RN – Capítulo 53

Verme

Chini recuperou a consciência. Ao ver aquele cara mascarado e maligno, um olhar de desespero apareceu em seu rosto.

— Não, eu não posso dizer… Eles vão me matar. Isso não foi ideia minha. Eles me forçaram a fazer isso. Se eu não fizesse, eles me matariam e forçariam insetos a entrar em minha garganta… — Chini disse, chorando.

Marvin permaneceu indiferente. Ela poderia ter seu quinhão de problemas, mas o fato de ela ter envenenado sua melhor amiga com [Doce Veneno Sombrio] era incontestável. Marvin nunca foi do tipo de mostrar misericórdia para este tipo de gente. A única razão pela qual ela ainda estava viva era porque ele queria seguir a trilha do culto.

Originalmente, Marvin só queria curar rapidamente a praga de Lyle e depois recrutar Gru para o Vale, mas uma notícia inesperada fez com que ele mudasse seus planos. Uma busca apareceu discretamente em seu menu de missões.

[Purgar Praga]: Você encontrou vestígios do doce veneno sombrio na Cidade Costa do Rio e ajudou uma menina a se livrar dela. Talvez você deva tentar ajudar mais pessoas. Claro, você pode optar por erradicar a fonte antes da próxima disseminação.

A recompensa da missão era de 3.000 XP Geral e ao menos 1 ponto de Mito Regional. As exigências de experiência de Marvin eram extremamente altas. Mesmo que tivesse muitas maneiras de subir de nível rapidamente, muitos desses métodos eram extremamente arriscados. Mas completar essa missão parecia valer a pena.

A missão tinha duas opções. — Marvin pensou — Ser um curador significa que eu tenho que continuar tratando pessoas infectadas pelo doce veneno sombrio como eu fiz para Lyle até que eu alcance o número fixo de pessoas. Então a missão seria completada. Ou simplesmente livrar-se do enviado da praga que anda espalhando o doce veneno sombrio na Cidade Costa do Rio. Este é o método mais rápido. O único risco pode ser o ranque deste enviado da praga. Pelas condições de Lyle, a força do enviado da praga deve ser bem média, no máximo 2º ranque. Mas os seguidores do Deus da Praga sempre foram relativamente fracos. Mesmo se eu não me envolver, Cidade Costa do Rio também seria capaz de lidar com esses caras sem-cérebro.

Se Marvin obtiver as informações necessárias, ele não se importaria em cuidar disso. Afinal, ele já estava acostumado com coisas como matar. Sem mencionar um seguidor do mal. Matá-los não seria um fardo psicológico. Ele estava com pouco tempo, então ele definitivamente não iria com a primeira opção.

Marvin, na verdade, não fez nada de mal a Lyle naquela noite. Depois de rasgar as roupas, Marvin usou a adaga de jade para abrir um pequeno buraco em seu abdômen. Este buraco não era nem grande nem pequeno demais, cerca de três centímetros.

Lyle, com bastante vergonha, naturalmente gritou muito alto porque ela estava com medo da ação sombria de Marvin. Quanto aos gritos posteriores, foi porque ela viu algo terrível! Logo depois que Marvin abriu o pequeno buraco, algo saiu de seu abdômen, uma larva. Na verdade, parecia um verme preto.

Ela quase desmaiou do susto, pois na verdade, havia tantos vermes horripilantes rastejando em seu corpo que era horrível de se ver! Entretanto, Marvin rapidamente pegou esses vermes, jogando-os em um pote.

Sob a fumaça do broto de ametista, mais e mais vermes foram atraídos antes de encher três frascos. Depois que o último verme foi capturado por Marvin, ele disse que ela estava bem.

Marvin simplesmente costurou a ferida e depois lhe deu um gole de vinho tinto para ajudá-la a dormir. A jovem excessivamente assustada caiu no sono.

E foi assim, o doce veneno sombrio era na verdade uma doença parasitária. Este tipo de parasita era conhecido como o verme preto. Primeiramente, eles entravam no corpo por meio de uma refeição. Os ovos destes vermes eram colocados na comida e esses vermes começariam a crescer dentro de seu corpo, surrupiando sua vitalidade.

Geralmente, a maioria dos vermes se reunia em volta do pescoço, formando manchas negras nojentas. Estes vermes eram uma espécie de forma de vida completamente projetada de acordo com as preferências do Deus da Praga. Uma vez que o corpo de uma pessoa tivesse uma certa quantidade de vermes, todos os vermes explodiriam! Essa explosão também faria o corpo do hospedeiro se abrir. O sangue espirraria em todos os lugares, criando uma cena muito assustadora.

A parte mais horripilante era que os ovos de vermes pretos se espalhavam pelo sangue do hospedeiro. Se o sangue fosse espirrado na pele de outra pessoa, eles também pegariam a mesma doença.

Nesta era de ciência médica relativamente subdesenvolvida, esse tipo de praga era definitivamente muito assustador. Mas Marvin era uma exceção, pois ele sabia como tratar o doce veneno sombrio. A fumaça da queima do broto de ametista era extremamente atraente para esses vermes. Eles rastejavam para fora do corpo do hospedeiro e eram então capturados por Marvin, que usava luvas.

Todos os jarros estavam cheios de vinagre. Estes vermes tinham aversão a vinagres. Eles morreriam completamente após uma hora encharcados em vinagre, e esses líquidos se transformariam em um veneno de paralisia dos nervos!

Para Marvin, isso era como matar dois coelhos com uma cajadada só. Ele estava sempre sem veneno. Ele sempre quis embeber suas adagas-curvas, adagas-retas e outras armas em veneno, mas não podia fazer nada a respeito.

Esses três jarros eram de fato um bom substituto. Ele originalmente queria sair, mas então essa busca apareceu, forçando-o a mudar seus planos.

— Eu não sei o que eles fizeram com você. Você só tem duas opções agora. Fale e eu deixarei você manter sua vida, mas você ficará longe da família de Gru. Não fale e eu vou te matar agora.

Uma adaga-curva e gélida foi levemente pressionada contra o pescoço de Chini. O mascarado parecia especialmente assustador. Sua voz sem emoção estava totalmente de acordo com a imagem das pessoas comuns de assassinos malucos.

Chini arregalou os olhos. Ela gritou, quase entrando em colapso:

— Eu vou falar! Eu vou falar! Não me mate. Eu conto. É uma igreja no distrito periférico, que antes pertencia a Igreja Prateada, mas eles alugaram o local de um padre da Igreja Prateada…

Marvin sorriu. Os padres da Igreja Prateada são de fato muito gananciosos. Ele alugou sua própria igreja sem ser claro sobre o passado da outra parte.

Será que o Deus Prateado ficou zangado? Alguém espalhou os ensinamentos do Deus da Praga em sua igreja, tsc tsc… — Este deus e seus padres eram famosos.

Depois de obter suas respostas, Marvin não liberou imediatamente Chini. Em vez disso, ele a deixou inconsciente novamente. Ele tinha que verificar a situação primeiro.

O distrito periférico era formado por um grupo de pessoas que possuíam certas propriedades familiares, mas não eram excessivamente ricas. Na maioria das vezes, essas pessoas eram aventureiros, comerciantes, artesãos e assim por diante. A segurança neste distrito não era das melhores, mas também não era ruim.

No noroeste do distrito havia uma pequena igreja. Era originalmente uma igreja com um padre praticante da Igreja Prateada, mas depois, ele deu as costas para o povo desta área com sua fé impura e sua falta de generosas contribuições. Ele simplesmente alugou e foi embora.

Uma cerimônia estava acontecendo no porão da igreja tarde da noite. Mais de dez jovens estavam ajoelhados no chão, cantando loucamente os ensinamentos do Deus da Praga!

Um homem com uma toga preta estava de pé no palco, olhando friamente para eles. Seus rostos estavam cheios de fanatismo, mas a crença deles pode não ser necessariamente pura!

Ele teve que escolher os mais puros para recrutá-los como seus próprios subordinados. Dessa forma, ele iria obter o favor do Deus da Praga. Afinal, entre os enviados do Deus da Praga, ele era apenas uma existência mediana. Mesmo assim, ele ainda dominava as magias de clérigo mais básicas.

[Distinguir a Fé]!

Um halo preto foi emitido de sua mão. A luz cercou os dez jovens, enrolando-se ao redor de seus corpos várias vezes. Alguns deles tinham a visão cintilando, enquanto outros permaneciam despreocupados, como se não notassem aquele halo de luz!

Linhas imediatamente apareceram na frente do homem vestido de preto. Estas linhas saíam dos corpos dos jovens e estavam amarradas a seus corpos. As linhas eram finas, representando se as crenças deles eram firmes ou não.

O homem vestido de preto estava muito satisfeito. Nesse grupo de pessoas, na verdade, havia dois crentes fervorosos! Eles supririam o Deus da Praga com uma boa quantidade de poder de fé e teriam um belo futuro pela frente. Mas ele não estava totalmente feliz, pois havia um jovem que na verdade não tinha uma linha sequer!

— Há realmente alguém entre vocês que fingiu ser um seguidor e se misturou entre nós! Você acha que pode enganar os olhos do grande Deus? — Ele sorriu ferozmente e apontou para um dos jovens mostrando uma expressão aterrorizada — Eu vou deixar os outros verem como os não-crentes acabam!

Dizendo isso, numerosos tecidos de cores escuras apareceram em suas mãos!

— Não! Não…

O jovem lutou, assustado, mas não adiantou! Os outros jovens estavam correndo para empurrá-lo para baixo, tentando mostrar que possuíam valor para o sacerdote.

O homem vestido de preto riu friamente e passou devagar entre eles. Mas neste momento, uma sombra escondida na escuridão aproximava-se silenciosamente.


Gabriel
O Rei dos Undeads!

7 Comentários

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!