PA – Capítulo 65

Me Desculpa por ter uma Habilidade Inútil

 

 

— Que merda! Ahhhhhh…

Um vulto negro corria em volta do edifício, desaparecendo em um segundo, deixando para trás um rastro de poeira. Logo em seguida, dois outros vultos seguiram na mesma direção, um dos vultos visivelmente menor que o outro. Depois de alguns segundos, os três vultos reencenaram o mesmo cenário, correndo em volta do prédio mais uma vez.

— Chega dessa palhaçada. Pare de correr e deixe eu te morder até a morte! — Uma voz soprano irritada soou atrás de Sanji. Era um coelho marrom que estava quase voando por causa de sua velocidade.

— Só pode ser mentira. Ahhhhhh… Eles não falaram que eram cinco executivos? Como um coelho pode ser um executivo? Ahhhh… Se tinha uma posição vaga, por que ninguém do Oásis me avisou…

Não havia nenhuma chance de que a Sanji fosse parar, embora soubesse que os seus protestos só faziam o coelho ficar cada vez mais nervoso. Sanji não se atrevia a correr para outro lugar com medo de acidentalmente complicar seus companheiros com os dois executivos em sua cola. Sem escolha, só podia correr em círculos ao redor do prédio. As três, uh… pessoas, já estavam correndo desta maneira sabe-se lá por quantas voltas.

— Argh. —  A executiva murmurou e começou a correr para o outro lado, decidindo pegar a Sanji, correndo na direção oposta. Quando o coelho viu isso, ele xingou impaciente: — Merda, você está fazendo isso de novo…

Antes mesmo dele terminar a frase, uma pessoa pulou sobre seu corpo enquanto ele estava distraído. Sanji pousou atrás do coelho, e continuou correndo sem parar. Mais uma vez, todos os três estavam correndo na mesma direção, com uma pequena diferença na posição de cada um. Nesse ponto, Sanji já estava bastante acostumada com a coisa toda. Aparentemente, ela já tinha pulado sobre o Coelho algumas vezes nas últimas voltas. Os olhos negros do Coelho estavam vermelhos de tanta raiva. Ele gritou:

— Pare de mudar de direção, ela simplesmente vai pular sobre mim novamente.

Os olhos da mulher brilharam com uma luz fria no escuro.

— É tudo sua culpa por ser pequeno e não conseguir bloquear ela. Você é um inútil! — ela disse implacavelmente.

— Eu vou te matar a mordidas! — Os olhos do coelho já haviam se transformado em dois triângulos vermelhos invertidos. A mulher o ignorou. Mesmo que tentasse correr mais rápido, não parecia que estavam diminuindo a distância entre eles e a Sanji.

Correr era algo completamente dependente da capacidade física. Apesar dos executivos terem um “Aprimoramento Físico” normal e Sanji ter “Aprimoramento Físico Completo” e ambas serem habilidades passivas, elas eram completamente diferentes. Era como comparar um hambúrguer com uma ceia de natal…

Além das duas pessoas que a perseguiam, a maioria dos outros pós-humanos desenvolveu apenas o “hambúrguer”.

Vendo a mulher na frente dele fugindo com facilidade, o Coelho perdeu a paciência. Suas quatro patas pararam e ele gritou desanimado:

A lebre é inimiga da perfeição!

Que coelho culto!

Antes que esse pensamento surgisse completamente na mente de Sanji, uma bolota marrom de repente foi atirada contra as suas costas, como um projétil de um lançador de foguetes, e a atingiu. A inércia combinada com a força natural do coelho derrubou Sanji, que ainda estava correndo, ao chão.

A mulher foi atrás deles e em poucos segundos bloqueou o caminho de Sanji. No momento, parecia que não seria fácil ficar de pé e pular sobre o coelho. Sanji se levantou e bateu a poeira do corpo.

— Você é bem rechonchudinho. — Ela elogiou, olhando para o coelho.

— Eu vou te matar!

Enquanto o coelho gritava e atacava furiosamente, não foi tão fácil para a Sanji desviar dos ataques. Devido ao reflexo nos óculos da outra mulher, era difícil ver qual era sua expressão. Seus braços estendidos rapidamente estavam ficando vermelhos. O calor que irradiava de seus braços começou a distorcer o ar ao redor.

A expressão de Sanji ficou tensa. Ela sabia que se transformaria em um cadáver em chamas se encostasse naqueles braços. No entanto, a habilidade ainda não tinha terminado de carregar. Um brilho vermelho com um tom de branco se espalhou dos ombros da mulher para o peito e a cintura. Logo, toda a metade superior de seu corpo ficou branca. Quando um vento soprou sobre seu corpo, até mesmo a areia carregada pelo vento explodiu em chamas caindo no chão como pequenos “cometas”, deixando algumas marcas de queimado no chão.

【Um abraço escaldante】

Introdução: A parte superior do corpo do usuário pode atingir uma assustadora temperatura de 260 °C. Esta temperatura é suficiente para a combustão de quase todos os materiais. Para a lista exata de materiais, por favor, verifique os pontos de fusão comuns dos vários elementos na tabela periódica.

Embora a fraqueza da habilidade fosse claramente as pernas, Sanji não conseguiria se aproximar da parte inferior do corpo de seu oponente no momento. Isso porque a mulher era muito mais baixa que ela. A inimiga deveria ter aproximadamente 1,52m de altura.

— Isso não é justo! — Sem ter o que fazer, ela se virou e continuou a correr. Dessa vez, ela não se preocupou com a possibilidade de encontrar qualquer um de seus companheiros. Afinal, os ruídos de combate e explosões nos vários cantos do Oásis já haviam parado.

Mesmo que ela não soubesse qual era o resultado dos outros combates, ela poderia causar alguma confusão caso as coisas não estivessem favoráveis.

— O meu Valor Potencial de Crescimento é muito alto! Por que vocês têm habilidades tão boas e eu não tenho nada?  — Sanji resmungou baixinho e, naturalmente, ninguém respondeu.

Antes que ela pudesse ir longe, o coelho cuja velocidade aumentou incrivelmente depois de gritar “A lebre é inimiga da perfeição” rapidamente a alcançou. Usando a mesma tática, ele e a mulher a encurralaram novamente. Sem dizer uma palavra, a mulher saltou em direção a Sanji. Sanji não se atreveu a deixar a mulher chegar perto dela, imediatamente encolheu para trás e se esquivou.

Ao mesmo tempo, ela ouviu o coelho gritando:

A Lebre esperta tem três tocas! — Antes que Sanji pudesse reagir, ela sentiu dois pés de coelho pousando em seus ombros. Parecia que tinha sido atingida por uma onda de choque. No segundo seguinte, uma fonte de sangue e carne jorrou do buraco em seu ombro, tingindo o chão de vermelho.

— Se eu usar essa habilidade, posso criar buracos em seu corpo! — O coelho riu enquanto se preparava para atacá-la novamente. Sanji olhou para sua ferida e lentamente levantou a cabeça. De alguma forma, a expressão no rosto dela fez o coelho tremer por um segundo.

Sanji mexeu a mão esquerda como se não sentisse dor. Ela estava segurando uma longa faca na mão. Então, se inclinou e atacou com a faca na direção do coelho, como um lobo faminto. Assustado, o coelho rolou para o lado e virou as orelhas compridas, se esquivando por pouco da lâmina que raspou a ponta de sua cabeça.

Depois de errar o ataque, Sanji não perseguiu o coelho imediatamente. Ao invés disso, ela se deixou cair no chão. Sem sequer se virar para olhar, ela jogou uma carta para trás. Logo atrás de Sanji estava a mulher tentando atacar aproveitando aquela abertura.

Quando a mulher viu a carta, já era tarde demais para se defender. A carta já tinha chegado no joelho dela. De repente, se transformou em uma longa unha que perfurou o joelho da mulher. Ela gritou. Seu corpo titubeou antes de cair no chão. O brilho na parte superior de seu corpo imediatamente desapareceu.

【Unhas da Marcie】

Era uma das unhas limpas da Marcie. Mesmo ainda possuindo o efeito “O sabão de lavar roupas vai ficar sujo”, o efeito só duraria por dez minutos estando as unhas longe do corpo da Marcie.

Sem suas habilidades, a mulher era apenas um pedaço de carne sofrendo. Sanji a deixou inconsciente com apenas dois socos. Toda aquela série de eventos durou apenas cinco segundos.

O coelho assistiu inexpressivamente o tempo todo, incapaz de reagir. Mesmo quando a oponente levantou sua faca, o objetivo dela havia sido a mulher. Ele sabia que a Sanji nunca tinha recebido qualquer tipo de treinamento de combate, mas seus movimentos eram muito precisos. Era como se ela tivesse olhos na parte de trás da cabeça…

Antes que sua linha de raciocínio terminasse, o coelho descobriu que estava olhando tudo de um ponto de vista mais alto. Isto foi seguido por uma dor aguda em suas orelhas. Ele sabia que estava sendo levantado.

— Grelhado ou assado? — Sanji sorriu friamente enquanto segurava o coelho pelas orelhas.

O coelho tremeu. Como estava no ar, seus pequenos pés não conseguiam alcançar Sanji. Mesmo que tivesse a habilidade “A Lebre esperta tem três tocas”, seria inútil se não pudesse tocá-la. Ele sabia que estava em grande desvantagem, então decidiu usar sua carta na manga.

O rosto na frente de Sanji era claramente o de um coelho coberto de pelo macio, no entanto, ela sabia que ele estava zombando dela. O coelho abriu a boca e murmurou:

— Todas as cenouras são minhas!

【Todas as cenouras são minhas】

Introdução: O usuário roubará a habilidade de combate mais forte que seu oponente possuir e poderá usá-la exclusivamente por cinco minutos. Após 5 minutos, “Todas as cenouras são minhas!” Entrará no estado de resfriamento. Durante o período de resfriamento, o usuário não poderá usar a palavra “lebre”.

— Hahaha! Que burra! Sua habilidade de combate é minha agora! — O coelho imediatamente zombou quando sentiu um calor familiar fluindo em seu corpo. — Deixe-me ver… Huh? O que é isso? — O coelho olhou para a pata e viu uma carta diário. Sem sequer testá-la, ele sabia que era inútil.

Sanji olhou para ele sem expressão.

O coelho não sabia o motivo, mas ele se sentiu um pouco nervoso de repente.

— Espere. Por favor, espere… Ah, um cassetete!

O coelho transformou uma carta em um cassetete policial. “Bzzt”. O cassetete fez um barulho e ficou sem baterias imediatamente.

— E… e isso! Esta unha! Isso foi o que você usou agora…

A carta com a unha de Marcie de repente se transformou em fumaça com um “Pssh” — tinha atingido o limite de dez minutos.

— Já se divertiu o suficiente? — Sanji olhou para o coelho macabramente.

O coelho finalmente desistiu:

— Como isso é possível? Como essa coisa pode ser sua habilidade primária de combate? Como você conseguiu sobreviver até hoje? Eu não acredito nisso. Você deve ter alguma habilidade secreta escondida!

O canto da boca de Sanji formou um sorriso.

— Eu só tenho uma única habilidade ativa, e ela é inútil. Desculpa, mas faz muito tempo que eu não como carne grelhada, então eu estou inclinada a essa escolha. E você?

Se o coelho conseguisse chorar, ele estaria chorando agora.

— Esqueça, apenas deixe-o ir. — Uma voz familiar veio de trás deles. Havia duas pessoas de pé atrás dela. A pessoa que tinha acabado de falar era Griselda, e Xiaoyang estava de pé atrás dela.

— Você também está aqui para lutar? — Sanji continuou segurando o coelho enquanto perguntava sem emoção. O período de resfriamento da sua Gargantilha já havia terminado e ela ainda não a tinha usado. Sanji poderia ameaçar o coelho em sua mão para descrever uma habilidade para ela… Ela tinha uma chance!

Surpreendentemente, Xiaoyang balançou a cabeça.

— Não… eu não estou aqui para lutar com você. Eu sei que você não é uma traidora. O assunto com os degenerado não era culpa sua ou de seus amigos. Eu só tenho um pedido que espero que você possa aceitar.

Por um momento, ninguém falou nada. Eles só podiam ouvir os uivos intermináveis ​​do vento. O brilho dos minúsculos “cometas” deixados pelo mulher iluminou os rostos das pessoas.

— Pode falar.

Berjkley
Analista de Sistemas, Game Developer, Mestre de RPG. Gosta de Doctor Who, Não gosta de Vampiros Purpurinados.

7 Comentários

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!