LAB – Capítulo 553

Troféu

— Gemas? Pruu! — Maggie separou os cabelos brancos que cobriam sua testa para revelar seus olhos curiosos.

— São pedras mágicas. — Agatha disse, enquanto pegava as pedras para dar uma olhada mais de perto — Não tenho ideia de que tipo de pedras mágicas elas são, mas, a julgar pela cor, devem ter sido feitas pelas Feras do Caos a partir de Pedras da Retaliação Divina de alta qualidade

— O troféu que recebemos de um Demônio Sênior deve ser algo bom. — Ramos disse sorrindo — Estou surpresa por ele ter escondido a caixa dentro do corpo.

— Oh, você me lembrou. Existem caixas como esta nos corpos dos outros demônios mortos? Pruu, vou verificar. — Maggie disse animadamente.

— Cuidado com os recipientes de Névoa Vermelha! — Agatha avisou.

Em menos de dez minutos, Maggie voltou com duas caixas pretas nas mãos e disse:

— Encontrei nos demônios com roupas coloridas.

Rouxinol tirou algumas pedras mágicas das duas caixas, embora fossem mais escuras e menores que as pedras da primeira caixa.

Agatha reuniu todas as pedras mágicas e depois não pôde deixar de franzir a testa.

— Há algo errado? — Rouxinol perguntou.

— Parece que existem muitas pedras mágicas. — Agatha respondeu.

— Não é uma coisa boa ter tantas delas? — Rouxinol perguntou.

Agatha balançou a cabeça levemente e explicou:

— A Aliança matou milhares de Demônio Temíveis, mas ainda assim era difícil conseguir algumas pedras mágicas. É por isso que a Sociedade Expedicionária fez de tudo para capturar e criar Feras do Caos. Então, por que agora eles estavam carregando tantas pedras mágicas?

— Talvez eles estejam acumulando estas pedras em todos estes últimos quatrocentos anos? É como um cara azarado que juntou todas as suas economias, esperando começar uma vida pacífica em sua cidade natal, mas foi morto e roubado por nós no caminho. — Rouxinol sugeriu com um sorriso tenso.

No entanto, ninguém riu. Todos elas sabiam claramente que, se os numerosos demônios produziram pedras mágicas nos últimos 400 anos, agora eles deveriam ter uma quantidade incrível de recursos de guerra.

Para quebrar o silêncio mortal, Agatha disse:

— Bem, não adianta pensar demais nisso agora. Afinal, temos que lutar contra eles de qualquer maneira. Não há outra maneira de lutar na batalha.

Guiado por Raio, o Primeiro Exército finalmente chegou ao bosque.

— Vocês estão bem? — Wendy saltou às pressas das costas de Raio para verificar as bruxas uma a uma — Anna…

— Não se preocupe. Ela apenas desmaiou por causa do esgotamento do poder mágico. — Rouxinol confortou Wendy — Todo mundo está bem.

— Eu disse a ela, mas ela continuou pedindo para que eu voasse mais rápido. — Raio disse. A cabeça dela estava enrolada e vários fios de cabelo podiam ser vistos em sua testa.

— E isto?  São os demônios? — Brian perguntou em choque, olhando para os corpos colocados em fila no chão.

— Sim, demônios mortos. Você precisa dizer aos seus soldados para trazê-los de volta, incluindo seus restos mortais, armaduras, roupas e armas. Nenhuma dessas coisas deve ser deixada para trás. Essa é a ordem de Sua Majestade. — Rouxinol deu de ombros e disse.

— Sim! Eu cuidarei disso. — O rosto de Brian de repente endureceu, ouvindo a ordem.

— Que pena! Não pegamos um demônio vivo. O plano para fabricar Sigilos deve ser adiado novamente. — Agatha disse com um suspiro.

— Um demônio vivo? Provavelmente existe um. — Raio inclinou a cabeça e disse.

— O quê? Onde? — Todas as pessoas simultaneamente se viraram para olhar para Raio.

— Não tenho certeza, mas se demônios sabem nadar, talvez um ainda esteja vivo. — Raio disse enquanto piscava.

À tarde, os navios a vapor deixaram o porto e voltaram para navegar em direção à Cidade de Primavera Eterna.

Os soldados curiosos e surpresos do Primeiro Exército se amontoaram no convés de um dos navios a vapor.

— Este é o inimigo contra o qual lutaremos no futuro?

— Nem é lá aquelas coisas, a não ser o seu tamanho enorme e intimidador.

— Quieto! Você percebeu o que disse? Você não viu que mesmo as poderosas bruxas de Sua Majestade saíram da batalha gravemente feridas? E ainda diz que eles não são lá aquelas coisas? — Alguém interrompeu.

— É verdade, esses demônios mortos deveriam ser ferozes, pelo menos, muito mais difíceis do que as bestas demoníacas. Até a poderosa Lady Anna desmaiou. — Outro acrescentou — Lembram, foi ela quem selou a brecha na muralha da vila e bloqueou um grande grupo de bestas demoníacas sozinha naquela vez.

Os outros soldados concordaram.

— Uhum. Estive lá. Lady Anna salvou minha vida!

— Se não fosse ela, eu já teria sido pisoteado até a morte pelos javalis demoníacos.

— Infelizmente, a senhorita Anjo não está aqui. Caso contrário, elas já estariam curadas.

Ouvindo o que os soldados disseram, Rouxinol e Agatha, de pé na popa do navio, se entreolharam e depois balançaram a cabeça com um sorriso.

Ambas acharam incrível o que acabaram de ouvir. Como Agatha veio da época em que as bruxas governavam o mundo humano e escravizaram as pessoas comuns, mas agora, ela desenvolveu um novo sentimento em relação às pessoas comuns quando soube que elas consideravam bruxas suas camaradas de armas. Rouxinol, que teve que se esconder das pessoas comuns por muito tempo e sofreu com a coerção e perseguição da Igreja, também sentiu pela primeira vez que as pessoas comuns eram capazes de aceitar as bruxas e até mesmo dispostas a lutar lado a lado com elas.

— O que você acha? — Rouxinol perguntou.

— Você está se referindo sobre o alvo do teste? Acho que tivemos a sorte de capturá-lo vivo quando acreditamos que estávamos voltando de mãos vazias. — Agatha disse com um sorriso.

O alvo do teste, o Demônio Frenético vivo trancado em uma gaiola de ferro, atraiu os soldados que se reuniram em volta para dar uma olhada.

Segundo Raio, as chamas da explosão do balão de hidrogênio machucaram e atingiram esse infeliz demônio, deixando-o inconsciente, fazendo com que ele caísse na água. Depois de recuperar a consciência, ele lutou por meio dia, tentando nadar até a margem, mas falhou, pois estava gravemente ferido. No final, foi capturado por Maggie, que disse que o Demônio Frenético deve tê-la confundido com uma besta demoníaca alada, pensando que ele havia sido resgatado e clamado em voz alta para chamar sua atenção. Ele jamais poderia imaginar que se tornaria um cativo das bruxas.

Como Iffy havia se esgotado, tanto seu poder mágico quanto sua resistência, e estava praticamente no limite, ela provavelmente não conseguiria prender o demônio por muito tempo. Após discutirem a situação, as bruxas decidiram cortar todos os membros do demônio e deixar Agatha congelar as feridas. Ao fazer isso, o demônio não poderia se matar nem morrer antes de usar a Névoa Vermelha.

— É difícil acreditar que ainda conseguimos concluir a tarefa após o repentino e terrível acidente. Temos muita sorte. — Rouxinol sorriu e disse.

— Oh, você não precisa descansar? — Agatha perguntou, apontando para sua cintura.

— Está tudo bem após o tratamento com ervas. Antes de conhecermos Sua Majestade Roland, Ramos cuidava dos ferimentos de todas as irmãs da Associação Cooperativa das Bruxas. — Rouxinol disse levemente enquanto balançava as mãos indicando que estava tudo bem.

— Não fui prudente o suficiente nessa operação. Felizmente, todas estão bem. — Agatha disse e suspirou.

— Você quer dizer em relação ao Demônio Sênior? Você não tem culpa. Ninguém poderia prever que ele apareceria neste lugar remoto. — Rouxinol a consolou.

— E é isso o que está me deixando confusa… Os Demônios Seniores nunca agiram sozinhos. Eles geralmente se esconderiam atrás de um enorme exército de demônios e eram poucos em número. Durante as décadas de batalha, a Aliança registrou todos os Demônios Seniores que apareceram. Havia menos de 20 deles, incluindo os mortos em batalha. — Agatha parou por um tempo e continuou — Eu pensei que tinha que esperar até que a Lua Sangrenta chegasse para vê-los, mas agora não tenho certeza, depois de ver as pedras mágicas.

Rouxinol logo entendeu o que ela queria dizer e essa ideia a fez ter calafrios.

— A vida útil dos demônios, o limite de crescimento, a evolução e a reprodução ainda permanecem desconhecidos para nós. O que eles fizeram nos últimos quatrocentos anos? Supondo que eles acumularam tantas pedras mágicas, é possível que eles também tenham muitos Demônios Seniores agora?

JZanin
Professor de Química, mestre em Ensino de Ciências, jogador de RPG sem tempo e Deodoro Aliguieri nos tempos vagos que não existem mais. ~Strong alone, stronger together!~

3 Comentários

  1. Puts quero nem ver a merda que ia dar se esse senior tivesse batido de frente com os 100 homens do primeiro exercito, ia ter sido uma chacina.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!