TA – Capítulo 206

Persistência

Para outras pessoas, a publicação de um artigo na próxima edição de um periódico ou na seguinte poderia não fazer muita diferença, contanto que o próprio periódico fosse suficientemente influente. No entanto, para Lucien, a razão pela qual ele se forçou a concluir este artigo no início do mês foi porque ele desejava que fosse lido pela maioria dos arcanistas o mais rápido possível.

— Há alguma chance de meu artigo ser publicado ainda na edição deste mês? — Lucien ainda estava procurando um fio de esperança. — Que tal colocar meu artigo no final?

— Sinto muito, Evans, mas não posso. Já informamos aos feiticeiros que vamos publicar seus artigos, — disse Woods de maneira decidida. Embora ele pensasse que Lucien era um jovem promissor, não era o suficiente para ele correr o risco de irritar outros feiticeiros mais importantes por causa de um arcanista de primeiro nível.

Lucien manteve as costas eretas e ainda havia um sorriso em seu rosto.

— Sr. Woods, sei que ainda está hesitante sobre o meu artigo, mas eu acredito que o apêndice contendo os registros de meus experimentos no final do artigo possa dar mais peso aos argumentos. Embora eu não tenha sido capaz de provar que o peso atômico dos vários elementos mencionados em meu artigo está errado, os resultados de meus experimentos mostraram que alguns definitivamente não são precisos, como está implícito em minha tabela periódica.

Woods balançou a cabeça.

— Mesmo que seus experimentos pudessem provar isso, ainda não há evidências suficientes mostrando que o seu artigo é confiável. Tenho certeza de que várias de suas suposições não estão corretas.

Aos olhos de Woods, este artigo era como um dos muitos artigos anteriores que estudaram a ordem entre os elementos. Não havia nada de especial no artigo de Lucien.

— Talvez seja por… — Lucien parou de chamar esses elementos de isótopos, mas disse de uma maneira mais implícita, — por causa de algumas razões que ainda não descobrimos, portanto não conseguimos medir os elementos apropriadamente usando os métodos existentes…

Um par de isótopos eram dois átomos com o mesmo número de prótons, mas diferentes números de nêutrons. Como eram semelhantes na natureza, os isótopos podiam ser bastante confusos. No entanto, Lucien não se atreveu a apresentar o conceito sem pensar direito, já que a compreensão dos elementos deste mundo ainda estava apenas no nível dos átomos.

— Você é um arcanista de primeiro nível, Evans, — disse Woods. — Quem mediu os elementos são arcanistas de pelo menos quinto nível.

O que Woods estava tentando dizer era muito óbvio.

— Então… me desculpe, Sr. Woods, eu receio que terei de recusar a proposta do Arcana Comum, já que eu acredito na minha pesquisa. — Lucien curvou-se para Woods educadamente.

Woods não se sentiu ofendido, pois tinha visto muitos jovens teimosos, ou talvez persistentes, como Lucien Evans. Então, ele se levantou da cadeira e disse:

— Eu não culpo você, Evans, mas se você não conseguir encontrar outros periódicos para aceitar o artigo nesta edição, você ainda será bem-vindo aqui.

Lucien pegou o artigo na mesa e assentiu com sinceridade.

— Muito obrigado, Sr. Woods.

Ele sabia que ainda tinha uma última opção, mas isso envolvia correr o risco de procurar a ajuda da Academia Real de Magia de Holm e da Vontade dos Elementos, usando o anel. Afinal, ele estava certamente sendo alvo de suspeitas aos olhos da Mão da Palidez naquelas circunstâncias, e é claro, ninguém sabia o que aconteceria se Lucien decidisse fazer isso.

Agora, Lucien estava um pouco mais alto. Vestindo sua cartola preta e seu casaco longo, sua expressão determinada deixou Woods com uma impressão marcante.

Cerca de dez dias atrás.

No décimo quarto andar da torre mágica, em um salão exclusivo, Rogério sorriu e balançou a cabeça enquanto olhava para o artigo em sua mão.

— Os jovens são realmente cheios do espírito da rebeldia. Eles são corajosos, destemidos e loucos.

Embora Rogério não soubesse absolutamente tudo o que Lucien esteve fazendo no mês passado inteiro, já que Adol não podia seguir Lucien em todos os lugares, ele sabia que o artigo mais recente de Lucien passou na avaliação do conselho, mas foi rejeitado por alguns periódicos. Então, ele foi à Biblioteca de Arcana Comum e comprou uma cópia do artigo.

Não demorou muito para que Rogério parasse de ler o periódico, já que ele mesmo foi um dos arcanistas que mediram o elemento chamado Termirick. Naquela época, ele adotou vários métodos diferentes para chegar ao resultado, que foi apoiado por vários arcanistas influentes, então ele nunca duvidou do resultado de sua pesquisa.

Largando o artigo, os dedos de Rogério começaram a bater na mesa. Ele estava pensando em uma forma de fazer com que Lucien aparecesse diante de alguns feiticeiros de nível intermediário da Vontade dos Elementos, para que pudesse observar suas reações e avaliar se eles reconheciam Lucien, para descobrir mais sobre esse misterioso recém-chegado.

Antes de ir para a filial do Banco Real de Holm em Allyn, que, de acordo com o que Natasha mencionou antes, era o maior banco do mundo, Lucien primeiro voltou para a escola. Como uma vez que ele mostrasse o anel para a Vontade dos Elementos, ele poderia não ser capaz de voltar tão logo, portanto, ele precisava informar seus amigos, alunos e o diretor da escola com antecedência.

— O seu artigo foi aceito? — Rocha, Jerome e K perguntaram a Lucien assim que ele voltou para a escola.

Eles sabiam que o segundo artigo de Lucien havia sido rejeitado pelo Alquimia e Elementos.

— Não… — Lucien deu um sorriso calmo, — Foi recusado pelo Arcana Comum também.

— Que droga heim… Então por que eles te convidaram para ir lá?! — Rocha ficou um pouco irritado.

Jerome deu uma olhada em Rocha para que ele parasse com isso, e então ele consolou Lucien ligeiramente.

Quando Lucien estava prestes a encontrar algumas desculpas para sua curta ausência, K disse a ele:

— Evans, eu conheço um arcanista que é um dos editores do Elementos, e o nome dele é Igna. Ele é uma pessoa legal, e eu estou pensando se você se interessa em ir a Rentato comigo, para que possamos jantar juntos.

Embora K não tivesse certeza se isso funcionaria, ele ainda ofereceu sua ajuda. K esperava que alguém pudesse ler cuidadosamente o artigo de seu colega de novo sem quaisquer preconceitos.

Lucien ficou muito surpreso, mas muito rapidamente respirou fundo e disse:

— Nossa, obrigado, K! Eu vou para Rentato com você, então!

Lucien não deixaria nenhuma oportunidade escapar.

Depois do almoço, Woods fez uma pequena pausa e entrou no laboratório na torre mágica de forma decidida. As duas horas seguintes eram seu horário de experiências pessoais, e ele não seria perturbado por coisas relativas a seu trabalho.

De alguma forma, quando Woods ligou os círculos alquímicos e estava prestes a continuar o experimento do dia anterior, as palavras de Lucien apareceram em sua mente, e ele então pegou uma garrafa de um elemento purificado na frente dele.

— Ele estava sendo teimoso demais… Talvez eu possa dar uma olhada se a medida está mesmo errada… De qualquer forma, não vai dar muito trabalho, — Woods murmurou para si mesmo.

Se ele pudesse encontrar algum erro no registro atual de peso atômico dos elementos, ele no mínimo receberia alguns créditos.

De acordo com o regulamento do Congresso, quanto a características básica como o peso atômico de um elemento, o primeiro feiticeiro que corretamente medisse isto e os cinco feiticeiros seguintes que comprovassem que o valor estava correto dividiriam os créditos totais decorrentes de citações em uma proporção de 3:2:2:1:1:1 dentro de um ano.

Como um feiticeiro de nível intermediário experiente, dentro das expectativas, Woods terminou seu primeiro experimento, que medindo o peso atômico de um elemento apontado no artigo de Lucien, que foi medido erroneamente.

— Umm… Evans estava certo quanto a este aqui. Há alguns pequenos erros no método anterior do peso atômico. — Woods concordou.

Depois de usar dois outros métodos, Woods teve a certeza de que o método de medição anterior não era preciso, e que Lucien estava certo.

Então, Woods continuou a medir outros elementos.

Com o passar do tempo, seu rosto pareceu cada vez mais surpreso. Se uma resposta certa ainda podia ser considerada como sorte por parte de Lucien, ele não sabia como explicar por que os resultados experimentais subsequentes também provaram que Lucien estava certo, já que eles se encaixavam perfeitamente em sua tabela periódica de elementos.

O olhar determinado de Lucien e o que ele disse antes apareceram na mente de Woods novamente.

Apressadamente, Woods parou de andar de um lado para outro no laboratório e correu para o escritório. Ele rapidamente pegou uma pena e começou a escrever:

“Caro Lucien Evans,

Achamos que o seu artigo é de grande valor, e podemos providenciar que o Arcana Comum publique seu artigo na edição deste mês…”

De repente, ele parou de escrever, enrolou o papel e jogou-o no cesto de lixo. Agarrando seu casaco e chapéu, Woods correu escada abaixo.

— Para Douglas, — disse Woods ao cocheiro.

Voar era proibido em Allyn.

Vermillion
Primeiro de seu nome, Nascido do Caos, o Que a Tudo Lê, Spymaster nas horas vagas, Father of Fakes, Professor de Inglês, Um dos Três, Editor do Qidian, Tradutor de TA, Soberania e DNG, Marido Raiz.

12 Comentários

  1. Essa foi a primeira vez que ele se surpreendeu com uma descoberta do Lucien kkk É sempre bom reler esse negócio. A tradução para inglês está numa lerdeza de dar úlcera.

  2. Acho que será agora que os caras da Mão da Palidez irão fazer um movimento, e na hora H o tal do Woods aparecerá pra dar um suporte.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!