TA – Capítulo 285

Lucien, o Músico Respeitado

O saguão da Associação de Músicos ainda estava igual, grandioso, porém silencioso. Não importava onde, a Associação de Músicos sempre era o lugar mais calmo entre todas as associações profissionais, já que a maioria dos músicos e instrumentistas estavam ocupados com uma variedade de coisas, incluindo treinar as bandas, ensaiar, procurar partituras na biblioteca, e assim por diante. Portanto, poucos deles iriam à associação no início da manhã.

Além disso, a Associação de Músicos deveria ser um lugar tranquilo para permitir que os músicos se concentrassem em suas obras.

As duas jovens atrás do balcão da recepção pareciam gentis e agradáveis. Naquele momento, elas estavam conversando com um pouco de nervosismo sobre o Sr. Hank, que era responsável pela rotina diária da associação. O Sr. Hank estava apresentando uma linda jovem para elas.

A jovem tinha cerca de vinte e poucos anos, cabelo preto longo e impressionante, além de um rosto bonito. No entanto, o que mais atraía o olhar das pessoas era um enorme lobo branco sentado ao lado dela, que parecia calmo e inteligente.

— Srta. Louise, perguntaremos a outros músicos se eles estão interessados ​​em música naturística, e se encontrarmos algum, lhe diremos o mais rápido possível, — disse respeitosamente uma jovem que se chamava Polly para a nova musicista.

Louise era tudo o que muitas pessoas que tinham sonhos na música queriam ser, incluindo as meninas recepcionistas. Ela nasceu em uma família nobre e mostrou seu talento musical já com uma idade precoce. Com a herança que obteve e o dinheiro que ganhou na música, comprou ama poção mágica e despertou sua Bênção, que a aproximou dos animais e da natureza. Esta Bênção singular também deixou as habilidades delas ainda melhores e excêntricas e, portanto, ela ficou famosa no festival de música.

Porém, quanto a Polly, a pessoa que ela realmente admirava era a Srta. Elena. Ela havia começado como uma recepcionista, como a própria Polly, mas se transformou em uma instrumentista após muita dedicação, e agora ela estava ganhando uma boa grana.

Louise sorriu e disse educadamente:

— Obrigada. O tema musical que é inspirado pela mãe natureza não é comum em Aalto. Nem mesmo o Sr. Hank faz ideia se temos músicos que se envolveram um pouco nnisso. Tudo depende de vocês dois. Então, por favor, perguntem aos músicos com cuidado em meu nome. Muito obrigada.

Nesse momento, um homem jovem e bonito, vestindo um terno preto e uma gravata-borboleta, entrou no saguão pela porta de vitral, acompanhado por alguns jovens músicos e instrumentistas.

Polly trabalhava lá há um ano, mas nunca havia visto o homem jovem e bonito que andava na frente da comoção. Por outro lado, ela conhecia todos os diversos músicos e instrumentistas que o seguiam. De alguma forma, Polly achou o rosto do jovem bastante familiar.

Hank se virou. Ele primeiro pareceu confuso, mas então um grande sorriso apareceu em seu rosto:

— Bem-vindo de volta, Sr. Evans!

— Sr. Evans?! — Polly e a outra garota de repente perceberam quem era esse jovem. Elas presenciaram as novas habilidades de condução e também as técnicas ao tocar piano de Evans no festival de música de Aalto de três anos antes. As duas meninas eram muito jovens naquela época, mas ainda se lembravam da elegância e do talento de Evans.

— Bom dia, Sr. Hank. — Lucien sorriu e acenou com a cabeça. Após esses três anos, o Sr. Hank parecia ainda mais cortes e mais entusiasmado para com ele.

Quando Lucien foi até o balcão da recepção, Polly e a outra garota se curvaram para ele, com entusiasmo e educação:

— Bom dia, Sr. Evans.

— Bom dia, Sr. Evans, — cumprimentou Louise, também um pouco animada.

Garotas da mesma idade que ela passaram a adolescência acompanhadas pela música de Lucien. Portanto, sua empolgação poderia ser imaginada.

Lucien, mantendo um sorriso educado em seu rosto, olhou para o lobo branco cujas orelhas estavam apontando para cima e disse:

— Você deve ser a Srta. Louise. Eu ouvi pessoas falando sobre sua música, e também a ouvi. Muito interessante…

Lucien pediu para a banda do hotel tocar algumas músicas populares durante o jantar da noite anterior. Claro, apenas aquelas que não precisaram de uma orquestra sinfônica inteira para serem tocadas.

— Obrigado, Sr. Evans. Ainda tenho muito a aprender. — O rosto de Louise ficou corado. Para uma musicista jovem, uma frase de elogio de um grande músico como Lucien significava muito para ela. Era com certeza um grande incentivo, e também contribuiria muito para o desenvolvimento de sua carreira.

Depois de as cumprimentar, Lucian perguntou a Polly e a outra garota:

— Prazer em conhecê-las. Vocês sabem se meus professores, o Sr. Victor e o Sr. Christopher, estão aqui hoje?

Depois de terminar seu último concerto, Christopher tornou-se o presidente honorário da associação.

— Sim, sim… Sr. Evans… — disse Polly, gaguejando um pouco. — O Sr. Victor é o diretor da associação agora. Ele sempre tem muitas coisas para fazer, especialmente depois do festival de música. Ele está trabalhando em seu escritório já há algum tempo. O Sr. Christopher também está aqui. Recentemente, parece que ele teve algumas ideias musicais novas.

Lucien assentiu ligeiramente. Não era de se admirar que Natasha tivesse pedido que ele fosse primeiro à associação. Ela deveria saber que, muito provavelmente, o Sr. Victor e o Sr. Christopher estariam ali.

Lucien também verificou se Felícia e Elena estavam ali hoje, mas as respostas foram que não. Então, Lucien foi até o escritório do Sr. Victor no terceiro andar, sob a orientação de Hank.

No caminho, alguns músicos que Lucien conhecia antes o cumprimentaram respeitosamente.

Antes de deixar Aalto, não importava o quão longe Lucien tivesse chego, para aqueles músicos e instrumentistas que testemunharam a pobreza que ele sofreu antes, Lucien sempre foi o menino pobre que começou coletando lixo e trabalhando na biblioteca, mas que então subitamente tornou-se um “milionário” da noite para o dia.

No entanto, após esses três anos, o talento de Lucien não caiu como acontecia com a maioria dos gênios que estouravam com grandes sucessos. Em vez disso, seus novos trabalhos musicais, especialmente a Sonata ao Luar, que era conhecida como a peça de piano mais tocante de todas, ainda alcançaram um enorme sucesso.

O fato de Lucien ter ficado longe de Aalto por três anos deixou as pessoas com mais margem para a imaginação. Portanto, quando ele voltou, as pessoas o respeitavam como um músico verdadeiramente grandioso, uma figura significativa no mundo da música!

Polly e a outra jovem observaram Lucien e Hank se afastarem. Depois que os dois subiram as escadas, Polly apoiou a cabeça nas duas mãos e disse para a outra garota de forma animada:

— O Sr. Evans é ainda mais elegante do que eu pensava! Eu estou realmente curiosa para saber que tipo de música ele trouxe da viagem!

— Fico feliz pelo Sr. Christopher. — Lucien conversou casualmente com Hank quando estavam perto do terceiro andar. — Ele ainda está compondo então…

Hank confirmou.

— Embora Christopher tenha feito seu último concerto, sua paixão por compor nunca cessou. Usando as palavras dele mesmo, é como se afirmássemos que “onde há vida, há música”. Depois de ouvir um coral esplêndido no festival de música, Christopher quer compor uma música com o tema religioso. Mas, sabe como é, entre tantas obras musicais nesse tema, é realmente difícil se sobressair na área. Agora, o Sr. Christopher está meio que travado.

Antes de Lucien trazer a tendência das músicas temáticas para o público, a música religiosa desempenhava o papel principal nos palcos. Ela tornou-se o tema eterno de Aalto depois que o cardeal Charlie I estabeleceu os padrões para os corais. Lucien acreditava que o status da música religiosa ainda não seria ameaçado por um bom tempo, e as diversas peças clássicas dificilmente poderiam ser desafiadas.

— Música religiosa… — Lucien assentiu pensativamente.

Logo, Lucien e Hank chegaram na frente da porta do escritório de Victor.

— Você talvez queira entrar primeiro, Sr. Evans, para fazer uma surpresa ao Sr. Victor, — sugeriu Hank.

Lucien concordou e bateu na porta gentilmente. Então, ele esperou na frente dela. Com sua audição aguda, ouviu que Victor caminhava lentamente em direção à porta.

Os modos do Sr. Victor ainda eram os mesmos, não tenho mudado depois que ele se tornou diretor. A maioria dos diretores perguntava quem estava visitando ainda de porta fechada, para só então decidir se abririam ou usariam algum pretexto.

A porta se abriu devagar. O rosto de Victor também não mudou muito ao longo daqueles três anos, com seu bigode fino, cabelo preto encaracolado e olhos azuis. Um homem da idade dele não era como os jovens, que mudavam de aparência rapidamente, nem como um homem com mais de idade, que envelhecia muito depressa.

Victor parecia de bom humor. A tristeza que ele tinha antes agora havia se transformado em serenidade e calma, provavelmente porque a conclusão da Sinfonia do Amor consolou sua alma.

Vendo o jovem em pé à sua frente, Victor primeiro pareceu um pouco confuso. Então, ele examinou o jovem da cabeça aos pés, como se estivesse certificando-se de que era real.

Depois disso, Victor estendeu a mão direita e colocou-a acima do ombro direito de Lucien. Depois de uma ligeira pausa, Victor deu um tapinha no ombro de Lucien e disse a ele em sua voz baixa e gentil:

— Você voltou… Muito bom… Você finalmente voltou.

Embora sua voz ainda parecesse calma, Lucien percebeu facilmente a empolgação e alegria pelo comportamento de Victor.

Lucien sentiu a verdadeira emoção vindo da mão de seu professor, que tremia ligeiramente enquanto apertava o ombro dele com um pouco mais de força do que deveria.

Quando seu coração se encheu com a nostalgia e alegria complexas, a melodia que Lucien vinha trabalhando por um longo tempo se tornou completa.

A verdadeira música vinha dos sentimentos de verdade.

Vermillion
Primeiro de seu nome, Nascido do Caos, o Que a Tudo Lê, Spymaster nas horas vagas, Father of Fakes, Professor de Inglês, Um dos Três, Editor do Qidian, Tradutor de TA, Soberania e DNG, Marido Raiz.

1 Comentário

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!