TA – Capítulo 155

Recrutamento

Enquanto Felipe falava no palco, os necromantes e aprendizes começaram a prestar atenção nele e a sussurrar uns para os outros.

O Visconde Carendia também apareceu, segurando seu copo de vinho, e ficou atrás de Lucien.

— Sr. Professor, eu posso provavelmente adivinhar sua intenção ao vir para o Banquete da Morte, mas deixe-me lembrá-lo que, se você quiser uma briga, termine-a o mais rápido possível, ou eu teria que pedir a vocês dois para se retirarem. Embora eu fosse ficar empolgado em presenciar uma briga entre dois feiticeiros de quinto círculo, a última coisa que eu quero ver é o meu castelo sendo destruído.

Lucien olhou rapidamente para o visconde. Dentro de sua mente, ele respondeu às palavras do visconde de uma maneira sarcástica, — Você sabe as minhas intenções? Qual é… Nem eu mesmo sei por que eu estou aqui e o que estou fazendo agora!

Toda aquela situação estava completamente fora das expectativas de Lucien, e agora ele estava provando a amargura trazida por sua ousadia.

— E se eu só estiver aqui para dar uma olhada? — O rosto de Lucien estava coberto por seu capuz, e ele respondeu educadamente: — Às vezes, lutar não serve a nenhum propósito.

— Interessante. — O visconde logo comentou, e depois se virou para olhar para as pessoas em pé no palco.

Além de Felipe, agora havia outros quatro necromantes, que eram os representantes escolhidos da multidão: o velho necromante Cessy; uma necromante de aparência simples chamada Tess; um jovem necromante chamado Quentin; e um necromante de aparência horrível chamado Sidney, cujo rosto e mãos estavam cobertos por grandes espinhos costurados por fios. Eles também eram os únicos quatro feiticeiros de nível intermediário naquela região que originalmente pertencia a Wilfred, feiticeiros que seguiam as tradições do antigo império mágico. Dois deles eram de quarto círculo, e dois eram de terceiro.

— Não quis subir ao palco? — perguntou o visconde de maneira brincalhona.

Lucien revirou os olhos sob o capuz e respondeu ironicamente novamente em sua mente: — Claro que vou subir ao palco e encontrar uma forma perfeita de me matar… Por que não?

É claro que Lucien não podia dizer algo assim ao visconde. Portanto, fingindo que era erudito e misterioso, Lucien disse a Carendia:

— Às vezes, ficar longe lhe permite ver mais do que de perto.

O visconde tocou o copo de Lucien com o seu próprio e comentou:

— Não me admira que seu pseudônimo seja Professor.

No palco de madeira, Cessy manteve seu rosto sem expressão quando indagou:

— Sr. Felipe, obrigado por nos convidar aqui e nos oferecer uma chance de nos reunirmos e trocar nosso conhecimento e materiais mágicos. O encontro já é um banquete para nós, que estivemos escondidos o tempo todo na escuridão, como ratos vivendo em cavernas. Eu me pergunto, o que mais você quer discutir conosco?

Os olhos de Felipe estavam olhando para Lucien. Vendo que o Professor não estava planejando interromper seu discurso por enquanto, ele se virou para todos os feiticeiros e aprendizes presentes e começou a falar novamente em sua voz séria, porém alta:

— Tenho certeza que todos vocês sofreram e ainda estão sofrendo muito com as dificuldades presentes na terra que pertenceu ao maior necromante de todos os tempos, Wilfred. Vocês estão preocupados que um dia a Igreja possa chegar até vocês. Vocês estão preocupados todos os dias, mesmo durante sua meditação, com a possibilidade de um dia serem mortos por alguns aventureiros quaisquer, cavaleiros, padres ou outras pessoas. E vocês estão tão perturbados que mal conseguem dormir à noite…

Nas nações controladas pela igreja, todo feiticeiro e aprendiz compartilhava experiências mais ou menos semelhantes. Depois de ouvir as palavras de Felipe, eles não puderam deixar de concordar balançando suas cabeças, incluindo Lucien.

— Uau… Sr. Professor, você está concordando com o Sr. Felipe? — O Visconde Carendia ficou um pouco surpreso ao ver que Lucien também estava balançando a cabeça.

— Claro. O que ele acabou de dizer é verdade, — disse Lucien de maneira tolerante.

— Vocês não podem contar a seus parentes e amigos quem vocês são, — continuou Felipe, — não têm ninguém para compartilhar o resultado de suas pesquisas e experimentos. Vocês não têm ninguém para compartilhar sua felicidade e tristeza. E sabem que nunca poderão alcançar o que desejam em suas vidas, mesmo que mereçam isso!

O silêncio em meio à multidão era quase palpável. Todos tinham a amargura que só conseguiam resolver por conta própria, devido ao seu status como estudantes de magia.

— Então, me digam, vocês querem continuar vivendo esta vida miserável? — Felipe perguntou em voz alta.

Um aprendiz, revoltado com a situação, gritou:

— Não! De jeito nenhum!

E sua resposta abriu as portas a mais respostas. Cada vez mais os necromantes e aprendizes presentes começaram a gritar:

— Não!

— Nós não aguentamos mais!

— Chega disso!

A multidão no salão ficou irritada e as pessoas gritavam com sua raiva há tanto reprimida.

Lucien não disse nada, apenas olhou para Felipe em silêncio. Ele estava esperando para ver se haveria alguma informação útil para ele no discurso de Felipe.

Até a multidão lentamente se acalmar, os quatro representantes trocaram um olhar entre si e então Cessy tomou a iniciativa.

— Nós nunca pedimos uma vida como esta, Sr. Felipe. Estamos vivendo esta vida porque não temos escolha. Podemos nos livrar de tudo isso? O Congresso Continental de Magia pode nos ajudar?

Finalmente, um sorriso relativamente gentil apareceu no rosto pálido de Felipe. Ele acenou com a cabeça e respondeu com determinação:

— Sim. E eu estou aqui para ajudar a todos vocês.

Houve uma agitação na multidão novamente.

— Nos poucos países onde o estudo da magia é protegido pelo Congresso de Magia, não precisamos nos esconder. Nós nos sentimos totalmente seguros quando meditamos em casa, e realizamos experimentos em um laboratório sem termos que nos preocupar. Além disso, esses reinos também permitem que os feiticeiros se tornem autoridades nas cidades, o que equivale ao status de um nobre. E se você tiver poder e prestígio suficientes para se tornar um membro da Academia Real de Magia de Holm, você seria um conselheiro da Câmara dos Lordes…

As palavras de Felipe chocaram totalmente os necromantes e aprendizes. Embora alguns deles realmente tivessem ouvido o nome do Congresso, nunca pensaram que os reinos protegidos por aquela organização pudessem ser um paraíso para eles.

— Por favor, deixem-me terminar, senhoras e senhores. — Felipe esticou a mão para fazer a multidão se acalmar. — Mais importante ainda, no Congresso Continental de Magia, desde que vocês sejam suficientemente capazes, poderão aprender diferentes níveis de meditação, obter todos os tipos de materiais e itens mágicos, e até mesmo ter acesso a arcana e às pesquisas mais avançadas em seu campo. Senhoras e senhores, vocês querem se juntar a nós?

— Claro! — Alguns dos aprendizes responderam diretamente com grande entusiasmo, enquanto alguns achavam que o que Felipe acabara de descrever era quase bom demais para ser verdade.

Alguns deles começaram a se sentir desconfiados. Afinal, nada era verdadeiramente de graça neste mundo.

— Sr. Felipe, — Cessy tossiu ligeiramente e disse. — Tenho certeza de que muitos de nós estão certamente dispostos a participar do Congresso. No entanto, o que eu gostaria que você deixasse bem claro aqui é… o que você precisa que nós façamos?

Vendo que eles estavam indo na direção certa, Felipe assentiu com satisfação.

— Já que a igreja bloqueou o caminho para a sede do Congresso de Magia, não é fácil para nós conseguir que todos vocês passem pelo bloqueio. — Então, Felipe parou e mudou para outro assunto: — Nos tempos em que o antigo império mágico ainda existia, o conflito entre as oito principais facções já estava lá. E ainda é o mesmo com o Congresso de Magia atual. Diante de tal competição e conflito, a melhor solução para que os indivíduos possam sobreviver é a união.

Então, Felipe limpou a garganta e dirigiu-se à multidão em uma voz ainda mais alta:

— Sou membro da Mão da Palidez, que foi estabelecida em conjunto pelo grão-arcanista Vicente Miranda, conhecido como Thanatos, e o arquimago lendário, Congus, conhecido como o Lich Semideus. A Mão da Palidez é uma organização influente que ainda está crescendo rapidamente em prol da união dos necromantes, e é por isso que também é a escolha mais apropriada para todos vocês participarem.

Lucien estava ouvindo o discurso de Felipe com interesse. Agora, ele tinha a impressão que o que Felipe estava transmitindo era quase como um marketing multinível.

Embora muitos deles não tivessem ideia do que significava o título de grão-arcanista, eles sabiam o quão poderoso um arquimago lendário deveria ser. Neste momento, Tess deu um passo à frente e perguntou:

— Se a Mão da Palidez é realmente como você acabou de descrever, eu pessoalmente gostaria de me juntar a vocês, sem dúvida alguma. Mas eu preciso perguntar, o que teremos que fazer depois de nos juntarmos à organização?

Tess ainda permaneceu relativamente calma. Ela sabia que sempre havia um preço a se pagar por qualquer coisa.

— Boa pergunta. — Felipe balançou a cabeça. — Porém, vamos primeiro passar pelos benefícios que vocês terão depois de se juntar a nós. Primeiro de tudo, vocês poderão obter um item mágico de acordo com seu nível de poder atual. Em segundo lugar, vocês terão feiticeiros poderosos e eruditos para apresentar a vocês o sistema de magia contemporâneo. Em terceiro lugar, nós nunca tiraremos os resultados obtidos de suas pesquisas pessoais, e nem os itens de sua propriedade. Ou seja, o que é seu, será sempre seu. No entanto, — Felipe fez uma pausa rápida, — nós temos um requisito para nossos membros. Quando vocês recebem uma tarefa da organização, vocês não podem se abster de fazê-la. Se a tarefa for concluída, você será premiado, mas se falhar, será punido.

Mais e mais como marketing multi-nível… — Lucien pensou consigo mesmo. Ele ainda estava esperando pela possível informação de Felipe sobre o contato em Sturk.

Mesmo tendo a descrição de Felipe sido bem sedutora, o último requisito imediatamente tirou os necromantes e aprendizes de seus devaneios. Com certeza, não havia nada de verdadeiramente livre no mundo.

— E se alguém recusar a tarefa? — perguntou Cessy com cuidado.

— Duas situações. Para feiticeiros de alto nível, há uma penalidade ou uma tarefa alternativa. Abaixo desse nível, penalidade, punição física, punição mental ou até morte… depende da tarefa dada, — respondeu Felipe diretamente. — De acordo com a última descoberta em arcana, a energia é sempre conservada. Você paga pelo que ganha. Todos devem fazer suas próprias escolhas. E, devido às restrições, só podemos trazer feiticeiros para a sede do Congresso de Magia. Para os aprendizes, contanto que vocês assinem um contrato mágico, deixarei alguns livros e materiais para ajudá-los a se tornar um feiticeiro o mais rápido possível. Todo ano haverá um membro levando novos feiticeiros ao Congresso, — Felipe ainda explicou.

Devido às suas palavras, alguns dos aprendizes mais velhos presentes começaram a se sentir empolgados novamente, já que vinham lutando contra o avanço necessário para o próximo nível por um bom tempo. Agora, eles finalmente encontraram uma saída possível. Além disso, algumas tarefas da organização poderiam não ser tão perigosas, eles pensavam.

Depois que Felipe terminou seu discurso, ele olhou para Lucien com os olhos ameaçadores, porque aquele momento era o mais perfeito para o Professor arruinar seu recrutamento.

Vermillion
Primeiro de seu nome, Nascido do Caos, o Que a Tudo Lê, Spymaster nas horas vagas, Father of Fakes, Professor de Inglês, Um dos Três, Editor do Qidian, Tradutor de TA, Soberania e DNG, Marido Raiz.

11 Comentários

  1. “Como krlhas o inimigo vai saber seu plano se vc não faz a minima ideia do que esta fazendo”. Mas uma vez o professor dando uma aula de strategia

  2. Pq eu sinto q isso foi uma propaganda falsa. Espero q o Lucien se cuide.
    Valeu pelo capítulo Vermillion

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!