TA – Capítulo 129

*Clang!*

Um som alto e ressonante de metais colidindo se espalhou pelo local no momento em que a pesada espada de Wyon acertou severamente o rosto metálico de Tod quando este se virou para tentar ajudar seu senhor Verdi.

Uma ferida profunda e horrível apareceu no centro do rosto de Tod, de sua testa até o queixo, e até mesmo seu nariz foi dividido em dois. No entanto, em vez de sangue, era um líquido metálico que estava lentamente saindo da ferida. Ao mesmo tempo, o líquido estava tentando curar aquele corte horripilante.

Embora Tod tivesse se ferido gravemente, a espada em sua mão não parou e foi diretamente em direção à princesa, cuja lâmina estava pronta para atacar Verdi. Natasha se inclinou para o lado naquele momento, mas a espada de Tod ainda assim atravessou sua armadura e deixou um corte terrível nas costas de Natasha, pelo qual era possível ver o músculo e também diversos ossos de sua caixa torácica.

A armadura já estava danificada demais e não poderia mais protegê-la da forma apropriada. Com um gemido abafado, Natasha mordeu os lábios para suportar a grande dor e, sem interrupção, moveu sua espada Trovão em direção a Verdi novamente!

Ela sabia que não podia perder a sua vantagem naquele instante, ou seria o fim de todos eles, e seus cavaleiros e escudeiros teriam morrido por nada.

Ao lado do corpo cortado de Silvia, Verdi achou que tivesse a chance de usar seu item mágico de novo e assim escapar para longe de Natasha. No entanto, um relâmpago poderoso o acertou em cheio, vindo do céu.

Como uma espada mágica extraordinária, Trovão de Natasha tinha uma certa chance de convocar relâmpagos reais.

A armadura roxo-escuro já danificada de Verdi ficou imediatamente preta, queimada. Embora, felizmente para ele, parte da energia restante da sua Bênção tivesse salvo sua vida, o golpe poderoso paralisou totalmente o seu corpo novamente.

Ele estava zangado e desesperado. Verdi não conseguia entender por que tudo havia acabado de forma tão amarga, justo quando ele pensou que um final triunfal estava ao seu alcance. No entanto, ele não iria aceitar facilmente aquela situação!

Naquele momento, a espada afiada de Natasha estava vindo na direção do pescoço de Verdi, mas ele reuniu toda a sua força de vontade restante para superar a sensação paralisante em seu braço direito. Com ele, de repente ele tentou bloquear Trovão com a mão direita nua. Inúmeros pequenos relâmpagos instantaneamente cobriram sua mão e seu antebraço quanto a espada cortava parte de seu braço direito fora. No entanto, o sacrifício de seu braço direito também reduziu a velocidade da espada Trovão e, no momento em que a lâmina atingiu seu pescoço, um pedaço do Escudo da Verdade havia sido formado em torno dele. Ao mesmo tempo, Verdi forçou seus pés contra o chão e empurrou seu corpo mais para cima.

Natasha atacou o pescoço de Verdi com toda sua raiva, dor e ódio. Embora o pequeno pedaço de escudo não tivesse parado totalmente seu ataque, quando o escudo se fez em pedaços, a força do golpe havia sido suficientemente enfraquecida. Trovão abriu uma ferida profunda no pescoço de Verdi, mas a lâmina não chegou a tocar sua carótida. Verdi desmaiou, mas ele não estava morto, ainda.

Quando Natasha estava prestes a levantar a espada novamente para acabar com a vida de seu primo pecador, alguns dos grão-cavaleiros de Verdi chegaram e bloquearam seu caminho para o conde, que estava totalmente inconsciente.

Natasha rapidamente fez uma estimativa do poder deles e decidiu sair dali imediatamente. Ela já estava gravemente ferida, e o poder suplementar que sua Bênção criou devido a seus ferimentos não iria durar muito mais tempo. Ela sabia que este não era o momento certo para ela bancar o herói.

— Vamos! — gritou Natasha para os seus homens, e então ela esporeou Agatha para sair de vez daquele cerco.

Os cavaleiros de Verdi ficaram todos preocupados em salvar seu senhor e, mais importante, eles também se sentiram intimidados quando viram o conde caído no chão como um saco rasgado em pedaços.

Por isso, não foi difícil para Lucien, Cacharel e Wyon romperem o cerco e seguirem Natasha. Infelizmente, enfrentando muitos cavaleiros sozinho, Daniel não conseguiu se salvar.

— Seus malditos idiotas! O que diabos vocês estão esperando, cacete?! — Quando Tod se aproximou de Verdi, ele gritou para o resto dos cavaleiros com raiva, — Vão pegá-los, ou todos nós vamos morrer!

Deixando alguns escudeiros cuidando de Verdi, Tod acelerou seu cavalo e liderou o resto dos cavaleiros na perseguição à princesa.

Os quatro cavalos Escama Dracônica eram muito rápidos e logo eles estavam perto da borda da floresta negra. Naquele momento, Natasha, de repente se virou e arremessou sua lança preta em direção a Tod com toda sua força.

Voando pelo ar em alta velocidade, a Matadora perfurou o ar e criou um ruído alto e único ao fazê-lo.

Tod se moveu por reflexo. Ele se atirou de seu cavalo, caindo no chão com um rolamento, e a Matadora perfurou em cheio o peito de outro cavaleiro de quarto nível que estava atrás de Tod e nem sequer teve tempo de levantar seu escudo para se defender. Quando a Matadora atravessou o peito do cavaleiro, ela rapidamente transformou o corpo em algo frágil, que se quebrou em milhares de pedaços brilhantes no segundo seguinte.

Quando Tod se levantou novamente, a princesa e seus homens já haviam desaparecido floresta adentro.

A demonstração final de poder de Natasha chocou todos os presentes.

Depois de um curto período de tempo, Tod disse ao resto dos cavaleiros com uma voz pesarosa:

— Temos de encontrar e matar todos eles ainda esta noite, e não temos nenhuma segunda opção. Se a princesa sobreviver, vamos todos morrer, e nossas famílias irão morrer conosco.

Os outros cavaleiros concordaram com acenos de cabeça e seguiram Tod para as profundezas da floresta.

Como as árvores maiores ficavam mais numerosas conforme eles avançavam na floresta, os cavalos não eram mais apropriados para continuarem fugindo. Assim, Wyon sugeriu que eles deveriam deixar os cavalos e ir a pé.

Quando Natasha estava prestes a descer de seu cavalo, ela caiu no chão.

Tanto Lucien quanto Wyon correram em direção a ela e descobriram que a princesa já estava inconsciente. Seu rosto estava anormalmente corado, e seu corpo estava coberto de feridas, especialmente um buraco terrível em seu abdômen e um corte profundo em suas costas.

— A princesa chegou ao seu limite, — Wyon estava tentando parar algumas das feridas que estavam sangrando, — mas ela deve ficar bem. Afinal de contas, o poder de recuperação de um grão-cavaleiro deve ser capaz de fazer ela se recuperar relativamente rápido.

Lucien tocou cuidadosamente o pescoço de Natasha e colocou um dedo próximo ao nariz dela. Ele descobriu que havia pulsação debaixo de sua pele inchada e ardente e, felizmente, ela ainda estava respirando de forma relativamente suave.

Como o menos ferido entre todos eles, Lucien ergueu Natasha em suas costas e pegou a espada dela. Ao mesmo tempo, Wyon colocou Cacharel em suas costas, já que este estava fraco demais para conseguir se mover sozinho.

Em seguida, eles retomaram sua fuga pela floresta.

— Barão Wyon, — Lucien parou um pouco e disse a ele de forma a séria, — você é o mais forte e o mais poderoso entre todos nós. Eu acho que você deve levar a princesa de volta para Aalto, e eu posso te dar cobertura.

— Impressionante, Lucien. Eu ouvi falar de você antes, mas nunca esperei que um músico pudesse ser tão valente e poderoso como você é. — Um sorriso amargo surgiu no rosto de Wyon. — Eu agradeço pela sua sugestão, mas eu não acho que eu deveria tirar a princesa daqui, já que Tod me conhece muito bem e, falando honestamente, eu não acho que eu possa me livrar deles tão facilmente… Eu estou bem machucado também. Agora, até mesmo essa corrida está exigindo bastante de mim…

— Mas Wyon… — Lucien não sabia o que dizer.

— Me ouça bem, Lucien. Como você disse, eu sou o mais forte entre todos nós, e eu aposto que Tod vai achar que seria eu quem levaria a princesa. Então, tem que ser você quem vai levar ela de volta para Aalto, e Cacharel e eu vamos te dar cobertura.

— Eu concordo… — Cacharel também concordou, dizendo a Lucien em uma voz fraca.

— Mesmo se você encontrar inimigos em seu caminho, eles não serão a força principal de Verdi. E, além disso, você tem a espada da princesa, — acrescentou Wyon.

— Entendo. — Lucien concordou com a cabeça. Não havia tempo para ele tentar agir como um grande herói.

— Tire a armadura da princesa e dê ela para nós, — Wyon parou de correr e disse a Lucien. — Os grão-cavaleiros podem sentir o cheiro do sangue no ar.

Depois de Lucien entregar a já bem danificada Sangue Dracônico de Natasha para eles, tanto Wyon quanto Cacharel amarraram algumas partes dela em suas próprias armaduras.

— Toda a nossa esperança está com você agora, Lucien. — Cacharel sorriu calmamente, — Se morrermos, lembre-se de levar algumas flores para nossos túmulos.

Lucien assentiu, e depois Wyon e Cacharel seguiram em direção ao outro lado da floresta.

Lucien ainda estava correndo. Ele não fazia ideia de quanto tempo esteve fugindo. Ele estava ofegando alto, e sua própria respiração pesada era a única coisa que ele conseguia ouvir nas profundezas da floresta.

Honestamente, a ideia de simplesmente deixar Natasha em algum lugar daquela floresta e correr para se salvar passou pela mente de Lucien. Afinal, ele ainda tinha seus sonhos que não tinham sido realizados.

No entanto, Lucien simplesmente não conseguia fazer isso. Abandonar um amigo daquela forma, em grande perigo, iria destruir o resto de sua vida.

Depois de se recuperar um pouco, Lucien ativou seu escudo estelar de novo, cobrindo tanto Natasha quanto ele, por precaução.

— Lucien… você realmente conseguiu algumas coisas boas na Tranca Mágica… — Neste momento, a voz de Natasha veio por trás dele. Lucien não fazia a menor ideia de quando ela despertou. — Eu sou tão pesada assim? — Natasha ainda estava fazendo suas gracinhas, e depois de alguns segundos, ela murmurou, — Você é meu único amigo agora, Lucien.

Lucien não tinha certeza se ela estava chorando.

Nas profundezas dos esgotos de Aalto, uma quantidade absurda de ratos saiu subitamente das sombras, como uma maré negra, e todos eles tinham olhos vermelhos aterrorizantes.

Título do capítulo: Fuga

Vermillion
Primeiro de seu nome, Nascido do Caos, o Que a Tudo Lê, Spymaster nas horas vagas, Father of Fakes, Professor de Inglês, Um dos Três, Editor do Qidian, Tradutor de TA, Soberania e DNG, Marido Raiz.

22 Comentários

  1. Haha, Verdi se ferrou! Cap muito bom, fico só imaginando o que vai ser desses dois. Obrigado pelo capítulo ^-^

  2. “Lucien não tinha certeza se ela estava chorando.”

    Deixa que eu choro por você, Natasha

    Tem um olho na minha lágrima =(

  3. Imagina se ele usasse magia e aslvasse todo mundo… No dia seguinte ele seria suspeto de ser feiticeiro… E vcs sabem com ele julgam feiticeiros…
    – Passo 1 2 3 4 5 queimar se sentir dor queimar mais se nao sentir queimar mais se ele sobreviver ok é inocente kkkkkkkkkkkkkkk

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!