LdM – Capítulo 145

Pedido de Ajuda

Algumas sequências são permutáveis após a sequência 5? Isso é diferente do que os Falcões Noturnos me disseram!

Não é fato que não se pode mudar sua sequência depois de ter escolhido? Não foi mencionado que divergir da própria Sequência permitiria obter poderes estranhos e misteriosos, mas também definitivamente ficaria louco e nunca mais seria capaz de avançar?

Em pensar que existem algumas exceções secretas para isso!

Klein olhou para o diário, suas pupilas contraídas.

Ele não achava que o Imperador Roselle falaria bobagens sobre esse assunto. Afinal, a surpresa em suas palavras parecia bem real. Mas ele não assumiu que as informações que o Imperador Roselle havia recebido estavam definitivamente corretas. Havia também a possibilidade de terem mentido para ele, ou ainda ter interpretado mal as informações recebidas.

Vou precisar verificar isso, mas primeiro decorar… — lembrou Klein a si mesmo, depois pensou profundamente sobre o assunto.

Se o que Roselle descreveu aqui está realmente correto, os caminhos de Sequência são mais profundos do que eu imaginava… Há vários segredos ocultos…

A Sequência completa possuída pelos Falcões Noturnos é Sem Sono. Eles também possuem um caminho relativamente completo, Coletor de Cadáveres, que eles têm até a Sequência 4. Em pensar que são permutáveis após a Sequência 5… Os outros caminhos de poções que eles têm são ainda menos completos, pois alguns possuem apenas a primeira Sequência…

Da mesma forma, a Igreja do Deus do Vapor e Maquinaria possui o caminho completo de Sábio, e um caminho relativamente completo da Sequência Espreitador de Mistérios, que também podem ser trocados em Sequências altas…

Interessante… me pergunto qual Caminho de Sequência é permutável com o caminho Vidente? Aprendiz ou Saqueador que foi mencionado pelo Imperador?

Hmm, existe uma grande possibilidade de que os cinco primeiros caminhos de Sequência do caminho de Vidente ofereçam uma habilidade separada e que essas habilidades sejam combinadas na Sequência 4. Nesse estágio, não deve haver maneira de trocá-lo com outra poção… — Klein retraiu seus pensamentos, mais uma vez colocando sua atenção no diário.

Ele percebeu que, embora as duas páginas do diário estivessem conectadas, o conteúdo não estava em ordem cronológica. As datas pertenciam a dois períodos diferentes. Isso pode ser um erro cometido por quem copiou seu conteúdo.

“9 de abril. As relações entre a Igreja do Eterno Sol Ardente, a Igreja do Senhor das Tempestades e a Igreja do Deus do Conhecimento e Sabedoria são ruins. Eles se vêem como inimigos. A Igreja da Deusa da Noite Eterna está em conflito com a Igreja do Deus do Combate do Império Feysac. Isso pode ser aproveitado como uma vantagem; esses são fatos que vale a pena considerar.”

“13 de abril. Participei de um encontro de uma antiga organização. Nunca esperei que eles também fossem membros dessa organização. Com certeza foi assustador.”

“Em pensar que a segunda Ardósia da Blasfêmia estava nas mãos desta organização. É a primeira vez que vejo esse item lendário!”

“De fato, estava escondendo um segredo inimaginável, hehe. Talvez chegue um dia em que eu crie uma Ardósia da Blasfêmia especialmente para mim. Não, um conjunto delas, cada uma escondendo um segredo final!”

Puta merda, Imperador, por que você não especificou o nome dessa organização antiga? Você está me matando! Talvez…Talvez, Roselle tivesse um motivo ou não se atrevesse a escrever o nome da organização, mesmo que estivesse usando chinês… — Klein olhou para o diário, um pouco desconfortável, mas intrigado.

Mas com esta página do diário, Klein finalmente pôde confirmar que o Imperador Roselle havia visto a segunda Ardósia da Blasfêmia. Além disso, ele criou um conjunto de cartas depois disso, cada uma representando um caminho para a divindade.

Sim, esse pode ser o segredo final que corresponde a cada caminho para a divindade. Onde estaria o conjunto de vinte e duas cartas agora? Aquela organização antiga conseguiu obter a segunda Ardósia da Blasfêmia… — Os pensamentos de Klein fluíram rapidamente.

Mas ele rapidamente controlou seus pensamentos, desviou o olhar do diário e o apontou para o Enforcado, Justiça e Sol. Ele sorriu e disse:

— Na verdade, vocês não precisavam esperar por mim.

— A honra é nossa. — Alger já havia reprimido sua insatisfação ao responder humildemente.

Audrey pensou por um momento antes de sorrir.

— Sr. Louco, a seleção aberta para funcionários públicos através de exames que você mencionou anteriormente já conquistou o apoio do rei e do Primeiro-Ministro. Em breve será aprovada pela Câmara dos Lordes e pela Câmara do Povo, e está prevista para ser implementada no início do próximo ano.

— Parece que o Rei e o Primeiro-Ministro ainda usam o cérebro — brincou Alger por hábito.

Bem, com o intelecto e diligência de Benson, suas habilidades gramaticais e contábeis devem ser passáveis no início do próximo ano… mas, uma vez aprovada pelas duas Câmaras, será definitivamente anunciado amplamente pelos vários jornais. Me pergunto quanto tempo a vantagem de Benson vai durar? Quanto mais cedo o exame, melhor…

Hmm, não há como Benson triunfar sobre as elites que se formaram nas várias universidades em um período tão curto de tempo. Mas ele não precisa competir contra eles; as posições pelas quais lutam não seriam as mesmas. Essas pessoas podem ter apenas como alvo posições como secretário do gabinete ou secretário de finanças… — O silencioso Klein preocupou-se com seu irmão enquanto balançava a cabeça com um sorriso.

Audrey arrumou sua postura quando viu o aceno afirmativo do Sr. Louco. Ela disse com um sorriso:

— Sr. Enforcado, você me pediu para verificar algo anteriormente. Recebi uma resposta. O Rei foi convencido pelo Primeiro-Ministro e não tentará se vingar do Império Feysac por enquanto, na Costa Leste de Balam. Acho que agora você pode me dar o pagamento extra que prometeu.

Alger pensou por alguns segundos antes de dizer:

— Senhorita Justiça, obrigado por sua resposta. Isso diminui minhas preocupações sobre certos assuntos. Que tipo de pagamento extra você deseja? Vou considerar se for dentro do razoável.

Audrey sorriu, obviamente preparada.

— Pistas sobre os Alquimistas da Psicologia, ou pistas para os principais ingredientes da poção Telepata. É claro, isso pode esperar até que o Sol me entregue a fórmula.

— Sem problemas — respondeu Alger sem hesitar.

A dois lugares do Enforcado, Derrick Berg não conseguia entender uma única palavra. Ele estava muito confuso, sentindo que só havia conseguido compreender alguns termos, mas não conseguia assimilá-los para formar qualquer sentido lógico.

Um método de seleção de funcionários públicos através de exame? Um Rei e Primeiro Ministro, Câmara dos Lordes, Câmara do Povo, Costa Leste de Balam, Império Feysac, Alquimistas da Psicologia? — Ele não entendeu nada disso.

Feysac, a raiz da palavra parece vir do Jotun. Que conexão tem com a família imperial do Rei Gigante Caído? — Derrick olhou para a Justiça e o Enforcado, subitamente sentindo não era possível terem vindo do mesmo mundo.

Poderia haver outra cidade-estado, ou uma que tivesse formado uma nação, em algum lugar distante da Cidade de Prata, nas terras amaldiçoadas? Derrick permaneceu calado, ouvindo. Ele tinha uma leve suspeita do motivo pelo qual o misterioso Louco mencionou que talvez não pudesse receber a compensação monetária que Justiça lhe daria.

Para poder reunir pessoas tão distantes umas das outras, desconsiderando os monstros aterrorizantes que se escondem na escuridão das terras amaldiçoadas, o Louco pode realmente ser um deus, um deus antigo… — ele pensou.

Depois de realizar tudo o que pretendia fazer, Audrey queria se tornar uma observadora silenciosa, mas de repente se lembrou de algo. Ela falou com pressa:

— Entrei recentemente em contato com um círculo social de Beyonders e descobri uma pessoa poderosa chamada Sr. A. Sr. Louco, Sr. Enforcado, Sr. Sol, vocês conhecem o histórico e a identidade dessa pessoa?

Eu nem sei do que você está falando… — Derrick manteve seu silêncio.

Sr. A? Eu só conheço um Sr. Z… Com um codinome semelhante assim, será que ele também faz parte da Ordem Aurora? — Klein fez um palpite, mas não respondeu.

Ele tinha que manter sua imagem e tentar não dar respostas nas quais não estava confiante. Se precisasse, daria uma descrição vaga, como um charlatão.

Alger olhou para o Louco e o encontrou calmo e imutável. Era difícil saber seus verdadeiros pensamentos. Assim, ele disse depois de pensar:

— A Ordem Aurora está em conflito com a Igreja do Senhor das Tempestades, a Igreja do Eterno Sol Ardente e a Igreja do Deus do Conhecimento e Sabedoria, então, os membros dessas Igrejas entendem a Ordem Aurora mais do que qualquer outra organização. E eu sei algo sobre eles.

Você não precisa explicar, eu sei que você acredita no Senhor das Tempestades. Claro, você poderia ser um delator… Mas por que haveria ódio entre a Ordem Aurora e as três Igrejas antigas? — Klein sorriu, mas manteve seu silêncio. Ele olhou calmamente para o Enforcado.

Alger sabia que não conseguia esconder seu caminho de Sequência do Louco, mas não prestou muita atenção nisso e continuou.

— A Ordem Aurora tem cinco Santos e vinte e dois oráculos. Esses oráculos usam o alfabeto como codinome, do Sr. A ao Sr. X. Eles são Beyonders, sendo que o mais fraco é de Sequência 7, e o mais forte de Sequência 5. Eles são todos hábeis em se esconder. Se um Oráculo morrer, um novo Oráculo tomará seu lugar.

— Não posso garantir que o Sr. A de quem você falou seja o Sr. A da Ordem Aurora, mas há uma boa possibilidade. Quanto aos detalhes da Ordem Aurora, já mencionei isso antes.

Audrey assentiu, ficando ainda mais cautelosa com o Sr. A.

Ela disse, sentindo um pequeno aperto no coração:

— Obrigado por sua resposta, Sr. Enforcado. Você não precisa mais pagar.

— Não, desejo pedir sua ajuda com a resposta de agora, além de fornecer uma compensação extra — disse Alger com uma voz profunda.

— Que ajuda? — perguntou Audrey curiosamente.

Alger pensou por alguns segundos antes de dizer:

— Recebi informações de que o pirata Qilangos, codinome Contra-Almirante Furacão, secretamente entrou em terra e se infiltrou em Backlund. Não sei o que ele está fazendo, mas espero que você possa me ajudar a localizar seu paradeiro. Quanto à situação subsequente, você não precisa se colocar em perigo.

— Contra-Almirante Furacão Qilangos? Um dos sete grandes piratas-almirantes? — Audrey arregalou os olhos, quase incapaz de manter seu estado de Espectador.

O que ela mais queria fazer depois de se tornar uma Beyonder? Era, é claro, interagir com as pessoas que só existiam nas fábulas dos nobres!

— Sim, ele é um Beyonder de Sequência 6, do caminho Marinheiro, um Abençoado pelo Vento. Ele também tem um item milagroso que pode ser classificado como um Artefato Selado. Ele é bastante astuto e cruel, não tente lidar com ele — Alger apresentou o homem a sério.

De repente, ele se virou para Klein.

— Sr. Louco, posso pedir ao seu adorador que me ajude no momento crítico? Posso pagar um preço que lhe interesse.

O único adorador que tenho sou eu mesmo… — Klein brincou para aliviar suas emoções enquanto sorria.

— Isso é baseado na premissa de que meu adorador esteja em Backlund.

— Tudo bem. — Alger desviou o olhar, um pouco decepcionado, mas também um pouco ansioso.

2 Comentários

  1. O único adorador que tenho sou eu mesmo… cara eu imaginei a cara do Klein falando isso kkkkkkkkkkk coitado, pelo menos isso mostra q ele se ama huehue

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!