TA – Capítulo 186

Insígnias

— É claro. E esta forma é muito mais rápida que a apresentação de um artigo. Normalmente, leva apenas cerca de vinte minutos para a verificação, — Lazar assentiu.

Simeon, que estava ao lado de Lazar, acrescentou:

— Mas Evans, você tem que manter em mente que, embora possa ativar sua insígnia mágica desta vez fazendo isso, se quiser progredir em seu nível de arcana, toda vez que quiser melhorar, você precisa ter esse crédito de arcana básico que Lazar acabou de mencionar, já que o Congresso quer ver todos os feiticeiros e arcanistas com uma base sólida de conhecimento, e você só poderá escolher o seu foco de pesquisa depois de se tornar um verdadeiro arcanista.

— Eu vou arrumar algum tempo para passar no exame de arcana no Departamento de Administração de Feiticeiros, — respondeu Lucien em um tom casual, como se estivesse falando sobre o que iria jantar à noite. Tanto Simeon quanto Lazar pensaram que Lucien faria o teste depois de passar algum tempo estudando magia e arcana primeiro para compensar a discrepância existente entre seu conhecimento e tudo o que foi oferecido pelo Congresso.

Depois de se despedir dos aprendizes, liderados por Lazar, Lucien foi para a zona quatro.

— O Sr. Simeon acabou de se tornar um arcanista de segundo nível. Espero que, em breve, ele possa fazer outra descoberta. — Enquanto caminhavam, Lazar comentava: — Não sei quando terei trinta créditos de arcana.

— Quantos créditos de arcana você precisa para cada atualização? — perguntou Lucien, confuso. — Trinta?

— A princípio, para chegar a um nível mais elevado, era necessário dez vezes mais créditos de arcana do que o nível anterior, mas isso se mostrou impraticável, já que há apenas de dez a vinte mil arcanistas no total neste mundo. Mais tarde, um arquimago lendário mudou a regra, e agora, você precisa de dez créditos de arcana para se tornar um arcanista de primeiro nível, trinta para o segundo nível, cem para o terceiro, trezentos para o quarto nível, mil para o quinto, três mil para o sexto, dez mil para o sétimo, trinta mil para o oitavo e cem mil para o nono nível, — explicou Lazar detalhadamente. Ele gostava de responder perguntas.

Quando eles estavam andando pelo corredor, havia luzes tentando se aproximar deles. As duas insígnias que Lazar usava estavam brilhando para evitar que as luzes se aproximassem deles.

Havia um saguão aberto no Departamento de Administração de Feiticeiros, onde havia sofás amarelos, mesinhas de centro, adegas e muitas outras instalações para se relaxar, fazendo com que esse lugar parecesse mais um spa ou um clube do que um escritório administrativo.

Um balcão feito de metal prateado e cinza estava posicionado ao lado do corredor principal, atrás do qual haviam duas moças adoráveis. Muitos feiticeiros, que não eram tão sombrios quanto a maioria dos necromantes, gostavam de provocar um pouco as meninas, e entre eles havia também alguns jovens que tentavam realmente ganhar seu afeto.

— Bem-vindo de volta, Sr. Lazar, — cumprimentou a garota alta de cabelo loiro, com um sorriso no rosto. Vestindo um longo vestido amarelo, ela estava muito bonita.

— Obrigado, amor. — Lazar tinha um grande sorriso no rosto e então apresentou: — Cindy, este é o senhor Evans, um feiticeiro de vinte anos. Evans, estas são Cindy e Dona, os dois docinhos desse departamento. Ambas estão trabalhando para se tornar feiticeiras enquanto estão trabalhando aqui.

Sabendo que Lazar era sempre assim, Cindy não se importou. Ela se virou para Lucien.

— Bem-vindo, Sr. Evans. Um feiticeiro de vinte anos seguindo o antigo sistema de magia… Uau… eu tenho que dizer que você é definitivamente um gênio. Se você se tornar um feiticeiro de nível intermediário, eu ainda não tiver conseguido avançar, você pode me aceitar como sua aprendiz? Uma aprendiz formal?

— Sr. Evans, eu também quero! — Dona, a jovem mais cheinha, também perguntou enquanto brincava com seu cabelo ruivo. Algumas pessoas tiveram até a impressão de que a novel iria ter harém, e Kabum ficou esperançoso.

O entusiasmo das garotas ia além da imaginação de Lucien. Por um momento, ele ficou tímido demais para dizer qualquer coisa.

— Haha… Evans… eu percebo que você é meio inexperiente em conversar com mulheres. — Lazar riu. — Está tudo bem. Esta é apenas a maneira delas de receber os novatos. Cindy e Dona também são talentosas. Como já eram aprendizes quando tinham apenas dezessete anos, muitos feiticeiros gostariam de tê-las como alunas, além de elas quererem se especializar em coisas que não são suas principais áreas, Evans.

— Há ha, eu pensei que de alguma forma eu de repente havia me tornado popular, — Lucien brincou.

— Você é, Sr. Evans. Você é bonito e parece bastante confiável. Melhor que o Sr. Lazar. — Cindy olhou para Lucien com seus lindos olhos.

— Ui… isso doeu. — Lazar olhou com tristeza e depois tentou falar um pouco mais sério: — Alguém está disponível agora?

— Só o Sr. Eric. — Dona sorriu e apontou para o corredor atrás da recepção: — Ele está esperando por vocês dois.

Reclamando sobre o fato de que ele estava ficando menos atraente, Lazar levou Lucien para o terceiro escritório, sob o olhar das meninas. A placa pendurada na porta continha a informação “Eric, diretor do Departamento de Administração de Feiticeiros.”

Lazar gentilmente bateu na porta. Uma voz poderosa veio de dentro do escritório:

— Entre, por favor, a porta está destrancada.

Quando Lazar abriu a porta, Lucien viu filas de prateleiras no escritório. Nas prateleiras, não havia livros, mas pedaços de papel prateado como folhas de metal brilhando de um jeito misterioso. Muitas linhas prateadas surgiam dessas folhas e se estendiam para construir sua conexão com a parede azul-clara que brilhava ao redor delas.

Além das prateleiras, havia um armário preto, uma gaiola de ferro com um sino e um escudo de metal.

Na frente das prateleiras, havia uma escrivaninha, atrás da qual estava sentado um homem careca de terno preto, e havia uma cartola ao lado de sua mão direita.

O homem de quarenta e poucos anos de aparência comum levantou a cabeça. Seus olhos cinza-claros eram como pedras de cristal que podiam ver através do coração de uma pessoa. Ele deu uma olhada rápida em Lucien e começou a escrever algo.

— Sr. Eric. Este é Evans. — Lazar fez uma reverência respeitosa para o homem.

— Bem-vindo, nosso novo amigo. Vamos terminar esse seu registro e pegar suas insígnias. — Eric assentiu, depois olhou para Lazar e disse: — Você fez o seu trabalho, Lazar. Leve este bilhete com você para receber sua recompensa na zona de tarefas.

Enquanto estava dizendo, o pequeno pedaço de papel que Eric acabou de escrever voou até Lazar.

Depois de recebê-lo, Lazar disse a Lucien alegremente:

— Eu gosto de você, Evans. Quer pegar alguma coisa para jantar depois? Acho que podemos nos tornar bons amigos.

Talentoso, confiável e tranquilo, essa foi a impressão de Lazar sobre Lucien. Ele sentiu que Lucien era alguém com quem ele poderia se dar muito bem.

— Claro. — Lucien sorriu. — Eu aliás não faço ideia de onde comer esta noite.

— Ótimo. — Lazar acenou com um pedaço de papel na mão: — Até mais tarde. Boa sorte com suas insígnias.

Depois que Lazar saiu do escritório, Lucien sentou-se na frente de Eric. Olhando mais de perto, Lucien notou que havia três estrelas prateadas e quatro círculos pretos nas insígnias dele.

Arcanista de terceiro nível, feiticeiro do quarto círculo… — Lucien pensou.

Enquanto Lucien estava refletindo, Eric pegou um pedaço de papel prateado e o entregou a Lucien.

— Complete o formulário para que eu possa ativar sua insígnia mágica.

Lucien leu rapidamente o formulário. Os únicos campos que ele precisava preencher eram do nome, idade, nível e as escolas de magia nas quais era bom, mas não se fazia menção a nada relacionado ao passado pessoal do feiticeiro.

Vendo que Lucien não começou a escrever imediatamente, Eric disse para ele sem emoção:

— Se você tiver mais informações a oferecer, pode pedir outro pedaço de papel. Quanto mais informações você fornecer, mais fácil para o Congresso conseguir uma identificação para você em Holm ou em outros países. A propósito, se você quiser se casar no futuro, por favor registre-se também com o Departamento de Administração de Feiticeiros.

Lucien assentiu e começou a preencher o formulário.

“Lucien Evans, vinte anos, interessado nas escolas de Astrologia e Elementos, feiticeiro de primeiro círculo.”

Então ele inventou algumas informações pessoais falsas no papel. Eric pegou o papel prateado e leu atentamente, depois houve um sorriso no rosto.

— Lucien Evans… Que nome comum… Há um músico famoso em Aalto chamado Lucien Evans, e algum tempo atrás fiquei sabendo que o nome de um feiticeiro elementar de nível iniciante também é Lucien Evans. Por que as pessoas gostam tanto desse nome?

— Honestamente, eu nunca parei para prestar muita atenção nisso… — respondeu Lucien surpreso, apesar do fato de que Natasha disse a ele mais de uma vez o quanto o nome dele era comum.

Eric não continuou nesse assunto, mas apontou para o escudo de metal do outro lado do escritório,

— Lance um feitiço de primeiro círculo. Preciso verificar seu nível.

Lucien assentiu e disparou dois mísseis mágicos negros no escudo. Quando a cobertura mágica do escudo absorveu o poder, houveram ondas de luz se espalhando. Eric assentiu.

— O poder não é de um item mágico, mas da sua alma. Você é realmente um feiticeiro do primeiro círculo.

Enquanto explicava, Eric se virou e tirou duas insígnias do armário preto. Ele colocou uma delas junto com o pedaço de papel prateado na gaiola e, em seguida, puxou a corda do sino. O sino começou a tocar e a gaiola começou a brilhar. Um minuto depois, a luz desapareceu.

Quando Eric tirou a insígnia e o papel, havia um círculo preto na insígnia e uma linha prateada brilhante conectando o papel de metal à luz da parede.

— A insígnia mágica registra seu nome, idade, nível, sua marca de poder espiritual e seus pontos de arcana. Você precisa desta insígnia quando ganha ou gasta seus pontos. Ninguém mais pode usá-la além de você. — Eric entregou duas insígnias a Lucien, pedindo-lhe para deixar sua marca de poder espiritual nelas. — Todas as informações são mantidas tanto por mim quanto pelo escritório de documentos do conselho superior. Não tente mudar seu nível e seus pontos por qualquer motivo sozinho. Com essa insígnia, você pode aceitar missões na zona de tarefas e receber os livros básicos de arcana e magia, assim como novos métodos de meditação. Além disso, como um feiticeiro do primeiro círculo, você pode pedir ao Congresso materiais ou poções que valem um Thale todos os meses, ou pode usar esse valor para pegar livros emprestados.

Lucien colocou a insígnia mágica ativada no lado esquerdo de seu peito, e então olhou para a insígnia arcana.

— Sr. Eric, e essa aqui? Eu gostaria de ativar minha insígnia arcana, isso é com você também?

— Sim, por aqui você deve encaminhar sua magia singular para mim, descrita em um pergaminho, — respondeu Eric. — Então eu vou enviá-la para o Conselho de Avaliação Arcana. Levará cerca de meia hora para saber o resultado. Não se preocupe, eu não vou ler.

Lucien sorriu.

— Entendo, eu agradeço, Sr. Eric. E os artigos de arcana? Além de enviar meu artigo para a diretoria, devo enviá-lo também para os periódicos?

— Seu artigo? — Eric levantou a cabeça e olhou para Lucien com seus olhos cinzentos, muito surpreso.

Vermillion
Primeiro de seu nome, Nascido do Caos, o Que a Tudo Lê, Spymaster nas horas vagas, Father of Fakes, Professor de Inglês, Um dos Três, Editor do Qidian, Tradutor de TA, Soberania e DNG, Marido Raiz.

10 Comentários

  1. “Algumas pessoas tiveram até a impressão de que a novel iria ter harém, e Kabum ficou esperançoso.”

    Mano kkkkkkkkkkkkk
    Ano vcs da 3lobos

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!