TA – Capítulo 147

O Castelo

Perto de um lago, havia um velho castelo coberto com videiras grossas, ao lado de um penhasco íngreme, e as altas torres do enorme castelo eram tão altas que quase pareciam grandes cedros centenários na escuridão.

Olhando para o castelo de longe, Lucien respirou fundo e colocou tanto o Vingador Gélido quanto Mo, o anel que pertencera à mãe de Natasha, em sua mão esquerda. Ele cuidadosamente virou a palavra esculpida no anel para o lado da palma de sua mão.

Enfrentando perigos desconhecidos, feiticeiros e necromantes poderosos e misteriosos, Lucien precisaria utilizar tudo o que tinha para se proteger. Tentando manter o foco, ele se preparou para lançar magias a qualquer momento. Então, ele lentamente saiu de trás de uma rocha grande onde estava escondido e se dirigiu para o castelo sombrio.

O vento frio da noite no mês da paixão levou embora o calor do dia, e os arredores estavam tranquilos, exceto pelo chilrear dos grilos. Lucien chegou em segurança em frente ao portão de madeira maciça do castelo. Levantando o braço calmamente, Lucien bateu no portão.

Depois de algum tempo, a grande porta se abriu lentamente. Lucien ouviu o som grosseiro do atrito entre a madeira e o chão. Embora o portão parecesse muito pesado, mesmo para dois ou três homens adultos, um homem mais velho vestindo uma camisa branca e um terno preto abriu a porta facilmente e disse a Lucien na língua comum daquele continente:

— Quem é você, senhor? Por que você está aqui?

Vendo que a pessoa que abriu o portão não tentou matá-lo no mesmo instante, o nervosismo de Lucien reduziu consideravelmente. Então, ele abaixou a cabeça e disse ao homem mais velho de forma educada:

— Você deve ser o mordomo do castelo, senhor. Prazer em conhecê-lo. Eu sou um feiticeiro passando por Djibouti por esses dias. — Lucien parou um pouco e rapidamente deu uma olhada para a expressão facial do velho mordomo, e depois continuou, sério: — Um grupo de ladrões tentou me assaltar do lado de fora da cidade Dente de Dragão, e eu matei todos eles. O que me surpreendeu foi que eu encontrei uma carta de um dos ladrões, convidando todos os feiticeiros e aprendizes para se reunirem para participar do Banquete da Morte e receber um feiticeiro da sede do Congresso de Magia.

A sobrancelha do velho mordomo se ergueu ligeiramente, mas ele não disse nada em resposta, como se ainda estivesse esperando por uma explicação adicional de Lucien.

— Eu sei que talvez não seja adequado vir para visitar o castelo diretamente, mas eu tive muita sorte, porque o aprendiz que deve ter sido atacado pelos ladrões deixou inclusive o local do castelo Carendia junto ao convite, ou eu nunca seria capaz de encontrar meu caminho até aqui. Por favor, perdoe a minha impertinência, — Lucien continuou educadamente.

— Posso saber qual é o símbolo no convite? — O velho mordomo permaneceu educado, como se ele estivesse apenas conversando com algum viajante aleatório em vez de um feiticeiro maligno.

Embora Lucien soubesse que o velho mordomo poderia não ser capaz de ver seu rosto sob o capuz, ele manteve seu sorriso.

— Um hexagrama preto.

O velho mordomo assentiu levemente.

— Eu irei reportar a situação ao meu senhor, convidado.

Segurando um castiçal branco, o velho se virou e desapareceu gradualmente na escuridão.

Lucien se manteve educadamente esperando no local onde estava, sem dar um único passo. Depois de um tempo, quando o velho mordomo voltou, ele acenou para Lucien.

— Muito bem. Você é muito educado, senhor. Você sabe o que é respeito.

Lucien pôs a mão esquerda sobre seu peito e inclinou-se ligeiramente.

— Obrigado por perdoar a minha falta de modos, senhor.

— O Visconde Carendia quer encontrá-lo na sala de estudos. Siga-me, por favor. — O mordomo avisou Lucien: — Siga-me de perto, convidado. Não se perca na escuridão. É perigoso.

Em seguida, ele se virou novamente para mostrar a Lucien o caminho.

Seguindo o velho mordomo, Lucien estava suando de nervosismo. Sua Estrela do Destino, sua própria intuição e também a espada Alerta, estavam avisando ele silenciosamente que haviam muitos perigos e coisas misteriosas escondidas na escuridão, principalmente quando Lucien entrou no castelo e o portão se fechou atrás dele.

Lucien sentiu que a escuridão no castelo estava de algum modo “viva”, o que lhe deu calafrios. No entanto, Lucien decidiu permanecer em silêncio e não fazer nenhuma pergunta, simplesmente seguindo o velho mordomo.

Quando Lucien começou a ficar um pouco irritado de andar na escuridão por um tempo relativamente longo, o velho mordomo parou e esticou a mão na escuridão. Ele empurrou a mão para a frente e abriu uma porta.

Assim que a porta se abriu, uma luz amarela brilhante apareceu e levou a escuridão para longe.

— Por favor, convidado. — O velho mordomo se curvou levemente e educadamente deixou Lucien entrar no cômodo primeiro.

— Muito obrigado, senhor. — Lucien acenou com a cabeça, e depois entrou na sala sem qualquer hesitação.

O tapete amarelo escuro na sala de estudos era espesso e luxuoso. Até mesmo o cabideiro era dourado. A mesa, a estante e as poltronas eram feitas do precioso pau-rosa. Com base em muitos detalhes da decoração da sala, Lucien presumia o tamanho da extravagância do proprietário deste lugar.

Em um sofá vermelho na frente de uma mesa de centro estava sentado um jovem vestindo uma camisa preta e casaco vermelho. Ele tinha cabelos loiros e olhos profundos, combinados com um sorriso atraente. A linha de seu queixo era bem definida, dando a ele uma aparência bonita e também viril.

— Prazer em conhecê-lo, Sr. Feiticeiro. — O jovem loiro cumprimentou sem se levantar do sofá.

— Meu senhor, por favor, não esqueça dos seus modos. — O educado mordomo de idade caminhou para perto do jovem nobre em um ritmo rápido e sussurrou em seu ouvido para lembrá-lo.

— O prazer é todo meu, Visconde Carendia. Obrigado por me receber. — Lucien fez uma ligeira referência.

— Está vendo? O convidado não se importa se eu permanecer sentado. — O visconde virou a cabeça para o mordomo e sorriu. — Relaxe, Nied.

— Se o conde estivesse aqui, ele seria o seu modelo de elegância e nobreza, — o velho mordomo murmurou em voz baixa e, em seguida, ficou atrás do visconde.

— Vamos lá… Eu nem me lembro mais do meu avô. Como é que eu vou aprender com os modos dele? — O visconde esfregou a testa, sem jeito. Em seguida, ele apontou para o sofá ao lado dele e disse a Lucien: — Por favor, sente-se. Nied me contou qual a sua intenção ao vir aqui, mas não tenho certeza se você não é um espião da Igreja. A Igreja tem um monte de feiticeiros que se entregaram a eles.

Mesmo enquanto estava falando sobre a possível identidade de Lucien como um espião da Igreja, o visconde ainda parecia bem relaxado.

— A Igreja nunca conseguiria me transformar em um espião deles. — Lucien deu ao visconde sua resposta que já preparada anteriormente. — Eu tenho um pseudônimo, Professor.

— Professor? Você é “o” Professor, da posição nº 359 na Lista de Purificação? — Carendia alinhou suas costas e lhe perguntou de forma séria. O visconde sabia claramente que todos os nomes na lista representavam seres poderosos. Grão-arcanistas, arquimagos lendários, os grão-cardeais do norte, dragões anciões, os vampiros ancestrais, o Príncipe Lobisomem, a família real de Kuo-toa, e os líderes de seitas heréticas estavam todos incluídos. Ele percebeu o Professor no meio daquela lista porque este misterioso feiticeiro era o único cujo poder era inferior ao de um cavaleiro radiante.

Lucien deu um suspiro de alívio em sua mente, agradecendo pelo fato do visconde realmente conhecer o seu pseudônimo, o que também fazia sentido porque, como um nobre, ele devia ter acesso a esta lista.

— Sim, eu sou este Professor. — Lucien assentiu. — Estou voltando de Aalto.

— Como você prova isso? — Carendia tinha um sorriso astuto em seu rosto. — Nem mesmo eu estou na lista. Seu poder deve ser muito impressionante.

— Como você quer que eu prove meu poder? Quebrando um ou dois de seus vasos nesta sala? — Sentado no sofá, Lucien perguntou em tom de brincadeira.

— Hmm… Melhor não. — O visconde riu. — Eu ouvi que você criou uma magia única que pode destruir uma casa diretamente. E eu sei que, mesmo na sede do Congresso de Magia, não havia um feitiço semelhante registrado.

— Eu posso mostrar a você. — Lucien deu de ombros e apontou para o chão do castelo, cético: — Mas aqui?

— Pode ser. — O visconde se sentou no sofá, com os olhos ligeiramente cerrados.

Lucien foi até a parede e colocou as duas mãos sobre ela. Depois de um tempo calculando a possível gama de frequência de vibração do castelo, Lucien enviou algumas ondas mágicas para a parede e sentiu o retorno das ondas para obter informações mais precisas sobre a frequência de vibração de todo o local, para ajustar a velocidade das ondas que ele novamente enviaria.

Logo, o velho castelo começou a tremer. Embora o tremor fosse obviamente fácil de perceber, ele estava longe de destruir todo o lugar.

Lucien estava presumindo que este velho castelo fosse protegido por muitos círculos mágicos poderosos, então a Mão Oscilante do Professor não poderia realmente causar danos a ele. Antes de Lucien se sentir envergonhado, o visconde juntou as mãos atrás dele com um baque alto.

— Chega, chega, Professor. Atualmente eu não estou em condições de comprar um novo castelo como este.

Aproveitando a oportunidade, Lucien tirou as mãos da parede e se virou.

— Então, eu presumo que isso seja suficiente, não?

— Claro. — Carendia esperou Lucien voltar e se sentar. — Você já sabe a data e o local do nosso encontro, Professor. Eu posso pedir a Nied para fazer outro convite para você.

— Isso seria ótimo. — Lucien assentiu. — E se houver qualquer alteração em relação à hora ou local, como posso ser informado?

Enquanto Nied, que estava parado atrás do visconde, caminhou em direção à mesa para fazer um novo convite, Visconde Carendia disse a Lucien:

— Temos dois locais secretos em Korsor para feiticeiros deixarem marcas codificadas e mensagens para trocar informações. Quaisquer informações sobre mudanças deste encontro estarão disponíveis lá.

Depois de detalhar a localização dos dois locais e o significado dos códigos para Lucien, Visconde Carendia sorriu.

— Eu aguardo ansiosamente a sua presença, Professor. E se você puder vir um dia antes, embora eu imagine que você deva estar muito ocupado, você poderia ter mais tempo para trocar ideias e teorias com o Sr. Felipe, da sede do Congresso de Magia. Afinal, vocês dois são bem jovens. É aconselhável dar aos jovens mais tempo para se reunir e progredir juntos.

— Nós dois somos jovens? — Olhando para o visconde, Lucien ficou confuso.


Não esqueça que Trono do Arcanista agora tem um Padrim para você pode apoiar o trabalho da equipe 3Lobos e também aumentar a quantidade de capítulos dessa novel sensacional! Além disso, você poderá ler mais capítulos se apoiar o projeto!

Vermillion
Primeiro de seu nome, Nascido do Caos, o Que a Tudo Lê, Spymaster nas horas vagas, Father of Fakes, Professor de Inglês, Um dos Três, Editor do Qidian, Tradutor de TA, Soberania e DNG, Marido Raiz.

17 Comentários

  1. Professor já é n° 359 da lista com seu poder apenas no nivel de aprendiz na épica heheh
    Expectativas lá em cima para esse novo arco

    Muito obrigado Vermillion =D

  2. Nem o visconde tem condições de comprar um castelo, deve ser a crise.
    Valeu pelo capítulo Vermillion

  3. O bicho chegou a esse mundo não faz nem um ano (eu acho🙃) e já entrou pra lista de procurados de uma das organizações mais poderosas. Obrigado pelo capítulo

    1. Tipo, ele revelou o rosto pra um cara que sabe que ele é o professor, sendo que ele tá na lista dos mais procurados da Igreja. Foda hein! kkk

  4. lucien é brabo demais, entrou pra lista dos feiticeiros mais procurados quando ainda era um aprendiz, tenho certeza que ele bateu algum record kkkkkkkkkkkk

  5. Mano tenho de fazer uma apreciação critica de um Projeto de um edificio e estou aqui vendo o Professor dando aula de como destruir edificios ironico não. Obrigado pelo capitulo !

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!