RN – Capítulo 59

Colinas do Desespero

O filho de um lorde do norte, Toshiroya, aparentemente tinha planejado algo secreto para o Vale do Rio Branco. A única boa notícia foi que ele havia temporariamente suspendido seu plano.

Esta foi a informação que Âmbar ouviu, mas combinada com as memórias de Marvin, foi o suficiente para ter um palpite preciso. Como um antigo jogador que já alcançou o nível lendário uma vez, Marvin estava familiarizado com a história do jogo, quer se trate de anúncios oficiais de vários eventos ou pistas de jogadores de várias missões. Ele ainda se lembrava de tudo muito bem.

No jogo “Continente Feinan”, os jogadores que se juntaram ao mundo como a “geração de ouro” chegaram meio ano após a Grande Calamidade. Mas agora, ainda havia seis meses até a calamidade. Se fosse qualquer outra pessoa, ainda poderia sentir uma certa familiaridade, ao mesmo tempo, por começar antes da calamidade acontecer, se sentir um pouco perdido. Mas eles não eram como Marvin, que se lembrava de tudo, independentemente de sua importância.

Se eu não estiver errado, a Lady da Cidade Costa do Rio é uma maga de 3º ranque. — Marvin pensou — Ela passa muito tempo estudando magia, então sempre estabelece um representante em seu lugar. Por causa disso, os funcionários da Cidade Costa do Rio são extremamente corruptos. Eles não têm alguém supervisionando e gerenciando eles. Mas rapidamente, um pouco depois do doce veneno sombrio se alastrar, a Lady da Cidade Costa do Rio vai interromper seus estudos e resolver o problema com os adoradores do Deus da Praga, além de fazer uma limpa dentro da Prefeitura.

Marvin recordou esses detalhes. Se ele não estivesse errado, era altamente provável que a questão de Toshiroya fosse essa. Ele era um bom amigo dos funcionários da Prefeitura, graças ao seu relacionamento com o representante da Lady da Cidade. Mas, e daí? No fim das contas, Cidade Costa do Rio não era seu território.

A Lady da Cidade provavelmente sairia de sua reclusão, logo, não é de admirar que ele tivesse uma dor de cabeça tão grande. Por outro lado, Marvin ficou aliviado. No mínimo, a curto prazo, o Vale do Rio Branco não deveria ter muitos problemas. Este era o momento crítico do plantio do verão. A colheita deste ano era muito importante. O Vale do Rio Branco acabara de passar por uma invasão gnoll, de modo que não seria capaz de resistir a outra crise.

— Continue observando. Se você encontrar qualquer coisa que ameace o Vale do Rio Branco, fale com Anna imediatamente! — Marvin ordenou.

— Entendido, senhor.

Depois de fazer uma saudação, Âmbar desapareceu nas sombras. E Marvin também não ficaria ocioso. Ele deixou a Cidade Costa do Rio à noite.

Seguindo seu itinerário previamente planejado sob o luar, Marvin não usou a estrada principal, passando por pequenos caminhos. Ele perderia muito tempo se fosse seguir a rota normal. Nestes atalhos, Marvin encontraria alguns problemas. Mas é claro que problemas significam ganhos e espólios.

Havia duas áreas montanhosas ao norte da Cidade Costa do Rio. Ao noroeste estavam as Colinas do Silêncio Mortal, repletas de criminosos. Marvin foi anteriormente ao altar abandonado nestas colinas para sacrificar o dedo do lich. Ele havia recebido uma benção de Destreza +1 junto com dois subordinados elfos.[1]

Ao nordeste estava o território dos Necromantes, as Colinas do Desespero. A verdadeira estrada principal felizmente estava entre as duas colinas. Ela fazia uma curva em direção ao noroeste e depois passava pelas [Garras do Corvo], fazendo uma volta novamente ao nordeste. Era mais ou menos um caminho em forma de Z.

A principal razão para este tipo de terreno era os Necromantes. Há muitos anos, um Monarca da Morte transformou este lugar em um paraíso para os mortos. Até mesmo a Lady da Cidade Costa do Rio não entraria precipitadamente nessa área.

Um monarca lendário estava dormindo lá, e também havia três almas de grandes magos de 3º ranque protegendo o local. Dizia-se também que neste lugar existiam lichs, diabos de ossos e assim por diante. Pessoas comuns não ousariam entrar nas Colinas do Desespero. Na verdade, eles não podiam entrar, mesmo se quisessem.

Os Necromantes consideravam as Colinas do Desespero como seu domínio e, como tal, colocavam barreiras no norte e no sul para que os não-necromantes dificilmente entrassem.

O Vale Fantasma ficava na barreira sul.

Depois de seguir o caminho por um longo tempo, Marvin chegou ao Vale Fantasma!

[Você encontrou o Vale Fantasma: Conhecimento +1]

[Conhecimento: Geografia (Vale Fantasma)]: A barreira sul dos Necromantes. Vivos não podem entrar!

De madrugada, Marvin estava em frente ao Vale Fantasma. Um vento frio soprava, e seu 9 em Constituição tornava tudo mais difícil e desconfortável, mas ele ainda entrou sem qualquer hesitação.

Depois de dez passos, uma estela[2] com palavras escarlate apareceu na frente de Marvin.

[Aos vivos não é permitido adentrar!]

Esta é a terra dos mortos, logo, os seres vivos, exceto os Necromantes, não eram bem-vindos. Marvin era um Ranger. Ele não podia entrar no Vale Fantasma em circunstâncias normais. Se ele tentasse forçar sua entrada, os guardas não hesitariam em fazer picadinho dele.

Atrás da estela havia uma névoa espessa e interminável. Se uma pessoa corresse de forma imprudente, acabaria sendo comido pelos monstros no nevoeiro. Marvin parou em frente à estela e bateu levemente nas palavras escarlates. Sua batida seguiu um certo ritmo. Três leves batidas, uma forte pancada. Ele repetiu isso três vezes, quando, de repente, um grito triste ecoou ao lado de suas orelhas!

Droga! Outro teste de medo! — Marvin cobriu os ouvidos e não pôde deixar de murmurar alguma coisa. Como ele estava usando o ornamento de campainha-chinesa, o Presente de Vanessa, ele naturalmente não temeria a perícia de indução de medo de um fantasma menor.

[Teste de medo feito com sucesso! Medo ineficaz!]

Este evento refletia a importância do presente da menina-sem-cabeça. Sem o ornamento da campainha-chinesa, Marvin com certeza teria hesitado em cruzar as Colinas do Desespero, mas com este item eficaz, ele estava confiante o suficiente.

Entretanto, mesmo que a perícia de indução de medo fosse ineficaz, aquela voz fantasma ainda era bastante chata, deixando Marvin bem desconfortável. Era um fantasma feminino, cuja aparência era realmente muito bonita. Mas parecia que sua inteligência não era lá aquelas coisas, pois ela estava continuamente gritando desde que ela apareceu. Se houvesse algum animal a cinco quilômetros dali, com certeza ela teria acordado eles.

— Cala a boca! — Marvin rugiu com raiva — Vamos, abre a porta, rápido!

A mulher fantasma de repente se jogou em Marvin, gritando:

— Aos vivos não é permitido adentrar! Aos vivos não é permitido adentrar!

— Eu não sou um ser vivo normal! — Marvin disse imperturbável.

Ele tirou o livro de magias de Heiss da sua concha do vazio.[3] Este era um livro de magias de necromancia dado como resultado de uma transação entre o ladrão de tumbas e um Necromante de baixo nível. No livro havia uma assinatura, o que permitia a Marvin entrar tranquilamente nas Colinas do Desespero.

— Então é você, o ladrão de túmulos imundo e nojento!

A inteligência do fantasma era muito baixa, mas ela inesperadamente reconheceu essa assinatura. Isso deixou Marvin um pouco assustado. No instante seguinte, ela puxou a estela e a entrada se abriu.

— Por que você mudou seu visual? Você deve ter usado uma técnica estranha para ficar mais bonito! Vai logo, seu ladrão de tumbas nojento!

Marvin ficou atordoado por um momento. Esse fantasma de baixo nível foi realmente enganado. Ele entrou silenciosamente.

Um vento frio, céu escuro, terra escura, ossos em todos os lugares, lamentos por toda parte.

As pessoas estão realmente morando neste lugar? — Enquanto Marvin caminhava rapidamente pelas Colinas do Desespero, ele não pôde deixar de ridicularizar as pessoas que moravam ali.

De tempos em tempos, lamentos fantasmagóricos podiam ser ouvidos. Isso deixava qualquer pessoa um pouco entorpecido.

Alguém consegue dormir neste lugar? Esses Necromantes devem estar sempre paranoicos… — Marvin pensou.

Um bando de morcegos voou no céu. Eles voaram em torno de Marvin por um momento, sem fazer nada. A maioria dos espíritos teria sua inteligência corroída pela energia negativa, tornando-os mais fáceis de enganar, mas os Necromantes eram diferentes. Esses caras eram muito espertos.

Marvin definitivamente não queria dar de cara com um Necromante, especialmente um de ranque alto, pois Marvin não seria páreo. Felizmente, esse território era amplo o suficiente. Necromantes eram basicamente nerds. Eles entravam em um caixão ou pesquisavam em um cemitério por dez dias a meio mês e raramente saíam.

Então Marvin ainda estava relativamente seguro.

Do Vale Fantasma ao norte do Vale do Crânio vai levar no máximo 10 horas. — Marvin estava pensando, mantendo um ritmo uniforme — Atravessando as Colinas do Desespero, o território daquele sujeito, depois a floresta do luar ao norte e finalmente pegando um balão de ar quente para as Torres dos Três Anéis. Enquanto não houver problema nesta parte da estrada, o resto será tranquilo!

O ritmo de caminhada de Marvin era constante, mas vigoroso. A Constituição de Marvin era média, resultando em uma resistência medíocre. Ele tinha que guardar suas forças.

Ele seguiu a rota que lembrava por cerca de seis horas, sem encontrar nenhum perigo, até que ele chegou debaixo de uma grande árvore de alfarroba. Havia claramente um problema nesta árvore de alfarroba.

Marvin parou.

Naquele momento, alguém pulou da árvore de alfarroba. Era um jovem pálido. Ele disse a Marvin:

— Desastre iminente! Fuja! Fuja!

Antes que Marvin pudesse reagir, um barulho estrondoso ecoou atrás dele! O rosto de Marvin mudou. Ele não pôde evitar de amaldiçoar com uma voz séria:

— Puta merda! É uma insurreição de fantasmas?

Aquele jovem assentiu.

— Sim, eu acidentalmente…

— Corre! — Marvin não se incomodou em falar mais e começou a correr!


 

 

[1] Caso você não se lembre, pode relembrar lá no capítulo 21.

[2] Estela é como um totem ou um monólito.

[3] Parece que foi ontem, mas isso aconteceu lá no capítulo 9.

Gabriel
O Rei dos Undeads!

5 Comentários

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!