LAB – Capítulo 625

A Batalha Decisiva

— Lady Zero, parece que Margie está no limite. Ela está esgotada. — Vanila falou.

— Espere mais um pouco.

Zero observou o campo de batalha com uma expressão sombria no rosto. Embora estivesse no subterrâneo, o Arco Mágico de Margie a possibilitou de ver o Exército da Punição Divina avançar pelas trincheiras, invadindo o espaço do exército inimigo gradualmente. Porém, quanto mais longe avançavam nas trincheiras, mais lento ficavam.

Eles poderiam apenas atacar de maneira lenta, já que cada passagem estratégica havia sido fortemente protegida pelos inimigos. Portanto, eles inevitavelmente eram atingidos pelas armas de pó de neve quando tentavam atirar suas lanças. Mais e mais cadáveres de Guerreiros da Punição Divina preenchiam as trincheiras, com sangue azul inundando o chão.

Acima das trincheiras era ainda mais difícil de avançar.

Embora os Guerreiros da Punição Divina pudessem pular pelo emaranhado de arames resistentes, eles logo seriam expostos ao poder de fogo do inimigo. As bolas de ferro vinham de todo lugar, em particular, das torres que estavam na retaguarda da linha defensiva.

Parecia que os Guerreiros da Punição Divina não conseguiriam avançar até a quarta trincheira. A terceira já era o limite deles.

Droga! — Nunca passou pela mente dela que as coisas chegariam a esse ponto. Ela pensou que havia se preparado bem para este dia. Tal como localizar a posição exata de Roland.

A missão dos mensageiros não era nada mais que um pretexto para que as cartas chegassem nas mãos de Roland. As cartas escritas pelo Papa revelavam os segredos da Igreja e da Batalha da Vontade Divina. As pessoas não levariam isso a sério ao lerem uma informação tão absurda, mas se tornaria muito mais convincente se a carta fosse escrita pessoalmente pelo Papa.

Além disso, o que ela escreveu foi a pura verdade. Roland não conseguiria desvendar as verdadeiras intenções dela ao enviar-lhe essas cartas, mesmo com o auxílio das bruxas.

Um pó especial foi colocado na carta. Era um produto alquímico desenvolvido pela Autoridade Secreta Principal, que exalava um odor que pessoas normais não conseguiriam sentir. Se alguém tocasse na carta, o odor seria transmitido para essa pessoa, impregnando-se em sua pele. Seria difícil removê-lo; nem mesmo água adiantaria.

Zero firmemente acreditava que a carta seria entregue a Roland, já que todo governante estaria interessado nesse tipo de segredo chocante. As outras pessoas não teriam a autoridade de ler a carta, e por isso, Roland com certeza era o que tinha o cheiro mais forte do pó em seu corpo. Embora outras pessoas também tivessem tocado na carta, Vanila conseguia diferenciar o odor pela intensidade e saber quem tinha o cheiro mais forte.

Vanila podia sentir odores inimagináveis e variados quando ela usava sua habilidade. Segundo ela, marcas de sangue após um mês ainda emitiam um fraco odor e animais exalavam um cheiro estranho quando estavam no cio.

Naquele momento, Roland estava a apenas mil passos de distância delas.

Zero havia usado inumeráveis Guerreiros da Punição Divina e de Julgamento para desviar a atenção da linha defensiva de Castelo Cinza. Até mesmo algumas bruxas puras de menos importância haviam sido usadas como sacrifícios para ocupar as bruxas do Acampamento de Roland que poderiam detectar reações mágicas. Contudo, ela, a que estava por trás de tudo isso, estava se escondendo no subterrâneo e se movendo pelas rochas usando o Arco Mágico de Margie.

Véu Negro era o verdadeiro trunfo para vencer esta guerra.

Como uma das três bruxas de maior posição na Cidade Sagrada, valorizada por Sua Santidade O’Brian, a habilidade dela era extremamente terrível para as pessoas normais. Quando jovem, as pessoas que olhavam nos olhos dela sentiriam um medo imprescindível, como se tivessem visto um monstro. O poder dela só fez aumentar quando se tornou adulta. Se fizessem contato visual com ela, o sentimento forte de medo ocuparia a mente das pessoas, que logo em seguida iriam se matar ou ferir pessoas ao redor devido à impulsos maníacos.

Além disso, a habilidade derivada de Véu Negro também era bastante poderosa. O simples contato visual não só causaria medo como também ilusões. Embora essa habilidade de ilusão pudesse afetar apenas uma pessoa por vez, poderia ser de extrema importância em algumas situações críticas. Foi por causa dessa habilidade derivada que o Arcebispo Tayfun acreditou que o Papa ainda estava vivo e obedeceu às ordens de Zero.

Sob a influência do Olhar da Morte de Véu Negro, Zero tinha certeza que as tropas de Roland seriam derrotadas instantaneamente. Em seus planos, tudo parecia que ia dar certo, mas Zero percebeu que estava errada assim que a guerra começou.

Ela notou que, apesar das preparações, ainda havia subestimado o poder das armas de pó de neve de Roland.

Fumaça densa ocupava toda a passagem da montanha. Com a ajuda das armas de pó de neve, Roland havia lançado ataques a uma distância de dez mil passos e as tropas da Igreja foram severamente atingidas antes de chegarem nas linhas de defesa do inimigo.

Ela havia mudado a tática de batalha rapidamente para atacarem com tudo, mas logo percebeu que o Exército da Punição Divina também estava com dificuldade.

As trincheiras aparentemente rasas eram muito mais difíceis de invadir do que as grandes muralhas de outros reinos. E o pior, assim que os guerreiros conseguiam invadir uma trincheira, os inimigos não tentavam defender a posição, mas sim recuavam para a trincheira de trás. Eles deixavam o caminho livre para os Guerreiros da Punição Divina e continuavam interceptando-os com um poder de fogo ainda mais concentrado. Durante esse tempo, Zero até mesmo viu uma bruxa Extraordinária no campo inimigo.

O Arco Mágico de Margie não conseguiria resistir por muito tempo, já que o poder mágico dela estava se esgotando. E a situação atual era crítica.

Isabela detectou que pelo menos metade dos inimigos estavam usando Pedras da Retaliação Divina. Sob tais circunstâncias, ela tinha que fazer com que os inimigos recuassem mais e assim ficassem mais agrupados num só local, para que quando Véu Negro aparecesse, uma quantidade maior de pessoas fosse afetada pelo Olhar da Morte. Mas o Exército da Punição Divina neste momento estava marchando em direção ao terceiro entrincheiramento, e os inimigos ainda estavam muito afastados um do outro.

Quando Véu Negro fosse exposta aos inimigos, ela teria apenas um tempo limitado para usar sua habilidade. Quantos inimigos iriam olhar para ela nesse momento? Após isso, ela provavelmente seria atingida pelas inúmeras armas de pó de neve.

— Vossa Santidade… o arco… está prestes a colapsar… eu não consigo mais… — O rosto de Margie estava cheio de suor; a voz dela tremia um pouco. Obviamente, o poder mágico dela havia chegado ao limite. Rachaduras começaram a aparecer na superfície da redoma, cujo brilho também começou a ficar fraco. Zero percebeu que ela tinha que fazer uma escolha.

Ou melhor, ela só tinha uma escolha.

— Suba! Faça como eu te disse antes!

Margie respirou profundamente e começou a operar o arco para se aproximar da superfície. Em poucos segundos, o arco chegou na superfície, e o poder mágico de Margie acabou de vez. Um cheiro forte de fumaça, estrondos ensurdecedores junto com um odor ferroso de sangue de repente invadiram o local onde Zero e as outras bruxas estavam.

Véu Negro virou o rosto e olhou para Zero profundamente; em seguida, ela pulou para fora do buraco quadrado deixado pelo arco.

Previsivelmente, essa seria a última vez que ela serviria à Igreja.

O campo de batalha acima se aquietou de repente como se uma mão invisível tivesse tampado a boca de cada um.

— Isabella! Comece a usar o Sigilo do Infinito! — Zero ordenou.

Após alguns segundos, o barulho das armas de pó de neve logo voltou, e ao olhar para cima, ela viu Véu Negro ser perfurada incontáveis vezes pelas bolas de ferro, com sangue espirrando para todo lado. No momento seguinte, o corpo de Véu Negro caiu para trás, dentro do buraco, como uma planta sem raiz.

Rangendo os dentes, Isabella pegou o Sigilo do Infinito e imbuiu seu poder mágico.

A pedra de repente ficou negra e sombria, como se estivesse absorvendo a luz do sol ao redor. Sob a ação do ‘Sigilo do Infinito’, ondulações invisíveis se espalharam por todo o campo de batalha. A amplitude das ondulações era a mesma que a da Pedra da Retaliação Divina que Roland estava usando, só que numa direção oposta. Sob a influência dessas ondulações, o buraco negro formado pelas Pedras da Retaliação Divina de alta qualidade desapareceria imediatamente.

Quase ao mesmo tempo, Zero magicamente se transformou num feixe de luz e voou em direção ao rei, que estava a mil passos de distância.

Assim que voou para fora do buraco, em sua forma de alma, ela olhou do céu para todo o campo de batalha.

Havia centenas de cadáveres espalhados pelas trincheiras.

Expressões de pânico e choque estampadas em seus rostos.

A Extraordinária do campo inimigo deixava um rastro de sangue por onde quer que passasse.

O Exército de Julgamento avançava em direção ao inimigo.

Tudo pareceu equilibrado até que o poder de fogo letal das torres surgiu novamente. O campo de batalha retornou à sua normalidade. Os brados, gritos e sons explosivos se misturaram, formando um ode vibrante.

Ela viu o príncipe com cabelo cinza e sentiu que os Deuses sorriram para ela enquanto se aproximava cada vez mais da plataforma.

Rouxinol notou algo estranho. No mundo preto e branco da névoa, o poder mágico daquele feixe de luz era extremamente expressivo, como se uma grande quantidade de ciclones embaçados estivesse vindo em sua direção a uma velocidade tremenda.

Esse com certeza era o último ataque que os inimigos lançariam, e com certeza o mais letal e crítico.

— Proteja Sua Majestade!

Shavi estendeu as mãos para criar uma grande barreira mágica, larga o suficiente para cobrir toda a plataforma.

Andrea invocou seu Arco Mágico para atirar flechas de luz em direção ao feixe de luz que se aproximava.

Percebendo que o alvo do feixe de luz era Roland, Rouxinol agarrou o braço do rei, que havia perdido a proteção da Pedra da Retaliação Divina, e já estava pronta para entrar em seu mundo da névoa e fugir.

Mas o feixe de luz se moveu muito rápido.

Instantaneamente, o feixe de luz passou pelas flechas de luz e pela barreira mágica e se aproximou de Roland e Rouxinol. Até mesmo o mundo da névoa não conseguiria bloqueá-lo.

Rouxinol empurrou Roland para um lado e, sem nenhuma hesitação, se jogou na direção do feixe de luz.

Entretanto, seus esforços foram inúteis. Aconteceu tudo numa fração de segundo. O feixe de luz atravessou o corpo de Rouxinol e foi direto para o corpo de Roland.

— Não… — Rouxinol gritou, desesperada.

Com seus olhos arregalados, o corpo de Roland estremeceu e caiu para trás.

Kabum
Engenheiro Mecânico. Soteropolitano.

15 Comentários

  1. Eita carai.. Agora a zero vira parte de rolandinho.. Depois dec 200 CAP finalmente aconteceu como muitos leitores disseram e torceram pra acontecer

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!