LAB – Capítulo 557

Teste de ataque

Depois do jantar, Roland se apressou imediatamente para o quintal do castelo, mesmo que ele realmente quisesse ter algum tempo com Anna primeiro. No entanto, a Névoa Vermelha do demônio era limitada e o experimento precisava ser realizado imediatamente.

Quase toda União das Bruxas estava presente, e mesmo as que não participariam do teste, não queriam perder a chance de olhar mais de perto o inimigo.

O Demônio Frenético sem membros já estava sob o controle de Brisa, silenciosamente deitado no meio do piso do galpão. Foi a primeira vez que Roland viu um ser alienígena que era diferente de um humano. Tinha um corpo imenso e era ainda mais alto que Machado de Ferro. Seus braços congelados eram tão grossos quanto as coxas de um ser humano, com sulcos de músculos claramente definidos, totalmente cobertos por vasos sanguíneos azuis que exibiam sua grande força.

A cor azul-preta de sua pele áspera deveria ser normal, considerando que o sangue do demônio era azul. Roland estendeu a mão para sentir sua pele. Claramente, o corpo do demônio era mais quente que de um ser humano e isso significava que sua taxa de metabolismo era mais rápida. Em outras palavras, quanto maior a taxa de metabolismo, menor a adaptabilidade ambiental.

Como o Demônio Frenético possuía um respirador conectado ao capacete, sua aparência estava oculta. No entanto, a julgar por toda a sua aparência, era obviamente um cordado avançado. Um Demônio Frenético, pelo menos, tinha aparência humana, principalmente quando comparado ao ridículo Demônio Temível ou um Lorde do Inferno.

É claro que, de acordo com Agatha, este demônio inferior era menos inteligente e não podia ser comparado aos humanos. No entanto, no quesito astúcia e trapaça,  um Demônio Sênior era mais como um humano.

— Entre os cinco demônios, o Eversivo Mágico foi praticamente evaporado pelo Sigilo da Vontade Divina e um dos Demônio Frenéticos foi fatiado por Anna. Dois recipientes de Névoa Vermelha vieram dos três demônios restantes e foram usados no caminho. — Agatha esfregou a testa, parecendo um pouco cansada e sua voz estava muito mais suave do que o habitual — A Névoa só durará até amanhã à noite. Portanto, o experimento deve ser realizado antes desse período, se quisermos fazer o Sigilo. Ainda precisarei de meio dia para derreter a base do Sigilo e posso falhar algumas vezes durante o processo.

— A Névoa Vermelha é fatal para as bruxas. Como você conseguiu trocar o recipiente?

— Pedimos ajuda às pessoas comuns. — Agatha apontou para o recipiente, que parecia feito de um tipo de carapaça, ao seu lado — Trouxe alguns dos recipientes de armazenamento já vazios, caso precisemos deles no futuro.

Roland assentiu e se virou para olhar Brisa, dizendo:

— Você pode controlar o poder mágico que ele usava?

— Se ele conseguir… — Brisa respondeu, seriamente — Não preciso manipular especificamente todos os seus movimentos, mas apenas dar uma ordem e forçá-lo a seguir a ordem. Esse comando está além dos limites da linguagem e do pensamento, de modo que até os animais demoníacos o seguiriam. Mas é claro que não deve ser muito complicado.

— Ótimo. — Roland então instruiu Nana — Conecte os membros dele para que eu possa observar a força e registrar os intervalos em que um Demônio Frenético consegue desferir um ataque com sua lança.

— Espere um minuto! Agora no castelo? — Lily franziu a testa.

Lunna, Beija-Flor e as outras imediatamente se esconderam atrás de Wendy. No entanto, Papel e Vera, que não haviam experimentado o sofrimento da Associação Cooperativa das Bruxas, não tiveram uma reação tão excessiva. Suas expressões mostraram curiosidade em vez de medo.

— E se houver um acidente? — Pluma murmurou.

— Não se preocupe. Estamos aqui. — Iffy disse calmamente.

Durante o jantar, Roland havia compreendido mais ou menos tudo o que aconteceu durante a Operação Ponto de Viragem. O aparecimento inesperado de um Demônio Sênior causou pânico entre a equipe, levando-as ao perigo. No entanto, as bruxas finalmente conseguiram derrotar o forte inimigo. Iffy teve um papel importante, especialmente depois que o Sigilo da Vontade Divina se tornou ineficaz. Sua determinação em arranjar tempo para que todas escapassem mudou a perspectiva das outras bruxas em relação a ela e sua atitude em relação às bruxas que não são combatentes também se tornou mais branda. No entanto, tudo isso ocorreu de forma tão sutil que até a própria Iffy provavelmente não notou as leves, porém profundas transformações.

Talvez demore um pouco mais para ela ser aceita como parte da equipe. — Roland pensou, percebendo que agora sim existia uma oportunidade de ambos os lados se reconciliarem.

Nana se agachou com relutância para começar a tratar o demônio.

Não havia absolutamente nenhuma maneira de concluir a “cirurgia” com a medicina convencional. Em uma situação em que havia falta de um agente anticongelante, isso evitaria que os membros apodrecessem, mas não seria capaz de impedir que a estrutura celular fosse queimada pelo congelamento. No entanto, as más condições dos membros decepados estavam claramente melhorando e até as queimaduras estavam desaparecendo, pouco a pouco, sob a restauração mágica que desafiava a razão.

Uma vez que os membros foram completamente reconectados, a pele originalmente de cor preta estava gradualmente ficando verde, o que significava que o sangue estava começando a circular novamente.

Depois de meia hora, o demônio se levantou silenciosamente de onde estava deitado no chão e saiu lentamente do galpão.

As bruxas o seguiram, uma a uma, em uma cena completamente diferente de como elas geralmente agiam, como um grupo desorganizado. Agora elas formaram uma longa fila atrás de Wendy e Pergaminho. As expressões mistas de medo e curiosidade nos rostos de Lunna e das outras fizeram Roland rir incontrolavelmente.

Ramos já havia preparado o “campo de testes”, que era um alvo a cerca de 200 metros do galpão de madeira. Havia uma placa de aço e uma couraça, que estavam penduradas nas videiras localizadas no final da cerca do jardim, depois de passar por duas fileiras de oliveiras que ladeavam os dois lados. Era também a distância de combate convencional para um fuzil de repetição.

— Comece. — Roland sinalizou, olhando para o demônio com a lança de osso.

— Sim.

Brisa acabou de terminar suas palavras quando os braços do Demônio Frenético começaram a inchar. A Pedra Mágica incrustada em seus braços brilhou com uma fraca luz amarela. O demônio deu um passo à frente, arqueou o corpo e jogou a lança de osso em direção ao alvo.

Houve um clarão branco, seguido pelo barulho da couraça, acertando o alvo à distância.

Seus braços rapidamente se encolheram, como se tivesse esgotado toda a sua força.

Provavelmente devido aos seus ferimentos graves, o tempo de recuperação foi muito maior que o normal. Seus braços só voltaram ao seu estado normal após cerca de uma hora.

Obviamente, seu poder de arremesso não era fraco.

A lança de osso havia penetrado completamente a couraça e estava firmemente presa à cerca. Puxando a lança do osso, podia-se ver que a ponta da lança estava quebrada pelo impacto do arremesso. Haveria mais danos se fosse substituída pela lança curta de ferro. No entanto, olhando para as roupas do Demônio Frenético, o inimigo provavelmente tinha pouca compreensão da utilização de metais em comparação com os seres humanos. Até a armadura do Demônio Sênior não parecia feita de metal puro.

Depois de ponderar sobre estas coisas, Roland acreditava que seria provavelmente devido à chama de alta temperatura necessária para fundir o metal, e a Névoa Vermelha não era muito resistente ao fogo. Se as informações fornecidas por Agatha forem precisas, os demônios devem ter muito cuidado com o uso do fogo.

Se a civilização humana se originou do fogo, os demônios provavelmente nasceram para temer o fogo. — Roland pensou.

O próximo teste foi o lançamento rápido.

O Demônio Frenético foi forçado a lançar duas lanças de osso em um curto intervalo de tempo. No entanto, ele rugiu de dor. Embora seu corpo fosse controlado, a dor aguda causada pelo uso excessivo da pedra mágica não foi removida. Seus braços ficaram paralisados depois que terminou de lançar a segunda. Seus braços se tornaram como casca seca e não podiam se recuperar novamente.

As duas lanças de osso se esmagaram contra a chapa de aço de três milímetros de espessura.

Assim, a técnica mais ameaçadora do Demônio Frenético poderia ser comparada aos fuzis de repetição usando munições normais de pólvora. Mas as armas mais avançadas de Primavera Eterna, os fuzis de precisão, poderiam perfurar facilmente uma chapa de aço.

JZanin
Professor de Química, mestre em Ensino de Ciências, jogador de RPG sem tempo e Deodoro Aliguieri nos tempos vagos que não existem mais. ~Strong alone, stronger together!~

6 Comentários

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!