MCdH – Capítulo 49

Xiao Chen, Você Está Ferido!

Zhang Peng saiu da passagem dos trabalhadores como uma bala, tão cego quanto uma também. O layout da Casa Assombrada era complicado, e combinado com a falta de iluminação, alguns minutos depois ele logo percebeu, com um aperto no coração, que estava perdido.

— Por que você continua correndo? Não tenha medo, eu não vou te machucar, eu só quero fazer um pequeno experimento com você.

Com as duas mãos no martelo de ferro, Chen Ge seguiu atrás de Zhang Peng, levando lentamente sua presa para um beco sem saída.

— Não vai me machucar? No momento em que nos encontramos, você quebrou meu braço! Isso é o que você chamou de não me machucar…

Zhang Peng havia perdido sua única arma, seu braço esquerdo estava sangrando, seu braço direito estava mole, pendurado em seu ombro como um macarrão.

Naquele momento, ele se sentiu injustiçado, e o pensamento de chamar a polícia por ajuda apareceu em sua mente.

— Ouça o meu conselho e pare de lutar. Siga minhas ordens, ou você pode precisar de uma cadeira de rodas para o resto da sua vida.

Chen Ge já não tinha mais papas na língua ao falar com Zhang Peng. Ele não tinha pena do homem, afinal, Zhang Peng estava lá para matá-lo. Se ele não tivesse descoberto isso antes, ele já estaria morto.

— Chefe, isso soa com o que uma vítima diria? Eu sou muito azarado!

Zhang Peng estava completamente indefeso, então ele correu por qualquer caminho aberto que pudesse encontrar.

— Esse par de pernas com certeza sabe como correr…

Chen Ge continuou perseguindo Zhang Peng. No entanto, vários passos depois, um ruído de serra soou nos ouvidos de Chen Ge novamente quando uma sombra negra saiu da passagem dos trabalhadores!

O monstro no espelho deve ter entendido o que realmente estava acontecendo até então, sabia que esta era a oportunidade perfeita. Zhang Peng correu cegamente pelo primeiro andar. Quando ele virou uma esquina, viu de soslaio uma figura de um homem acenando para ele. Talvez ele estivesse com muito medo de Chen Ge, pois correu em direção a essa pessoa sem pensar duas vezes.

Chen Ge, que seguia atrás de Zhang Peng, viu isso e um arrepio percorreu sua espinha. A silhueta tinha a mesma forma de He Feng, era o monstro no espelho!

— Eu quero que você viva, mas você insiste em morrer, isso aí é um verdadeiro fantasma!

O aviso de Chen Ge caiu em ouvidos surdos. Zhang Peng chegou ao fim do corredor e, com a orientação da figura, entrou no banheiro.

Os espelhos no banheiro do primeiro andar estão em um bom estado. Como ele está levando Zhang Peng em direção ao banheiro, o monstro vai agir em breve!

Chen Ge estava se sentindo muito nervoso já que o momento crucial havia chegado. Ele correu para o banheiro e tentou abrir a porta. Foi então que percebeu que a porta estava trancada.

Esse súbito desenvolvimento já havia se desviado completamente do seu plano. O súbito aparecimento da sombra arruinou tudo, pois conseguiu capturar Zhang Peng antes que Chen Ge pudesse deter o homem.

— Ahhh!

Vários segundos depois, um grito ensurdecedor saiu de trás da porta do banheiro. Então foi seguido pelo som de coisas caindo e quebrando. Zhang Peng parecia ter tropeçado em algo realmente assustador.

— O que está acontecendo aí?

Chen Ge usou o martelo para quebrar a maçaneta. A maçaneta caiu, mas a porta ainda não se movia. Alguém havia usado um armário para bloquear a porta atrás dela. Incapaz de saber o que estava acontecendo dentro do banheiro, Chen Ge estava ansioso enquanto balançava o martelo repetidamente na porta de madeira.

Bang! Bang! Bang!

Os barulhos altos podiam ser ouvidos mesmo fora da Casa Assombrada. Chen Ge havia esgotado a maior parte de sua energia antes de conseguir quebrar a porta de madeira oca. O armário atrás dele começou a se mover para revelar uma abertura que tinha cerca de meia palma de largura.

Olhando pela abertura, Chen Ge viu o pano preto que cobria o espelho cair no chão. Zhang Peng estava olhando para o espelho com os olhos desfocados, mas a coisa mais assustadora era que… Havia uma grande sombra negra entre ele e o espelho!

A sombra negra estava se transformando lentamente até se tornar quase como Zhang Peng. Deu um passo para trás para permitir que metade de seu corpo se derretesse no espelho, e então a coisa mais estranha aconteceu.

O ofuscado Zhang Peng caminhou em direção ao espelho. Ele pressionou o rosto contra a superfície do espelho. Seu corpo e a sombra negra estavam se fundindo lentamente. Cerca de quatro segundos depois, um sorriso assustador apareceu no rosto branco de Zhang Peng!

Ele se virou lentamente e certificou-se de manter o olhar com o de Chen Ge através da porta e do armário. Ele tirou um pouco de sangue fresco de seu braço e anotou algo na superfície do espelho.

Mais um ou dois segundos depois, o espírito pareceu voltar aos olhos de Zhang Peng. Ele estremeceu visivelmente antes de pular da janela do banheiro e sair da Casa Assombrada.

O monstro no espelho escapou para o corpo de Zhang Peng? Essa coisa tem um ressentimento tão profundo contra mim? Poderia ser por que eu estraguei o seu plano várias vezes?

O monstro no espelho havia atacado tanto He San quanto He Feng. Ambas as vezes foram interrompidas devido a uma influência externa, foi provavelmente por isso que o monstro nutria ressentimento contra o dono da Casa Assombrada, Chen Ge.

A porta do banheiro ainda estava bloqueada, e ficaria bloqueada por algum tempo. Chen Ge rapidamente correu para a porta da frente, mas antes que ele pudesse chegar a algum lugar, ele podia ouvir a voz do Inspetor Lee chamando.

— Chen Ge! Aguente firme! Estamos chegando para pegar você!

Após um forte estrondo, o portão da Casa Assombrada foi arrancado de suas dobradiças, e vários oficiais entraram no prédio. Vendo isso, Chen Ge imediatamente jogou o martelo de ferro para o lado e removeu sua roupa e máscara.

O som de passos ecoou pelo corredor. O inspetor Lee foi o primeiro a aparecer da escuridão. Vendo Chen Ge sozinho no corredor, ele perguntou preocupado:

— Xiao Chen, você está ferido?

Chen Ge fingiu que estava fraco enquanto cambaleava um passo para trás, inclinando-se “fracamente” contra a parede. Ele estava com a mão no peito enquanto dizia:

— Fiquei chocado, mas não me machuquei. Mas não se preocupem comigo, corram atrás de Zhang Peng! Eu o vi pular da janela do banheiro da Casa Assombrada!

— Ok, deixe o resto para nós. Obrigado por sua ajuda hoje à noite!

— Não precisa agradecer. Ser capaz de ajudar a aplicação da lei é minha honra, o que é um pouco de risco ou sacrifício?

— Mas é melhor você não agir mais tão imprudentemente no futuro. Veja o quanto você se arriscou esta noite! É muito perigoso!

Os olhos do inspetor Lee estavam brilhando de admiração e aprovação. Ele fez seus homens perseguirem Zhang Peng enquanto ele ficava com Chen Ge dentro da Casa Assombrada para examinar a cena do crime.

Ele entrou primeiro no banheiro. Depois voltou para o quarto e quando viu o sangue na cama, virou-se para Chen Ge com preocupação.

— Xiao Chen, você está ferido? Deixe-me ver!

— O sangue não é meu… — Chen Ge também não sabia como explicar. — Quando cheguei, já estava tudo escuro. O suspeito provavelmente se feriu acidentalmente.

O inspetor Lee assentiu. Ele usou a lanterna para examinar as marcas da faca no estrado da cama e no lençol, e sua expressão escureceu.

— Você está certo. Um homem que não está familiarizado com o trabalho de faca acidentalmente se corta em situações extremamente estressantes.

Ele contou as marcas visíveis e concluiu:

— Dezessete golpes no total! Isso é mais do que suficiente para imobilizá-lo com tentativa de homicídio, essa é a melhor prova!

Olhando para as marcas da faca, Chen Ge também sentiu um calafrio subir pelos braços.

O inspetor Lee calçou as luvas e fez sinal para Chen Ge desocupar o quarto.

— Lembre-se de não tocar em nada neste quarto. Mais tarde, as pessoas virão tirar fotos para guardar como prova.

— Claro, vou fazer o possível para cooperar.

Chen Ge recuou para fora do quarto e voltou para onde estivera antes, para esconder o martelo de ferro antes de caminhar até o banheiro do primeiro andar. Ele parou diante da porta arruinada e perguntou a si mesmo:

Se não me engano, Zhang Peng escreveu algo no espelho, certo?

Social 777
Programador, Desenvolvedor, Gamer sem Tempo, Tradutor Inexperiente, Estudante, Leitor Avido e Quase noivo da mulher mais incrível desse mundo.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!