TA – Capítulo 208

Um Erro

Rentato, estação Hexagrama.

Às sete da manhã, Lucien, vestido formalmente, desceu do trem ao vento frio.

Depois de receber o convite, ele apressadamente verificou a veracidade da carta com a escola e depois pegou o trem seguinte para chegar a Rentato. Depois de pegar uma carruagem, as mãos de Lucien se aqueceram um pouco. Ele disse ao cocheiro para onde estava indo, e seu coração se acelerou.

Depois de um tempo, ouvindo o som das rodas girando normalmente sobre o piso, ele gradualmente se acalmou, mas o tom da carta começou a incomodá-lo um pouco. Na cabeça de Lucien, se o pessoal da Vontade dos Elementos e da academia realmente apreciassem o grande valor de seu segundo artigo, seu tratamento deveria ser melhor do que apenas uma carta como aquela. No entanto, se não tivessem vislumbrado a importância da tabela periódica dos elementos, por que se incomodariam em enviar o convite?

Uma hora e meia depois, a carruagem parou em frente ao Jardim das Rosas. Do lado esquerdo, o belo Lago dos Cisnes estava coberto por uma fina camada de gelo. Flocos de neve caíam do céu.

Dois jovens cavaleiros loiros estavam protegendo o portão, parecendo bastante sérios.

Porém, Lucien conseguiu perceber que eles não eram cavaleiros de verdade, havendo usado a poção para despertar sua Benção, e era por isso que eles serviam a Vontade dos Elementos.

No campo da produção de poções mágicas, as escolas Elemental, de Alquimia e de Necromancia eram as melhores.

— Bom dia, senhor. Podemos dar uma olhada no seu convite e insígnia arcana? — perguntou um cavaleiro educadamente.

Lucien assentiu e mostrou para ele.

Depois de usar um item mágico espelhado e verificar cuidadosamente a insígnia e o convite, o cavaleiro inclinou-se levemente para Lucien.

— Bem-vindo, Sr. Lucien Evans. A reunião começará em breve, e você encontrará os demais convidados no salão principal.

O outro cavaleiro se virou e abriu o portão.

Vendo que tudo correu bem, Lucien ficou um pouco aliviado. Então, ele seguiu o caminho pelo jardim pacientemente e depois abriu o grande portão da casa.

No salão, as pessoas conversavam em voz baixa e não havia música nem discussões. Os arcanistas estavam trocando os resultados de seus experimentos educadamente, e muitos estavam perdidos naquele mar de conhecimento.

Cerca de duzentos e dez arcanistas foram convidados para o evento, e entre eles, a maioria eram arcanistas de nível intermediário, mas também havia alguns de nível iniciante bem talentosos.

Todas as cadeiras e mesas estavam posicionadas ao redor de uma plataforma elevada. Acima da plataforma, havia um círculo mágico para amplificar a voz do locutor, e havia um púlpito na parte frontal da plataforma.

Poucos notaram o arcanista que tinha acabado de entrar no salão, mas quando mais e mais deles perceberam que nunca tinham visto Lucien antes, começaram a olhar para ele.

Lazar, nesse momento, estava parado em um canto do salão, sentindo-se aliviado pois a reunião tão cuidadosamente preparada estava finalmente prestes a começar, mas, quando viu Lucien aparecer ali, ficou mais do que surpreso.

Ele avançou apressadamente em meio à multidão e segurou o braço de Lucien.

— O que você está fazendo aqui? — Lazar perguntou em voz baixa. Afinal de contas, aquela era uma reunião anual das escolas Elemental e de Alquimia, e Lucien não era nem mesmo um membro deles!

Quando Lucien estava ficando um pouco nervoso ao ver todos aqueles estranhos no salão, Lazar apareceu, e ele se acalmou.

— Estou participando da reunião… — Lucien rapidamente acenou com o convite em sua mão na frente de Lazar. — Foi você que mandou isso para mim?

— Espera… Você tem um convite?! — Lazar apressadamente pegou o convite de Lucien e verificou. Quando franziu a testa, Lazar murmurou: — O que você fez quando eu estava ausente? Isso é por causa da carta onde você me pediu para reavaliar alguns dos elementos? Eu fiz isso, e eles realmente não estavam corretos!

Quando Lucien estava prestes a dizer alguma coisa, a voz de uma jovem veio do amplificador mágico:

— Com licença, o Sr. Lucien Evans chegou? Por favor, venha até o portão. O Sr. Larry está procurando por você.

Todos os arcanistas pararam suas conversas e olharam ao redor com curiosidade, imaginando quem era Lucien Evans.

— Rebecca! O Sr. Evans está aqui! — Ouvindo o nome de seu amigo, Lazar respondeu orgulhosamente e em voz alta. Então, ele puxou o braço de Lucien e caminhou em direção ao portão.

Muitos arcanistas abriram caminho para Lucien e, em sua mente, perguntaram-se por que um arcanista tão jovem foi convidado para aquele importante encontro.

Havia três homens e uma mulher em pé perto do portão. A dama de olhos verdes usava um vestido longo vermelho, estando exuberante, mas também parecendo um pouco exausta ao organizar aquela reunião. Um homem de 30 e poucos anos estava falando com ela.

— Sr. Larry, o Sr. Evans está aqui. — Lazar inclinou-se para o homem de cara redonda educadamente.

Quando Lucien estava prestes a colocar um sorriso no rosto, Larry olhou confuso e perguntou:

— Quem é você?

Sua voz não era alta, mas era impactante, e sua pergunta foi ouvida por muitos arcanistas. Cada vez mais arcanistas se viraram e olharam naquela direção.

Larry acenou ligeiramente com as mãos, se desculpando. — Perdoe a minha grosseria, senhor. Só que eu estou procurando o meu aluno, Lucien Evans… hummm, Lucien Evans… K.

Lucien percebeu o que estava acontecendo ali e achou que a situação como um todo parecia engraçada.

— Sr. Larry, só temos um Sr. Evans entre os convidados, e ele está aqui. — Depois de alguns segundos, Rebecca explicou nervosamente.

— O que você quer dizer? — Larry olhou para Rebecca.

Um dos dois homens de pé atrás de Larry disse a Rebecca de forma grosseira:

— Você ficou responsável por enviar os convites, Rebecca. Eu lhe pedi que convidasse o aluno do Sr. Larry, o Sr. Lucien Evans, que desenvolveu o artigo da valência atômica! Olha o que você fez!

O homem deu uma rápida olhada nas insígnias no peito de Lucien e ficou ainda mais irritado. Ele próprio era um arcanista de terceiro nível, feiticeiro de terceiro círculo, e seu rosto estava coberto de rugas. Parecia que seu nível de arcana era resultado de um desenvolvimento a longo prazo.

Então, ele se curvou e se desculpou com o homem velho de cabelo parcialmente grisalho e nariz ligeiramente protuberante.

Rebecca tinha lágrimas nos olhos, mas não conseguia descobrir aonde havia errado.

— Sr. Leandro, nós temos dois senhores chamados Lucien Evans em Douglas… — O rosto de Lazar ficou vermelho de vergonha, mas ele ainda tentou defender Rebecca. — Talvez seja por isso…

No entanto, Leandro ainda estava chateado.

— Então, por que você não especificou que o convidado era o Sr. K? Por que você não especificou o nível de arcana da pessoa? Esse cara está no primeiro nível de arcana! Assim como você!

Ele apontou para o peito de Lucien.

— Mas… mas Sr. Leandro, eu verifiquei… Há apenas um Sr. Lucien Evans em Douglas, — Rebecca quase começou a chorar. — Ou eu definitivamente teria sido mais específica…

— Sr. Leandro, — Lucien interrompeu calmamente, — K deixou a escola antes do convite ser enviado.

O que Lucien quis dizer foi que foi a pessoa que cometeu o erro foi quem deu a Rebecca essa informação, não ela.

— Ainda assim foi um erro não colocar o nível de arcana no convite! — Leandro então se virou para Lucien: — E você, use seu cérebro! Como seria possível para você ser convidado para esta reunião?

Conversar com um arcanista cujo nível era mais baixo do que o dele parecia não exigir muita educação.

— Não… não… Foi um erro meu. — Larry levantou um pouco as mãos: — Pedi ao K que deixasse a escola, mas quando a organização resolveu convidar K no último segundo, esqueci de contar ao Leandro sobre isso.

— Larry, por que você não convidou pessoalmente o K, então? — perguntou o velho.

— Eu não consegui encontrá-lo. — Larry deu de ombros: — Eu não esperava que K deixasse a escola tão rapidamente.

Esse velho de terno preto com olhos estranhos era o professor de Larry, o diretor da Vontade dos Elementos, e um membro do Conselho de Avaliação Arcana, um arcanista de sétimo nível e feiticeiro de sétimo círculo, Gaston.

Os arcanistas no salão finalmente entenderam o que estava acontecendo ali, e alguns se divertiram com a situação.

— Desculpe pelo inconveniente, Sr. Gaston. — Leandro fez uma reverência a Gaston de maneira bajuladora.

— Não foi realmente culpa dela. — Gaston acenou com a cabeça suavemente, — Pare de brigar com a coitada.

Leandro assentiu e então disse a Lucien:

— Agora que tudo foi esclarecido, você já pode sair.

Embora Lucien estivesse calmo, ao ouvir isso, ele ainda se sentiu humilhado. Neste momento, Gaston levantou a mão e parou Leandro.

— Evans, você se interessa pela arcana da Escola Elemental?

Lucien apressadamente concordou com um aceno de cabeça.

— Então, pode ficar. Não seja tímido. — Gaston sorriu: — Esta é a nossa conferência anual. Embora você possa não ser capaz de entender muita coisa, ainda pode ser muito útil para você. Talvez um dia você se torne um arcanista influente.

Lucien ficou muito surpreso e concordou novamente.

Na sede do Arcana Comum, depois de enviar seu artigo sobre a nova mensuração dos elementos, Woods agora estava sentado confortavelmente em seu sofá. Este artigo devia ser publicado no periódico desta edição.

Sentindo-se bastante relaxado, ele pegou o artigo de Lucien novamente e começou a ler a última parte com relação aos palpites de Lucien sobre os elementos não descobertos.

Woods não havia notado que os palpites de Lucien eram tão detalhados, ao ponto de ele até apresentar alguns possíveis minérios nos quais alguns elementos não descobertos poderiam ser encontrados. Então, seu coração parou por um segundo. As características de um minério descrito por Lucien eram realmente muito familiares para ele!

Vermillion
Primeiro de seu nome, Nascido do Caos, o Que a Tudo Lê, Spymaster nas horas vagas, Father of Fakes, Professor de Inglês, Um dos Três, Editor do Qidian, Tradutor de TA, Soberania e DNG, Marido Raiz.

18 Comentários

    1. Calma, não é bem isso. Você talvez tenha pulado o capítulo 207, mas lá ele negocia com o Igna e faz um acordo por fora para publicar o artigo dele no periódico Elementos, que publicou, além do dele e mais alguns randômicos, todos os artigos que serão apresentados nessa conferência. Ou seja, todo mundo ali tem uma cópia do periódico e consequentemente do artigo de Lucien, mas… Nobody yes door…

  1. “Talvez um dia você se torne um arcanista influente.” Nos capítulos atuais eu acho que o Gaston deve sorrir toda vez que se lembra dessa frase dele

  2. Estava bom demais pra ser verdade…
    Espero que o Sr. Gaston leia o artigo do Lucien e reconheça seu valor, coisa que seu discípulo Larry não fez

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!