LAB – Capítulo 449

O curso da guerra

Quando Roland entrou no castelo todo bagunçado, Petrov e Conde Hull estavam ajoelhados no meio do corredor, aguardando sua chegada.

Todos os corpos no chão foram removidos, mas o cheiro de sangue permanecia no ar. As peças de mobília estilhaçadas e armas quebradas podiam ser vistas em toda parte. Roland quase podia ver as cenas de matança entre as duas partes na batalha pelo castelo.

— Levantem-se. — Roland andou na direção de Petrov, inclinando-se para segurar em seus ombros.

— Sim. — Petrov disse com uma voz presa na garganta — Vossa Alteza, o senhor finalmente chegou!

— Você fez um bom trabalho! — Roland disse com uma voz séria e pesada — As quatro grandes Famílias pagarão um alto preço por isso, e os assassinos serão levados à justiça.

— Eu não protegi Forte Cancioneiro como deveria…

— Você fez o seu melhor. Não é culpa sua. — Roland suspirou.

Claramente, Petrov não havia nascido para a guerra. Roland percebeu isso nas duas ocasiões, no ataque surpresa de Timothy e agora na rebelião dos nobres. Ele era bom em administrar o território, proficiente em negociações e hábil em encontrar oportunidades, mas não era maquiavélico. Ele definitivamente não era um especialista em guerras e conspirações. Se não fosse pelo Segundo Exército que estava no castelo de acordo com a medida de emergência, ele não teria resistido mais que dois dias.

No entanto, isso não significava que Petrov Hull não fosse um bom administrador. Se ele não era bom em assuntos de guerra, deveria ser designado para um território sem guerra. Roland preferia que seus governantes tivessem mentes hábeis para os negócios do que talento para lutar.

— Eu acredito que deve ter havido um incentivo para esse tumulto. — Roland olhou para todos ao seu redor — Isto é com certeza uma conspiração. O inimigo busca subverter a ordem da Região Oeste para obter benefícios que não lhes pertencem.

A cena se acalmou. Todos, incluindo os soldados armados do Primeiro Exército e os cavaleiros feridos atrás de Petrov, tinham seus olhares em Sua Alteza.

— Eles cometeram crimes por isso, assassinando os nobres e matando os civis. Depois da guerra, perceberemos que muitas pessoas perderam suas famílias e muitas casas foram saqueadas. Mas a conspiração deles não teve sucesso no final. Foi a resistência inabalável de vocês que impediu que Forte Cancioneiro caísse em uma tragédia maior. O desempenho de vocês foi heroico e sua força de vontade foi louvável!

Os cavaleiros levantaram levemente os peitos sem perceber.

— No entanto, a guerra ainda não acabou. Esses rebeldes estão fugindo em pânico, e é hora de buscarmos nossa vingança! Eu juro que não importa onde os inimigos estejam escondidos, eles não vão escapar do julgamento que virá sobre suas cabeças, seja nos territórios das quatro Famílias… ou até mesmo na Cidade Real de Castelo Cinza! — Roland fez uma pausa e disse categoricamente — Os culpados que causaram a rebelião também devem ser punidos! O sangue que vocês derramaram… não será em vão!

— Viva, Sua Alteza! — Petrov e Conde Hull se ajoelharam novamente.

— Viva, Sua Alteza! — Os cavaleiros e soldados sobreviventes do Segundo Exército também começaram a se ajoelhar.

Logo, todos estavam ajoelhados em um joelho com a parte superior do corpo ereta, mão direita no peito, gritando em uníssono.

— Viva, Sua Alteza!

Depois de confortar as pessoas no local, Roland convocou Petrov, Van’er, Brian e Machado de Ferro para o escritório no terceiro andar do castelo, que era o único lugar que não havia sido invadido. Todo o mobiliário estava basicamente intacto. Roland sabia que provavelmente teria que passar os próximos dias ali.

A primeira coisa que ele teve que fazer foi compreender a situação do campo de batalha dentro da cidade. Ele olhou para Machado de Ferro, e este relatou imediatamente:

— As bruxas tomaram conta do portão norte e do portão leste que antes estavam sendo ocupados pelas quatro Famílias. O Primeiro Exército está eliminando os rebeldes dentro da cidade sob a orientação da senhorita Sylvie. A ordem da cidade deve ser restaurada amanhã de manhã.

— E as baixas?

— Um total de seis pessoas foram feridas até agora, e todas são do batalhão de fuzis, mas foram tratados e curados pela senhorita Nana.

— E quanto ao Segundo Exército? As baixas já foram contabilizadas? — Roland perguntou a Brian.

— Ainda não… Mas de acordo com as últimas notícias, há muitas baixas. — Brian hesitou — Ambos os pelotões enviados para dar suporte a muralha da cidade foram derrotados, e eles não foram reunidos até agora. Dos cinquenta soldados que foram enviados para defender o castelo, onze foram mortos e quase nenhum dos soldados patrulhando a muralha da cidade sobreviveu.

Roland assentiu. As guerras nesta era não eram em larga escala, o que permitia que as 100 pessoas persistissem por dois dias. O lado defensivo tendia a ter maiores vantagens, especialmente quando o inimigo não possuía armas de assalto efetivas. Se o inimigo não estivesse usando armas de fogo, o castelo do Lorde não seria destruído apenas com os punhos e a força dos mercenários e guardas. Isso foi levado em conta durante o projeto deste edifício para evitar ataques inimigos.

Pensando nessa perspectiva, Roland instruiu Machado de Ferro:

— Mostre-me algumas das armas de fogo dos rebeldes.

Roland estava realmente preocupado com as novas armas de fogo do inimigo. Embora se esperasse que esse dia chegaria mais cedo ou mais tarde desde o nascimento do pó de neve, a velocidade de desenvolvimento de Timothy realmente o surpreendeu.

Machado de Ferro executou a ordem rapidamente. Apenas alguns minutos depois, algumas armas semelhantes a tubos de diferentes comprimentos e formas foram levadas para o escritório pelos soldados.

Depois de ver os objetos reais, Roland entendeu rapidamente por que os inimigos conseguiram construir as armas em um tempo razoavelmente curto.

Esses longos tubos não podiam ser chamados de pistolas de pederneira, no sentido de que não tinham dispositivo de disparo e ignição, e não passavam de tubos de metal com um furo em cada extremidade. Era mais profundo em uma extremidade para carregar pólvora e balas e tinha um buraco de agulha no final para a ignição. A outra extremidade era mais rasa e poderia ser usada como alça depois de inserir um bastão de bambu ou um bastão de madeira.

Era muito semelhante ao protótipo da pistola de pederneira, em termos de estrutura.

O processo de carregamento desta “lança de fogo primitiva” era o mesmo que o da pistola de pederneira, mas o disparo era ainda mais problemático. Era necessário que um atirador segurasse o mastro de madeira sob sua axila e acendesse a pólvora com a mão do outro lado. Devido à limitação causada pela posição, era impossível mirar com precisão e só podia ser apontado para a frente enquanto disparava.

Mas ainda era, sem dúvida, uma arma de fogo. Deixando de lado todos os inconvenientes, seu princípio de disparo era completamente consistente com a ideia geral de uma pistola de pederneira. Seu barril e projétil eram quase os mesmos que os da pistola, então o poder era muito maior que os virotes de besta. Uma vez disparada, a armadura dos cavaleiros não aguentaria o ataque.

Os esforços de Timothy na customização poderiam, obviamente, ser vistos a partir do aspecto único de cada lança de fogo. Algumas eram feitas de aço laminado com traços claros no corpo do tubo, enquanto outras eram moldadas por cobre trabalhado e pareciam lisas. Considerando que eles estavam simplesmente testando produtos para ajudar as quatro Famílias, as armas de fogo usadas pelo próprio Timothy deveriam ser melhores.

No entanto… até mesmo a melhor lança de fogo era meramente uma lança de fogo.

A Cidade Real de Castelo Cinza não teria a mínima chance de vencer assim que o lançamento do ataque de primavera começasse. Eles seriam incapazes de enfrentar o exército da Região Oeste armados com fuzis de repetição, fuzis de precisão e metralhadoras pesadas (HMG)[1].

Roland voltou a olhar para os quatro e disse:

— O Primeiro Exército recuperará os territórios suburbanos de Forte Cancioneiro, um a um, a partir de amanhã. Vocês estão autorizados a matar qualquer nobre que resistir. Espero que toda a Região Oeste seja unificada depois desta semana.

— Sim, Vossa Alteza! — Os quatro responderam em uníssono.


[1] HMG é a sigla para heavy machine gun, que significa metralhadora pesada. O nome “pesada” é devido ao seu alcance e poder de fogo serem maiores que as suas contrapartes leve e média.

JZanin
Professor de Química, mestre em Ensino de Ciências, jogador de RPG sem tempo e Deodoro Aliguieri nos tempos vagos que não existem mais. ~Strong alone, stronger together!~

2 Comentários

  1. TÔ preocupada por que ele vai enfrentar uma guerra em duas frentes diferentes! A igreja já recebeu a ordem de atacar. Isso é maus…

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!