LAB – Capítulo 241

Libertação

No momento do discurso de Roland, havia em torno de duas mil pessoas reunidas na praça pública, e todo o alvoroço e excitação das massas não perdia em nada para as grandes concentrações de pessoas em seu antigo mundo. Roland estava realmente agradecido interiormente, reconhecendo o quão útil era a habilidade de Eco.

Roland escolheu pessoalmente Kyle Sichi, Machado de Ferro e Nana Pinheiro com o intuito de dar um exemplo para as massas, pois nenhum dos três era nobre. Machado de Ferro era um estrangeiro, vindo da Nação da Areia do Extremo Sul. Kyle Sichi, embora fosse alquimista, nasceu em uma família comum e trabalhou muito, passo a passo, para sair de um simples aprendiz para se tornar o alquimista-chefe da vila. Por fim, Nana Pinheiro era uma bruxa.

Pode-se dizer que nenhum dos três se encaixava com o perfil das pessoas nobres comumente vistas no Reino de Castelo Cinza. De certa forma, Roland esperava que, por meio desta cerimônia, ele pudesse transmitir seu conceito a todo o seu povo, de que em Vila Fronteiriça, somente os seus méritos importam, não quem você é ou de onde vem.

A primeira pessoa a se apresentar e receber sua medalha foi Machado de Ferro. Roland projetou pessoalmente essa medalha de ouro, o entalhe de sua face consistia do emblema do Reino de Castelo Cinza cercado por espigas de trigo, e sua borda era dentada. No momento em que Machado de Ferro mostrou a medalha aos membros do Primeiro Exército na plateia, eles imediatamente levantaram as mãos aplaudindo e muitas outras pessoas começaram a assobiar.

— Muitos de vocês já devem conhecer seu nome, o comandante do Esquadrão de Fuzileiros do Primeiro Exército, Machado de Ferro! — Roland ficou de frente para o público — Antes da chegada dos Meses dos Demônios, ele era apenas um caçador comum da vila, igual a muitos de vocês. Mas sempre quando algo ameaçou Vila Fronteiriça, Machado de Ferro esteve presente para ajudar, nunca se ausentando sob quaisquer circunstâncias. E no mês passado, ele também liderou o Primeiro Exército à Cidade Real de Castelo Cinza, salvando os refugiados da Região Leste, estes que encontravam-se assolados pela praga demoníaca. Mais de seis mil pessoas foram salvas por ele e agora estão temporariamente vivendo do lado de fora da muralha!

A maioria das pessoas na praça era nativa de Vila Fronteiriça ou membro do Primeiro Exército, enquanto o número de servos e refugiados representavam apenas algumas centenas de pessoas. E com a habilidade de Eco, a atmosfera da praça ficava cada vez mais animada. No momento em que Roland terminou de falar sobre Machado de Ferro, os refugiados imediatamente começaram a aplaudir, e a animação deles não perdia em nada quando comparada com a do Primeiro Exército.

Machado de Ferro estava claramente comovido, ele nunca pensara que um dia obteria o apreço do Príncipe, provavelmente porque ele era do Clã Mojin, localizado em outro reino. Ele primeiro se apresentou a Roland com a saudação militar do Primeiro Exército e depois se ajoelhou sob um joelho, conforme os costumes dos Cavaleiros de Castelo Cinza. Caso Roland não o tivesse parado com a mão, provavelmente também teria se debruçado no chão, conforme os costumes do povo da Nação da Areia.

— Levante-se, como soldado, apenas uma saudação militar já é suficiente. — Roland declarou.

— Obrigado… Vossa Alteza. — Machado de Ferro respondeu com uma voz ligeiramente trêmula, como se estivesse fazendo um enorme esforço para suprimir suas emoções.

O Príncipe deu um tapinha no ombro de Machado de Ferro para confortá-lo, deu a ele uma bolsa com as cem peças de ouro e chamou Kyle Sichi para subir até a plataforma.

— Muitos de vocês podem estar vendo esta pessoa pela primeira vez. Ele veio para Vila Fronteiriça há pouco tempo, era o antigo alquimista-chefe da oficina alquímica da Cidade Carmesim, mas agora é o alquimista-chefe de Vila Fronteiriça, o Sr. Kyle Sichi!

Muitas pessoas na multidão ficaram chocadas com a introdução de Kyle.

— Um alquimista-chefe? Não é um sábio que até mesmo os reis precisam tratar com respeito e cortesia?

— Você está querendo dizer um astrólogo real?

— Não, a posição de um alquimista é ainda maior que a de um astrólogo, afinal, a profecia de um astrólogo não é garantida, enquanto o alquimista, pelo menos, faz algo palpável.

— Além disso, ele veio mesmo da oficina alquímica da Cidade Carmesim? Ouvi dizer que apenas a oficina de alquimia da Cidade Real de Castelo Cinza é comparável a ela.

Nos Quatro Reinos, os alquimistas e os astrólogos gozavam de um status elevado, e entre a população civil, também eram chamados de sábios, com mais credibilidade do que os poderosos nobres e lordes. Quando Roland viu a reação das pessoas, ele ficou muito satisfeito, estendendo a mão para acalmar a multidão e dizendo:

— Mesmo que o Sr. Sichi não tenha participado pessoalmente das batalhas, foi somente com a melhoria contínua das armas de fogo, fruto do árduo trabalho do laboratório químico, que nossas armas de um único tiro se tornaram armas capazes de atirar diversas vezes sem recarregar. Todas as vitórias do Primeiro Exército só foram possíveis devido a contribuição do laboratório de química. Sem esses produtos alquímicos, digo, sem esses produtos químicos, Vila Fronteiriça não seria capaz de ganhar e obter a verdadeira paz.

Depois de fazer uma pequena pausa, o Príncipe continuou:

— Por falar nisso, o laboratório químico está atualmente matriculando aprendizes. Serão aceitas as pessoas que completaram o Ensino Primário e que passarem pela inspeção. Depois de ser aceito, você não receberá apenas um salário generoso, mas também a chance de se tornar um excelente alquimista, um Mestre Alquimista como o Sr. Kyle Sichi.

No momento em que Roland terminou de falar, a multidão mais uma vez começou a clamar alto, bem diferente do próprio Kyle, que estava com uma expressão impaciente, pegando a medalha de forma bem rude e dizendo:

— Você me chamou aqui para isso? Definitivamente uma perda de tempo. Eu poderia ter feito mais alguns experimentos.

— Esta é uma ótima oportunidade para a publicidade, você não se queixou de que estava com poucas pessoas? — Roland deu de ombros — No momento em que o número de aprendizes for duplicado, pretendo escrever o livro Química Intermediária e dar a você.

— Química… Intermediária? — Ao ouvir isso, Kyle imediatamente se curvou — Muito obrigado, Vossa Alteza!

Embora a paixão pelo trabalho seja algo importante, treinar um sucessor também é igualmente fundamental. Além disso, quanto melhor for a base de conhecimentos e experiência de uma pessoa, mais chances ela terá de terminar um projeto com sucesso. O mesmo também ocorre com as pesquisas científicas. Já no caso de como lidar com Kyle, Roland nunca planejou mostrar todas as suas cartas de uma única vez, ele sabia da paixão pelo conhecimento que Kyle tinha e também não deixaria passar uma oportunidade tão perfeita de divulgar o laboratório, utilizando-o como referência.

A última medalha foi entregue a Nana. A menina parecia um pouco nervosa quando chegou ao lado de Roland, que ficou um pouco triste, ao perceber como Nana reagia à situação.

Diferente da época durante os Meses dos Demônios, agora ele queria anunciar publicamente a existência das bruxas em Vila Fronteiriça. E após mais de seis meses de preparação, o momento perfeito havia chegado. Além disso, escolher Nana como representante das bruxas também foi o resultado de deliberações cuidadosas. Todos os soldados do Primeiro Exército a chamavam de anjo e, em suas fileiras, ela ainda ocupava uma posição mais elevada que Machado de Ferro. Havia também muitos residentes da vila que já foram tratados por ela, não importa se fossem acidentes nas minas ou lesões causadas por máquinas, os feridos já haviam desenvolvido o hábito de procurar seu anjo para o tratamento.

Depois de assistir à peça Diário de uma Bruxa várias vezes, a atitude dos servos já havia mudado e eles não agiam mais com hostilidade. Vendo o destino trágico das bruxas, mas também a sua luta para se defender, utilizando da coragem e perseverança nos dramas, a peça conseguiu fazer com que a população adotasse uma empatia em relação a elas.

O mesmo poderia ser dito sobre os refugiados que só sobreviveram graças à habilidade de Lily. Mesmo que houvesse pessoas que odiassem as bruxas em seu coração, depois de serem resgatadas por elas, não podiam mais caluniá-las com conversas maliciosas. Ainda mais agora, que a Igreja não representava mais uma ameaça para elas. Pelo menos em Vila Fronteiriça, essas mulheres, com suas habilidades extraordinárias, seriam protegidas pelo Lorde.

No entanto, o ponto mais crucial era que, mesmo se houvesse um seguidor da Igreja que desejasse denunciá-las, seria difícil para fazer qualquer alarde em praticamente toda a Região Oeste. Afinal, Vila Fronteiriça estava completamente sob o domínio de Roland, e a Igreja em Forte Cancioneiro havia sido destruída, logo, a Igreja não era mais capaz de monitorar a Região Oeste como antes. Somente se elas fossem para as cidades mais distantes, como a Serra do Dragão Caído ou Cidade Carmesim, é que algum devoto da Igreja iria encontrar um templo ou sacerdote para fazer uma denúncia.

— E aqui nós temos… — Roland mal começou a falar, e a multidão já havia começado a gritar, aplaudir, assoviar e expressar sua alegria e gratidão de várias formas.

— Senhorita Nana! A senhorita Nana veio!

— Oh, meu anjo, obrigada por curar meu marido!

— Minha jovem, quando tiver tempo pode ir lá em casa almoçar. Estou criando duas galinhas, então se você quiser comer ovo frito ou uma canja, eu posso fazer para você!

— Céus, ela olhou para mim! A senhorita Nana olhou para mim!

— Não, ela olhou para mim!

Ao presenciar todas estas reações, Nana colocou a mão na boca e seus olhos começaram a marejar. Roland acreditava que futuramente as outras bruxas também experimentariam os mesmos sentimentos. Finalmente, aquela identidade maligna, imposta pela Igreja sobre elas, havia caído por terra, e elas poderiam andar sob a luz do sol como qualquer outra pessoa. Roland estava muito feliz e sorrindo. Ele acariciou a cabeça de Nana e disse:

— Você não precisa ter medo, apenas fale algumas palavras de agradecimento para responder ao entusiasmo do povo. Não se esqueça que, a partir de agora, você é a representante da União das Bruxas.

— Uhum… — Ela disse enquanto limpava as lágrimas de seu rosto, e depois curvou-se diante da multidão, dizendo — Obrigada, muito obrigada!

JZanin
Professor de Química, mestre em Ensino de Ciências, jogador de RPG sem tempo e Deodoro Aliguieri nos tempos vagos que não existem mais. ~Strong alone, stronger together!~

22 Comentários

  1. Quanto tempo esperando este momento! Que alegria haha
    Mas essa aceitação foi feita de forma gradual, nada muito inesperado. Perfeito!

    Muito obrigado pelo capítulo mestre =D

  2. Por algum motivo estou vendo o Roland como um vilão inocente e a igreja como um vilão consciente dos próprios atos. E a tilly como uma heroína coadjuvante. E a Anna como a protagonista da história.
    Alguém me explica por quê?
    Obrigado pelo capítulo Mestre JZanin

    1. Rapaz… Como raios o roland é um vilão? E como anna é a principal? Não nega a sua importância, mas principal?pense nisso, a perguntas certas vão responde sua própria dúvida, divida e conquiste

      1. Pq o Roland tá acelerando muito o contexto histórico tipo eles estão chegando quase no nivel de cidade moderna enquanto eles ainda estão na era medieval,
        E agora com isso com certeza vai ter muita gente paranóica trabalhando como um louco pra ganhar “méritos” pra suas conquistas (talvez até cheguem ao nível de ter que passar por cima uns dos outros pra conseguir). Embora de pra entender que o Roland fez isso com boas intenções.

        1. Você está falando da meritocracia e do trabalho louco para conseguir um lugar na sociedade, tudo bem, realmente vão ter que batalhar muito para estar aptos a ganhar um lugar, mas antes do Roland começar a aplicar as invenções modernas dele, os pobres realmente teriam alguma chance de ganhar um lugar na sociedade? Nem lutando, nem trabalhando, nem se prostituindo, nem roubando… a única felicidade dos pobres seria sobreviver o dia com alguma comida para si e para os filhos. Há uma demonização muito grande da era atual de modernização e industrialização, focando no trabalho quase escravo que muitas pessoas tem que passar, realmente é algo que tem que ser combatido e melhorado. Mas também há uma supervalorização boba da era pré-industrialização, vocês se esquecem que nessa época as pessoas mal passavam dos 40 anos. Não tem como falar que a qualidade de vida das pessoas não melhorou. Não tem como considerar Roland como um vilão.

      2. E eu enxergo a Anna como a protagonista não pq ela aparece pouco mas sim pq a mudança tá acontecendo pelos poderes dela.

        1. E eu vejo o Roland como um vilão inocente, pq ele faz tudo com boas intenções pra as bruxas e a vila fronteiriça, mas o que me pega são as consequências para o povo dessa época, que estão fora da vila fronteiriça e vão ter que encarar esse modo de pensar da vila ou as armas de fogo mais avançadas que nem eram pra existir nessa época.

  3. Isso haeee porra! Quero vê como a igreja vai dizer que uma habilidade que só faz curar veio do diabo. Obrigado pelo capítulo

    1. Simples, se a habilidade dela se resumir em acelerar a reprodução celular pra curar feridas, então a cura poderia virar algo como câncer ou doença degenerativa desconhecida talvez, mas somente quando o poder dela aumentar para o nível totalmente novo de reprodução celular.

      1. Afinal eu acharia estranho se o poder dela que pode evoluir, não trouxesse algum problema ou consequência futura, pro usuário emocionalmente ou físico. Afinal se não fosse assim, seria um poder perfeito demais quase ao nível divino.

        1. Perfeito? Elas não podem ter filhos e existem habilidades que são praticamente inuteis, a habilidade da lunna por exemplo, se não fosse por ela estar trabalhando com o Roland que conhece quimica e fisica modernas, seria inutil.

  4. Que capítulo lindo… 😍😍😍

    Muito obrigado pelo capítulo 🙇😁 Mestre JZanin 🙇😁

  5. Eu lembro de quando ela descobriu que era bruxa, com muito medo, ela disse: “Eu nunca vi um demônio, eu juro”. Kkkkk

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!