TA – Capítulo 295

Feedback e Expectativa

Lucien curvou-se para a plateia durante os aplausos calorosos por nove vezes, e então voltou para os bastidores para se preparar para a sinfonia final, a peça sinfônica mais importante do concerto dessa noite.

Na praça municipal, as pessoas ainda estavam imersas na enorme nostalgia. Um velho de sessenta e tantos anos disse a um estranho ao lado dele para liberar sua emoção:

— Talvez você não saiba, mas sou do Reino de Shaq. É um reino na parte sul do continente, perto da Federação das Cidades Livres. Nós temos uma marinha bem organizada, e eu fiz parte dela, lutando contra os piratas… O que me deixa infeliz em Aalto é que a bebida aqui não é forte. Não chega nem perto do licor chamado Peled na minha cidade natal. Aquela sensação de queimação na garganta e no estômago é simplesmente… eu não consigo descrevê-la com minhas palavras. Além disso, temos um tipo especial de vinho branco feito das uvas que crescem nas montanhas mais altas. Ninguém que já experimentou consegue esquecer o sabor doce e refrescante, mas só o Conde Lucio e o rei podem apreciar o vinho… Sabe como eu tive a chance de provar? Foi no casamento do Conde Lucio. Eu era um guarda, e tive a sorte de encontrar um pouco de vinho deixado em uma taça… Calma jovem… espera aqui. Apenas me deixe terminar. Você conhece a pasta de carne de porco feita lá? Também temos queijo de cabra, o melhor mel e cordeiro assado… As meninas do Condado Lucio são como flores brilhantes e são tão apaixonadas quanto o fogo! Eles gostam de caras corajosos que conseguem vencer os touros…

O homem de meia-idade com quem ele falava não estava nada interessado naquilo. Ligeiramente balançando a cabeça, ele se sentiu muito incomodado, já que também sentia falta de sua própria cidade natal.

O velho não sabia o que fazer depois que o homem de meia-idade se afastou alguns passos dele. Então, começou a murmurar para si mesmo:

— Eu não mencionei a pequena casa que tenho no campo lá no condado. As videiras verdes cobrem toda a parede, e as flores em um tom amarelo claro são mais bonitas do que qualquer outra flor. O terreno nos canto deve estar todo irregular agora, mas eu não posso voltar para consertá-lo…

O velho esteve longe de sua cidade natal por mais de trinta anos. Ele tinha receio de que ele morresse no caminho de volta para sua cidade natal.

Sua voz se tornou mais e mais profunda, e lágrimas saíram do canto dos seus olhos. Ele ficava perguntando a si mesmo:

— Voltar ou não? Devo voltar?

Então, de repente, ele se decidiu. Seus punhos se fecharam com força e ele disse em voz alta:

— Eu vou voltar!

Ali perto, Glinton ficou um pouco assustado e perguntou:

— Você está bem?

O velho sorriu e respondeu:

— Sim! Estou indo para casa! — Seu rosto brilhava. Então, ele acrescentou: — Antes de morrer, foi uma grande bênção ter a chance de ouvir esta sinfonia aqui do Sr. Evans. Esta é uma obra-prima como uma combinação de música folclórica e sinfonia! Depois que eu voltar para casa, acho que vou sentir falta do Sr. Lucien Evans e de suas ótimas músicas!

Glinton apressadamente assentiu e concordou:

— Você está mesmo certo! Quando o primeiro movimento saiu, eu fiquei um pouco hesitante. Eu não tinha certeza de como por isso em palavras. Mas depois de ouvir o segundo movimento, eu posso dizer isso com certeza absoluta que a Sinfonia do País Novo é mais do que simplesmente excelente. Vai ser uma obra-prima clássica! Talvez apenas um pouco atrás de Destino…

Glinton usou seus dois dedos para sugerir o quão próxima a País Novo estava para Destino. Em sua mente, ele ainda preferia essa última, provavelmente porque ele sempre voltava para casa de tempos em tempos.

Então, Glinton suspirou.

— Eu me pergunto que tipo de sinfonia será usada na parte final, se até mesmo essa Sinfonia do País Novo foi deixada de lado.

Estava totalmente dentro das expectativas das pessoas que Destino fosse tocada no começo, porque representava o passado de Lucien, no entanto, em sua mente, eles sentiam que essa obra prima, Sinfonia do País Novo, era mais do que suficiente para ser a parte final do concerto, mas acabou não sendo.

O velho sorriu:

— Talvez seja ainda melhor do que Sinfonia do País Novo. Acredito no Sr. Evans.

— Eu também. — Glinton se virou para olhar para a parede de cristal novamente.

Eles não estavam sozinhos. As pessoas esperavam a peça final com a grande expectativa e fé no jovem músico em sua mente.

No Salão dos Salmos.

Elena enxugou as lágrimas e disse a Felícia em voz baixa:

— Eu percebo o quanto Lucien sentiu falta de sua cidade natal, parentes e amigos nos últimos três anos. Os sentimentos são tão reais na música, e os verdadeiros sentimentos vão além da mera apresentação.

Os olhos de Felícia também pareciam um pouco vermelhos por causa de suas lágrimas.

— Isso me lembrou da minha viagem com o Sr. Victor. No começo, eu não me incomodava muito, mas depois de um mês, eu comecei a sentir saudades dos meus pais e do meu quarto. Tentei transformar essa emoção em música, então escrevi a peça de piano que você ouviu. Porém, isso não chega nem perto da apresentação de Lucien. Sua música me inspirou muito de novo… Talvez… talvez eu tenha começado a admirar Lucien…

Como um estudante que estudou música com Lucien na classe de Victor, embora Felícia tenha ficado surpresa e chocada por algumas vezes com o talento de Lucien e as músicas que ele escreveu, e ela também o respeitava como um grande músico, nunca havia sentido essa admiração que tomava seu coração agora.

— Eu também. — Elena sorriu.

Felícia colocou a mão direita na frente do peito e disse:

— Vamos esperar pela última sinfonia. Vamos admirar Lucien ainda mais!

— Graça me disse que tanto o Sr. Franz quanto o Sr. Fabbrini elogiaram muito a tal Ode à Alegria, ainda mais do que a Sinfonia do País Novo, — disse Elena. — Lucien não vai nos decepcionar. Quando ficar velha, poderei dizer aos meus netos ao lado da lareira que sou amigo desse músico lendário kkkk…

No camarote dos nobres, depois de ouvir o que Christopher disse, Natasha perguntou:

— Sr. Presidente, você vai viajar antes de terminar sua nova música religiosa?

— Talvez minha cidade natal possa me inspirar ainda mais. — Christopher sorriu tranquilamente: — Alteza, Lucien alguma vez mencionou a Sinfonia do País Novo nas cartas? Você parece tão impressionada quanto nós, como se fosse a primeira vez que a ouviu.

Natasha levantou ligeiramente as sobrancelhas e disse:

— Foi a minha primeira vez. Ele é bom em guardar segredos. Mas não estou surpresa com o tema, porque percebi em suas cartas o quanto ele sentiu falta de Aalto. Claro, eu tenho sentimentos diferentes em direção à Sinfonia do País Novo, afinal, Aalto é minha cidade natal, e minhas memórias estão sempre aqui. A música de Lucien me lembrou mais da minha infância quando eu estava viajando em Holm.

O grão-duque concordou. Embora a sinfonia tenha provocado muitas lembranças nele, como um homem nascido e criado em Aalto, ele não sentia tanta nostalgia.

— Eu me sinto da mesma forma, mas senti a nostalgia de quando eu estava fazendo os concertos da turnê. — Victor assentiu e falou muito bem de seu próprio aluno, — Naquela época, senti muita falta de Aalto. Sentia falta do lar que Winnie e eu construímos juntos. Mas minha Sinfonia do Amor não é sobre isso, e também acho que não poderia compor uma peça musical tão excelente…

Otelo balançou ligeiramente a cabeça e disse:

— Tenho sentimentos mistos em relação à sinfonia. Gosto muito do segundo movimento, mas não gosto da estrutura das outras partes. Espero que Ode à Alegria possa ser mais consistente.

— Deve ser uma ótima música que pode ser comparada a Sinfonia do Destino. — Natasha tinha fé em seu amigo.

Embora não fosse difícil para ela ouvir algum dos ensaios de Lucien de antemão, ela se conteve e deixou todo o entusiasmo para o concerto.

Victor também concordou:

— Tenho certeza de que Lucien não vai nos decepcionar.

— Não coloquem tanta pressão sobre um rapaz tão jovem. — Christopher sorriu: — Mas eu tenho que dizer que também estou muito, mas muito animado mesmo.

O grão-duque disse com sentimentos mistos:

— Vamos esperar para ver.

O Conde Hayne, o Conde Rafati, o Cardeal Gossett e muitos outros aguardavam a parte final do concerto.

Nos bastidores, a tosse de Lucien estava piorando.

— Sr. Evans, você está bem? Talvez devêssemos pedir para o Sr. Franz conduzir… — sugeriu Fabbrini gentilmente.

Lucien cobriu a boca e balançou a cabeça.

— Eu estou… bem. É apenas temporário. Eu estou bem nessas quase três horas, e ficarei bem nessa última hora. Afinal, eu sou um cavaleiro!

Como Lucien estava tossindo bastante, mas nada de relevante aconteceu, as pessoas nos bastidores deram ouvidos Lucien e não ficaram muito preocupadas.

Lucien olhou para Fabbrini com sinceridade e disse:

— Não há um barítono excelente em Aalto, então… por favor, Sr. Fabbrini, faça seu melhor, embora eu saiba que é difícil.

As operas não eram tão populares quanto as Sinfonias em Aalto, portanto, também era difícil encontrar bons cantores de ópera ali.

O rosto do Sr. Fabbrini corou um pouco sob o olhar de Lucien.

— Eu asseguro a você, Sr. Evans. Eu tenho praticado muito e não vou desapontá-lo.

Usando algumas técnicas secretas da igreja, Fabbrini poderia agora fazer o melhor uso de sua garganta para cantar diferentes partes, que geralmente iria requer muito tempo de prática.

Lucien acenou com a cabeça e se levantou. Ele olhou para os cantores e membros do coral e, em seguida, levantou o braço.

— Meus amigos, vamos esquecer as mesmas velhas mesmices e cantar pela alegria!

— Pela alegria! — Todas as pessoas nos bastidores repetiram com grande paixão.

Quando Fabbrini e os membros do coral estavam preparados, Lucien ajeitou rapidamente seu terno e saiu dos bastidores cheio de confiança.

Vermillion
Primeiro de seu nome, Nascido do Caos, o Que a Tudo Lê, Spymaster nas horas vagas, Father of Fakes, Professor de Inglês, Um dos Três, Editor do Qidian, Tradutor de TA, Soberania e DNG, Marido Raiz.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!