LdM – Capítulo 163

Vários Sinais

O quê? — Klein ficou pasmo ao ouvir a pergunta de Rozanne. Ele lembrou, atordoado:

— Eu visitei a casa do Velho Neil mês passado. Vi um piano na sala e ele me disse que sua falecida esposa adorava música…

Enquanto falava, Klein de repente ficou alarmado e começou a ter pensamentos desagradáveis.

Rozanne franziu as sobrancelhas e disse com incerteza:

— Talvez eu tenha lembrado errado…

— Não, a sra. Orianna e eu frequentamos a casa do Velho Neil durante o primeiro semestre. Não havia piano em sua sala naquela época. Lembro claramente de perguntar por que ele escolheu permanecer solteiro. Sua resposta foi que ele não conheceu nenhuma dama com quem desejava se casar…

Não havia piano durante o primeiro semestre e ele respondeu à pergunta de por que escolheu permanecer solteiro… Klein ficou tenso e perguntou com uma voz grave:

— Rozanne, quanto tempo se passou desde que você visitou a casa do Velho Neil?

— Desde que Kenley se tornou um Falcão Noturno e Viola escolheu renunciar como funcionária estive trabalhando dia e noite ou recuperando o sono, então como poderia ter tempo para visitá-lo?

— Desde… o início de junho. — Rozanne ficou um pouco perdida ao ouvir a pergunta, então tudo o que fez foi responder honestamente.

O coração de Klein caiu, como se ele sentisse que algo estava errado.

Ele tirou uma moeda de meio centavo do bolso e a segurou entre o polegar e o dedo médio.

Respirando fundo, ele rapidamente pensou em uma declaração de divinação.

Há algo errado com a situação atual do Velho Neil.

Há algo errado com a situação atual do Velho Neil.

Suas pupilas rapidamente escureceram quando ele recitou a declaração silenciosamente, entrando em Cogitação.

Ding!

Ele mexeu o polegar, jogando a moeda de bronze no ar e permitindo que ela girasse.

Pak!

A moeda caiu na palma da mão aberta de Klein.

Desta vez, o retrato de George III estava voltado para cima.

O retrato significava que declaração estava correta, um resultado positivo.

Isso significava que realmente havia algo errado com a situação atual do Velho Neil!

Enquanto Klein segurava a moeda com força, de repente se lembrou do translúcido par de olhos frios e cruéis, sem nenhuma sobrancelha, que havia visto atrás do Velho Neil quando havia acabado de se tornar um Beyonder e estava experimentando sua Visão Espiritual.

Velho Neil havia explicado que o par de olhos era uma característica de magia ritualística!

Isso mesmo, também vi uma figura humana quase sem forma perto da porta, na periferia da luz. A cor de sua aura era idêntica à escuridão circundante… Além disso, depois de ter digerido completamente a poção Vidente, mudei secretamente a maneira como ativar minha Visão Espiritual, batendo meus molares esquerdos. Por acaso, olhei para o Velho Neil e ele de repente tossiu violentamente… — Cena após cena apareceu na mente de Klein, deixando sua expressão sombria.

Rozanne olhou para ele e perguntou com medo:

— Velho Neil perdeu o controle? De jeito nenhum, mesmo sendo mesquinho e mão de vaca, e queira ser reembolsado por todas as suas despesas, ele ainda é uma boa pessoa. Ele raramente fica bravo. De jeito nenhum, ele não perderia o controle…

— Não tenho certeza, mas acho que o Velho Neil está à beira de perder o controle. — Klein consolou Rozanne. Ele rapidamente passou pela divisória e abriu a porta do escritório do Capitão.

Dunn Smith ficou surpreso com a súbita intrusão, quase engasgando com o seu café.

— O que houve? — Ele não culpou Klein, sua expressão instantaneamente se tornando severa.

Klein respondeu diretamente, sem esconder nada:

— Capitão, minha divinação me diz que há algo errado com o Velho Neil.

— No mês passado, Velho Neil me disse que sua falecida esposa adorava música, mas hoje Rozanne me disse que ele permaneceu solteiro o tempo todo.

— Além disso, no dia em que me tornei um Beyonder, vi um par de olhos misteriosos olhando de atrás do Velho Neil. Havia também uma figura humana quase transparente perto da porta nos espionando. Ele me disse que essas eram características da magia ritualística.

— Eu senti que algo estava errado e, portanto, tentei divinar.

Depois que Dunn terminou de ouvir atentamente, ele se levantou de imediato. Enquanto caminhava até o cabide, perguntou perplexo:

— Por que você não divinou diretamente se Velho Neil havia perdido o controle?

— No mês passado, Velho Neil não agiu de maneira diferente de qualquer outro Beyonder. Ele até trabalhou comigo para ajudar Swain a lidar com um Punidor a Mandato que havia perdido o controle. Eu também observei as cores de sua aura de tempos em tempos e notei que ele é relativamente saudável, exceto por sua fragilidade, devido à idade. Por isso, acho que só está perto de perder o controle. Ele ainda pode ser salvo — explicou Klein seu ponto de vista sem nem respirar.

Dunn colocou o chapéu preto e o casaco antes de assentir.

— Uma dedução bastante razoável… Vamos visitar o Velho Neil agora e, ah, tente não o agitar, se possível.

— Depois disso, podemos tentar controlá-lo e usar a magia ritualística para estabilizar sua condição e impedir que ela piore.

Controle… — Klein teve uma ideia quando ouviu esse termo.

— Capitão, podemos usar o Artefato Selado 3-0611?

Ele estava pensando em como resolver o problema do Velho Neil e salvá-lo, mas não havia chegado a uma resposta, pois estava muito perturbado, muito inquieto e preocupado. Lembrado pelas palavras de Dunn Smith, se recordou que o Artefato Selado poderia ser útil.

Número: 0611.

Nome: Fios de Cabelo Pacíficos.

Grau de perigo: 3. Consideravelmente perigoso. Deve que ser usado com cuidado. Só pode ser utilizado em operações que requerem três ou mais pessoas.

Classificação de segurança: membro oficial dos Falcões Noturnos ou superior.

Método para selar: sem contato direto com organismos vivos.

Descrição: Uma decoração simples, formada por muitos fios de cabelo preto.

Enquanto contato for feito com um ser vivo sem proteção, o ser vivo perderá todos os seus desejos e emoções, incluindo, entre outros: Fome, Raiva, Dor, Tristeza, Inveja, Ciúme, Ódio, Alegria, Satisfação, Ganância, etc.

Foi verificado que seres vivos sob a influência de 0611 perderão o desejo de romper contato com ele. Eles permanecerão silenciosamente em seu lugar até o fim de sua vida.

Se uma força externa for usada para romper o contato entre a pessoa e 0611, ela se recuperará gradualmente. Porém, dados experimentais sugerem que o pré-requisito para isso é que a pessoa não esteja em contato com o Artefato Selado por mais de duas horas.

Quando o contato durar mais de duas horas, a vítima ficará em silêncio por toda a eternidade.

A Sequência mais alta testada é Sequência 5.

Pode-se evitar o contato por meios, como o uso de luvas.

Os fios de cabelo não possuem sinais de vida. Não possui nenhuma inclinação de escapar do selo.

Apêndice: esses fios de cabelo apareceram durante um avanço fracassado. Foi algo deixado para trás quando um Capitão dos Falcões Noturnos falhou no avanço para Sequência 6.

Dunn, de olhos acinzentados, assentiu depois que ouviu Klein.

— Ótima sugestão, quase esqueci do 3-0611. Encontre Royale na sala de recreação. Irei buscar o Artefato Selado no Portão Chanis e enviarei o pedido depois que voltarmos.

Isso ai, não há tempo a perder! — Klein não fez hora. Ele imediatamente foi para a sala de recreação e gritou, chamando a geralmente sem expressão, Sem Sono Royale.

— Qual é a missão? — perguntou Royale calmamente.

Klein exalou e disse num tom sério:

— Fazer uma visita ao Velho Neil.

— Fazer uma visita ao Velho Neil… Ele? — Royale arregalou os olhos, com uma sensação ruim.

— Ainda não está confirmado. — Klein balançou a cabeça.

Royale não falou mais nada. Eles caíram em silêncio, tornando o clima pesado.

Alguns minutos se passaram até Dunn finalmente voltar do subterrâneo.

Ele estava usando luvas pretas e tinha uma bagunça emaranhada de cabelos pretos na mão.

Comparado ao Emblema Mutado do Sol Sagrado, os Fios de Cabelo Pacíficos não pareciam particularmente estranhos. Seria ignorado pelas pessoas se fosse jogado na estrada em algum lugar.

Depois de chamar o motorista Cesare, os quatro foram para a casa do Velho Neil.

As rodas da carruagem giraram pela estrada de asfalto molhada pela chuva. O interior da carruagem estava mais silencioso que a noite.

Não se sabia quanto tempo havia passado até Dunn suspirar.

— Velho Neil tinha uma companheira com quem estava prestes a se casar quando era mais novo, mas ela de repente ficou terminalmente doente. Velho Neil se arriscou a divulgar os segredos dos Beyonders e tentou usar magia ritualística para salvá-la, mas não teve sucesso. O Velho Neil naquela época era apenas um novato em misticismo.

— Segundo os registros, os Falcões Noturnos naquela época estavam todos em alerta, com medo de que Velho Neil perdesse o controle por causa disso. Mas, felizmente, ele conseguiu manter sua sanidade e parecia normal.

Vamos torcer para que este também seja um alarme falso… — Klein não pôde deixar de desenhar uma lua carmesim diante de seu peito e orou:

— Que a Deusa o guarde.

Dunn e Royale seguiram o exemplo.

— Que a Deusa o guarde.

Com as nuvens escuras recuando e o céu ficando mais claro, os Falcões Noturnos chegaram em frente à casa do Velho Neil.

Depois de pedir para Cesare conduzir a carruagem para longe, Dunn se recompôs e caminhou em direção à porta principal, bengala em uma mão e o Artefato Selado 3-0611 na outra.

Klein ajeitou o chapéu enquanto ele e Royale seguiam atrás do Capitão. Eles passaram pelo jardim de rosas e hortelã.

Quando chegaram à porta, Klein deu um passo à frente e puxou a corda conectada à campainha dentro do edifício.

Clink! Clang!

Um toque agradável ressoou na casa quebrando o silêncio pesado.

Clink! Clang! Clink! Clang!

Klein puxou várias vezes, depois educadamente deu um passo para trás sem fazer mais tentativas.

Os três Falcões Noturnos esperaram pacientemente por alguns minutos, mas não ouviram nenhum passo se aproximando da porta.

— Talvez o Velho Neil tenha ido visitar um médico e não esteja em casa. — Klein forçou um sorriso.

Ele não havia terminado sua frase quando uma melodia veio de dentro do da casa. Era a música de um piano, como um lago silencioso velado por uma névoa fina sob o luar.

A expressão de Dunn se tornou anormalmente severa e grave. O coração de Klein também caiu.

No momento em que estava prestes a fazer outra divinação, ele de repente notou que havia um líquido saindo pelo espaço abaixo da porta.

A corrente de líquido era transparente e pura a princípio, antes de se tornar tingida de vermelho, um vermelho semelhante ao de sangue. Era um vermelho carmesim intensamente escuro.

2 Comentários

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!