LdM – Capítulo 166

Exame

Uma brisa fria soprava no subterrâneo, dando um toque de alívio às emoções tensas de Klein.

Finalmente chegou a hora.

Depois de passar por esse estágio, não precisarei me preocupar em ser examinado dessa maneira por pelo menos meio ano…

Quando avançar para Sequência 8 e me tornar o tal “Palhaço”, terei real força de combate. Com ajuda de divinação e meus charms do Sol Flamejante como backup, terei chance de sobreviver a situações ainda mais perigosas…

Como estava aguardando o exame da Catedral Sagrada, nem me atrevi a retirar as trezentas libras que a senhorita Justiça transferiu para a conta anônima, apenas para o caso de eles examinarem minha situação financeira e descobrirem que tenho uma grande quantia em dinheiro de uma fonte desconhecida…

No momento em que os pensamentos de Klein passavam pela sua mente incontrolavelmente, Dunn Smith ajeitou sua manga e disse em voz baixa:

— A pessoa encarregada do exame é um dos nove diáconos de alto escalão dos Falcões Noturnos, Crestet Cesimir. A Catedral Sagrada atribui grande importância a você.

— Um diácono de alto escalão? — Klein deixou escapar, surpreso.

Em termos gerais, os treze arcebispos e nove diáconos formavam os escalões superiores da igreja. Era dito que não havia falta de Beyonders de alta Sequência entre eles!

As vinte e duas damas e cavalheiros eram todos iguais em termos de classificação. Eles seguem apenas as ordens da Deusa da Noite Eterna e respondem apenas ao Papa.

Dunn respirou o vento frio do subterrâneo antes de assentir fracamente.

— Sim, ele é um diácono de alto escalão. Mas você não precisa ficar nervoso. Crestet é apenas Sequência 5 e ainda não entrou em um estado de semideus, portanto, não precisa ter muito medo ou reverência.

— Ah, o título dele no mundo Beyonder é “Espada da Deusa”. Como possui um item sagrado, sua força de combate é semelhante a um Beyonder Sequência 4 recém-avançado.

— Acabei de conversar com ele. Ele foi muito simpático.

Se eu ler nas entrelinhas, Capitão está me dizendo que ele apenas disse o que era necessário. Ele não quer que eu fique nervoso e apenas siga o plano… — Klein assentiu, pensativo e perguntou:

— Onde devo encontrar o diácono?

— Na sala de alquimia onde preparamos poções — respondeu Dunn, e uma pitada de melancolia passou em seu rosto.

A sala de alquimia onde preparamos poções? O laboratório onde Velho Neil fez minha poção de Vidente? — Klein lentamente soltou um suspiro e voltou para a sala de recreação e pegou seu casaco do cabideiro.

Vestindo o casaco preto, ele colocou as mãos nos bolsos e desceu as escadas sinuosas que levavam ao porão. Depois, no cruzamento, virou à esquerda.

Muito rapidamente, Klein viu uma porta secreta sob a luz das elegantes lâmpadas a gás que ladeavam as paredes. Ele viu que as longas mesas da sala haviam sido afastadas para abrir um grande espaço no centro.

Havia duas cadeiras clássicas com encosto alto, frente a frente, com menos de um metro entre elas.

Havia um homem na casa dos trinta usando um casaco preto e uma camisa branca sentado na cadeira que estava de frente para a porta.

Seu cabelo castanho dourado estava cortado bem curto, e seus olhos verde-escuros eram tão escuros quanto uma floresta em uma noite sem lua. Os colarinhos de sua camisa e blusão estavam levantados, e todo seu queixo estava escondido nas sombras.

— Olá, Vossa Graça. — Klein fez uma reverência.

Crestet Cesimir cruzou a perna direita sobre a esquerda enquanto se recostava vagarosamente na cadeira. Sorrindo, ele respondeu:

— Olá, Klein. Você pode sentar ali.

Ele apontou para a cadeira alta à sua frente.

Ao lado de sua perna havia uma mala de prata, do tamanho de uma case de violino.

Poderia carregar uma espada com um comprimento apropriado… — Klein andou e se sentou em seu assento designado.

Crestet apoiou o dedo indicador direito no lábio superior enquanto pensava por alguns segundos.

— Eu planejo primeiro examinar o quão bem você dominou sua poção. Isso não é um problema, certo?

— De forma alguma. — Klein balançou a cabeça com total confiança.

— Muito confiante. — Crestet sorriu, mas manteve sua postura anterior. Tudo o que fez foi observar Klein atentamente.

De repente, Klein sentiu a luz das lâmpadas a gás ao redor desaparecer, como se fossem engolidas pela escuridão.

De repente, ficou exausto, como se seu relógio biológico tivesse chegado à hora de dormir.

Mas sua mente estava extremamente tensa, tornando impossível relaxar. Era como quando ele não conseguia dormir em paz devido ao excesso de exaustão.

A silenciosa “noite” encheu o ambiente, enquanto Klein ouvia o barulho de água pingando de uma torneira não fechada corretamente. Então, ele ouviu as conversas na Companhia de Segurança Blackthorn e o movimento do vento soprando pela escada.

Além disso, ele não viu nada que não deveria ver, nem ouviu nenhum barulho que não deveria ouvir.

— Excelente. — A voz hipnótica de Crestet dispersou a escuridão, e a luz das lâmpadas a gás dentro e fora da sala de alquimia voltou à vista de Klein.

De repente, Klein sacudiu sua exaustão e voltou ao seu estado energético anterior.

Ele me afetou sem que eu percebesse… É disso que um Beyonder Sequência 5 é capaz? É esse o horror de um diácono de alto escalão? — Ele lembrou o que havia acontecido e se sentiu um pouco assustado.

Crestet Cesimir juntou as mãos e as apoiou nos joelhos. Ele se curvou um pouco e seus lábios estavam bloqueados pelo colarinho.

— Você passou no teste. Você alcançou um nível mais que extraordinário no domínio de sua poção.

— Vou precisar observar para ver se há algum perigo oculto em sua mente, para ter certeza de que o espírito restante da poção não mudou seu caráter subconscientemente nem deixou problemas escondidos.

— Você tem três minutos para se preparar.

Klein imediatamente assentiu e disse:

— Tudo bem.

Ele secretamente respirou fundo e se permitiu entrar em cogitação para remover vários pensamentos negativos.

Crestet não falou mais nada. Ele pegou um relógio de bolso prateado do bolso interno do seu blusão preto e o abriu.

Então, observou atentamente o ponteiro dos segundos se mover.

Três minutos depois, Crestet fechou o relógio de bolso e disse com um sorriso:

— Vou começar a cantar.

Cantar? — Klein ficou confuso.

Antes que Klein pudesse responder, Crestet começou a cantarolar uma melodia adorável.

A melodia reverberou na sala de alquimia e gradualmente perdeu a harmonia e ficou desafinada.

Ziiii! Brrrr! Zing!

Klein ouviu o barulho semelhante ao arranhar de lousas com unhas, o som de plástico bolha esfregando um contra o outro, furadeiras elétricas perfurando e vários outros barulhos irritantes.

Os barulhos se intensificaram e se tornaram cada vez mais caóticos, fazendo ele querer desabafar suas frustrações e causar destruição.

Mas Klein, que frequentemente aguentou os delírios loucos e gritos terríveis, reprimiu seus impulsos muito rapidamente.

Ele mostrou aborrecimento, tensão, frustração e insegurança nos momentos apropriados.

Estar em um estado muito perfeito acabaria sendo um problema!

Ele não percebeu quando Crestet Cesimir parou de cantar. Os ruídos na sala de alquimia desapareceram e a sala ficou inundada com tranquilidade e silêncio.

Silêncio com certeza é ótimo! — exclamou Klein em sua cabeça.

— Muito bom, excelente. Não há problemas latentes em sua alma. Claro, se você quis me bater ou tapar minha boca com alguma coisa, isso é normal. — A boca de Crestet estava bloqueada pelo colarinho, de modo que Klein só pôde determinar suas emoções através do tom.

— Não, eu não ousaria — admitiu Klein honestamente.

Crestet sorriu e disse:

— Parabéns, você passou em todos os testes. Agora é hora da sessão de perguntas e respostas.

Seus olhos verdes de repente escureceram. Seu olhar era profundo, como se ele pudesse ver através da carne, e olhar diretamente para o espírito.

— Vá em frente — respondeu Klein, arrumando sua postura.

Crestet manteve sua postura anterior e perguntou casualmente:

— Você disse que sua experiência no Clube de Divinação lhe permitiu dominar rapidamente a poção?

— Sim — respondeu Klein francamente, mas não deu detalhes.

Crestet assentiu levemente e disse:

— E você disse que sua inspiração veio da máxima dos Espreitadores de Mistérios e também do exemplo de Daly?

— Sim. — Klein confirmou primeiro, antes de explicar em detalhes:

— Descobri por um de meus colegas de equipe que era um Espreitador de Mistérios que aqueles que respeitam a máxima dos Espreitadores de Mistérios têm uma probabilidade menor que o normal de perder o controle. Depois disso, ouvi dizer que Madame Daly disse uma vez que queria ser uma verdadeira Médium Espiritual, e que ela é um gênio que alcançou a Sequência 7 em dois anos.

— Depois de notar as duas situações, pensei em tentar, tentei ser um verdadeiro Vidente e delineei alguns princípios para um Vidente, e o resultado foi melhor do que esperava. Eu dominei a poção muito rapidamente. Vossa Graça, não tenho certeza se você teve uma experiência semelhante. Quando dominei completamente a poção, houve um sentimento muito especial e mágico… — Klein descreveu sua experiência como se apenas entendesse vagamente o “método de atuação”.

O homem que ele era quando estava na Terra ficaria nervoso e envergonhado por contar tantas meias-mentiras diante de um poderoso Falcão Noturno. Mas desde que transmigrou para o mundo atual, ele mentiu tanto que estava acostumado. Já conseguia fazê-lo perfeitamente.

A escuridão nos olhos de Crestet desapareceu e seu olhar voltou ao normal. Ele sorriu e disse:

— Não se preocupe, não é uma ilusão.

Pela sua resposta, Klein não pôde ver nenhuma dúvida ou escrutínio, então se sentiu à vontade.

— Dunn confirmou sua experiência. Acredito que você realmente seja um gênio, com uma mente lógica e sentidos aguçados — elogiou Crestet. Ele então perguntou:

— Você compartilhou sua experiência com seus colegas de equipe?

— Claro — admitiu Klein francamente. — Espero poder ajudá-los a diminuir o risco de perder o controle. Somos companheiros de equipe, camaradas que enfrentam o perigo juntos. Não tenho nenhum motivo para esconder a verdade. Mas, pela mesma razão, não contei aos funcionários.

Crestet descruzou a perna direita e sentou-se reto. Seus lábios finos estavam expostos da sombra do colarinho.

Ele ergueu o canto dos lábios e disse:

— Embora você não esteja com os Falcões Noturnos nem há dois meses, acredito que seu entendimento em relação aos colegas seja muito melhor do que muitos outros.

— Hmm, pretendo compartilhar mais informações com você, mas de acordo com as regras da Catedral Sagrada, você deve jurar à Deusa que não revelará o conteúdo da nossa conversa a ninguém que não saiba disso.

— Isso não deve ser um problema, certo?

Eu passei no teste? — Klein ficou encantado. Ele assentiu sem hesitar.

— Sem problemas.

Embora eu não seja capaz de ensinar aos outros o “método de atuação”, posso deixar a srta. Justiça e o sr. Enforcado fazê-lo indiretamente!

3 Comentários

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!