TA – Capítulo 218

Armazém Demiplanar

No final do corredor, no décimo terceiro andar da Torre Mágica Real de Holm, havia uma porta pesada de ferro cinza. Quando Rodham ligou o equipamento e a abriu, Lucien não viu nada com clareza nas sombras que haviam além da porta.

— Este lugar é de co-propriedade da Vontade dos Elementos e da Academia Real de Magia de Holm, meio a meio, — disse Lazar a Lucien. — Ouvi dizer que a torre mágica de Sua Excelência Hathaway também fica nesse demiplano.

Como um membro da Vontade dos Elementos, Lazar já estivera ali antes.

Mesmo que Lucien tentasse ver através da névoa com sua visão aguçada pelo poder de sua Bênção, ele ainda não conseguia identificar nada lá.

— Por favor, Sr. Evans, — disse Rodham, respeitosamente apontando o caminho. Obviamente, ele era muito bem treinado.

Lucien assentiu e então atravessou a porta.

Um céu estrelado estava escondido atrás da espessa neblina e através do teto de cristal transparente, a luz das estrelas iluminava o espaçoso armazém, que se estendia até onde os olhos de Lucien podiam ver.

No entanto, não havia nada lá, até que Lucien, Lazar e Rodham deram um passo à frente, momento em que o armazém pareceu ganhar vida.

— Rodham, por que viestes aqui? — Uma voz fria e sem emoção vinha de todos os cantos do armazém, tornando toda a aura daquele lugar séria e sufocante, como se uma punição horrível fosse cair sobre eles imediatamente se Rodham dissesse algo errado.

Rodham pegou uma insígnia de aparência misteriosa que continha símbolos do antigo império mágico.

— Sr. Ziderman, esta insígnia veio de Morris, e contém uma ordem para você. Ao mesmo tempo, acredito que você consegue facilmente reconhecer o anel na mão direita de Evans, referente ao prêmio Coroa Holm.

— Hmm!? — respondeu a voz fria, e a insígnia na mão de Rodham desapareceu de repente. Lucien não tinha ideia de como Ziderman fez aquilo, mas parecia que fazer qualquer coisa nesse armazém era mamão com açúcar para ele.

Honestamente, Lucien, com sua biblioteca espiritual e todo o conhecimento da Terra, às vezes tinha menos respeito pelos feiticeiros dali, no entanto, neste momento, ele de repente se viu testemunhando o que estava acontecendo dentro daquele armazém com um quê de admiração. Lucien sabia que ainda era novo no mundo da magia, e nunca deveria ser arrogante e vaidoso.

Porém, com certeza, Lucien continuaria a trabalhar para transformar o conhecimento da Terra em arcana e magia, porque, afinal de contas, era nisso que ele era bom, e apenas idiotas abririam mão de suas vantagens. Ao mesmo tempo, Lucien queria estudar alma, mente e o poder espiritual também, a fim de se tornar um feiticeiro qualificado.

— A insígnia foi verificada. Agora, Sr. Evans, você pode escolher qualquer coisa aqui, incluindo poções, materiais, itens mágicos, círculos mágicos, livros preciosos, etc., que totalizem menos de dois mil pontos de arcana. — Enquanto Ziderman estava explicando, a luz das estrelas gradualmente revelou fileiras e mais fileiras de prateleiras identificadas com números. Nelas, havia inúmeros itens, e entre eles, alguns eram de aparência simples, enquanto outros eram deslumbrantes e brilhavam com um brilho onírico.

Lucien ficou ainda mais empolgado do que quando estava no laboratório alquímico de Maskelyne, que possuía apenas materiais e ingredientes mágicos.

Sob a orientação de Lazar e Rodham, Lucien deu o melhor de si para se acalmar e chegar até a primeira estante onde incontáveis vestes mágicas, capas e chapéus estavam.

“Manto de Davey (duplicata): uma duplicata do manto mágico de nível lendário de Davey Rodel, item mágico maior de nono nível. Reduz o tempo de conjuração de feitiços em três segundos, fornece ao usuário um nível de defesa equivalente ao de um cavaleiro radiante de sexto nível e aumenta a resistência mágica do usuário até o nono círculo. Pré-requisito: o poder espiritual do portador deve ser pelo menos de sétimo círculo, sob pena de se tornar incapaz de mentalizar suas ações.

Davey Rodel: Embora seja apenas uma duplicata, ainda é muito valioso. Aquele que for capaz de oferecer o suficiente—dez milhões de pontos de arcana ou um ducado ou principado—será merecedor dele.”

Davey Rodel era um membro do conselho superior.

Os olhos de Lucien não podiam se afastar deste manto mágico negro no estilo do antigo império mágico. Aquele era o melhor manto mágico que já tinha visto! Reduzir o tempo de conjuração de feitiços em três segundos significava que alguém poderia continuar lançando feitiços de sexto círculo sem parar, podendo então matar seu inimigo com uma poderosa sequência de feitiços. Este era definitivamente um manto que a maioria dos feiticeiros sonharia em ter!

No entanto, o preço estava além da imaginação de Lucien. De acordo com o que ele sabia, mesmo a família Violeta só conseguia uma renda total de oitocentos mil Thales por ano, e esse manto valia dez milhões de pontos de arcana.

Neste momento, Lucien viu outro manto mágico, de sétimo nível, que poderia refletir ataques de longo alcance e sobre um alvo único. No entanto, ele não tinha condições de comprá-lo também.

Depois de um bom tempo, ele finalmente encontrou dois que poderiam servi-lo: um deles era chamado de Ninfa e o outro de Transformação. Os outros eram ou caros demais ou não eram o que Lucien queria.

Lucien checou o que chamava Ninfa, que custava mil e quinhentos pontos, e era encantado com dois efeitos mágicos, Resplandecência e Charme, e poderia fornecer ao usuário um nível de defesa igual ao de um cavaleiro de terceiro nível.

“O usuário, não importa o sexo, será super charmoso, e esse charme pode inclusive superar a questão dos gêneros. Quantidades absurdas de descontos serão dadas ao usuário, e até mesmo itens grátis! Cuidado, os pretendentes podem passar do ponto!”

Lucien teve um leve calafrio depois de ler isto, e rapidamente o colocou de volta na prateleira. Então, pegou o manto chamado Transformação:

“Manto mágico intermediário de terceiro nível, encantado com Transformação, concedendo um nível de defesa ao usuário equivalente ao de um cavaleiro de segundo nível e resistência mágica equivalente à de um feiticeiro de terceiro círculo. O usuário pode se transformar em um rato, uma coruja ou um troll uma vez por dia para cada.

Philip Assunção: o corpo transforma, não o coração.”

Este manto custava mil novecentos e sessenta pontos de arcana, e era mais caro do que outras vestes do mesmo nível. No entanto, Lucien ainda o escolheu, já que não sabia nada sobre Transmutação, e achava que não estava progredindo nada no estudo dessa escola. Apesar de Lucien saber um pouco sobre anatomia, que era o pré-requisito para estudar Transmutação, ainda estava tendo dificuldades em entender como a escola funcionava.

Lucien teve a sensação de que este manto poderia vir a ser muito útil para ele em algum momento no futuro.

Depois de contar sua escolha a Ziderman e Rodham, Lucien lançou Identificação e deixou sua marca espiritual no manto, e então o vestiu. Depois de concentrar seu poder espiritual no item, Lucien o transformou em um terno preto elegante e um par de sapatos de couro.

Usando o resto dos quarenta pontos arcana, ele comprou dez frascos de uma poção roxo-escura chamada Elixir de Florência. Ele planejava levar uma para cada um dos dez meses seguintes, para lidar melhor com a velocidade aprimorada que sua meditação teria com o poder do anel Elemento.

Em um piscar de olhos, seus dois mil pontos de arcana tinham desaparecido. Quando Lucien estava prestes a sair com Lazar e Rodham, Ziderman disse a ele:

— Sr. Evans, como vencedor do prêmio Coroa Holm e um membro honorário da Academia Real de Magia, você tem direito a um presente, um livro.

Então, um livro com uma capa bonita apareceu na mão de Lucien: Sinergia Entre Itens Mágicos, de Florência Ranka Constantine.

Lucien folheou o livro rapidamente. Ele tratava de como evitar que dois itens mágicos se afetassem quando estivessem muito próximos. Por exemplo, se Lucien quisesse ter um anel em cada um dos seus dez dedos, ele precisava organizá-los adequadamente, ou colocar anéis de suavização entre os anéis que fossem divergentes para mitigar o conflito. No entanto, esses eram itens sempre caros, e por isso a maioria dos feiticeiros usava no máximo dois anéis em cada mão.

Depois de dar mais uma olhada no armazém, Lucien deixou o local com Lazar e Rodham.

Cedo na manhã seguinte, Lucien e Lazar esperavam o trem na plataforma da Estação Hexagrama, com as mãos nos bolsos dos ternos trespassados de mesmo estilo.

Apitando, o trem azul-escuro parou lentamente na frente deles.

Um homem de meia-idade vestido de forma decente desceu do trem. Depois de olhar para Lucien por um segundo, ele rapidamente se afastou junto com outras pessoas.

Lucien e Lazar subiram no trem e pegaram dois assentos ao lado da janela.

Depois de deixar a plataforma, o homem de meia-idade andou ainda mais rápido. Quando entrou em um vale calmo e distante, pegou um pergaminho e encostou o rosto nele.

Uma luz divina saiu do pergaminho, e o homem parecia estar sentindo muita dor, mas não emitiu nenhum som. Quando a luz desapareceu, havia uma folha semitransparente em suas mãos, e a foto de Lucien estava nela!

O feitiço divino extraiu sua memória e descreveu o que ele viu!

Então, o homem foi para uma igreja remota com o pedaço de papel. Sentado em um banco bem à frente, ele começou a rezar silenciosamente.

Depois disso, ele saiu da igreja, mas deixou o pedaço de papel em seu assento, que foi pego algum tempo depois por um pastor que ali apareceu. O papel foi passado por diversas mãos e finalmente enviado para Philibell, o cardeal da paróquia de Holm.

— Lucien Evans X, o mais recente vencedor do prêmio Coroa Holm, parece muito jovem, — ele murmurou. Então, se voltou para os outros cardeais e para o líder da Inquisição: — Aumente o alerta dele para “eliminação imediata”. Quando houver uma chance, envie os patrulheiros noturnos para executá-lo, e em breve enviarei a informação para o Salão Brilhante.

Embora Lucien fosse o vencedor do prêmio Coroa Holm, ele não era poderoso e influente o suficiente para estar na Lista de Purificação. Mesmo Felipe, o vencedor do prêmio Trono Imortal, não entrou na lista até ter humilhado a Igreja ao passar pelo bloqueio deles.

— Seu desejo é a nossa vontade, — disse Giendon humildemente. — Mas… temo que encontrar uma chance como essa não seja fácil. Primeiro, um feiticeiro promissor como ele não deixaria Allyn por motivos irrelevantes, e segundo, a maioria dos patrulheiros de nível intermediário seria morta por seu anel, a menos que possamos enviar os de alto nível. Porém, se fosse assim, a Vontade dos Elementos e o Congresso iriam querer uma vingança complicada, com certeza. Se houver uma chance, eu gostaria de solicitar o uso da relíquia sagrada.

O poder da paróquia de Holm era muito maior do que o da paróquia do Ducado Violeta, pois caso contrário teriam sido eliminados pelo Congresso há muito tempo. Eles tinham poder suficiente para resistir até que pudessem abrir o portal que traria reforços da Cidade Sagrada.

Philibell assentiu e suspirou:

— Não tem faltado jovens talentosos ao Congresso, nem mesmo nos últimos anos. Temos sorte de os papas terem enfatizado a melhoria da fundação de feitiços divinos, já que justamente por isso não estamos ficando para trás.

Ao ouvir isso, os vários cardeais e o líder da Inquisição concordaram com alguma emoção. Eles se sentiram preocupados, mas ao mesmo tempo com sorte.

Em Allyn, no trigésimo quinto andar da sede do Congresso de Magia.

Dezenove dos vinte e quatro membros do Conselho Superior estavam presentes, incluindo todos os sete grão-arcanistas e oito dos onze arquimagos lendários.

— De acordo com as informações fornecidas por Malfurion, vários anciões druidas não trabalharão conosco. Então, entre os druidas que estão visitando Allyn, alguns são da Revolução Naturística, que querem atrapalhar nosso projeto. Como alguns deles são na verdade da família real élfica, o máximo que Malfurion pôde fazer foi fingir que não sabe nada sobre isso, querendo que nós lidemos com a situação, — disse um homem idoso de cabelos brancos e olhos azuis claros. O velho era alto e ainda em boa forma, e usava um terno preto e uma gravata-borboleta.

— Presidente Douglas, você nos chamou aqui só por isso?

Aquele que falava de forma agressiva era um homem baixo, de aparência elegante, vestindo um manto vermelho-brilhante. Seu cabelo era uma mistura de preto e branco, e suas pupilas vermelhas eram brilhantes e bem definidas.

Vermillion
Primeiro de seu nome, Nascido do Caos, o Que a Tudo Lê, Spymaster nas horas vagas, Father of Fakes, Professor de Inglês, Um dos Três, Editor do Qidian, Tradutor de TA, Soberania e DNG, Marido Raiz.

11 Comentários

  1. “Presidente Douglas, você nos chamou aqui só por isso?” Esse baixinho tá muito abusado, quem é o presidente? kkkkkk

  2. O cara já entrou na lista de eliminação da igreja duas vezes! Acho que isso é algo inédito no mundo ahuahuahuhauh

  3. “*O usuário, não importa o sexo, será super charmoso, e esse charme pode inclusive superar a questão dos gêneros. Quantidades absurdas de descontos serão dadas ao usuário, e até mesmo itens grátis! Cuidado, os pretendentes podem passar do ponto!*” ai como eu iria querer esse manto. 😍

  4. Caraca quem é o cara peitando o Douglas?
    Deu ruim, agora tem uma foto do Lucian. Se o Sard ver a foto ou outro membroda igreja ver, ja era para o Lucien

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!