TA – Capítulo 298

O Bufão Insano

Na Catedral de Ouro, Aalto.

— O que? Sentenciar o Bufão à morte? Ele é o líder dos patruleiros noturnos! — Embora Gossett, o cardeal de manto vermelho, soubesse que Natasha ficaria chateada depois de ver o miasma negro, ele na verdade não esperava isso.

Os olhos púrpura-prateados de Natasha observavam o cardeal com seriedade:

— Sim, Bufão deve ser sentenciado à morte.

Como cardeal, Gossett era bom em controlar suas emoções. Embora soubesse que Natasha não estava ali para negociação, ainda disse para a princesa de uma maneira amigável:

— Sua Alteza, o Sr. Evans ficará bem. Não restará nenhum efeito colateral. Talvez você possa fazer vista grossa dessa questão. Afinal de contas, não temos certeza de que foi Bufão quem atacou o Sr. Evans. Muito possivelmente, foi algum herege que quis culpar Bufão.

— Cardeal Gossett, isso é bem simples. Se você acha que Lucien acusou a pessoa errada, deixe-o fazer algumas perguntas a Bufão e use os feitiços divinos para testar se Bufão está mentindo, então tudo seria posto às claras, — disse Natasha de uma maneira muito agressiva. Afinal, ambos eram de alto escalão.

Diante da proposta de Natasha, Gossett ficou sem saber o que falar. Isso porque todos os pastores e cardeais acreditavam que foi mesmo Bufão quem fez isso, e definitivamente causaria muitos rumores negativos para a reputação da Igreja se o fato fosse provado.

— Tudo bem… — Gossett usou a mesma voz gentil e disse: — Vamos supor que Bufão fez isso. Por que ele faria isso? A única possibilidade é que o Sr. Evans possa ter alguma coisa a ver com o Professor, o feiticeiro maligno na Lista de Purificação, então Bufão decidiu testá-lo…

— Você tem alguma prova? — Natasha deu um passo à frente, e havia imponência em seus olhos. — Não estamos na Guerra da Aurora, e não se pode simplesmente acusar alguém de ter relações com um feiticeiro sem provas. Bufão quase matou Lucien Evans por causa de sua suposição terrível. Se assim fosse, eu poderia dizer que algum dia a Igreja poderia matar diretamente um nobre por causa de uma suspeita infundada, não é? Nenhum nobre gostaria de viver com esse tipo de medo. Além disso, embora os cavaleiros não se preocupassem tanto com si próprio, ainda se preocupariam com a segurança de sua família!

Gossett sentiu uma grande pressão.

— Em nome de todos os nobres de Aalto, eu insisto que Bufão seja sentenciado à morte como um aviso a todos os patrulheiros noturnos. Ninguém pode quebrar o pacto entre a Igreja e os nobres!

Por um momento, Gossett desejou que estivessem algumas centenas de anos antes, então ele poderia simplesmente ignorar o pedido forçado de Natasha. No entanto, o poder dos nobres aumentou muito, e quando estavam unidos, seu poder era forte o suficiente para afetar as decisões tomadas pela Igreja. Além disso, o que Natasha disse não era apenas um disparate.

— Sua Alteza, você é uma seguidora devotada do Deus da Verdade. Felizmente, o Sr. Evans está bem. E mesmo que Bufão tenha cometido um erro, condená-lo à morte não é a única solução, não é mesmo? — Gossett suavizou seu tom de voz: — Podemos mandar Bufão para a Inquisição, onde ele receberá o castigo que merece.

Natasha fez o sinal da cruz em frente ao peito.

— Só a verdade vive para sempre. — Então, ela disse seriamente: — Sou uma seguidora dedicada, então não quero ver ninguém arruinando a relação entre a Igreja e os nobres como Bufão fez, — a voz de Natasha ficou muito firme. — Ele deve morrer.

Gossett permaneceu em silêncio por um tempo e então disse:

— Vou enviar seu pedido aos grão-cardeais. Sinto muito por não poder tomar a decisão em nome da Inquisição.

Natasha concordou:

— Tenho certeza de que o grão-cardeal e Amelton entendem o quanto isso é sério, e estarei aguardando a decisão final.

Em uma casa qualquer em Aalto, Bufão estava lendo as informações coletadas, tentando encontrar pistas para descobrir a relação entre Lucien Evans e o Professor.

De repente, a porta se abriu. Juliana, a clériga de batalha, entrou correndo e disse em pânico:

— Você tem que sair agora, agora mesmo!

— O que foi? Acalme-se, Juliana. — Bufão olhou para Juliana com uma expressão de deboche no rosto.

Juliana respirou fundo.

— A Inquisição decidiu sentenciá-lo à morte. Você tem que sumir agora.

— Oi?! — Bufão não podia acreditar em seus próprios ouvidos. Ele sentiu que foi abandonado pelo mundo inteiro. Não podia acreditar que todo o esforço que fizera para derrotar o mal em nome do Senhor, para a Igreja e a Inquisição, agora não significava absolutamente nada.

Juliana disse com muita pressa:

— Lucien Evans desmaiou no final de seu concerto há pouco mais de uma hora. O cardeal Gossett disse que foi por causa da lesão de antes. A princesa está muito zangada. Representando os nobres, ela fez muita pressão. Segundo as palavras de Lend, parece que a Igreja não vai lhe defender. Eles estão planejando prendê-lo e condená-lo à morte secretamente para acalmar os nobres sem prejudicar a reputação da Igreja.

— Me sentenciar… à morte? — O rosto ridículo de palhaço ainda sorria, mas a voz por trás da máscara estava extremamente desesperada.

Juliana pensou que Bufão não havia acreditado no que ela disse, então ela explicou mais a fundo:

— Você deveria confiar em Lend. Eu sei que nós não nos demos bem com ele depois do que aconteceu na floresta, mas assim que ele foi escolhido para ser quem iria prendê-lo, ele correu um grande risco e me contou isso. Ele precisa que você saia de Aalto agora. Algum dia você poderá voltar usando outra identidade. Vários cardeais da Inquisição ainda estão do seu lado!

Bufão começou a murmurar para si mesmo, mas ficou parado ali, como se sua alma tivesse sido roubada. Quando Juliana estava prestes a pedi-lo mais uma vez para fugir, Bufão desatou a rir.

— HahahahaHaha!

A risada parecia louca.

— Você está bem? — Juliana perguntou, preocupada.

A risada parou de repente, e Bufão respondeu de uma maneira extremamente calma:

— Estou bem. Só acho isso engraçado. Um músico que tem relações com um feiticeiro maligno e uma princesa que tem conexões especiais com o Congresso de Magia consegue forçar o Igreja a matar seu servo mais leal. Será que na verdade a Igreja não pertence a esses feiticeiros? Como é que os grão-cardeais… Como é que Sard, Amelton e Gossett deixariam isso acontecer?

— Não importa. Eu confio em você, Minsk confia em você, Lend também, e muitos patrulheiros noturnos também estão do seu lado. Dois dos três líderes da Inquisição têm misericórdia! Isso é apenas temporário. Um dia a escuridão será afastada!

Bufão balançou a cabeça.

— Eu estou bem, Juliana. Você tem que confiar na minha força de vontade, ou eu não seria capaz de controlar o poder da minha Bênção. Eu me esconderei apropriadamente até encontrar alguma evidência sólida. Daí então nós vamos acusar Lucien Evans de ter conexões com o feiticeiro bem na cara da Inquisição, ou… seria ainda melhor se eu pudesse matar Lucien Evans bem na frente dos olhos de Natasha.

— Não! Agora, Lucien Evans deve estar sob um enorme esquema de proteção. — Juliana apressou-se a lembrá-lo: — Talvez isso seja uma armadilha para você!

Embora soubesse que Bufão era capaz de controlar suas emoções para evitar cometer erros estúpidos, Juliana também sabia que uma Bênção sombria poderia deixar as pessoas mais ou menos loucas.

Bufão olhou para fora da janela e zombou:

— Eu sei. Eu sei a extensão dos ferimentos que causei em Lucien Evans. Eu não tive tempo para machucá-lo de verdade. Como um cavaleiro, mesmo sem qualquer poção, ele deveria ser capaz de se recuperar. Foi o próprio Lucien Evans que transformou isso em uma doença grave e, assim, Natasha poderia encontrar a razão para me matar usando a própria Igreja. Terei cuidado ao investigá-lo.

Seus olhos debaixo da máscara de palhaço pareciam frios.

Na mansão.

— Lucien, você tem certeza de que alguém vai contar as novidades para Bufão? — perguntou Natasha com incerteza. — Não me diga que você descobriu isso com sua bola de cristal.

— Como você soube? — Lucien fingiu estar surpreso, então disse: — É apenas um raciocínio simples. O que você pediu foi demais, e os cardeais e os líderes da inquisição devem mais ou menos simpatizar com Bufão, para não mencionar o enorme número de patrulheiros noturnos que sobreviveram na floresta sombria. Deve haver outras pessoas que odeiam o Professor até a alma, assim como Bufão, e essas pessoas devem estar do lado dele.

O que Natasha disse a Gossett havia sido previamente acordado entre os dois.

— Entendi, mas este é apenas o seu raciocínio. Os cardeais e a Inquisição sempre tomaram uma posição implacável quando se trata de manter seu relacionamento com os nobres, então talvez Bufão seja mesmo condenado, e assim seu plano não iria ter sucesso. — Embora Natasha estivesse impressionada com a resolução de Bufão em lutar contra as trevas e a maldade, ela estava firmemente do lado de seu amigo. Ela sabia bem quando deveria ter piedade e quando não.

— Mesmo assim, os patrulheiros noturnos vão ficar tão putos que não vão simplesmente deixar o Professor de lado.

Além disso, Lucien pensou consigo mesmo que, se uma certa pessoa notasse algo, ele não iria deixar passar essa chance. Depois que Bufão o atacou, Lucien encontrou outro jeito de se aproveitar dessa chance, que era a base do seu raciocínio.

— Espero que sim. — Natasha sorriu, — Você tem a informação do sujeito. Você deveria ir agora. Eu ficarei aqui por você.

Embora não tenha conseguido despertar sua Bênção, o Visconde Klein ainda era muito enérgico aos seus cinquenta anos. Seu cabelo preto era bem cuidado e seus olhos verdes pareciam lagos profundos. Ele era um arconte na prefeitura de Aalto.

Depois de assistir ao concerto de Lucien Evans no Salão dos Salmo, ele ficou animado demais para conseguir pegar no sono. Então, ele simplesmente se levantou e começou a ler os livros que ele colecionava em sua sala de estar.

Já era bem tarde.

Klein devolveu o livro antigo em sua mão à estante, se arrumando para ir ao seu quarto.

Quando colocou o pijama na frente do espelho, uma figura misteriosa apareceu nele, como um reflexo. O homem no espelho disse-lhe em uma voz rouca:

— Há quanto tempo, Sr. Filósofo.

— Professor?! — Klein ficou chocado e, no segundo seguinte, ele ativou sua armadura de mago. Naqueles últimos anos, ele finalmente havia se tornado um feiticeiro.

O Visconde Klein era um dos aprendizes do grupo de Aalto, conhecido como Filósofo. Como ele era próximo do pai de Silvia, ou seja, do pai de Mel Branco, Natasha conseguiu suas informações, mas nunca contou isso a ninguém.

Klein olhou com cuidado para trás, mas não viu ninguém atrás de si. No entanto, o homem que usava o manto negro no espelho ainda estava lá.

O feitiço de quarto círculo, Figura no Espelho?

Vermillion
Primeiro de seu nome, Nascido do Caos, o Que a Tudo Lê, Spymaster nas horas vagas, Father of Fakes, Professor de Inglês, Um dos Três, Editor do Qidian, Tradutor de TA, Soberania e DNG, Marido Raiz.

2 Comentários

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!