LdM – Capítulo 158

Preparação Evita o Perigo

Como é invejável a senhorita Justiça manter sempre um clima alegre. Gostaria de poder ser assim… — Ouvindo suas animadas saudações, Klein não pôde deixar de suspirar melancolicamente.

Então se lembrou do momento em que ela usou mil libras tão facilmente, e percebeu que seria muito difícil se ele quisesse manter suas emoções alegres como a senhorita Justiça.

Sol, Derrick Berg, era um jovem que se importava muito com sua reputação. Ele respondeu imediatamente:

— Sim, eu obtive a fórmula de Telepata.

Na semana passada, ele havia liquidado a herança que seus pais haviam deixado para ele. Além da propriedade, dos móveis e de alguns itens sentimentais, o restante dos itens valiosos foi levado ao mercado negro da Cidade de Prata em troca da fórmula Telepata e dos ingredientes da poção Bardo. Suas refeições estavam agora racionadas.

No entanto, ele acreditava que essa situação não duraria muito tempo. Quando passasse no exame de combate, ele se juntaria à equipe que purifica as Criaturas das Trevas nos arredores da cidade e receberia uma quantia decente.

Quando ficar mais forte, me inscreverei para me tornar um membro do esquadrão de elite, para explorar as profundezas da escuridão e encontrar uma maneira de remover a maldição… — pensou Derrick com esperança enquanto olhava para o Louco que estava envolvido na névoa.

Ele notou que da última vez, depois que a srta. Justiça fez um pedido ao Sr. Louco, ela conseguiu produzir uma página do diário desconhecido de Roselle do nada!

Embora Derrick não entendesse direito o que havia acontecido, ele achava que seria melhor se observasse o Sr. Louco.

— Primeiro, lembre-se da fórmula em sua cabeça. Depois, pegue a caneta ao seu lado e expresse com o forte desejo de expressar seus pensamentos. — Klein casualmente se recostou na cadeira alta.

Como Sol era da Cidade de Prata, que poderia ser a Terra Abandonada pelos Deuses, a caneta que criou diante dele não era uma caneta-tinteiro, mas uma pena.

Claro, não havia tinta.

Derrick não se atreveu a duvidar do que o Louco disse, então imediatamente pegou a pena que de repente apareceu ao lado de sua mão.

Ele seguiu as instruções do Louco e, como esperado, viu a fórmula da poção Telepata aparecer no pergaminho marrom de pele de cabra diante dele em segundos.

Depois de ler duas vezes, Derrick silenciosamente empurrou o item prometido em direção à senhorita Justiça.

Audrey estava muito feliz e ansiosa, mas pegou o pergaminho graciosamente. Ela olhou para a página, e as palavras que Klein havia traduzido apareceram.

“Ingredientes principais: glândula pituitária completa de fantasma de drake inferior, 10 ml de meio coelho espectro.”

“Ingredientes suplementares…”

Ingredientes principais dos quais nunca ouvi falar… Hmm, eu não sei o suficiente. — Audrey, que estava tentando aprender, de Fors e Xio, mais sobre os diferentes tipos e nomes de ingredientes Beyonder, pareceu se preocupar.

Durante esses momentos, ela esqueceu completamente como um Espectador deveria se comportar.

De repente, Audrey ouviu um leve som de batida. Ela rapidamente olhou inconscientemente em direção ao assento de honra da longa mesa de bronze.

Ela ficou surpresa ao ver o Sr. Louco batendo na ponta da mesa com o dedo indicador direito, enquanto gesticulava para ela com um aceno de cabeça.

O que foi? — Audrey estava confusa e seus olhos tinham um olhar vago.

Quando estava prestes a perguntar, o canto de seus olhos de repente viu algumas mudanças na fórmula de Telepata. Havia comentários ao lado de alguns dos ingredientes:

“Principais ingredientes, a glândula pituitária completa de fantasma de drake inferior (também conhecido como salamandra arco-íris), 10 ml de meio coelho espectro (também conhecido como coelho Farsman).”

“Ingredientes suplementares…”

Eu conheço todos eles! — Audrey ficou atordoada no começo, depois houve uma intensa onda de deleite do fundo do seu coração.

— Obrigada, Sr. Louco. Você é realmente muito experiente e bem informado. — Ela olhou para o assento da honra enquanto o agradecia e elogiava sinceramente.

O Enforcado Alger não sabia o que havia acontecido, mas sentiu extremo desprezo pelo que Justiça havia dito.

Como você pode descrever uma figura divina como “bem informado”?

Até certo ponto sua existência é equivalente ao próprio conhecimento!

Klein aceitou os elogios da Srta. Justiça, sem nenhuma duvida, porque isso não era algo que poderia ter feito apenas porque havia achado por acaso a fórmula de Telepata dos Alquimistas da Psicologia.

Depois de levar o Sol ao Clube de Tarô, ele tomou precauções contra esses problemas, levando em consideração as circunstâncias especiais do Sol de ser da Cidade de Prata. Ele estudava constantemente terminologia antiga. Portanto, mesmo que Daxter Guderian não tivesse conseguido obter a fórmula a tempo, ele poderia ter feito as anotações facilmente. Através de divinações e comparações anteriores, ele havia se assegurado de que ambas as fórmulas de Telepata fossem precisas.

É por isso que dizemos “A preparação evita o perigo…” — pensou Klein presunçosamente.

Audrey olhou para a fórmula Telepata algumas vezes e depois desviou o olhar relutantemente. Ela então expressou pessoalmente o diário de Roselle em uma página.

— Você merece isso. — Ela pousou a caneta e olhou para o Louco envolto em névoa. — Além disso, darei ao seu adorador mais 300 libras. Esse valor é o suficiente?

Ela parecia um pouco culpada porque as três páginas do diário de Roselle custaram apenas vinte libras, enquanto a fórmula de Xerife, sequência 8, custou 450 libras.

Em outras palavras, da perspectiva da matemática básica, ela teve que pagar mais 430 libras além das três páginas do diário.

No entanto, Audrey sentiu que foi graças à sua sorte que o vendedor não sabia o valor do diário de Roselle. Isso permitiu comprá-los a um preço baixo.

O diário do Imperador Roselle custa pelo menos cinquenta libras por página! — Audrey cerrou o punho e se encorajou.

300 libras? Até hoje, só vi tanto dinheiro assim na casa do Senhor Deweyville… — Klein suspirou e fingiu não estar interessado em dinheiro, enquanto assentia e dizia:

— Uma transação razoável.

— Esta é a informação do meu adorador.

Ele evitou falar de termos como “Banco Backlund” e “conta anônima” verbalmente pela boca do Louco pois danificavam sua imagem. Ele as fez aparecer no pergaminho diante dela.

Klein teve tempo para visitar a agência Tingen do Banco Backlund na quarta-feira passada, enquanto investigava as casas com chaminés vermelhas. Ele se disfarçou e abriu uma conta bancária anônima.

A conta exigia apenas que alguém memorizasse o número da conta e a senha correspondente para sacar dinheiro de qualquer agência do Banco Backlund.

Se alguém achasse que não era seguro o suficiente, ele também poderia solicitar a adição de uma verificação de assinatura e impressão digital. Mas isso seria mais problemático.

A fim de manter sua identidade em segredo, Klein a deixou apenas com uma senha.

A senha está escrita em antigo Hermes: “O Louco que não pertence a esta época, você é o misterioso soberano acima da névoa cinzenta; você é o Rei do Céu e da Terra, que brande a boa sorte”

Como o próprio antigo Hermes pode ser usado para rituais e orações, quem ousar copiar a senha recitará meu nome. Então, imediatamente receberei um sinal e posso simplesmente descobrir, no mundo acima da névoa cinzenta, quem é que está tentando roubar minha riqueza! — Klein estava muito satisfeito com a ideia que surgiu.

A única desvantagem era que exporia levemente a existência do Louco, mas o risco estava dentro de uma margem aceitável.

Audrey entregou a página do diário para o Sr. Louco enquanto pegava o pergaminho com as informações de seu adorador. Escrito nele, estava Banco Backlund e um monte de números que formavam a conta bancária anônima.

Gostaria de saber se o adorador do Sr. Louco é homem ou mulher e qual sequência ele ou ela é… Hmm, ele deve ser muito poderoso, pelo menos não mais fraco que o contra-almirante furacão Qilangos… — Audrey não conseguiu impedir que seus pensamentos vagassem.

Mas ela rapidamente focou e memorizou a conta anônima.

— Não precisa ser tão problemático. — Nesse momento, ela ouviu a voz baixa e gentil do Louco. — Quando chegar em casa, recite meu nome e você poderá anotar as informações diretamente.

Seria como quando eu desenhei a cena da chaminé vermelha através de divinação… Um número de conta é muito importante, você não pode memorizá-lo incorretamente… — acrescentou Klein em sua cabeça.

Isso também funciona? Pelas palavras do Sr. Louco, ele parece bem confiante. Ele faz jus ao seu status de figura divina, já que pode fazer até isso… — Audrey ficou chocada a princípio antes de perceber que tudo parecia fazer sentido.

Mas, por que tive que memorizar a fórmula anteriormente? — Audrey ficou confusa novamente.

Naquele momento, Klein pegou a página do diário de Roselle, mas não estava com pressa de lê-la. Ele olhou para o lado e perguntou calmamente:

— Que compensação você gostaria?

Derrick pensou seriamente e disse:

— No momento, não tenho nada do que preciso desesperadamente… Devo digerir a poção Bardo muito em breve. Vou esperar até lá para solicitar minha compensação. Sim, talvez para me preparar para a fórmula correspondente da sequência 8 ou os ingredientes necessários.

A sequência 8 é Suplicante da Luz, que eu tenho… mas quanto aos ingredientes, mesmo se os tivesse, não teria ideia de como entregá-los a você. Espera, ele usou a palavra digerir… De fato, a Cidade de Prata conhece o “método de atuação”… Hmm. A sequência mais alta lá é apenas sequência 4, então eles são limitados por ingredientes? — Klein assentiu, pensando profundamente, concordando com o acordo.

Audrey também notou bruscamente a palavra “digerir”. Ela pesou suas palavras e perguntou:

— Sr. Sol, você conhece o “método de atuação”?

Derrick olhou confuso para senhorita Justiça e respondeu diretamente:

— Não é nada estranho… As aulas de educação geral na Cidade de Prata ensinam o “método de atuação”.

O “método de atuação” é ensinado nas aulas de educação geral… — Audrey lançou um olhar para o Enforcado e percebeu que ele estava olhando para ela. Os dois de repente se calaram.

A origem do Sol é realmente misteriosa. Eu me pergunto de onde o Sr. Louco o puxou para o Clube de Tarô… Quanto mais penso nisso, mais o venero… — Audrey se acalmou e olhou para o Louco, que não parecia visivelmente surpreso.

Então, Alger sondou:

— Sr. Sol, voces falam sobre alguma coisa importante a ser observada em relação ao “método de atuação”?

— Sim. — Derrick assentiu sem hesitar. — É claramente especificado em nossas aulas de educação geral que o único ponto-chave do “método de atuação” é “lembre-se de que você está apenas atuando”.

Como esperado… Estamos usando um método engenhoso para contornar obstáculos e destruir completamente os espíritos remanescentes da poção, sem nos submetermos a ela… Sol, você é um garoto tão simples. Você acabou de compartilhar informações importantes por acidente… — Klein sorriu e olhou para a página do diário diante dele.

4 Comentários

  1. Tenho pena do Sol por ser tão inocente, mas vou te falar a galera da cidade de prata devem ser muito fortes pq veio, lutar contra monstro direto com ESPADAS não deve ser moleza.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!