecoaram de todos os lugares. Somente as cem peças de ouro já eram algo digno de inveja, quanto mais a medalha esculpida pessoalmente pelo 4º Príncipe e os hectares de terra!

— Esta não é uma cerimônia que ocorre uma única vez. A partir de agora, iremos realizar este tipo de cerimônia todos os anos. Não importa quem você é, de onde você veio, ou do quão rico você seja, contanto que alcance méritos extraordinários, você também poderá conquistar esta honra!

No momento em que Roland terminou de falar, a imitação de uma salva de armas de fogo ecoou de repente por toda a multidão. Enquanto isso, Machado de Ferro, Kyle Sichi e Nana Pinheiro chegaram no palco de madeira, escoltados pelo Primeiro Exército.


[1] É uma substância que ‘realça’ o sabor dos alimentos, por isso é chamado aqui no Brasil de realçador de sabor. Cheng Yan, agora Roland, está se lembrando de que em seu país, usava-se exageradamente esta substância. Você pode conferir mais sobre o glutamato monossódico neste link.

[2] É uma comida típica chinesa. É uma sopa de bolinhos cozidos no vapor. Você pode ver um pouco nesse vídeo como são os bolinhos.

[3] São aqueles famosos pauzinhos utilizados para comer.

JZanin
Professor de Química, mestre em Ensino de Ciências, jogador de RPG sem tempo e Deodoro Aliguieri nos tempos vagos que não existem mais. ~Strong alone, stronger together!~

17 Comentários

  1. Obrigado pela tradução
    que vontade de procura na Internet a continuas dos cap em ingleis, mas as traduções suas são muito boas cheia de detalhes. Obrigado

  2. Esse bolinho chines me deu foi fome! Kkkkk

    Me lembrou foi de um mini filme que passa antes de os incríveis 2 no cinema

  3. Agora vai ter sangue no próximo ano, só por causa dessas recompensas.
    Obrigado pelo capítulo Mestre JZanin

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!