LdM – Capítulo 138

Caminho Gigante

O Deus onipotente e onisciente… O Senhor que criou tudo… — Klein recostou-se enquanto refletia sobre as palavras que o jovem da Cidade de Prata havia dito.

Ele não era estranho ao “Senhor que criou tudo”. O Criador mencionado no Livro das Tempestades, A Revelação da Noite Eterna e outros mitos urbanos se referia ao Criador com títulos semelhantes. Era também o modo como várias organizações secretas, como a Ordem Aurora, descreviam o Verdadeiro Criador.

Mas foi a primeira vez que Klein ouviu falar de um “Deus onipotente e onisciente” neste mundo. Seja a Deusa da Noite Eterna, o Senhor das Tempestades, ou o Deus do Vapor e Maquinaria, nenhum deles alega ser onisciente ou onipotente.

Se a Cidade de Prata estivesse realmente na Terra Abandonada pelos Deuses, então a Terra Abandonada pelos Deuses realmente pertenceria a este mundo. O “Deus onipotente e onisciente” pode ser o título do Criador usado nos tempos antigos… — Klein olhou para o jovem à sua frente, pensativo. Ele olhou para as cores emocionais de dor e de tristeza.

Quando Derrick sentiu o olhar do Louco, ele abaixou a cabeça involuntariamente.

Ele se lembrou das lendas que seus pais haviam lhe contado, e disse lenta e tristemente:

— Quando o sol desapareceu do céu, quando as nuvens foram rasgadas e dilaceradas, quando raios e trovões se tornaram nossos governantes, e os monstros à espreita no escuro surgiram de repente, aterrorizantes além da imaginação, eles destruíram uma cidade após a outra no Reino de Prata. A Idade das Trevas da Humanidade havia chegado.

— Os especialistas restantes na Cidade de Prata então confiaram em seu poder unido e em dois itens mágicos antes de finalmente evitarem o ataque das Criaturas das Trevas. Eles gradualmente erradicaram os monstros em uma distância de uma jornada de um dia da cidade e estabeleceram uma cidade-estado que protegeu a última luz da civilização humana.

Uma descrição padrão de livro didático… — Klein não pôde deixar de comentar internamente.

A descrição do jovem o fez sentir que a Cidade de Prata estava em um mundo diferente do Continente Norte.

Talvez essa seja a característica única da Terra Abandonada pelos Deuses? — Ele pensou, sem revelar suas emoções.

Derrick acalmou sua respiração e continuou:

— Durante as primeiras décadas, plantas não puderam crescer. A Cidade de Prata teve uma grande falta de comida, e só podíamos caçar criaturas das trevas ou animais mutantes para aliviar nossa fome. A população diminuiu drasticamente. Felizmente, encontramos a Grama de Folha Preta, que conseguia sobreviver nessas circunstâncias e se tornou nossa única fonte confiável e estável de alimento.

— É dito que foi a intervenção final que o magnífico Deus deixou para nós, permitindo que uma geração após a outra vivesse na Cidade de Prata. Persistiu na Idade das Trevas por 2582 anos.

— A passagem do tempo foi registrada por uma longa linha de Chefes. Para o resto das pessoas na Cidade de Prata, chamamos períodos de relâmpagos frequentes de “dia” e, quando os relâmpagos desaparecem, chamamos de “noite”. É um sistema bastante confuso e dificulta a identificação de datas exatas.

Um lugar tão mágico… — Klein estava contente por não ter falado sobre “amanhã”, apenas mencionando vagamente os dois dias seguintes.

Derrick falou brevemente sobre os poucos incidentes memoráveis ​​na história da Cidade de Prata, explicando:

— Quando a população voltou a um certo nível, o número de Beyonders aumentou. O conselho de seis membros começou a formar tropas de elite para explorar as trevas. Atualmente, já exploramos todo o território original e as cidades próximas e agora estamos avançando em direção às profundezas mais escuras e aterradoras das trevas. Na fronteira, encontramos cidades com um estilo arquitetônico estranho, que foram destruídas em algum momento da história. Suspeitamos que fossem santuários construídos por outros humanos remanescentes. Infelizmente, no final, eles ainda perderam para as Criaturas das Trevas.

As Criaturas das Trevas que ele menciona deve ser uma referência a monstros que se escondem no escuro, que estão além da imaginação…? — assentiu Klein indiscernivelmente.

— … O Reino de Prata já foi governado pelo Rei Gigante. Portanto, a cadeia Beyonder que controlamos é o caminho Gigante, também conhecido como o caminho de Sequência do Guerreiro de Sangue Divino… Quando matamos certos monstros e exploramos as cidades destruídas, obtivemos fórmulas de poções de outras Sequências, no entanto, os caminhos de Sequência estão incompletos — disse Derrick, passando a explicar a situação atual da Cidade de Prata.

Ao ouvir isso, Klein ficou atordoado. Embora não tenha mudado muito sua postura, obviamente estava prestando mais atenção.

Adoro saber mais sobre poções de Sequência! O Rei Gigante… A Cidade de Prata e o Continente Norte compartilham a mesma história? A história da Segunda Época… Hmm, matar um monstro faz com que ele drope uma fórmula? Isso é um jogo? Não, há outra possibilidade. Aqueles monstros já foram humanos, Beyonders… — Klein de repente sentiu um peso em seus ombros.

Derrick viu que o Louco não respondeu. Ele cerrou os dentes, ponderou e continuou:

— Os nomes do caminho da Sequência Gigante são Sequência 9 Guerreiro Beyonder, Sequência 8 Gladiador, Sequência 7 Mestre de Armas, Sequência 6 Paladino do Amanhecer, Sequência 5 Guardião, e Sequência 4 Caçador de Demônios. Somente os anciãos no conselho de seis sabem os nomes das Sequências superiores.

Sequência 4 Caçador de Demônios… Esse é o nome de uma fórmula de poção de Alta Sequência? Essa é a primeira vez que ouvi algo do tipo! — Klein se sentiu encantado com o fato de finalmente ter aprendido um dos nomes das Sequências superiores. No entanto, ele suspeitava que era um nome dos tempos antigos, que seria diferente da versão atual no Continente Norte, assim como Padre Tempestuoso e Navegante.

Ah, Guerreiro Beyonder, Gladiador, Mestre de Armas… Parecem familiares… Ah, certo, o caminho de Sequência que a Igreja do Deus da Guerra e do Combate controla é muito semelhante a isso! Sequência 9 Guerreiro, Sequência 8 Pugilista, Sequência 7 Mestre de Armas! — Devido aos limites de sua autorização de segurança, Klein só conhecia os títulos das três primeiras poções que a Igreja do Deus da Guerra e do Combate controlava, mas mesmo assim a semelhança entre os dois caminhos era óbvia.

Com base no significado principal, são basicamente idênticos. A Sequência completa que a Igreja do Deus da Guerra e do Combate dominou é o chamado caminho da Sequência Gigante… Dizem que houve um Deus que emergiu na Terceira Época, a Era do Cataclismo, para herdar o domínio do Rei Gigante. Ou será que ele próprio era um Gigante antigo? — Klein analisou e julgou enquanto mantinha sua aparência calma.

Derrick continuou a explicar.

— Depois de superarmos as dificuldades iniciais, a Cidade de Prata tem sido governada por um conselho de seis membros desde então. O ancião que desfruta da posição mais alta no conselho é chamado de Chefe. Os outros cinco são iguais em rank… O atual conselho de seis é formado por três Caçadores de Demônios, dois Guardiões com o maior potencial e um Pastor.

A Cidade de Prata tem três Beyonders de alta sequência! Semideuses experientes! Só esses três poderiam destruir o Clube do Tarô uma centena de vezes… — Klein sentiu com um pouco de medo. Ele ainda não tinha recrutado alguém sob o nariz de um Beyonder de alta sequência.

No entanto, como o jovem era apenas um mero humano, nem mesmo na Sequência 9 ainda, era improvável que atraísse a atenção dos escalões superiores por um longo tempo. Assim, Klein relaxou novamente.

Pastor é de outra poção, talvez de um dos caminhos incompletos? Me lembra o estilo da Ordem Aurora… Aquele membro que escreveu uma carta ao Sr. Z, como era mesmo o nome dele? Ele ficava mencionando o “cordeiro do Senhor”… — Klein manteve sua postura relaxada e perguntou casualmente:

— Pastor?

— Sim, esta é uma poção que descobrimos em uma cidade que as Criaturas das Trevas destruíram. Só havia até Sequência 5 Pastor, mas a Anciã Norwaya é muito forte, muito estranha e muito assustadora. Dizem que uma vez ela venceu uma batalha contra um espírito maligno do nível de um Beyonder de alta Sequência sem se machucar. Portanto, quando houve uma vaga no conselho de seis, eles fizeram uma exceção para ela — contou Derrick, sentindo um pouco de medo.

Klein pensou, depois sorriu ao perguntar:

— Quais são as Poções antes de Pastor? Elas soam familiares. Como sabe, o nome histórico de uma Sequência e seu nome atual são sempre diferentes.

— Na Cidade de Prata, os nomes das poções nunca mudaram — Derrick refutou instintivamente. Ele então abaixou a cabeça e disse:

— Sequência 9 Suplicante de Segredos…

Realmente… — Klein ficou satisfeito quando suas suposições foram confirmadas.

Este era o nome da sequência 9 da Ordem Aurora!

— Sequência 8 é Receptor de Sussurros, Sequência 7 é Ascético das Sombras, Sequência 6, Padre das Rosas e Sequência 5 é Pastor — Derrick contou o que sabia.

Receptor dos Sussurros e Ouvinte, são quase iguais… Heh, eu sei mais do que as informações fornecidas pelos Falcões Noturnos de Tingen. — De bom humor, Klein acenou para Derrick continuar.

Derrick então descreveu a situação atual da Cidade de Prata e, finalmente, não pôde deixar de dizer:

— Eu carrego a maldição do destino. Independente se um cidadão da Cidade de Prata é um humano normal ou Beyonder, todos nos tornamos espíritos malignos depois que morremos, e o espírito maligno de um Beyonder é apenas mais estranho, mais aterrorizante e muito mais difícil de lidar. No passado, houve muitas ocasiões em que essa maldição quase destruiu a Cidade de Prata. A única maneira de evitar que um espírito maligno apareça é que uma pessoa seja morta por alguém de sua própria linhagem.

— Que cruel. Espero que você possa se fortalecer e encontrar um método para as pessoas da Cidade de Prata se livrarem da maldição. — Klein, o Louco que era apenas uma concha vazia, só podia fornecer um pouco de canja de galinha grátis para a alma do jovem.

— Então, eu quero ser o Sol… Quando havia um sol brilhando sobre a terra, nunca havíamos encontrado nenhuma maldição — murmurou Derrick suavemente com grande dificuldade e dor.

Klein assentiu levemente e disse:

— Você terá a chance. Lembre-se de que eu posso trazê-lo aqui a qualquer momento nos próximos dois dias. Tente evitar estar perto de outras pessoas.

— Tudo bem — respondeu Derrick solenemente.

— Antes disso, preciso que você confirme seu nome no encontros. — Klein sorriu e apontou para o baralho de cartas de tarô que apareceu na mesa.

Confiante de que Derrick nunca havia entrado em contato com cartas de tarô, ele fez uma breve introdução. — Escolha uma das cartas como seu apelido. Qualquer uma fora o Louco, Justiça e o Enforcado.

Derrick deu dois passos à frente, folheou as cartas de tarô e disse sem hesitar:

— Sol. Eu escolho o Sol.

— Lembre-se de sua escolha, ela o seguirá pelo resto de sua vida — respondeu Klein como um charlatão.

Ao mesmo tempo, ele estendeu a mão e cortou a conexão de maneira sucinta. Então, ele viu o brilho carmesim retroceder, e o jovem à sua frente se tornou incorpóreo e se dispersou pouco a pouco.

5 Comentários

  1. Opa mais um membro, to louco pra ver como vai ser a reação dos outros dois vendo que o moleque não fala o dialeto comum.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!