MCdH – Capítulo 52

Primeiro Encontro

Depois de respirar fundo algumas vezes e jogar água fria no rosto, Chen Ge finalmente se acalmou.

— É hora de ir.

Chen Ge pegou a sua mochila e colocou a carta de amor de Zhang Ya dentro, um carregador portátil e uma caixa de ferramentas. Depois da sua última lição, ele colocou um canivete diretamente no seu bolso e a boneca deixada pelos seus pais dentro do bolso da camisa. Ele estava abarrotando toda a sua roupa, mas pelo menos se sentia mais seguro.

Depois de pegar tudo o que precisava, Chen Ge trancou a Casa Assombrada e saiu correndo do Parque Novo Século. Era meia noite e quinze, então havia pouco tráfego na estrada. Ele esperou mais dez minutos antes de conseguir pegar um táxi.

— Senhor, por favor, leve-me para a Academia Privada de Jiujiang Ocidental. Estou com pressa, então, por favor dirija mais rápido.

— Não tem problema, entre.

O motorista era um senhor de meia-idade bem descontraído e o rádio do carro tocava músicas de sucesso dos anos 90. Chen Ge sentou-se no banco de trás e usou esse tempo ocioso para procurar informações on-line relacionadas à sua missão atual.

A primeira coisa mencionada pelo telefone, quando ele aceitou a Missão Coração Sangrento era os sapatos de dança vermelho de Anderson, então essa foi a primeira coisa que Chen Ge procurou na internet. Ele conseguiu encontrar a história original, e depois de a ler, Chen Ge se sentiu petrificado.

A história original não era muito diferente da versão do celular preto. Ela descrevia a história de uma jovem que foi presenteada com um par de lindos sapatos de dança vermelhos. Ela os amava tanto que os usava em todos os lugares, inclusive na igreja, onde foi amaldiçoada a dançar para sempre. Ela estava com medo, desamparada e exausta. E no final, ela implorou a um lenhador que cortasse as suas pernas. Depois veio a parte mais curiosa desse conto de fadas. Depois que as pernas foram cortadas, eles continuaram a dançar na floresta ainda usando os sapatos de dança vermelhos.

Isso é mesmo um conto de fadas?

Isso aumentou seu nervosismo, já que sua missão era procurar pelos sapatos vermelhos de dança de Zhang Ya.

Quando ganhei a carta de amor amaldiçoada, o telefone preto me forneceu uma breve descrição de Zhang Ya. Ela estava usando um uniforme escolar ensanguentado e usando uns sapatos vermelhos de dança no momento de sua morte, assim o conto de fadas pode ser real? Os sapatos de dança vermelhos não podem ser retirados depois de serem colocados?

A pele de Chen Ge se arrepiou. Diferente de suas missões anteriores, desta vez ele estava cara a cara com um Espectro Vermelho, um que tinha uma Missão Coração Sangrento, algo que só poderia ser dado por espectros com um pesado ressentimento.

Parece que a chave para a missão desta noite são os sapatos vermelhos de dança.

Chen Ge leu o conto de fadas mais algumas vezes e a principal lição a ser aprendida aqui era que não deveríamos ser vaidosos, mas ser humildes o tempo todo.

Será que tem algum motivo para que o telefone preto se referir a esse conto de fadas em específico no início da missão?

Ele não conseguiu descobrir uma resposta, então decidiu concentrar sua energia em pesquisas relacionadas à Academia Privada do Jiujiang Ocidental. A escola foi fechada depois de apenas dois anos de funcionamento e foi abandonada desde então. Com relação ao motivo de seu fechamento, havia muitos rumores online. Alguns diziam que estava relacionada à falta de orçamento, enquanto outros reclamaram das altas taxas do semestre.

Chen Ge percorreu toda a informação pacientemente, e o nome de Zhang Ya nem sequer apareceu uma vez, como se ela não tivesse nada a ver com a escola.

Tem que haver algo mais sinistro sobre o fechamento do que o que tem sido especulado online!

Chen Ge olhou para as luzes da rua pela janela que parecia estar correndo para trás, e ele apertou os olhos em pensamento.

Apenas que tipo de morte uma garota poderia experimentar para transformá-la em um Espectro Vermelho? Por que ela nutre um ressentimento tão profundo? O que tudo isso tem a ver com os sapatos de dança vermelhos?

Enquanto Chen Ge estava profundamente imerso em pensamentos, o volume do rádio aumentou. Ele se virou chocado para a fonte e percebeu que o motorista de meia-idade estava olhando para ele pelo retrovisor.

— O que você tem em mente, rapaz? Você está com um rosto tão triste. — O motorista era um verdadeiro tagarela. Ele tentou iniciar uma conversa com Chen Ge quando ele entrou no carro, mas Chen Ge ignorou o homem principalmente porque estava ocupado procurando informações.

— Tanta coisa mudou na minha vida recentemente que estou me esforçando para entender tudo isso, me sinto um pouco sobrecarregado no momento. — Chen Ge sorriu educadamente enquanto guardava o telefone.

— De grão em grão a galinha enche o papo, jovem. Tenho certeza de que tudo vai dar certo no final. Se você está tão estressado, faça o que eu faço: escute umas músicas da era de ouro e, depois de uns tunts tunts, você se sentirá muito melhor.

O motorista começou a cantar junto com a música.

Pelo menos você é um homem otimista. — Pensou Chen Ge.

— A propósito, por que você está indo para a academia privada tarde da noite? Esse lugar é praticamente abandonado, e não é perto de nenhuma área residencial.

Os lábios de Chen Ge se abriram e ele finalmente respondeu:

— Estou indo em um encontro.

— Um encontro? Essa é uma hora totalmente inadequada, não acha? — O motorista olhou para Chen Ge.

— É verdade. Eu não sei como te explicar isso, mas a garota é um pouco difícil de agradar e tem algumas peculiaridades estranhas. — Chen Ge tentou deixar toda essa situação o mais normal possível. Afinal, ele nunca foi convidado para um encontro antes, e ser convidado para um, fazia com que ele se sentisse bem consigo mesmo.

— Isso é uma coisa boa! ​​O que está te preocupando tanto, preocupado que ela não vai gostar de você? Então, novamente, que tipo de pessoa vai a um encontro vestido como você? Ouça-me, até os caras precisam saber como se vestir nos dias de hoje, olhe para essa mochila, ela não combina todo o resto da sua roupa.

A tagarelice do motorista foi estimulada e Chen Ge nem sabia como responder. Uma pessoa normal indo a um encontro teria ficado feliz e radiante, mas seu encontro era mais como uma coerção e um movimento desesperado para se salvar do que um encontro real.

— Um cavalheiro não deve ser muito afoito, não comece a conversa com tópicos aleatórios como o clima, elogie-a e seja um bom ouvinte. Afinal, a primeira impressão é muito importante… — Ouvindo os conselhos do motorista, Chen Ge tinha uma vontade de pôr a música Vestido de Casamento para tocar em seu telefone para que todos pudessem ter um pouco de paz e tranquilidade.

O táxi adentrava pela noite. Os carros na estrada e os edifícios ao lado ficaram cada vez mais escassos, até as luzes da rua começaram a desaparecer. Os sinais da civilização fora da janela começaram a desaparecer e a estrada foi lentamente engolida pela floresta.

O motorista olhou para o GPS e perguntou a Chen Ge:

— Tem certeza de que conseguiu o endereço certo? Além de uma escola abandonada, não há nada na estrada.

— Sim, tenho certeza, apenas me deixe perto da escola. Quanto?

— Dezenove, você se importa de me pagar via WeChat? Eu apenas comecei meu turno, e não tenho troco comigo.

— Sem problemas.

Quando Chen Ge pegou o telefone no bolso, o canivete também saiu com telefone. O canivete permaneceu quieto na almofada, fazendo com que o motorista que o viu se inclinasse discretamente para a frente. O motorista moveu a mão para abaixar o volume do rádio. Ao fazê-lo, ele furtivamente usou o dedo mindinho para apertar um botão no painel.

Nada disso escapou aos olhos de Chen Ge. No entanto, não havia nada que ele pudesse fazer além de continuar a sorrir. Ele acreditava que o tio o confundiu com algum tipo de ladrão da madrugada.

— Transação bem sucedida. — Chen Ge guardou o celular e olhou para o banco do motorista. — Tio, você está gravando isso para informar a polícia?

O motorista, que estava bebendo água de uma garrafa, tossiu violentamente enquanto acenava com veemência.

— Eu posso entender porque você está fazendo isso, mas … — Chen Ge se virou para olhar para o misterioso esboço da escola no escuro. —… de verdade, eu realmente estou aqui para um encontro.

Social 777
Programador, Desenvolvedor, Gamer sem Tempo, Tradutor Inexperiente, Estudante, Leitor Avido e Quase noivo da mulher mais incrível desse mundo.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!