LAB – Capítulo 308

Terror

Nos últimos dias, Theo manteve contato com Sua Alteza diariamente.

Apesar de ter testemunhado inúmeros eventos incríveis desde que se tornou guarda de Roland um ano atrás, a nova ordem que ele recebeu o deixou surpreso novamente, ao ponto de deixá-lo… perplexo.

Anunciar o bombardeio do palácio da Cidade Real de Castelo Cinza e espalhar o boato de que era realmente um castigo que Roland Wimbledon impôs a Timothy Wimbledon? Theo ouviu que muitos milicianos trouxeram essas mensagens após retornarem da última investida contra a Região Oeste. Naquela época, ele simplesmente achava que esses avisos eram uma estratégia de blefe ou distração de Roland. Ele acreditava que a verdadeira intenção do príncipe era atacar e saquear outras cidades antes do inverno, enquanto Timothy se ocupava com a defesa de seu território, como Garcia fizera.

No entanto, a ordem subsequente de Vila Fronteiriça o deixou alarmado. Parecia que Sua Alteza iria realmente atacar a capital, pois Roland até mesmo o instruiu a disseminar mensagens entre o povo, como se fosse uma propaganda pré-guerra. A última ordem deixava claramente explícito que Roland lançaria um ataque no começo do primeiro mês de outono, que era exatamente a data escrita nas cartas que os milicianos trouxeram.

A ordem dizia “Anuncie o bombardeio do palácio e diga ao público que é um castigo”. Isso significava que Sua Alteza atacaria diretamente o centro da Cidade Real de Castelo Cinza. Theo se perguntou como isso seria possível, afinal, a muralha da capital era a mais forte em todo o Reino de Castelo Cinza. Era tão grossa quanto duas casas juntas. Mesmo bombardeado pelo canhão inventado por Sua Alteza, ainda seria praticamente impossível quebrá-la. Além do castelo fortificado, havia numerosos cavaleiros, guardas e milícias recrutadas defendendo a capital. O Príncipe precisaria ter um exército de pelo menos 10.000 pessoas para penetrar na linha de defesa.

Quanto a usar as bruxas para lançar um ataque súbito, também era uma tática muito otimista e irrealista. Havia inumeráveis Pedras da Retaliação Divina no palácio, e aquelas nos salões e quartos eram enormes. As pedras tornariam as bruxas impotentes quando entrassem nos locais. Foi também por isso que nenhuma das bruxas retaliou a enorme caça às bruxas que Timothy esteve conduzindo até agora. Afinal, era impossível assassinar um membro da Família Real no palácio.

A estratégia também traria outro problema em potencial. Se uma bruxa conseguisse assassinar Timothy Wimbledon, a Igreja provavelmente se beneficiaria ainda mais com esse desfecho. Com um pouco de instigação, a Igreja seria capaz de condenar o Príncipe Roland por conspirar com os lacaios do Diabo para usurpar o trono. Se isso acontecesse, os nobres também se uniriam para resistir ao exército de Roland. Pensando nessas possibilidades, Theo acreditava que, por mais inteligente que o Príncipe fosse, Roland já devia ter previsto essas dificuldades de antemão.

Então, como Sua Alteza invadiria a capital?

— Senhor, queria me ver? — Neste momento, Hill Fawkes abriu a porta entreaberta e entrou na sala de estar.

Theo estendeu as mãos, respondendo:

— Estou esperando por uma nova ordem, então, por favor, sente-se.

— Tudo bem.

Percebendo o olhar surpreso do ex-acrobata, Theo sorriu ironicamente. Normalmente, ele comunicaria as ordens para essas pessoas assim que a mesma fosse confirmada, mas desta vez, ele achou difícil dizer a tarefa de Sua Alteza com antecedência. Afinal, a ordem parecia ser extremamente absurda e, caso o 4º Príncipe falhasse em lançar o ataque, a confiança desse grupo para com o Príncipe seria profundamente abalada.

Por outro lado, se Sua Alteza tivesse sucesso, o choque criado por essa operação seria revolucionário. Essas pessoas criariam uma maior confiança nos planos de Roland, pois elas testemunhariam e confirmariam que Sua Alteza realmente poderia ameaçar Timothy, mesmo sem estar fisicamente aqui. Seria um golpe muito mais duro e eficiente do que palavras ou panfletos.

Com essa perspectiva em mente, Theo decidiu escolher um meio termo, que era pedir a Hill que esperasse o bombardeio no centro da cidade. Se o Príncipe cumprisse com o planejado, ótimo. Se o plano falhasse, ele apenas diria para Sua Alteza que o mensageiro, responsável pela divulgação, foi preso no meio do caminho, assim ele manteria a confiança do grupo para com sua Alteza em ambos os casos.

— Tome um chá. — Theo sorriu — Não fique com esse olhar desconfiado o tempo todo. Lembre-se que a coisa mais importante para um agente de inteligência é…

— Manter o seu disfarce, senhor. — Hill pegou a xícara de chá e disse — Eu vi muitos membros da equipe de patrulha na rua recentemente. Parece que o número de guardas na muralha da cidade também dobrou. Isso tem algo a ver com a ordem de Sua Alteza?

— Isso mesmo. Timothy…

Assim que Theo disse o nome do Rei, um trovão rugiu acima da mansão. As janelas sacudiram com o som poderoso. Embora o choque fosse bastante fugaz, Theo podia sentir claramente que o chão tremia. Hill foi pego totalmente despreparado e a xícara de chá em sua mão caiu no chão e se despedaçou, deixando-o perplexo.

— Sinto muito, senhor… mas o que aconteceu?

— Siga-me. — Theo respondeu seriamente.

Assim que o os dois saíram correndo da mansão, eles testemunharam um traço de fumaça negra vindo de onde ficava o palácio. Aparentemente, essa foi a causa do trovão de antes. Theo já havia testemunhado o poder das pistolas e dos canhões de Sua Alteza, então ele sabia que apenas o pó alquímico poderia causar danos tão severos. Ele também acreditava que os canhões normais não poderiam provocar um choque tão intenso. Parecia mais com os explosivos que tinham sido usados ​​para atacar as bestas demoníacas híbridas do último inverno.

Hill ficou boquiaberto, incrédulo com tudo o que estava vendo.

— Então, o aviso de Sua Alteza era realmente verdade?

— Sim. — Theo ficou aliviado, mas virou-se para Hill com um olhar insondável — Sua Alteza tem uma nova ordem para você…

O rosto de Timothy ficou pálido. Ele olhou para o candelabro caído, assustado demais para pronunciar uma palavra sequer.

— Vossa Majestade, coff… Vossa Majestade, o senhor está bem? — O Primeiro-ministro estava sufocado devido às cinzas que pairavam no ar — Inferno, o que acabou de acontecer lá fora?

Timothy ficou em silêncio. Sua garganta seca não o permitia responder imediatamente. Um cavaleiro de armadura prateada acabara de ser esmagado pelo candelabro. O cavaleiro acabara de informar-lhe sobre o recrutamento de refugiados quando o candelabro caiu e quebrou seu pescoço. Timothy não podia imaginar o que teria acontecido se ele tivesse dado mais um passo à frente…

Com esse pensamento, ele sentiu todos os seus pelos se arrepiarem.

— Isso foi um terremoto? — O Ministro das Finanças ainda tentava se recuperar completamente do choque — Temos que sair do castelo agora e ir para um campo vazio.

— Isso mesmo, Vossa Majestade. Não é seguro aqui!

— Calem a boca, todos vocês! — Timothy bradou, mas no momento em que gritou, ele percebeu que quase perdeu a voz, como se alguém estivesse com as mãos em seu pescoço — Cavaleiro Weimar, me leve para o porão agora mesmo!

— Sim, Vossa Majestade. — Embora um pouco nervoso, o Cavaleiro Coração de Ferro estava calmo em comparação com os outros ministros. Ele ajudou Timothy e levou-o para baixo.

Enquanto caminhavam, o novo Rei notou que o chão estava cheio de vidros quebrados. Através das janelas quebradas, ele viu que, exceto por alguns pilares solitários de pedra envoltos em fumaça, a cúpula azul-celeste ao lado do castelo tinha desaparecido completamente. Isso definitivamente não foi o efeito de um terremoto, mas de uma explosão gerada por uma grande quantidade de pó de neve!

Timothy percebeu que era quase suicida sair do castelo agora, pois somente Deus saberia onde mais Roland poderia ter escondido pó de neve. Portanto, o porão construído com pedras grossas e resistentes era o único lugar seguro.

Droga! — Timothy amaldiçoou em pensamento. Ele se perguntou como seu quarto irmão possuía essas armas alquímicas — Será que Garcia, antes de abandonar o Porto de Água Clara, deu a Roland os ingredientes do pó de neve para que ele travasse uma guerra contra mim? E assim nós seríamos consumidos pela batalha? Mas mesmo se fosse esse o caso, como Roland conseguiu trazer pó de neve para o palácio? Mesmo uma bruxa extraordinária não seria capaz disso!

— Você, realize uma busca minuciosa no palácio, especialmente nos locais onde poderia ter pó de neve escondido, como o sistema de drenagem, o jardim e o celeiro! — Assim que Timothy entrou no porão, ele deu sua ordem para o Cavaleiro Coração de Ferro — Se você encontrar alguém suspeito, prenda-o imediatamente, não importa se ele for um nobre, um guarda ou um servo. Não me perca uma única alma!

— Sim, Vossa Majestade.

O novo Rei só percebeu que suas costas estavam cobertas de suor frio após a saída do Cavaleiro Weimar. Ele não conseguia acreditar que Roland conseguira de fato esconder o pó de neve em seu palácio sem ser notado!

Não importava qual método ele havia usado, se ele pôde esconder o pó de neve no palácio, ele definitivamente poderia colocá-lo em qualquer outro lugar do castelo.

“Atacarei a Cidade Real de Castelo Cinza no começo de setembro, e nesse dia, você irá descobrir que não está tão seguro quanto acredita, e todo civil notará que seu trono está preso por um fio.”

Timothy estremeceu quando se lembrou desse aviso.

O terror alastrou-se lentamente em sua mente, até que sua fúria se dissipasse completamente e só restasse o medo.

JZanin
Professor de Química, mestre em Ensino de Ciências, jogador de RPG sem tempo e Deodoro Aliguieri nos tempos vagos que não existem mais. ~Strong alone, stronger together!~

14 Comentários

  1. Eu só tenho duas palavras pra esse capítulo:
    “EU AMEI ESSE CAPÍTULO 😍😍😍”
    “QUERO MAIS ATAQUES ASSIM!!!”
    Obrigado pelo capítulo Mestre JZanin

  2. Esse Timothy foi uma das maiores decepções…
    Primeiro apresentado como o mais inteligente depois da Tilly, sendo capaz de pensar em várias estratégias, mas parece que esse lado “inteligente” dele foi ocultado por plot reason. Só a Tilly se manteve digna mesmo
    Obg pelo cap

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!