LAB – Capítulo 499

Prelúdio para o ataque da primavera

Jardim da mansão, centro da capital, Reino de Castelo Cinza.

Desde o ataque surpresa de Roland Wimbledon ao palácio que destruiu com sucesso o salão da cúpula azul-celeste, o status de Theo melhorou muito. Todos os membros da trupe acrobática Pomba e Chapéu tinham um grande respeito por ele e a organização de inteligência foi finalmente estabelecida.

Juntamente com vários funcionários do núcleo, Theo também poderia afetar as decisões do Falanges, como resultado de suas contribuições nos últimos seis meses. Ele também tinha um bom conhecimento das atividades das outras organizações de ratos, já que ele tinha informantes tanto na equipe de patrulha quanto no Submundo. Eles forneciam-lhe informações privilegiadas por dinheiro e não se importavam a quem serviam estas informações. No entanto, as peças de ouro de Theo ainda não conseguiram entrar no círculo dos nobres superiores, que se importavam mais com o histórico familiar e com os títulos. Felizmente, por meio de suas conexões com os chefes dos ratos, que tinham relações próximas com os grandes nobres, Theo conseguia algumas informações menos importantes de vez em quando.

Por exemplo, ele ouviu as notícias abaixo.

— Timothy está enviando um pelotão de quinhentos homens para bloquear o Rio Vermelho? — Theo bateu no braço da cadeira e perguntou — Ele realmente vai fazer isso?

— Sim! — Rocha respondeu — Metade de seu pelotão é composto de ratos velasangue. Foi o que o chefe disse. É um trabalho lucrativo, então os ratos lutaram uns contra os outros por causa disso, e vários deles até se machucaram ou morreram.

— De fato, é lucrativo. — Palhaço assobiou — Basta pensar assim… o que eles vão bloquear no rio? Os navios mercantes! E qual é a punição por violar a proibição do rei? Confiscar a carga e impor uma multa! Quem pode fazer um trabalho de chantagem melhor do que os ratos? Ah, claro… a equipe de patrulha também é boa nisso, certo?

— Metade deles são ratos, então a outra metade deve ser os guardas de Timothy. — Hill Fawkes disse calmamente — Disseram-me que esta manhã no campo, havia quatro navios cabeça de falcão no porto.

Theo não pôde deixar de franzir a testa. Os navios cabeça de falcão eram de alta velocidade, navios de guerra feitos especificamente para navegar em rios, com cascos mais finos, velas e remos, bem como aríetes para serem usados debaixo d’água e ganchos de ferro em ambos os lados. Assim que alcançassem seu alvo, eles poderiam fisgar o navio para permitir que os soldados pulassem facilmente no navio fisgado para lutar, tornando difícil para os navios mercantes escapar deles.

Com base em todas as informações que já coletamos, está claro que Timothy enviará uma frota de quatro navios de guerra que transportarão mais de quinhentas pessoas, incluindo mais de duzentos guardas armados para bloquear o Rio Vermelho. — Theo suspirou interiormente, pensando que isso era realmente uma má notícia.

Eles ficaram sabendo da intenção de Timothy de bloquear a rota comercial do Rio Vermelho antes dos Meses dos Demônios, mas a maioria das pessoas não o levara a sério naquela época e achava que Timothy só faria um bloqueio no canal da Cidade Real. Ninguém acreditava que ele ousaria estabelecer um bloqueio entre a Região Oeste e a Região Central para declarar um cerco econômico na Cidade de Primavera Eterna. Isso irritaria os lordes da Cidade da Prata e da Cidade Carmesim, que nunca permitiriam que essa proibição lhes custasse grandes perdas.

No entanto, agora com quatro navios de guerra que poderiam facilmente bloquear navios mercantes em qualquer lugar que eles quisessem, a situação de Timothy era diferente, já que os outros lordes não poderiam competir com ele no rio. Mesmo que este bloqueio fizesse os lordes se voltarem contra ele, nada poderia abalar sua determinação em derrotar Roland.

Theo olhou para Hill, que acenou para ele e expressou os mesmos pensamentos.

— Timothy pode não estabelecer um bloqueio fixo no Rio Vermelho. Ele só atacará qualquer caravana que encontrar e suas tropas agirão como piratas na água e bandidos em terra. Uma força inimiga de quinhentas pessoas é de fato um pesadelo para qualquer caravana. Ao fazer isso, ele provavelmente conseguirá cortar os suprimentos da Região Oeste.

— Temos que relatar isso a Sua Alteza o mais rápido possível. — Theo disse seriamente.

No ano passado, Vila Fronteiriça havia comprado uma grande quantidade de grãos, roupas e minério, e este ano, por causa da fusão da vila com Forte Cancioneiro, a cidade teve uma demanda muito maior por recursos. Se Timothy tivesse sucesso no cerco, isso certamente causaria enormes problemas ao Príncipe Roland. A equipe de inteligência estava bastante preocupada com as possíveis consequências desse problema na imagem de Sua Alteza, e se perguntavam se Roland poderia resolver esse problema.

De repente, sons de asas batendo vieram do quintal.

Quando Theo se levantou para abrir a porta do quintal, um falcão cinza voou tão rápido quanto um raio de luz e aterrissou gentilmente em seu ombro.

Os membros da trupe abaixaram simultaneamente as cabeças, pondo as mãos no peito, para mostrar respeito à mensagem da Região Oeste.

Theo pegou um pedaço de papel do mensageiro alado e leu rapidamente. Seu coração acelerou.

— Huhu…. hahahahahaha! — Theo gargalhou em voz alta, mesmo sabendo que deveria esconder suas emoções como um oficial da inteligência, mas essa era uma notícia boa demais — Não precisamos mais nos preocupar com isso. — Ele disse claramente feliz.

— Sua Alteza já sabe disso? — Hill perguntou.

— Não, mas ele vai resolver tudo de uma vez por todas. — Theo disse em voz baixa, mas animada.

— De uma vez por todas? — Palhaço estava confuso — O senhor quer dizer…

— Sim, o Primeiro Exército de Sua Alteza já partiu e está vindo em direção à capital! — Theo cerrou os punhos — É hora de derrubar Timothy!

Ele sabia que Sua Alteza lançaria seu ataque este ano, mas nunca esperou que isso acontecesse tão cedo, já que o Príncipe não lhe contara nenhum detalhe sobre o ataque para manter o plano em segredo. Agora, ele finalmente sabia que o ataque estava marcado para a primavera, bem a tempo da estação de aragem.

— Finalmente chegou a hora. — Hill respirou profundamente, de repente caiu em um joelho e disse— Apenas nos dê as ordens de Sua Alteza.

— Pelo novo rei! — As outras cinco pessoas gritaram e se ajoelharam da mesma forma.

O pensamento do novo reino também excitou Theo. Se Timothy fosse destronado, Roland Wimbledon se tornaria o único sucessor do trono do Reino de Castelo Cinza. E se Roland fosse coroado rei, Theo provavelmente ganharia mais poder e alcançaria novos patamares que nunca havia sonhado antes.

Ele nem sequer precisava pensar nas chances de Roland ganhar. Qualquer um que tivesse testemunhado o Primeiro Exército em ação nunca duvidaria que Roland seria vitorioso sobre Timothy neste ataque.

— “Vocês devem ficar longe do portão oeste da capital e impedir que os ratos se aproveitem do caos durante o ataque, além de restaurar a ordem o mais rápido possível após a guerra”. — Theo leu lentamente a parte restante da carta secreta — “Façam tudo o que estiver ao seu alcance para ajudar os civis que sofrerem na guerra, como fornecer ajuda médica, abrigo e comida de graça, depois deixem todo este trabalho com Primeiro Exército quando a situação estiver estável”.

— Só… só isso? — Todos eles se olharam e ficaram totalmente perdidos — Sua Alteza não nos mandou enganar os guardas para abrir o portão da cidade, ou atear fogo em direções diferentes, a fim de enganar o inimigo?

— Não, essas são as ordens de Sua Alteza. — Theo colocou a carta de lado e disse com um sorriso.

Theo sabia que esse era exatamente o estilo de Roland, se importar mais com as pessoas e a ordem social, e que ele não obrigaria nenhum funcionário de sua rede de inteligência a pisar no campo de batalha. Ele sentiu que a ordem de Roland também sugeria que o Príncipe não havia dado a mínima atenção ou consideração às forças de Timothy.

JZanin
Professor de Química, mestre em Ensino de Ciências, jogador de RPG sem tempo e Deodoro Aliguieri nos tempos vagos que não existem mais. ~Strong alone, stronger together!~

9 Comentários

  1. Caraca agora que o bixo pega, será que o Timothy tá escondido no porão ainda ou o medo já passou ? kkk

  2. Você percebe que o cara é foda quando ele vai atacar o inimigo e não dá a mínima se esse inimigo vai resistir ou tentar se defender, vai só passar o trator por cima e foda-se

  3. Timothy vai morrer, disso não temos dúvidas.
    MAS depois disso…
    Pronto pra experimentar sua primeira derrota Rolland?
    Sim, você leu certo.
    Não, não sou louca.
    Estou é MUITO preocupada com o ataque da Zero e da igreja que ele não tá sabendo ainda!
    O prota também precisa perder um pouquinho de vez em quando, né? Pra dar uma emoção na história. Se nós soubermos que ele sempre vai ganhar, a história perde a graça.

  4. Eu li esse capítulo pensando que era o 498, acabei voltando pra ler, já que sou meio perfeccionista, vou reler o capítulo 499.
    Odeio quando isso acontece 😑

  5. Eu li esse capítulo pensando que era o 498. acabei voltando pra ler. já que sou meio perfeccionista, vou reler o capítulo 499.
    Odeio quando isso acontece 😑

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!